OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Você queimou aquele rolo e disse:Por que você escreveu nele: O rei de Babilônia certamente virá, destruirá esta terra e fará desaparecer dela os homens e os animais.Portanto, assim diz Jeová contra Jeoiaquim, rei de Judá: Ele não terá nenhum descendente para sentar no trono de Davi, e o seu cadáver ficará exposto ao calor do dia e à geada da noite.Vou ajustar contas com ele, com os seus descendentes e com os seus servos, por causa do erro deles. E vou trazer sobre eles, sobre os habitantes de Jerusalém e sobre os homens de Judá toda a calamidade que proferi contra eles, sem que eles me escutassem". Jeremias 36:1-32

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Quem são e o que querem os líderes das novas manifestações contra a Copa?

Após os protestos de junho de 2013, o povo voltou às ruas de 14 cidades do País no último sábado, 25, para fazer passeatas contra a Copa do Mundo. A segunda leva de manifestações não atraiu tantas pessoas quanto as marchas do ano passado, mas tem um foco bem específico, promete ter fôlego até julho e mostra uma participação mais efetiva dos Black Blocs.

O lema escolhido pelo movimento, "Não vai ter Copa", pode soar como uma demanda irreal. Quem participa dos protestos, porém, acredita que pode ao menos tentar atingir o objetivo. Se não for possível impedir a realização de um jogo, é provável que se crie tumulto suficiente para preocupar as autoridades e chamar a atenção da imprensa internacional.

Os Black Blocs assumiram, na manifestação de sábado, em São Paulo, parte do espaço que era ocupado pelo MPL (Movimento Passe Livre), principal motor das manifestações de junho. Pessoas que se identificam como sendo parte do grupo revelaram ao UOL Esporte que atuaram na divulgação do evento por meio do Facebook desde o fim de dezembro e ajudaram a colar cartazes e fazer pichações pela cidade com o objetivo de chamar as pessoas.

Já na passeata, jovens que cobriam o rosto com máscaras ou camisetas pretas formavam a linha de frente do protesto, indicando o roteiro que deveria ser seguido. Os Black Blocs costumam ficar à frente das manifestações e afirmam que só atacam se forem agredidos pelos policiais. No meio do caminho, lixeiras foram quebradas e vidros de agências bancárias, apedrejados. Um Fusca que tentou passar por um colchão pegando fogo no meio da rua foi incendiado.

"A gente não ataca a pessoa, o trabalhador, o manifestante. Se é para quebrar alguma coisa, é a propriedade do Estado que não nos representa, ou só representa uma parcela pequena da população e oprime a maior parte. A gente quebra um banco, que não nos representa também", disse um ativista do grupo, de 20 anos, que pediu para não ser identificado.

"Mas o BB [abreviação de Black Bloc] não é uma organização. É um movimento aberto. Tem gente que acredita em todo tipo de coisa", concluiu. Ao ser questionado sobre como definia sua atuação, outro jovem citou o lema do seu grupo, a Facção Central: "Não aceno bandeira, não colo adesivo, não tenho partido, odeio político. A única campanha que eu faço é pelo ensino e pro meu povo se manter vivo."

Em geral, os manifestantes evitam dar entrevistas, pois não acreditam nos grupos que controlam a "grande mídia" e temem que suas declarações sejam distorcidas. Quando falam, mantém o anonimato e evitam dar declarações pessoais, que possam ajudar a identificá-los. Até seus perfis nas redes sociais são anônimos, mostrando fotos de mascarados, como a imagem de Guy Fawkes, utilizada pelo personagem de "V, de Vingança", e nomes que fazem alusão a revolucionários ou a seus apelidos.

"Defino o Black Bloc como uma forma de protesto", afirma a pesquisadora Esther Solano, professora de relações internacionais da Unifesp (Universidade Federal do Estado de São Paulo), que tem se dedicado a estudar o assunto. "O denominador comum é o uso da violência como forma de expressão. Eles notaram que o governo não os escuta. E que a única forma de se fazer ouvir é partindo para uma ação mais dura."

O grupo é formado, em sua maioria, por estudantes do Ensino Médio ou de faculdades públicas. Integrantes dos Black Blocs ouvidos pela reportagem se definem como anarquistas e se dizem contra qualquer tipo de controle do Estado.

Embora defendam a violência para chamar a atenção do poder público e aprovem a depredação de agências bancárias e outros prédios privados, os Black Blocs não admitem violência contra pessoas. Por isso, segundo o grupo, só atacam se forem agredidos antes.

Em alguns fóruns frequentados por Black Blocs são discutidas táticas para atrapalhar a realização da Copa do Mundo. A ideia do grupo é continuar convocando atos como o de sábado, mas diminuir o intervalo entre um protesto e outro conforme a Copa se aproxima.

Uma enquete, por exemplo, questiona se devem ser realizadas ocupações nos principais aeroportos do País para dificultar o embarque e desembarque de turistas e delegações. Há sugestões para bloquear as vias que dão acesso aos estádios e até ataques a ônibus de times que estiverem na cidade.

"Vai ter atentado a delegações, ônibus incendiados, ocupações", disse um jovem de 18 anos, que não quis se identificar, ao UOL Esporte. Ao ser questionado sobre quais suas principais reivindicações, o manifestante foi econômico: "Não vai ter Copa!"

Classe média é mais presente
Isso não significa, entretanto, que todas as pessoas que foram para as ruas são Black Blocs ou defendem abordagens violentas. Um grupo que se intitula Unidade Negra, por exemplo, montou uma página no Facebook na qual oferece apoio ao próximo protesto, marcado para 22 de fevereiro, em São Paulo, mas recomendou aos Black Blocs que evitem começar confrontos.

Movimentos sociais também apoiam o protesto. "Vi muitas caras novas nesse protesto, pessoas que não estavam na rua em junho do ano passado. Mas os grupos sociais e políticos mais estruturados e tradicionais ainda estão longe do movimento", diz Esther. "Em geral, não são pessoas das periferias mais distantes, mas são uma classe média que tem contato com os problemas do Brasil: as escolas públicas, filas em hospitais."

A cobrança por educação e saúde "padrão Fifa" já haviam surgido em meio às manifestações de junho, em meio a pedidos para reduzir tarifas de transporte. Agora, ao menos por enquanto, o foco é o investimento público na organização da Copa.

"As pessoas querem serviços públicos de qualidade, e nisso vejo muitas semelhanças com os protestos de junho de 2013. São pessoas reivindicando gastos públicos mais responsáveis", afirma o pesquisador Wagner Iglecias, doutor em Sociologia e professor do Curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas e do Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina da USP.

Segundo Iglecias é natural que as reivindicações tenham voltado às vésperas do Mundial. "As pessoas se sentem enganadas com a promessa do legado. Tirando algumas coisas em aeroportos, quase nada ficou pronto. Enquanto as cidades estão entrando em colapso, o governo investe alto em estádios", opina Iglecias.

Os protestos contra a Copa do de 25 de janeiro contra a Copa do Mundo levaram manifestantes para as ruas em 14 cidades. São Paulo teve a passeata mais movimentada. Um manifestante foi baleado pela PM e está internado em estado grave. Outras 135 pessoas foram detidas. Em Natal, 17 manifestantes foram detidos. Os jovens jogaram grades de ferro no alambrado da Arena das Dunas (foto), estádio recém-inaugurado.

Inércia do governo e repressão policial aumentam apoio
A falta de resposta do poder público às demandas populares e a repressão da Polícia Militar a manifestantes devem servir como combustível para os próximos protestos, na opinião do pesquisador Rafael Alcadipani, PHD em Ciência da Administração e professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da FGV.

"O governo não está encontrando uma saída política para esse problema, apenas uma saída policial, que se mostrou ineficiente. E essa inércia só aumenta a quentura", diz Alcadipani. "Todos estavam esperando os protestos de sábado, pois sabemos que seria um termômetro de como será o ano. E, pelo jeito, será muito quente."

Iglecias acredita que a forma como os candidatos vão se posicionar com relação aos protestos também é um ponto importante.  "Em um ano eleitoral, é impossível que os atores do jogo político não se posicionem em relação ao que está acontecendo nas ruas. Por mais que alguns grupos rejeitem partidos políticos, algumas pessoas podem se beneficiar."

Laudo confirma que trator estava solto em acidente na BR-110

Um laudo confirma que o trator causador do acidente na BR-110 não estava preso na carreta. O caso aconteceu na terça-feira (28), quando o veículo caiu e bateu em um ônibus que vinha no sentido contrário. O acidente deixou 14 mortos e 19 feridos.

Segundo informações do delegado que investiga o caso, o documento diz que o trator não estava amarrado e o próprio motorista da carreta, que levava a máquina, confirmou a informação.

"O laudo mostrou que o trator não foi amarrado, confirma o que a gente sabia. A perícia vai para o local, analisa os três veículos, a velocidade, como ocorreu, quem provocou a colisão. E mostrou que o trator estava solto", disse o delegado ao jornal Correio.

A velocidade do caminhão não foi possível ser aferida porque o tacógrafo do veículo estava com defeito. O dono do caminhão foi indicado por dolo eventual, por ter assumido o risco de causar o acidente. "A gente está analisando os donos e supervisores da empresa. A nossa trajetória é essa aí para saber quem será indiciado. A gente sabe que a empresa será responsabilizada, mas precisa ser a pessoa certa", completou o delegado.

Ex-prefeito de Wagner é condenado por desvio de verba do SUS

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Irecê, a Justiça Federal (JF) condenou o ex-prefeito de Wagner/BA, a 390 km de Salvador, Evangivaldo Evangelista Matos, por improbidade administrativa. O ex-gestor, que esteve à frente do município de 2001 a 2004, transferiu irregularmente mais de 10 mil reais do SUS (Sistema Único de Saúde) para outras contas correntes do município.

De acordo com ação do MPF, o ex-prefeito aplicou irregularmente verbas repassadas pelo Programa de Combate às Carências Nutricionais (PCCN), que tem por objetivo reduzir e controlar a desnutrição infantil em geral e as carências nutricionais específicas. Segundo auditoria realizada pelo SUS, ficou comprovada a transferência irregular dos recursos no ano de 2001, o que acabou por prejudicar as famílias cadastradas no programa, que não receberam alimentos como leite e óleo de soja.

Em função dos ilícitos cometidos, a Justiça Federal condenou o ex-prefeito às sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa, artigo 12, III, com pagamento de multa civil no valor equivalente a duas remunerações recebidas pelo réu enquanto prefeito, suspensão dos direitos políticos por três anos e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de três anos.

Segundo o procurador da República em Irecê, Samir Nachef, "o julgamento da ação é fruto do esforço do MPF e JF em Irecê para cumprir a meta 18 do Conselho Nacional de Justiça, qual seja: identificar e julgar, até 31 de dezembro de 2013, as ações de improbidade administrativa e ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública, distribuídas até 31 de dezembro de 2011."Fonte:Bocão News

Pesquisa: 44% do eleitorado avalia governo Wagner como regular

O Instituto Vox Populi mediu em pesquisa os índices de aprovação dos governos dos maiores estados do país. Segundo o levantamento, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), teve avaliação regular de 44% dos entrevistados; 28% considera positiva, enquanto 24% apontaram como boa. E apenas 4% consideraram ótima a administração do petista. Para 16% dos entrevistados, ela é péssima; o índice dos que a avaliam como ruim é de 8%.

À frente de Wagner, ficou o pernambucano Eduardo Campos (PSB), aprovado por 50% dos entrevistados, somando-se os índices de “bom” (37%) e “ótimo” (13%). Outros 36% consideram regular a administração do presidenciável do PSB. Para 6%, ela é ruim; 8% acham a gestão de Campos péssima.

O paulista Geraldo Alckmin (PSDB) teve a gestão aprovada por 28%, mas apenas 4%  consideram ótima, enquanto os que  acham ruim e péssima foram, respectivamente, 15% e 17% do universo da pesquisa em São Paulo. Já o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), continua com índices positivos muito baixos em relação a sua gestão: 2% de ótimo e 10% de bom.

Sem medo, Geddel diz a Rui Costa que Wagner o enfiou goela abaixo

Políticos por vezes não perdem oportunidades de dizerem verdades – ou não – uns aos outros nas mais diversas ocasiões e, na segunda noite do Festival de Verão de Salvador o pré-candidato ao governo pelo PMDB, Geddel Vieira Lima, usou sua oportunidade. Ao encontrar com o adversário Rui Costa no camarote, disse a ele o que pensava sobre o PT. Entre sorrisos.

Geddel revelou ao Bocão News que disse de frente para Costa que o governador Jaques Wagner “enfiou goela abaixo” o amigo como candidato e forçou a base a aceitar a indicação do secretário da Casa Civil para o pleito de outubro. “Com a gente [PMDB] é um pouco diferente. Eles têm o chefe, que empurrou o nome goela abaixo. Parece ditadura. Aqui, temos que construir”.

O peemedebista revelou também que a oposição se reunirá nesta sexta-feira (31), mas fez questão de frisar que não há nenhuma intenção de transformar o encontro na consagrada “última reunião” que elegerá enfim o nome do bloco para as eleições. “Temos um coordenador que está observando. Então vamos esperar”, afirmou. Aproveitou também para reforçar que não existe um “plano B” e que o ex-deputado não comenta especulações no que diz respeito a não ficar com a vaga de candidato a governador.

Recuperação de Neymar surpreende e Barça antecipa data para retorno

A previsão para o retorno de Neymar aos gramados pode ser antecipada em quase uma semana. Segundo o jornal espanhol "Sport", o brasileiro apresentou ótima recuperação de sua lesão no tornozelo e deixou o Barcelona otimista em relação ao jogador. O clube planeja contar com Neymar na partida do dia 12 de fevereiro, contra o Real Sociedad, pelas semifinais da Copa do Rei. A nova data antecipa a primeira previsão de melhora do atacante em seis dias.

O otimismo da equipe catalã é reflexo de uma evolução impressionante de Neymar no tratamento da lesão, já que o jogador vem se recuperado com rapidez e já pula etapas no planejamento médico. Após dez dias em repouso absoluto e sem apoiar o pé, Neymar já deixa para trás as muletas e começa a trabalhar na academia, sob a supervisão do fisioterapeuta do Barcelona, Roger Girónes.

Uma ressonância magnética realizada na última segunda-feira mostra que o atleta já pode avançar ainda mais no tratamento e deve ir ao gramado para treinar e realizar exercícios de readaptação já na próxima segunda, dia 3 de fevereiro.

Neymar sofreu uma entorse nos tendões do tornozelo direito na partida contra o Getafe, pela Copa do Rei, no último dia 16 de janeiro. A expectativa inicial era de que ele retornasse às atividades normais para a partida contra o Manchester City, pela Liga dos Campeões da Europa, no dia 18 de fevereiro.

O jogador deixou o campo carregado ainda no 1° tempo do duelo entre Barcelona e Getafe, pelas oitavas de final da Copa do Rei. O lance ocorreu aos 21 minutos, em uma jogada na qual avançou até a linha de fundo pelo lado esquerdo do ataque e, ao tentar cruzar, caiu ao torcer o tornozelo.

Depois do susto e de ter o diagnóstico dos médicos, o atacante se mostrou aliviado com o fato de contusão não ser tão séria: "Que susto!!!! Na hora que caí pensei em um monte de coisa ruim... pensei que poderia ter acontecido uma lesão grave, pensei nos meus planos para 2014... Mas Jesus, mais uma vez, estava comigo e foi só um susto mesmo... ", escreveu o jogador no Instagram.

Lionel Messi, principal astro do Barcelona, também lamentou a lesão de Neymar, desejou uma rápida recuperação ao brasileiro e disse que ele é muito importante para o time.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Ministério Público Federal inocenta o prefeito Osni Cardoso

O Ministério Público Federal determinou o arquivamento do Inquérito Civil Público instaurado com o escopo de apurar possíveis irregularidades na aplicação de verba do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB, no exercício de 2010, do município de Serrinha, na gestão do prefeito Osni Cardoso.

De acordo com as informações prestadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia – TCM/Ba, as contas da prefeitura de Serrinha foram aprovadas, porque regulares, porém  com ressalvas, no tocante a aplicação dos recursos do FUNDEB, no exercício de 2010. Objeto de investigação verifica que ela se deu em conformidade com a legislação pertinente, tendo a administração municipal de Serrinha aplicado 60,80% das verbas na remuneração dos profissionais em efetivo exercício do magistério da Educação Básica.

Por falta de provas o procurador da república, Edson Abdon Peixoto Filho, decidiu arquivar o inquérito contra o prefeito Osni Cardoso. Determina, ainda, que sejam extraídas cópias do parecer prévio desta decisão a fim de que sejam regularmente distribuídas entre os Procuradores da República que atuam em Feira de Santana. Assim, o prefeito Osni reafirma seu zelo pelo bem público, garantindo, obras, empregos, desenvolvimento e ações estruturantes, que fazem de Serrinha um lugar bom de morar e projeta o município como entroncamento rodoviário estratégico para o interior da Bahia, trazendo investidores e desenvolvimento. Fonte:ASCOM

Site para ajudar Delúbio Soares arrecada R$ 1 milhão


O site criado para arrecadar doações e ajudar Delúbio Soares pagar a multa do mensalão arrecadou mais de R$ 1 milhão até esta quinta-feira (30). Somente nesta quinta, quase R$ 600 mil caíram na conta destinada às doações.

Os R$ 1.013.657,26 arrecadados equivalem a mais do dobro do que Delúbio precisava. Ele foi condenado a pagar multa de R$ 466.888,90. O prazo para que ele faça o depósito no Fundo Penitenciário Nacional se encerra amanhã.

Assim como aconteceu com Genoino, o excedente –ou parte dele– deverá ser doado para o próximo petista que criar um site.

O beneficiário desta doação será José Dirceu. Segundo o coordenador do setorial jurídico do PT, Marco Aurélio Carvalho, a página para receber doações para o ex-ministro já está pronta. Ela será colocada no ar assim que Dirceu foi notificado oficialmente.

O ex-ministro, que cumpre pena de 7 anos e 11 meses no Complexo Penitenciário da Papuda, foi condenado, à época do julgamento, em 2012, a pagar multa de R$ 676 mil.

Já Delúbio Soares recebeu autorização da Justiça para trabalhar na CUT (Central Única dos Trabalhadores), em Brasília, onde atua como assessor da direção nacional da entidade.

A página "Solidariedade a Delúbio Soares" foi criada no último dia 21, após o site "Parceiros da família Genoino" ter arrecadado uma quantia superior à necessária para pagar a multa de R$ 667,5 mil, à qual o ex-presidente do PT havia sido condenado.

Com Dilma, renda da população cresce 3% ao ano e supera a era Lula


Enquanto a maior parte dos principais indicadores econômicos tem se deteriorado nos três primeiros anos do governo Dilma Rousseff, o mercado de trabalho permanece uma exceção, de acordo com dados de diversas fontes, estatais e privadas.

A renda da população teve um crescimento real (acima da inflação) acumulado de 2,6% em 2011, 3,2% em 2012 e outros 3,2% no ano passado, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na média anual, portanto, o ritmo de crescimento da renda no governo Dilma é de 3%, o que dá mais que o dobro do registrado durante o período do seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva (1,3% ao ano). Isso aconteceu porque, no primeiro ano do ex-presidente, a renda caiu mais de 10%, puxando para baixo a média dos seus oito anos.

Não é possível comparar com o governo Fernando Henrique Cardoso porque o IBGE mudou a metodologia da pesquisa em 2002.

A série histórica do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em São Paulo, no entanto, é mais longa. Ela registra que, na média anual, a renda no governo Dilma cresceu mais do que nos dois mandatos de Lula e do que no segundo de Fernando Henrique Cardoso. Por outro lado, avançou em ritmo mais lento do que na primeira gestão de FHC e no período Itamar Franco.

Gerivaldo Neiva:" Presídios do interior da Bahia são barris de pólvora"

Os presídios do interior da Bahia destinados a receber presos em regime fechado e provisórios, sem exceção, estão com população excedente de presos.

Alguns casos são tão graves (Jequié, Teixeira de Freitas, Ilhéus e Itabuna), a população excedente supera a capacidade do presídio.

No total, os presídios do interior tem capacidade para 3.903 presos e estão suportando 6.949, resultando em um excedente de 3.046 presos.

Estou prevendo que terei problemas, pois até ano passado o presídio de Serrinha, destinado a receber presos no regime fechado da Comarca de Conceição do Coité ainda tinha vagas. Agora, na estatística divulgada em 23 de janeiro pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária da Bahia, o mesmo presídio está com excesso de 34 presos.

O problema é o seguinte: se para os presos ilustres, o STF consulta o diretor do presídio sobre a existência de vagas, o Juiz de primeira instância não pode fazer o mesmo para o Zé Ninguém e delinquente comum? E se não existir a vaga? E se o Juiz determinar o cumprimento em regime domiciliar até surgir a vaga?

E se o Juiz, mesmo sabendo que não existe a vaga, encaminhar o condenado para cumprimento da pena de regime fechado em um presídio que já está com população excedente?

Por fim, em qual das duas situações, em vista da dignidade da pessoa humana e da garantia dos direitos humanos, o Juiz se aproxima mais da Constituição da República no tratamento com pessoas condenados pelo Poder Judiciário a pena de prisão em regime fechado?

Eis um resumo da situação dos presídios do interior da Bahia.
Gerivaldo Neiva(foto) -Juiz de Direito (Ba), membro da coordenação estadual (Ba) da Associação Juízes para a Democracia (AJD), Porta-Voz no Brasil do movimento Law Enforcement Against Prohibition e membro da Comissão de Direitos Humanos da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

Inspetor da PRF reclama da falta de policiais para atender a demanda da região

A Polícia Rodoviária Federal tem sido alvo de críticas por parte dos condutores, que reclamam da falta de fiscalização nas rodovias baianas. De acordo com o inspetor Cunha, o problema é decorrente do número reduzido de policiais, o que prejudica o andamento dos trabalhos.

“O nosso é desejo é prestar um serviço de excelência, satisfatório, mas devido ao pouco efetivo a gente não tem conseguido atender a todas as demandas”, afirmou.

Segundo ele, a delegacia da PRF em Feira de Santana é responsável por 300 km de rodovias e atende a 13 municípios, no entanto, não consegue nem mesmo atender às demandas da cidade.

“O último concurso, se não me engano, foi em 2008, mas infelizmente houve fraude e ficou suspenso. Através de liminares na Justiça, foi dado continuidade, mas até hoje a gente não recebeu o efetivo necessário”, declarou.

Foi realizado um concurso em 2013 para preenchimento de mil vagas, que foi suspenso em dezembro do mesmo ano para atender a decisão proferida na ação civil pública em trâmite na 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro para que os candidatos considerados inaptos na avaliação de saúde possam apresentar ou regularizar exames e laudos exigidos.

O inspetor criticou ainda a falta de prioridade do governo federal quanto à segurança pública. “Eu faço parte do órgão há 18 anos, nós tínhamos quatro postos, hoje temos apenas um”, disse, acrescentando que outras cidades da Bahia têm enfrentado as mesmas dificuldades, por causa da falta de efetivo.

As informações são do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Souto está perto de confirmar para os aliados que será candidato ao governo


O ex-governador Paulo Souto (DEM) deve anunciar internamente ao seu partido nesta sexta-feira se será ou não candidato à sucessão estadual. Até aqui, todas as exigências feitas por ele à cúpula local e nacional da legenda para que pudesse decidir-se favoravelmente pela disputa foram atendidas, comenta-se no partido.
O prefeito ACM Neto (DEM) se empenhou pessoalmente no sentido de convencer Souto de que ele é o melhor nome para concorrer com o candidato do governador Jaques Wagner (PT) às eleições, depois dele próprio, que não será candidato sob hipótese nenhuma.
Sob a orientação de ACM Neto, a cúpula nacional do DEM investiu horas de conversas na tentativa de convencer Souto de que se for candidato não estará sozinho nem ficará desamparado, principalmente financeiramente, uma das grandes preocupações de candidatos majoritários.

Também o PSDB, desde o princípio, colocou-se, disciplinadamente, como vetor para o anúncio da candidatura Souto, preocupando-se apenas em reservar para o seu pré-candidato, João Gualberto, o lugar de vice em sua chapa.

Agora, a batata quente, se é que pode ser vista assim a disputa com um candidato turbinado pela máquina do governo, porém desconhecido, está com Souto e mais ninguém. Cabe exclusivamente a ele decidir se vai ou não enfrentar as urnas. A responsabilidade é grande porque Souto sabe que, caso desista, estará automaticamente passando o bastão à outra com pontuação inferior à sua nas pesquisas, podendo ser responsabilizado por uma eventual derrota das forças oposicionistas.

Democrata lidera pesquisa encomendada

Na verdade, pelas conversas realizadas até agora na oposição, caso Souto não queira concorrer, a tarefa caberá ao líder peemedebista Geddel Vieira Lima, que aguarda por este momento desde que perdeu a eleição para Wagner em 2010.

Porém, vale lembrar que também está no páreo pelo DEM o secretário de Transportes e Urbanismo, José Carlos Aleluia.

Geddel quer uma desforra a qualquer preço com “esse pessoal do PT”, como dizem que se refere na intimidade aos petistas quando está calmo. Tomou horror a Wagner desde que rompeu com ele ainda no primeiro governo do petista, que ajudou a eleger, e agora à presidente Dilma Rousseff, cujo time deixou sob polêmica recentemente com o objetivo de ficar livre para disputar o governo.

Comenta-se que, quando está um pouco mais nervoso, o líder peemedebista dispara verdadeiros impropérios contra a dupla de petistas, numa demonstração de que integrou ao político o desejo muito pessoal de derrotá-los.

Ocorre que Souto é quem lidera as pesquisas que o DEM tem em mãos. Tirando ACM Neto do cartão, que dispara nas sondagens, o ex-governador lidera com 42% das intenções de voto ao governo.

Geddel apareceria com 28%, Lídice da Mata (PSB) com 16% e Rui Costa, do PT, com 8%.
Com Souto fora da disputa, o cenário melhora ligeiramente para cima para Geddel, Lídice e Rui, naturalmente.

Mas está longe de garantir o mesmo nível de competitividade que as oposições teriam com ele na cabeça da chapa.
Porém é Souto que será o senhor da opção de ser ou não candidato. ACM Neto já disse a amigos ter feito o que podia.

Portanto, está praticamente lavando as mãos. Caberá ao ex-governador, se desistir, passar em ato público o posto de candidato a Geddel, acomodando-se, quem sabe, para uma disputa ao Senado.
Fonte:Tribuna da Bahia

Piso salarial dos professores tem reajuste de 8,32%

O Ministério da Educação (MEC) informou nesta quarta-feira, 29, oficialmente, o reajuste do piso salarial do magistério. O valor, que é reajustado anualmente, como determina a Lei do Piso (Lei 11.738/2008), aumentará 8,32%, chegando a R$ 1.697.

Conforme a legislação vigente, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) do ano passado, em relação a piso de 2012. O valor é a remuneração mínima do professor de nível médio com jornada de 40 horas semanais.

O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451 e, a partir de fevereiro de 2013, passou para R$ 1.567. O maior reajuste foi o de 2012: 22,22%.

Além do valor do salário, a lei trata das condições de trabalho, estipulando, por exemplo, jornada de no máximo dois terços da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os alunos.

Possível parceria entre Vitória e BWA pode revolucionar o Barradão

O santuário rubro-negro pode entrar para o hall dos principais e mais modernos estádios do país. Fontes ligadas ao Galáticos dão conta de que o Vitória está próximo de fechar uma parceria com a BWA que renderá bons frutos ao Barradão.

A empresa, que já opera outros estádios e teve, recentemente, 50% das suas ações adquiridas pela multinacional francesa Lagardere tem um projeto pronto para o Manoel Barradas. A obra seria uma verdadeira reconstrução do estádio e da Toca do Leão.

Também faz parte do projeto a construção de um equipamento esportivo para a população que reside no bairro onde está instalada a praça esportiva.

Se fechar acordo com a diretoria do Leão, o Barradão não será o primeiro estádio brasileiro ligado à BWA. A empresa já possui os direitos sobre a Arena Castelão, em Fortaleza.

E a possível parceria também poderá render frutos dentro de campo para o Vitória. A BWA também é famosa por ter ligações com clubes e ajudar nas despesas dos mesmos. Um exemplo próximo é do Atlético (MG), onde a empresa paga 50% dos salários do meia Ronaldinho Gaúcho.

Deputados aprovam PL que que autoriza venda de bebidas alcoólicas em estádios

Na última quarta-feira (28), foram aprovados 209 projetos pelos deputados na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Entre os projetos aprovados está o PL 20.506/2013, de autoria do deputado João Bonfim (PDT), que autoriza e regulamenta a comercialização e a venda de bebidas alcoólicas em estádios e arenas de eventos esportivos. A medida busca disciplinar a venda desse tipo de bebida nestes locais, diferenciando-se, inclusive, o nível alcoólico das bebidas a serem vendidas nos camarotes e áreas VIP e ao público em geral em virtude da quantidade de pessoas que utilizam esses espaços. Votaram contra os deputados Rosemberg Pinto (PT), Capitão Tadeu (PSB), Maria Del Carmen (PT), Yulo Oiticica (PT), Sidelvan Nóbrega (PRB), Pastor Sargento Isidório (PSB), Carlos Ubaldino (PSD) e Aderbal Caldas (PP).

Fonte:Bocão news

Mais um problema: Ministério Público diz que pai de Neymar deve à Receita

O pai do jogador Neymar tem duas dívidas em aberto com a Receita Federal, segundo informou o Ministério Público Federal de Santos. Desde agosto de 2013, o empresário, proprietário da N & N Consultoria Esportiva e Empresarial Ltda, está sendo investigado pelo MPF por conta de problemas com o fisco.

As dívidas são referentes a tributos federais que deixaram de ser pagos pelo empresário. Em agosto, a Receita Federal fez uma demanda de investigação sobre dívidas fiscais do pai de Neymar ao procurador da república em Santos.

"A investigação está em andamento. Há dois débitos em aberto. Eu entendi que as informações que a receita mandou são incompletas. Só informava que havia débito dele com a Receita. Solicitamos mais documentos para investigar", afirmou o procurador da República Thiago Lacerda Nobre.

Durante pronunciamento dado na última terça-feira, o pai de Neymar disse que não temia o fisco.

"Pedi para o Bartomeu (presidente do Barcelona) abrir o contrato para proteger a pessoa física e a família do Neymar. Repito que não devo nada às Receitas do Brasil e da Espanha, nada. Espero que acreditem nesse pronunciamento, porque queremos paz", afirmou.

A reportagem do UOL Esporte tentou contato com a assessoria da empresa de Neymar pai, mas não obteve retorno.

Na última terça-feira, o procurador da República Thiago Lacerda Nobre resolveu ampliar a investigação e incluir o caso do pagamento dos 40 milhões de euros do Barcelona a empresa N&N no processo.  

"Mandamos um ofício para a Receita questionando como ficava o desencontro de informações sobre os valores do Neymar. Pedimos para a receita as movimentações registradas da empresa. Eles têm um prazo de 20 dias para repassar ao Ministério Público Federal", explicou Nobre.

Na última semana, o Barcelona confirmou o pagamento de 40 milhões de euros a empresa do pai de Neymar. A intenção do MPF é saber ser o valor foi declarado à Receita Federal.

Nobre informa que ainda não há como dar parecer sobre o caso ou se houve alguma irregularidade, já que a investigação está em fase preliminar. Segundo a Lei 8.137/90, a pena para crimes de ordem tributária vai de dois a cinco anos de prisão e pagamento de multa.


Há vida sem Juninho? Vasco vai pagar 60% de 'salário' do ídolo em substituto


A confirmação da aposentadoria de Juninho Pernambucano foi recebida com surpresa no Vasco. A diretoria ainda cultivava a possibilidade de contar com o veterano no Campeonato Carioca, mas entendeu os motivos argumentados durante as conversas dos últimos dias. Agora, o Cruzmaltino segue o planejamento definido antes da decisão e tenta contratar um "substituto". Para isso, conta apenas com algo em torno de 60% do valor recebido pelo ídolo em São Januário.

Juninho retornou ao Vasco em 2013 sem salário acertado. Ele apenas topou receber o que o clube lhe devia para atuar antes da despedida como atleta profissional - algo em torno de R$ 250 mil. Desta vez, a administração Roberto Dinamite estipulou um teto salarial e definiu o limite de R$ 150 mil para gastar no vencimento mensal de um substituto.

No entanto, o montante torna a situação delicada nos padrões atuais do futebol. O diretor executivo Rodrigo Caetano está encarregado da missão de contratar um meia e um atacante para fechar o elenco. Mas o desafio de convencer agentes e atletas a aceitar os valores ganha novo capítulo a cada dia.

A expectativa é a de que o Cruzmaltino possa contar com o reforço para o setor o quanto antes, de preferência na primeira quinzena de fevereiro. O meia Ramírez, do Corinthians, é uma possibilidade e negocia desde a pré-temporada.

Outro nome próximo é o do volante Jumar. O jogador está no futebol chinês, defendeu o clube em 2011 e deve ser emprestado sem custos ao Vasco. A diretoria não fala sobre as negociações e trata com cautela os casos.

Já em relação ao adeus de Juninho, a tendência é de que a data para um jogo de despedida do ídolo seja anunciada em entrevista coletiva na próxima segunda-feira. O veterano, que completa 39 anos nesta quinta-feira, deve receber uma placa em homenagem aos serviços prestados. Desta forma, o Cruzmaltino trabalha e busca sobreviver sem um dos últimos e consagrados grandes ídolos da torcida vascaína.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

“Horror é a palavra mais adequada para qualificar as prisões brasileiras."

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, fez duras críticas ao sistema prisional brasileiro durante palestra realizada nesta quarta-feira (29/01) em Londres, na universidade King’s College. Para o ministro - que está de férias na Europa, mas cumpre agenda oficial -, “horror” é a palavra que define as prisões brasileiras que, segundo ele, não mudam por falta de vontade política.

“Horror é a palavra mais adequada para qualificar as prisões brasileiras. E a pergunta é: por que a situação é tão absurda? (...) É uma questão de prioridade. Políticos não se importam com prisões, porque (o tema) não dá retorno político”, afirmou Barbosa, ao ser questionado sobre os episódios de violência no Maranhão, onde detentos foram mortos durante um motim no presídio de Pedrinhas.

Barbosa discursou, em inglês, por cerca de 35 minutos, a uma plateia de cerca de 300 pessoas, na maioria estudantes da universidade britânica. Na sequência, respondeu às perguntas da plateia, formada, em sua maioria, por brasileiros. Embora tenha afirmado que “conversou com a presidente” Dilma Rousseff sobre o assunto, o ministro endereçou as críticas aos governos estaduais, ao explicar que, no Brasil, a administração dos presídios é responsabilidade dos Estados.

“Eu falei com a presidente do Brasil ao menos duas ou três vezes sobre essa questão. Também falei com governadores. Mas se não dá retorno político, eles não ligam. Até que aconteça algum massacre, como aconteceu no Maranhão. (...) Os governos estaduais dizem que não têm meios suficientes para fazer novas prisões”, afirmou.

Presidência

Na palestra, Barbosa explicou como funciona o Poder Judiciário brasileiro, e lembrou alguns julgamentos que fizeram história no STF, como o que autorizou o uso de células-tronco embrionárias e colocou em prática a lei da Ficha Limpa. Ele, entretanto, evitou citar casos mais recentes de destaque, como a condenação dos réus do Mensalão e saiu sem dar entrevistas.

Conselho adia votação de limites às recomendações de procuradores e promotores
Magistrados brasileiros aprendem técnicas de mediação com especialistas dos EUA
Turmas do Supremo tiveram competências ampliadas nos últimos anos
Tribunal suspende liminar que pedia ao MP a desocupação de salas em fóruns
“Em 2012, os olhos do Brasil se votaram para o Supremo, por causa da Ficha Limpa. Este será o primeiro ano que vamos ver o impacto dessa lei, pois será a primeira eleição nacional (após a decisão da Corte)”, disse, afirmando acreditar que a medida terá um "impacto enorme" contra a corrupção.

Embora tenha abordado o impacto da lei sobre as eleições de 2014, Barbosa voltou a negar que tenha intenções de se candidatar à Presidência da República, ao ser questionado se gostaria de concorrer.

“Não, não quero. Eu já disse para a imprensa brasileira (que não). Muitas pessoas me dizem nas ruas: ‘você deveria ser presidente’. Mas eu nunca fui filiado a nenhum partido. Mesmo quando universitário, nunca fui militante. Então não”, ressaltou. “Eu não vejo a hora de ser um homem livre de novo. De ter menos exposição, como a que tenho agora (como presidente do STF)”, concluiu.

Outro tema abordado pelo ministro foi a questão do preconceito racial, o que, segundo Barbosa, é o “problema mais sério” do país hoje.

“A discriminação racial é o problema mais sério dentro do Brasil, na minha opinião. O Brasil deve fazer algo para incluir os negros na sociedade. (...) As cotas não resolveram os problemas”, ponderou.

Por que os brasileiros não gostam de discutir a questão? Eu não sei, talvez seja um tema chato”, disse Barbosa, que arrancou risadas da plateia ao comparar a TV brasileira à dinamarquesa. “Não tem negro na TV. Parece até a televisão da Dinamarca”, afirmou.

Polêmicas

Nesta quarta (29), Barbosa não abordou o Mensalão em sua palestra e também se recusou a comentar o assunto ao ser questionado por jornalistas brasileiros. Ao chegar a Londres, na última segunda-feira (27), Barbosa criticou a imprensa brasileira por divulgar declarações dos condenados no processo.

“Pessoas condenadas por corrupção devem ficar no ostracismo. Faz parte da pena", afirmou, em referência à entrevista publicada no domingo (26) pela Folha de S.Paulo com o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), um dos condenados.

Antes da visita à capital britânica, Barbosa visitou Paris, na França, onde fez outra palestra a juristas e se reuniu com autoridades. A viagem do ministro à Europa provocou críticas, pois ele recebeu R$ 14 mil em diárias do Supremo, mesmo estando oficialmente de férias.

Em Paris, na semana passada, Barbosa afirmou considerar a polêmica em torno do pagamento das diárias uma “grande bobagem”, e afirmou que recebeu o valor por representar o Poder Judiciário brasileiro em compromissos oficiais nos países. A palestra na universidade de King's College foi o último compromisso oficial do ministro, que retorna ao Brasil nesta quinta-feira (30).

Paulo Souto teria avisado que está fora da disputa

Na noite da última terça-feira (29) o ex-governador Paulo Souto (DEM) teria anunciado aos mais próximos que não vai disputar a cabeça da chapa majoritária em 2014. Contrariando diversas lideranças do Democratas, incluindo, o presidente nacional da sigla, senador Agripino Maia e o prefeito de Salvador ACM Neto.

Lideranças políticas próximas a Souto negaram a informação, contudo, sabe-se que o jantar de ontem aconteceu e que esta foi a pauta e que, como ainda não foi anunciada a composição não se pode antecipar a definição. Agora, os agentes do processo da oposição ao governo Jaques Wagner trabalham para convencê-lo a disputar a cadeira do Senado.

A reportagem do Bocão News entrou em contato com o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) com o intuito de esclarecer se a informação seria procedente. O peemedebista, provável candidato do grupo, preferiu não comentar.

O cacique do PMDB reafirmou que o coordenador do processo na Bahia é o prefeito ACM Neto. No entanto, Geddel acredita que a decisão do grupo deve ser anunciada até a próxima sexta-feira (31). O cenário está afunilado e as bases cobram a definição.

Colabora para a candidatura de Geddel a conveniência do presidenciável tucano Aécio Neves. O senador mineiro teria aqui um palanque do PMDB, principal aliado do PT no cenário nacional. Por outro lado, os principais agentes políticos do PSDB na Bahia, em tese, apoiam Paulo Souto até aqui.

Composição

Se confirmado a retirada do nome de Paulo Souto da cabeça da chapa resta à oposição convencê-lo a disputar o Senado. As informações de bastidores dão conta que o ex-governador está reticente quanto a esta possibilidade também.

Neste contexto o PMDB ficaria com a cabeça, o PSDB com a vice (João Gualberto) e o DEM indicaria o candidato à Casa Alta do Congresso Nacional. O problema é a necessidade de colocar um nome à altura dos adversários (Otto Alencar - PSD e Eliana Calmon – PSB) e que possa “levantar” a chapa.

As opções apresentadas envolvem o secretário Transporte e Urbanismo de Salvador, José Carlos Aleluia, o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (derrotado para o Senado em 2010). O ex-senador ACM Júnior já declarou que não tem a intenção de retomar à vida pública.Fonte:Bocão News

Vitória passeia em campo e goleia o Sergipe em Pituaçu

Demorou, mas enfim aconteceu. Depois de iniciar a Copa do Nordeste com tropeços, o Vitória voltou a jogar e bem e mostou o futebol que o torcedor rubro-negro espera ver.

O Leão recebeu o Sergipe na noite desta quarta-feira, 29, em sua primeira partida no estádio de Pituaçu e, com três gols de pênaltis marcados por Juan, bateu o Gipão por 5 a 1 - Ayrton, com um golaço de falta, e Alan Pinheiro assinalaram os outros dois, enquanto João Paulo marcou o único tento do time alvirrubro.

A postura defensiva do time sergipano não surtiu efeito e o Vitória dominou a partida do início ao fim. Apostando no contra-ataque, o Gipão não suportou a pressão e volta para casa mais distante do primeiro lugar.

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 27 milhões no sábado

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.569 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (29), em Osasco (SP).
Com isso, o prêmio acumula e o sorteio de sábado (1º) deve pagar R$ 27 milhões. As dezenas sorteadas foram: 05-15-18-31-42-53.
Apesar de nenhum bilhete ter acertado as seis dezenas, 81 apostas fizeram a quina e vão levar R$ R$ 25.568,62. Outras 6.718 fizeram a quadra e vão levar R$ R$ 440,40.

Quebra-molas da BR-116 Norte serão retirados, diz engenheiro do Dnit


Moradores do bairro Novo Horizonte, na BR – 116 Norte, em Feira Santana, estão cobrando a retirada de alguns quebra-molas do trecho, pois de acordo com eles, muitos assaltos estão ocorrendo quando os motoristas reduzem a velocidade. Uma manifestação foi realizada no local na segunda-feira (27) e os moradores decidiram arrancar os quebra-molas por conta própria.

O engenheiro do Dnit, Max Gil Leite de Souza, informou nesta terça-feira (28), ao Acorda Cidade, que as lombadas foram colocadas, algumas pelo município e outras pelo próprio Dnit, devido a uma grande demanda da população. Mas segundo ele, o fluxo de veículos aumentou bastante e, por isso, o Dnit vai verificar o problema.

“Este é um grave problema de segurança pública. Desde novembro nós já sinalizamos para a área operacional do Dnit e já indicamos alguns pontos da BR – 116 Norte, a exemplo do Novo Horizonte e do acesso ao distrito de São José, para a retirada de todos os quebra-molas, pois serão substituídos por lombadas eletrônicas. Como não operam à noite, não haverá a necessidade de o motorista praticamente parar e ficar sujeito a assaltos”, afirmou o engenheiro.

Ainda segundo ele, o Dnit não pode tirar os quebra-molas de imediato, pois as lombadas eletrônicas devem ser implantadas antes. “Acredito que até março a gente consiga essas lombadas para implantar e tirar os quebra-molas”, informou.

As informações são do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Vitória recebe o Sergipe em briga direta por posição

Vitória e Sergipe estão rigorosamente empatados no Grupo A da Copa do Nordeste. Ambos têm quatro pontos, um triunfo, um empate e uma derrota na competição. Até o confronto direto entre as equipes, no domingo, 25, terminou empatada em  2 a 2.

Os times sofreram seis gols na competição, mas o rubro-negro baiano leva ligeira vantagem por ter sido vazado uma vez a menos que o Gipão (Vitória tem saldo de -5, enquanto o Sergipe tem -6).

E nesta quarta-feira, 29, às 19h (horário de Salvador) as equipes voltam a medir forças, desta vez no estádio de Pituaçu, em Salvador, para brigar diretamente pela segunda posição na chave e se manter na cola do América-RN, que tem 100% de aproveitamento.

Este será o primeiro compromisso do Vitória longe do Barradão. O estádio estará à disposição da Fifa para a Copa do Mundo e não poderá ser utilizado pelo rubro-negro até o fim do torneio.

Na partida de estreia, quando atuou sob seus domínios, o Leão foi derrotado pelo América-RN e terá que superar a ausência da Toca do Leão para embalar nas duas partidas seguidas que tem em Salvador - depois do Gipão o time encara o Confiança-SE no mesmo estádio.

O técnico Ney Franco decidiu mandar a campo o que tem de melhor no elenco e fará mudanças apenas em duas posições. O lateral esquerdo Juan retorna à sua posição de origem e Danilo Tarracha volta para o banco de reservas. Além dele, o centroavante Alan Pinheiro terá uma nova chance para mostrar serviço e será o homem de referência na linha de frente.

Já o Sergipe deverá ter a mesma equipe que empatou o último confronto. A única mudança que chegou a ser cogitada pelo técnico Vinícius Saldanha foi vetada pelo departamento médico.

Destaque da equipe nas duas primeiras rodadas, o lateral esquerdo Rômulo segue com dores no púbis e desfalca a equipe mais uma vez. Com isso, o volante Edinho segue improvisado na posição.

Local: Estádio Governador Roberto Santos (Pituaçu), em Salvador
Data: 29 de janeiro (quarta-feira)
Hora: 19h (horário de Salvador)

Vitória: Wilson; Ayrton, Dão, Matheus Salustiano e Juan; Lucas Zen, Cáceres, Escudero e Willie, Marquinhos e Alan Pinheiro. Técnico: Ney Franco.

Bahia e Vitória da Conquista voltam a duelar pelo Nordestão

Depois do confronto de sábado, quando o time da capital venceu por 1 a 0, Bahia e Vitória da Conquista voltam a se enfrentar nesta quarta-feira (29), às 21h15, no Lomanto Júnior.

Essa partida é encarada como decisão para as duas equipes. O Bahia precisa vencer para assumir ou manter-se na briga pelo segundo lugar. Já o Vitória da Conquista, em caso de vitória, entra na briga por uma vaga na próxima fase.

Para essa partida, Marquinhos Santos não vai contar com o atacante Rhayner. O jogador foi poupado para evitar um desgaste físico. Em compensação, o treinador voltou a relacionar o meia Branquinho.

No lado do Conquista, o técnico Evandro Guimarães não vai contar novamente com o goleiro Alex, que segue vetado pelo departamento médico.

Ficha técnica:

Vitória da Conquista x Bahia
Data: 29/01/2014
Horário:21h15
Local: Lomanto Júnior
Arbitragem: Johnn Hebert Alves Bispo
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e José Raimundo Dias da Hora
Vitória da Conquista: Zé Neto; Lorran, Júnior Gaúcho, Silvio e Tiaguinho; Edimar, Carlinhos, Ramires e Rafael Granja; Tatu e Candinho.
Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Titi, Lucas Fonseca e Raul; Fahel; Hélder, Pittoni e Branquinho; Rafinha e Maxi.

“Eu escolho o restaurante que for porque eu pago a minha conta”, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff rebateu nesta terça-feira, 28, as críticas à sua agenda secreta em Lisboa, entre sábado, 25, e a manhã de domingo, 26, quando realizou uma parada técnica na capital portuguesa durante a qual se hospedou no hotel Ritz e jantou no badalado restaurante Eleven. “Eu escolho o restaurante que for porque eu pago a minha conta”, afirmou Dilma, em entrevista coletiva em Cuba. “Não há a menor condição de eu usar o cartão corporativo e misturar o que é consumo privado e público”. Questionada se o fato de a agenda ter sido revelada não afeta sua imagem de austeridade, Dilma respondeu que já se acostumou com notícias negativas. “Cheguei a um ponto em que o couro ficou duro”, disse ela.

Dilma estava na Suíça participando do Fórum Econômico Mundial desde quinta-feira passada, diz 23. No sábado, sua agenda dava conta da viagem à Cuba, onde participaria do II Cúpula da Comunidade de Estados Latino Americanos e Caribenho. O jornal o Estado de S. Paulo descobriu, porém, que a presidente e uma comitiva de 45 pessoas parou em Lisboa sem avisar. A explicação foi que se tratava de uma parada técnica necessária para abastecer o avião. Segundo o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, ela foi decidida de última hora. O governo português e o chef do restaurante onde Dilma jantou, porém, disseram que tinham sido avisados da visita presidencial já na quinta-feira.

A polêmica levou o PSDB, partido de oposição a Dilma, a entrar nesta terça com uma representação na Procuradoria-Geral da República para que a passagem pela capital portuguesa seja investigada, assim como os gastos públicos envolvidos no episódio. Além do Ritz, onde a suíte em que a presidente ficou tem diária de R$$ 26 mil no preço de tabela, a comitiva de 45 pessoas também ocupou quartos no Tívoli. Dilma afirmou na entrevista que é uma “exigência” dela que todos os ministros que a acompanham na comitiva paguem sua conta.

Disse que já houve até um “caso chato”, como em um de seus aniversários, quando ela foi em um restaurante em Moscou e uma pessoa da comitiva se assustou com o valor da conta, mas desembolsou o dinheiro. “No meu aniversário eu também paguei. Tinha gente que estava acostumada que o pagamento seria do governo”, disse a presidente, irônica. “É que tem gente que acha esquisito uma presidente dividir a conta. Acho isso extremamente democrático e republicano”, completou. Dilma reafirmou a versão já dada por seu chanceler segundo a qual a parada técnica era obrigatória, já que o avião presidencial, conhecido como Aerolula, um Airbus A319 comprado na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, não tem autonomia para fazer a viagem entre a Suíça e Cuba, Segundo Figueiredo, havia duas possibilidades para uma parada técnica, em Lisboa e em Boston, nos Estados Unidos.

Por causa do mal tempo, a Aeronáutica optou, segundo o ministro, pela capital portuguesa. Dilma aproveitou para dizer que o avião presidencial brasileiro tem o mesmo problema de autonomia do que os aviões presidenciais de México e Argentina. O governo diz que não há plano de comprar uma aeronave com maior autonomia de voo. Antes de Dilma dar entrevista, seus auxiliares argumentaram que a Aeronáutica sempre estuda os lugares onde o avião presidencial pode fazer escalas técnicas e considera normais os contatos prévios com embaixadas e até mesmo para reservas de hotéis e restaurantes. “Não tem nada ilegal ou irregular com a viagem”, afirmou a ministra da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas.

Paradas técnicas
Além da polêmica parada em Lisboa, Dilma já teve paradas técnicas que não constavam de sua agenda de viagens internacionais. Foram passagens sem divulgação por Granada e Marrakech. Em março de 2012, a presidente fez uma escala sigilosa em Granada, na Espanha, antes de chegar a Nova Délhi, na Índia, para participar da Cúpula do Brics. A agenda oficial de 25 de março informava que a presidente estava de partida para a Índia, mas a chegada à Nova Délhi só apareceu na agenda do dia 27 de março. A página oficial da Presidência não registra a agenda do dia 26.

Nesse intervalo, Dilma foi a Granada, caminhou ao lado de turistas na rua e visitou o Palácio de Alhambra, acompanhada do ministro da Educação, Aloizio Mercadante e do então chanceler Antonio Patriota. No 15 de dezembro de 2012 a presidente incluiu no roteiro, mas sem avisar a imprensa, uma parada em Marrakech, no Marrocos, no meio de uma viagem entre Moscou e Fortaleza. A presidente estava acompanha da filha, Paula. Visitou a Medina, caminhou por uma praça central e encerrou a visita em um hotel de luxo, onde recebeu um chá tradicional de boas-vindas.

Brasil não deve cumprir meta contra analfabetismo

São Paulo - O Brasil tem 13,9 milhões de analfabetos adultos, segundo levantamento feito entre 2005 e 2011 pela Unesco, no Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos, que será divulgado nesta quarta-feira, 29. O número é maior do que a população de São Paulo, 11,8 milhões, e de todo o Estado do Rio Grande do Sul, 11,1 milhões. O País está entre os dez que concentram a maior parte (72%, no total) do número de analfabetos adultos do mundo, que é de 774 milhões, junto com Índia, China, Paquistão, Bangladesh, Nigéria, Etiópia e Egito.

"Esse indicador mostra a parte, mas não o todo. Além de ter uma herança de analfabetos, o sistema educacional brasileiro tem produzido ainda mais analfabetos", afirma a pesquisadora em Educação da USP e doutora em Educação por Harvard, Paula Louzano. "Oito por cento das pessoas que têm ensino médio completo podem ser consideradas analfabetos funcionais, segundo o último relatório do Inaf (indicador de analfabetismo funcional)."

EDUCAÇÃO PARA TODOS

Para Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional Pelo Direito à Educação, o alto número de analfabetos no País influencia as gerações seguintes. "Em uma família em que um membro é analfabeto, há um contexto menos favorável à educação dos filhos", afirma. No entanto, para Priscila Cruz, do Todos pela Educação, resolver o problema do analfabetismo entre adultos não é tarefa fácil. "É preciso admitir que é uma área muito difícil de se conseguir resultados, pois não existe uma lei que obrigue o adulto a frequentar a escola."

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2012 mostram que, no segundo ano do governo Dilma Rousseff, a taxa de analfabetismo da população com 15 anos ou mais parou de cair. Em 2011, era de 8,6%. Chegou a 8,7% em 2012, mais longe de cumprir a meta firmada na ONU de 6,7% até 2015.

Segundo a Declaração de Dacar "Educação para Todos", elaborada pela Cúpula Mundial da Educação em 2000 e que compõe os objetivos do Relatório da Unesco, os países deveriam reduzir o analfabetismo em pelo menos 50% até 2015. "O Brasil também não vai atingir essa meta", afirma a coordenadora de Educação da Unesco no Brasil, Maria Rebeca Otero Gomes. Ela afirma que o País precisa observar se os recursos para a educação estão de fato sendo bem empregados. "Além da redução no analfabetismo, o Brasil precisa alcançar uma melhor qualidade de ensino e corrigir as distorções idade/série."

Mundo
O cenário da educação em todo o mundo até o ano que vem, quando expira o prazo estabelecido pela Convenção, não é positivo. Nenhuma das metas globais do documento serão atingidas até 2015, segundo o relatório. De acordo com os dados, 57 milhões de crianças estão deixando de aprender simplesmente por não estarem na escola. Além da falta de acesso, a falta de qualidade é o que mais compromete a aprendizagem. Para alcançar os objetivos estabelecidos, que vão desde a universalização do ensino primário (1.º ao 5.º ano do ensino fundamental) à redução dos níveis de analfabetismo dos adultos, o documento pede aos governos que redobrem os esforços para todos os que enfrentam desvantagens - seja por pobreza, gênero, local de residência ou outros fatores.

O Brasil, porém, é citado como exemplo quando comparado com outros países, por ter receitas fiscais mais elevadas, que ajudam a explicar como investe dez vezes mais do que a Índia, por criança, na educação primária, por exemplo. A prioridade a escolas da área rural, e com maior ênfase dada a grupos indígenas altamente marginalizados, foi citada no documento como experiência que tem resultado em melhora nos números da educação, assim como as reformas que melhoraram as taxas de matrícula e aprendizagem na Região Norte. O relatório também afirma que bônus coletivos a escolas, como os que existem no Brasil, que recompensam as instituições de ensino, podem ser uma forma eficiente de melhorar os resultados da aprendizagem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Brasil fica na 84ª posição em ranking de velocidade de internet, atrás de Iraque e Azerbaijão

A internet brasileira aumentou sua velocidade ao longo do último trimestre, mas segue bem atrás no estudo State of The Internet, da empresa de segurança on-line Akamai. De acordo com o ranking, o Brasil tem apenas a 84ª internet mais rápida do mundo.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o país apresentou velocidade média de 2,7 Mbps, 10% a mais que no trimestre anterior, quando tinha 2,4 Mbps. Mesmo assim o Brasil caiu da 80ª para a 84ª posição no ranking mundial, ficando atrás de Azerbaijão (2,9 Mbps), Cazaquistão (3,5 Mbps) e Iraque (3,1 Mbps), por exemplo.

A Akamai considera em seu estudo países que tenham mais de 25 mil endereços de IP ligados em sua rede. A média global de velocidade apurada na pesquisa é de 3,6 Mbps, no período de julho a setembro.

Os mais rápidos
No topo do ranking, o predomínio é dos países asiáticos. A Coréia do Sul é apontada como o país com a internet mais rápida do mundo, seguido do Japão e Hong Kong. Completam a lista dos dez mais rápidos Holanda, Suíça, República Tcheca, Letônia, EUA, Bélgica e Irlanda.

Record agora quer o Carioca do "Pânico"

Foi um final de tarde agitado na Bandeirantes, entre os seus mais importantes diretores, principalmente da área comercial, com a informação de que a Record tem interesse em tirar outros valores importantes do elenco do "Pânico".

Convencida que "uma andorinha só..." não vai fazer verão, a concorrente já realizou, segundo altas fontes da Bandeirantes, os primeiros movimentos para reforçar a equipe do programa da Sabrina Sato, contratando alguns dos seus ex-companheiros de Band.

O nome do Márvio Lúcio, Carioca, em todas as conversas, aparece como mais citado, mas o do Eduardo Sterblitch também está sendo.

O Carioca, que ainda vive um drama familiar, com a morte da sua irmã Mayra, na semana passada, disse que não foi procurado por ninguém. A Record, consultada, através da sua Comunicação, informa que também não sabe nada do assunto.

Só que o papo está correndo nos bastidores. Resta saber onde ele vai parar.

José Serra passa por cirurgia no Sírio-Libanês


O ex-governador José Serra, 71 anos, foi submetido a uma cirurgia na próstata, na manhã desta terça-feira (28), no hospital Sírio-Libanês. Ele passa bem, come e fala normalmente e deve permanecer internado até quinta-feira.

A operação, uma ressecção endoscópica da próstata, foi realizada pelo urologista Miguel Srougi e durou cerca de uma hora. O procedimento foi feito para tratar um aumento benigno do órgão. Como a hiperplasia da próstata era benigna, a cirurgia era optativa. Serra escolheu realizar a intervenção.

Os médicos do tucano diagnosticaram o aumento da próstata no início do ano passado e ele chegou a ir aos Estados Unidos para fazer exames mais detalhados que descartaram a hipótese de um câncer, segundo pessoas próximas a ele.

A cirurgia estava agendada para julho do ano passado, mas ao fazer os exames pré-operatório Serra descobriu que uma de suas artérias cardíacas havia passado por um processo de calcificação. Ele, então, foi submetido a um cateterismo, o que adiou a intervenção na próstata em razão dos anticoagulantes que deveria ingerir durante sua recuperação.

Dilma ironiza polêmica sobre Portugal e diz que pagou conta em restaurante

A presidente Dilma Rousseff ironizou a polêmica em torno de sua escala em Portugal - onde não tinha compromissos oficiais -, no final de semana, e afirmou que pagou a conta do restaurante que frequentou em Lisboa. "Acho isso fantástico", afirmou Dilma com ironia ao ser questionada sobre os gastos. "Foram procurar os gastos (que fiz) em Portugal e não na Suíça." A parada em Portugal ocorreu no sábado, no intervalo entre a viagem oficial da presidente ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, e sua ida a Havana, para a cúpula da Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos). A justificativa do Planalto é de que a escala em Portugal era "obrigatória", porque "dependendo das condições climáticas" o Airbus presidencial não teria autonomia para fazer o percurso Zurique-Havana. Dilma jantou no Eleven (uma foto da presidente com o chef do restaurante foi publicada na rede social Instagram), restaurante citado no guia Michelin, e se hospedou no hotel Ritz. Dilma disse que não usou o cartão corporativo para pagar sua conta em Lisboa. "Posso escolher o restaurante que for desde que eu pague a minha conta. É uma exigência feita para todos os ministros que almoçam ou jantam comigo, têm que pagar sua conta." A presidente não deixou claro, porém, se pagou pessoalmente a conta do hotel, onde a diária da suíte presidencial de sábado a domingo custa 8.265 euros (cerca de R$ 27 mil). Segundo o governo, Dilma chegou no final da tarde de sábado a Lisboa com sua comitiva, passou a noite na cidade e viajou a Cuba no dia seguinte. Mas o PSDB opinou que a viagem foi uma "extravagância com dinheiro público", alegando que a presidente não tinha agenda oficial em Portugal. A oposição pediu abertura de inquérito civil público na Procuradoria-Geral da República e na Comissão de Ética Pública da Presidência, para avaliar se a escala feriu códigos éticos ou de conduta. Escalas presidenciais Em março do ano passado, reportagem da BBC Brasil apontou que escalas em que Dilma não tinha compromissos oficiais custaram, à época, R$ 433 mil aos cofres públicos. O valor incluía despesas apenas com hospedagem e diárias em visitas a Atenas (Grécia), Praga (República Tcheca) e Granada (Espanha), que ocorreram durante escalas de viagens de Dilma e sua comitiva à Ásia. Em nota, a assessoria da Presidência disse na ocasião que as visitas foram "escalas obrigatórias de caráter técnico", programadas conforme os limites de autonomia do avião presidencial.

Cuoco não usa remédio para ter ereção; chegue aos 80 como ele

Aos 80 anos, o ator Francisco Cuoco afirmou que não usa remédio algum para ter relações sexuais com sua namorada Thaís Almeida, de 27 anos. A declaração, dada à revista "Contigo!", despertou a curiosidade de homens que também querem alcançar a terceira idade com um desempenho sexual satisfatório e gerou a dúvida: é possível chegar à velhice sem precisar usar remédios para ter ereção?

Segundo o médico geriatra José Campos Filho, do Hospital Israelita Albert Einstein, é possível, sim, mas a probabilidade de um idoso ter dificuldade de ereção é grande. "Vários estudos mostram que, com a idade, a capacidade sexual diminui. É uma questão orgânica, que faz parte do envelhecimento. Assim como perdemos agilidade, força muscular, a ereção também é afetada", afirma.

No entanto, a sexualidade cada vez mais faz parte da vida dos idosos. Segundo dados da pesquisa Mosaico Brasil, que contou com mais de 8 mil entrevistados e foi coordenada em 2008 pela psiquiatra Carmita Abdo, professora da Faculdade de Medicina da USP e coordenadora do ProSex (Programa de Estudos em Sexualidade da USP), 87,1% dos homens acima dos 61 anos afirmam ser sexualmente ativos.

"A ideia é envelhecer tendo o mesmo tipo de prazer, bem-estar e satisfação que se tinha na juventude. Com a sexualidade não é diferente. A vida sexual ativa traz satisfação ao idoso, e isso é importante", diz Campos Filho.

Segundo o médico geriatra Paulo Camiz, professor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) e membro da American Geriatrics Society (Sociedade Americana de Geriatria, em português), o desempenho sexual do idoso vai depender da qualidade de vida que ele teve e, consequentemente, se envelheceu com saúde.

De acordo com os especialistas, se algumas atitudes e hábitos foram tomados desde cedo, há maiores chances de que o homem tenha a vida sexual ativa na velhice sem ter que tomar medicamentos.

1. Livrar-se de preconceitos
Além das questões de saúde, também influenciam na dificuldade de ereção as questões emocionais, relacionadas à baixa autoestima e ao preconceito de que idosos não devem ter vida sexual ativa.

"Existe essa preconceito de que o idoso que tem relação sexual é um sem-vergonha. Enquanto o jovem é incentivado e idolatrado por fazer sexo, o idoso é visto como um indivíduo que deve ser assexuado", afirma Campos Filho. Por isso, o primeiro passo é aceitar desde cedo que o idoso deve, sim, ter uma vida sexual ativa e, pensando no futuro, criar hábitos saudáveis.

2. Praticar atividade física regularmente
Quem tem uma vida sedentária tem menor qualidade de vida na terceira idade. Por isso, o ideal é se exercitar desde a juventude. "O sexo é uma atividade física, é o mesmo que submeter o idoso a subir uma ladeira, ele pode acabar tendo um infarto se a saúde estiver prejudicada. Manter-se fisicamente ativo só vai trazer melhores condições físicas e, consequentemente, melhor desempenho sexual", afirma Campos Filho.

Segundo os especialistas, nunca é tarde para começar a mudar hábitos. De acordo com Paulo Camiz, a atividade física traz benefícios em qualquer fase da vida. Mas, se ela for iniciada na terceira idade, o acompanhamento deve ser mais minucioso, já que a chance de se lesionar é maior.


3. Alimentar-se bem
Segundo Campos Filho, a alimentação saudável previne o surgimento de problemas de saúde como diabetes, hipertensão, colesterol alto e obesidade, que são fatores que podem prejudicar o desempenho sexual.

4. Tratar doenças
Algumas doenças contribuem para a disfunção erétil, por isso, quanto antes forem tratadas, melhor. "O diabetes descontrolado pode causar alterações no sistema nervoso do paciente e levar à disfunção erétil", afirma Campos Filho, do Albert Einstein. De acordo com Paulo Camiz, doenças que causam problemas circulatórios prejudicam o desempenho sexual do homem. "A ereção do homem é relacionada à boa qualidade da circulação", afirma. Por isso, é preciso estar atento a problemas de hipertensão e cardiovasculares.

5. Evitar cigarro e álcool
Segundo Campos Filho, como o tabagismo pode causar problemas cardiovasculares, ele aumenta o risco de disfunção erétil a longo prazo. Já o álcool tem efeito imediato para qualquer faixa etária quando é ingerido em excesso, pois prejudica a circulação e a parte neurológica do indivíduo.

6. Ter bom diálogo com a parceira
Paulo Camiz afirma que é importante ter diálogo com a parceira para saber se adaptar às mudanças que virão com a idade. "O jovem é mais visual. Já o idoso é mais sensível ao estímulo tátil", diz. De acordo com Campos Filho, para o idoso, a questão da sexualidade envolve muito mais carinho e afeto. "O número de relações é menor porque ele demora mais tempo para ter outra ereção. A questão é muito mais qualidade do que quantidade, diferentemente da juventude", diz.

Serrinha:" Votar em Forasteiros é dose para Mamute"


Olá,meus amigos,Saúde!Hoje quero comentar sobre,"o voto consciente".O voto deve ser a manifestação livre de cada cidadão,por isto precisamos votar de maneira livre e consciente. Costumam dizer que cada povo tem o governo que merece! Será realmente? Nem todos devem pensar assim, e realmente acredito que nem todos pensam assim.

Estamos diante de uma eleição na qual elegeremos nossos governantes:Governador,Deputados Estadual,representantes no Congresso Nacional e Senado.

O momento é extremamente importante para Serrinha,e para nossos destinos. É preciso escolher bem, analisando seriamente a história de cada candidato e, especialmente, não votando em candidatos que respondam a processos judiciais ou que tenham contas a ajustar com a Justiça.

Diariamente nos foi apresentado um novo cenário, novo enredo, e novas promessas, porém os atores na maioria são os mesmos. Muitos discursos e muitas promessas foram renovados. Agora é hora de refletir, analisar e julgar. Em muitas cenas os personagens e o palco são iguais. Assistimos os mesmos atores,(fracos)mais não tem jeito,somos obrigados a escolher o menos ruim.

Faço uma pergunta a você leitor Serrinhense:será que você recorda em quem votou? Vamos lá, faça um esforço. Lembrou? Caso ainda lembre, recorda das promessas que seu candidato fez? Tem noticias se essas promessas se transformaram em projetos, em ações?

Deixe eu lhe fazer uma nova indagação:quando você for exercer a sua cidadania, o seu direito de voto livre e soberano será que você o fará com consciência?

Ainda é tempo de pensar. Que tal iniciar agora uma análise sobre cada candidato - principalmente aqueles que você ajudou a eleger há quatro anos. Você ainda se lembra do que ele prometeu?o que o seu candidato fez por Serrinha para merecer mais uma vez o seu voto?

Pergunto a você eleitor: Onde estava o seu candidato quando a sociedade brasileira mobilizou-se para a aprovação da lei que combate a compra de votos? Onde estava o seu candidato quando as instituições se uniram para colher assinaturas para aprovação do projeto de iniciativa popular que instituiu a exigência para o candidato ficha limpa? Você procurou saber se quem você elegeu participou dessa mobilização? Sabe dizer se ele também assinou o projeto?

O eleitor deve ter algumas preocupações quando for exercer o direito de voto. Dentre as preocupações, podemos destacar:votar num candidato ficha limpa e não votar em quem tenta comprar o seu voto. Fique atento!Teremos em Serrinha,pelo menos 5 candidatos.Ai,eu pergunto;O que este senhores(a)fizeram para merecer seu voto?não esqueça:Se o candidato "Filho da Terra"não ajudou em nada para o progresso da cidade,imagina os"Forasteiros"que serão indicados por algum cabo eleitoral.Vamos ficar atentos.

Portanto, finalizo com as palavras de Thiago de Melo: "como sei pouco, e sou pouco, faço o que me cabe me dando inteiro. Sabendo que não vou ver o homem que quero ser."

"Ele teve a intenção de matar, pois conhecia os riscos", afirma delegado sobre motorista de carreta

O sono de Ana Paula da Silva,  23 anos, foi interrompido às 6h por um forte impacto sofrido pelo ônibus em que viajava com seu filho de 2 anos, Guilherme Gohan da Silva. “Eu acordei desesperada, com medo de que algo tivesse acontecido com meu filho, mas ele estava bem”, lembrou.  “Quando olhei ao redor, comecei a gritar por ajuda, estava tudo destruído. Eu fiquei em pânico, até que um homem que estava do lado de fora me ajudou a sair. Estar viva é uma bênção divina”, afirmou.

O cenário que Ana Paula viu era assustador. Bancos e ferros retorcidos, janelas quebradas, malas e roupas espalhadas. O ônibus em que ela viajava estava partido ao meio. O motorista e mais nove passageiros morreram na hora. Outros três morreram no hospital, totalizando 13, e 16 continuavam internados até as 22h.

O impacto havia sido com um trator que caiu de uma carreta e atingiu o coletivo de frente no km 322 da BR-110, entre  Alagoinhas e Inhambupe. Com a força da colisão, um corpo foi parar do outro lado da pista, no mato. Ana Paula e o filho – que moram em Paulo Afonso e voltavam de uma visita à casa da irmã da jovem, em Belo Horizonte – foram os únicos passageiros que saíram ilesos.

O ônibus, da empresa Gontijo (placa GSV 4620), saiu de São Paulo às 23h de sábado e tinha como destino final Paulo Afonso, onde deveria chegar às 13h10 de ontem. Dos 2.280 km de viagem, já havia cumprido 2 mil. Já o caminhão (placa JQT 9144) conduzido por Joniçon Lima Santos, 43, havia sido contratado pela empresa São Luiz Terraplanagem para fazer o transporte de um trator esteira de Inhambupe para uma obra em Alagoinhas – viajaria, portanto,  38 quilômetros.

Porém, faltando dez quilômetros para chegar em Alagoinhas, após uma curva, a máquina, de 35 toneladas, se desprendeu e caiu do caminhão, invadindo a pista contrária em um trecho em descida. No outro sentido, finalizando a subida, vinha o ônibus, conduzido por Josevaldo Lima da Silva, 33 anos. Ele havia assumido a direção em Feira de Santana. Segundo testemunhas, ele ainda tentou jogar para o acostamento a fim de desviar do trator. Mas não deu tempo.

O caminhão não foi atingido. Em depoimento, Joniçon explicou que seguia a uma velocidade entre 40 e 60 km/h. De acordo com o coordenador do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Alagoinhas, Luís Mascarenhas, a perícia concluiu que o acidente foi consequência de um ato negligente do caminhoneiro e da empresa para qual ele trabalhava, pois o trator seguia sem amarras de segurança e, no momento da frenagem o equipamento se desprendeu com facilidade, causando a tragédia. De acordo com a polícia, o ônibus seguia a cerca  de 70 km/h.

Joniçon foi autuado em flagrante e teve o mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Alagoinhas no fim da tarde, segundo o titular da 2º Coordenadoria Regional do Interior, Jobson Marques. Segundo ele, além do caminhoneiro, a empresa também será acionada.

“No depoimento, Joniçon tentou responsabilizar a empresa pelo acidente, mas ambos são culpados, pois não tiveram a cautela mínima exigida”, explicou o delegado. “Ao conduzir o equipamento sem segurança, ele teve a intenção de matar, pois conhecia os riscos”, afirmou.

Josevaldo trabalhava desde 2012 na Gontijo e deveria guiar o veículo até o destino final, após a quarta e última troca de motorista, em e Feira de Santana. Antes do acidente, o ônibus havia feito paradas em Belo Horizonte (MG), Governador Valadares (MG) e Vitória da Conquista.  A Gontijo lamentou a tragédia e informou que, apesar de não ser responsável pelo acidente, está prestando assistência às vítimas.

Atendimento

O Samu conduziu 19 feridos ao Hospital Regional Dantas Bião,  em Alagoinhas. Segundo a instituição, três morreram após dar entrada no centro cirúrgico. Outros quatro —  Maria São Pedro, Amauri Matos, Olindina Vicentina e uma mulher identificada como Aurizete — foram transferidos para o Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA).

Em nota, o Hospital Regional Dantas Bião ainda informou que “os demais pacientes seguem internados, alguns em estado grave”. Os nomes das vítimas, nem o estado de saúde foram informados. Além do nome do motorista de ônibus, confirmado pela empresa, de acordo com o DPT, até a noite de ontem  só foram identificados os corpos de José Silva Santos e Terezinha Ribeiro da Silva.

Segundo o coordenador do DPT, Luís Mascarenhas, em função do estado dos corpos, alguns só poderão ser reconhecidos através da análise das impressões digitais. O trabalho de perícia, limpeza da pista e retirada dos veículos durou cerca de sete horas. A via só foi liberada às 13h.

Motorista de carreta será indiciado por dolo eventual

Se o motorista do caminhão, Joniçon Lima Santos, 43, for condenado, pode receber uma pena de até 260 anos de prisão. Isso porque, segundo o delegado Jobson Marques, titular da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Alagoinhas), ele será indiciado por homicídio com dolo eventual. “Ele assumiu o risco, ao colocar um trator de 35 toneladas em cima de um caminhão, sem amarrar. Nesse caso, a pena varia entre 6 e 20 anos de prisão por pessoa”.

Joniçon foi autuado em flagrante e teve o mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Alagoinhas no fim da tarde, de acordo com o delegado. “Vamos apurar os fatos, para ver se também há responsabilidade da empresa que o contratou”, disse Marques, referindo-se à empresa São Luiz. Ainda segundo ele, Joniçon afirmou à polícia que a empresa foi responsável por prender o trator.

“Já o representante da empresa atribuiu a culpa ao motorista”, disse o delegado. A reportagem não conseguiu contato com a empresa.  Ainda que seja condenado por mais tempo, Joniçon só pode ficar preso por até 30 anos, de acordo com o  Código Penal.

Lavradores perdem cinco irmãos que vinham visitar família na Bahia

Entre a multidão aglomerada para acompanhar o resgate, estavam os irmãos Antônio e Leopoldo Matos. Lavradores,  eles perderam cinco irmãos no acidente — Maura, Maurina, Elvira, Marisa e Amauri. Todos vinham de São Paulo, onde moram, para visitar a família em Banzaê, a 286 km do local do acidente. Fonte:Correio da Bahia

Homem assiste mais novela do que futebol; jornalismo perde força

Novela é coisa de mulher, certo? Errado. É coisa de homem também. Ranking do Ibope, obtido com exclusividade pelo Notícias da TV, mostra que o gênero mais visto por homens na televisão aberta, em todo o país, são as telenovelas. O futebol aparece em segundo lugar, seguido por minisséries, filmes e humorísticos (veja quadro abaixo).

A audiência das telenovelas entre mulheres, no entanto, é quase o dobro do que entre homens. Minisséries e filmes também têm grande aceitação pelo público feminino, E, curiosamente, as mulheres dão mais audiência ao futebol do que aos reality shows.

As novelas são os programas mais vistos por todos os segmentos de sexo e faixas etárias. Entre as crianças, têm mais do que o dobro da audiência dos programas infantis. Escassa nas grandes redes abertas, a programação infantil é apenas a quinta na preferência das pessoas com 4 a 17 anos, de acordo com o Ibope.

O ranking do Ibope expõe uma dura realidade: televisão é entretenimento, e ponto. Os programas jornalísticos não aparecem em nenhum top five. Nem mesmo entre as pessoas com mais de 50 anos, grandes consumidoras dos gêneros de saúde e de auditório.

O ranking foi feito com base na audiência média de todos os programas de cada gênero e/ou formato nas cinco redes abertas, mais a Record News. Isso, em parte, explica o fato de as novelas serem mais vistas por homens do que o futebol: há muito mais novela do que bola rolando na televisão.

Veja o ranking do Ibope e, a seguir, depoimentos de três homens que não trocam um bom dramalhão por um jogo de futebol.

Entregues em outubro, imóveis do Minha Casa, Minha Vida na BA têm rachaduras

Entregues em outubro de 2013, imóveis do condomínio Campo Verde, do Minha Casa, Minha Vida, feitos numa área de alagamento aterrada, em Vitória da Conquista (BA), começaram a rachar.

O problema se soma ao de casas de outros condomínios do programa na cidade, inclusive o que foi entregue pela presidente Dilma Rousseff (PT), onde até seguranças já foram colocados para impedir invasões de imóveis vazios.

OUTROS PROBLEMAS

Imóveis em Uberlândia (MG) têm problemas elétricos, rachaduras e infiltrações
Casas construídas para desabrigados em Niterói apresentam rachaduras
A situação pior, no Campo Verde, é a da casa do prestador de serviços do Governo do Estado, Marcelo Conceição, 30. O imóvel dele, de um andar, rachou de cima até embaixo.

"E isso aconteceu depois de um mês que foi entregue, vinha tentando fazer com que eles consertassem e só vieram agora", disse Conceição, se referindo aos reparos feitos esta semana nas rachaduras.

Pelo condomínio Campo Verde, construído numa área de alagamento que foi aterrada pela prefeitura local, dá para se notar diversas casas com o mesmo problema do imóvel de Marcelo Conceição.

As rachaduras aparecem com mais frequência nas paredes com janelas e portas, nos tetos, na beira de escadas e no banheiro, onde, em várias casas visitadas por UOL, há infiltrações no azulejo.

Os moradores reclamam também de serviços mal feitos, como a falta de massa corrida nas paredes, onde dá para se notar que foram pintadas diretamente por cima do reboco, com restos de cimento.

Há também banheiro de casa feita para pessoas com necessidades especiais que não têm corrimão de apoio no banheiro. Ao todo, foram entregues 992 casas.

Reboco caindo
No banheiro do imóvel de Daiane Cardoso Almeida, 24, o reboco da parece abaixo da pia está caindo. "O pessoal da construtora já veio aqui, mexeram no banheiro, mas não resolveu nada", ela afirmou.

Providências também são esperadas pelo casal Alessandro Oliveira Cardoso, 32, e Rejane Maria do Amaral Cardoso, 33. A escada da casa deles está com degraus soltos e prestes a desabar.

"Poderiam ter feito essas casas numa área melhor, ter recebido a casa foi bom, mas nessas condições que estamos fica muito complicado dizer que estamos felizes por ter recebido o imóvel, pois estes problemas põe em risco a nossa vida e a dos nossos filhos", disse Alessandro.

"Eu acho que deveria tirar a gente daqui, colocar em outro lugar e fazer direito o serviço, pois desse jeito está muito ruim e perigoso", comentou Rejane.

No condomínio ainda não há uma associação de moradores formal, por enquanto quem assumiu a função de reivindicar soluções para os problemas no Campo Verde foram as donas de casa Luzinete da Silva, 30, e Patrícia Guimarães Feitosa, 34.

"Todas as casas estão com algum tipo de problema, seja no acabamento, que foi muito mal feito, ou por questão de infiltrações, rachaduras, entupimentos de esgoto, etc.", disse Luzinete.

"Parece que foi tudo feito nas pressas para entregar logo", declarou Patrícia.

Outro lado
Procurada, a Caixa Econômica Federal informou que "acionou a construtora para que verifique os problemas apontados pelos moradores".

"A responsabilidade de reparo é da construtora responsável pela obra e a empresa já está com equipe no local", informou a Caixa.

Sobre a área de alagamento, a Caixa declarou que "o empreendimento possui sistema de drenagem aprovado pela Prefeitura Municipal".

A Caixa já entregou mais de 1,4 milhão de casas em todo o Brasil, pouco mais de 9.000 em Vitória da Conquista, onde moradores, por causa dos problemas nos imóveis, têm recorrido, quase todo mês, a protestos com bloqueio de rodovias.

A Prefeitura de Vitória da Conquista informou, por meio de nota, que foi apresentado "todos os requisitos técnicos necessários para implantação de uma edificação no local indicado pela construtora".

Apesar de as casas terem sido feitas numa área de alagamento, a prefeitura informou que "a área não é de risco", e que "cada morador deve informar à CEF a situação do seu imóvel através do telefone 08007216268".

Informou ainda que o empreendimento teve licença ambiental, "cumprindo a legislação em vigor".

"A construtora apresentou a localização e a Prefeitura analisou a proposta e estabeleceu os critérios para implantação do imóvel, de acordo com a legislação vigente e os critérios específicos exigidos pelo Governo Federal para o Programa Minha Casa Minha Vida", comunicou a prefeitura.Fonte:Uol