OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Você queimou aquele rolo e disse:Por que você escreveu nele: O rei de Babilônia certamente virá, destruirá esta terra e fará desaparecer dela os homens e os animais.Portanto, assim diz Jeová contra Jeoiaquim, rei de Judá: Ele não terá nenhum descendente para sentar no trono de Davi, e o seu cadáver ficará exposto ao calor do dia e à geada da noite.Vou ajustar contas com ele, com os seus descendentes e com os seus servos, por causa do erro deles. E vou trazer sobre eles, sobre os habitantes de Jerusalém e sobre os homens de Judá toda a calamidade que proferi contra eles, sem que eles me escutassem". Jeremias 36:1-32

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Serrinha: ADRIANO LIMA VEM COM EDYLENE NA VICE.GARANTE O " HOMEM DO ALÉM."

O SOMBRA abriu o BICO mais uma vez!Disse que esteve no povoado de Bela Vista no último Domingo(27),e ouviu uma conversa entre Dr.Ferreirinha e um cidadão conhecido como "NEGO DA BELA VISTA".O Médico teria dito:" A chapa já está formada.Adriano Lima e Edylene Ferreira".O SOMBRA também afirmou o seguinte."Aconteceu um encontro na última segunda-feira(28) entre Vardinho, Plinio e Ferreirinha.Decidiram o seguinte: A presidência da Câmara e algumas Secretarias ficam sob controle de Plinio e Vardinho".

ESTRADA que liga Coité a Riachão do Jacuipe é a pior BA da Bahia

O trecho da BA 120 que liga Riachão do Jacuípe a Conceição do Coité numa extensão de 30 Km pode ser classificada com a pior do estado da Bahia. O movimento na rodovia caiu cerca de 80% levando em consideração os motoristas de Conceição do Coité, Retirolândia e Valente, que sempre optaram pela estrada para chegar a Feira de Santana e Salvador. O pessoal de Riachão do Jacuípe que buscava algum tipo de serviço em Coité também deixou de viajar para não enfrentar a buraqueira que mais faz lembrar as crateras da lua.

A estrada está praticamente intransitável que não tem outra alternativa precisa ter pelo menos muita paciência,  não para driblar os buracos, mas para passar o mais devagar possível neles, além de ter que tolerar uma viagem de 45 a 60 minutos, quando em condições melhores fazia em 25 minutos.

Foram realizadas manifestações na rodovia, deputados votados na região encaminharam oficio pedindo a recuperação, estiveram na Secretaria de Infraestrutura, prefeitos dos dois municípios, enfim, o problema chegou ao Governo do Estado, mas o ano terminou sem ter feito nem se quer o paliativo do famoso “tapa buraco”, cujo serviço talvez não adiantaria, já que existe mais buraco que malha rodoviária.

O governador Rui Costa esteve em Riachão do Jacuípe e Conceição do Coité este ano que está se encerrando, ouviu apelos, mas tem atribuído a falta de recursos financeiros a não recuperação das rodovias. Rui disse reconhecer a situação critica das estradas e na cidade de Euclides da Cunha ao ouvir apelos dos moradores de Quijingue que também estão sem estrada, disse que desde fevereiro pediu a presidente Dilma liberação para realizar dois empréstimos para destinar o dinheiro para recuperação de estradas, mas essa liberação ainda não ocorreu.

Existe uma opção para chegar em Riachão saindo de Coité sem ter que enfrentar a buraqueira. Pegando a estrada vicinal sentido Povoado de Tapera, segue sentido povoado de Almas e mais a frente Distrito de Chapada – Riachão do Jacuípe. No trecho Tapera até Almas e Almas até Chapada precisa de uma intervenção da Prefeitura de Coité, para melhorar o trecho, pois a Prefeitura de Riachão fez sua parte e a estrada com cerca de 14 km Chapada – Riachão permite que o motorista desenvolva bem a velocidade.Fonte:Bahia Noticias

Papa Francisco revela em sabatina infantil que sonhava em ser açougueiro

O papa Francisco aproveitou esta quinta-feira (31), último dia de 2015, para participar de uma sabatina diferente, com crianças, e revelou que na infância desejava trabalhar como açougueiro.

O pontífice conversou na sala Paulo 6º do Vaticano com os integrantes dos Pueri Cantores, grupo de corais infantis que acompanha as celebrações da Igreja Católica.

Ao ser questionado sobre os sonhos que tinha quando era criança, Francisco contou que, certo dia, enquanto fazia refeição com a família, respondeu aos pais que queria ser açougueiro.

"Porque o açougueiro que havia no mercado manuseava a faca. Era uma arte e eu gostava daquilo. Depois, obviamente, mudei de ideia", disse o papa.

Africanos dominam, mais uma vez, a corrida de São Silvestre

Mais uma vez, os africanos faturaram a Corrida de São Silvestre, em São Paulo. Na 91ª edição da mais tradicional prova de rua da América Latina, o topo do pódio ficou com a etíope Yimer Wude Ayalew, na disputa feminina, e o queniano Stanley Biwott, na masculina.

Entre as mulheres, mesmo sem o título, o Brasil melhorou sua classificação em relação a 2014, quando Joziane Cardoso foi a mais bem posicionada, em oitavo lugar. Desta vez, Sueli Pereira, atleta do Cruzeiro, terminou com o quarto posto após liderar boa parte da prova. Ela foi seguida pela própria Cardoso, que completou o pódio.

Os primeiros minutos de prova não foram diferentes do que normalmente acontece em cada prova, em que as integrantes do pelotão de elite correm juntos. No entanto, a partir do quilômetro 4, a brasileira Roselaine Sousa, que treina na equipe de Márcia Narloch, imprimiu ritmo forte e se distanciou das principais competidoras, assumindo a liderança nas redondezas do Estádio Pacaembu.

No entanto, chegando à metade do percurso de 15 km, Roselaine já não estava mais na ponta, que era dominada por nove fundistas, entre elas as brasileiras Sueli Pereira e Joziane Cardoso, além da atual campeã, a etíope Yimer Wude Ayalew, e as quenianas Maurine Kipchumba, vencedora de 2012, e Carolyne Komen.

Já na parte em que as atletas passam pelo cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João, no centro de São Paulo, atingindo o décimo quilômetro do percurso, Sueli apareceu um pouco à frente das rivais africanas e de sua compatriota Joziane, cenário sustentado quando elas passaram pelo Theatro Municipal, na região da Sé.

No ponto mais crítico da prova, na subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, altura do quilômetro 12, cinco corredoras se mantiveram no primeiro pelotão, entre elas as duas brasileiras. Só que nos últimos 600 metros, as atletas africanas se desgarraram, com a disputa sendo concentrada entre a etíope Ayalew e a queniana Delvine Meringor.

Na reta final da Avenida Paulista, Ayalew, campeã de 2014, repetiu o feito do ano passado e apertou o passo nos instantes finais para conquistar pela segunda vez a São Silvestre. Sueli e Joziane, que caíram de rendimento nos metros finais, terminaram na quarta e quinta colocações, respectivamente.

Na prova masculina, Biwott confirmou seu favoritismo. Vencedor da Maratona de Nova York, ele esteve no grupo de ponteiros desde os metros iniciais e cruzou a linha de chegada em frente à Fundação Cásper Líbero em primeiro, seguido por Leul Gebresilase, da Etiópia. O melhor brasileiro na disputa uma vez mais foi o mineiro Giovani dos Santos. O atleta da equipe Pé de Vento ficou com a quinta colocação. É o quarto ano consecutivo que ele é o principal atleta nacional na prova.

O Brasil não tem um vencedor da Corrida Internacional de São Silvestre desde 2010, ano em que Marílson Gomes dos Santos conquistou seu terceiro título. Desde então, apenas atletas africanos subiram ao lugar mais alto do pódio.

Nesta quinta-feira, o grupo de corredores da África puxou o pelotão desde os primeiros quilômetros, liderado muitas vezes pelo queniano Stanley Biwott, um dos favoritos ao título por ter vencido a tradicional Maratona de Nova York. Campeão na temporada passada, o etíope Dawit Admasu também tentou puxar o ritmo no trecho inicial.

Melhor brasileiro nos últimos anos, Giovani dos Santos tentou se manter no grupo de elite esperando um vacilo dos adversários para buscar a ponta, mas acabou ficando para trás após a primeira metade.

Biwott continuou ditando o ritmo da prova, cada vez com menos atletas em sua cola. O ritmo do campeão da Maratona de Nova York fez ainda mais diferença na temida subida da Avenida Brigadeiro Luis Antônio, em que a briga pela vitória ficou polarizada entre ele e o etíope Leul Gebresilase.

O vencedor foi decidido apenas nos metros finais. Biwott chegou a ter seu triunfo ameaçado, mas conseguiu resistir aos ataques do rival e foi o primeiro a cruzar a linha de chegada na Avenida Paulista.

Balanço - Trinta mil corredores participaram São Silvestre. Ao lado de corredores de elite, atletas anônimos de todo o Brasil participam da prova que tem 15 quilômetros de trajeto, percorrendo pontos da região central de São Paulo. Às 8h40 foi a largada das atletas do feminino e pouco depois, às 9h, largaram os atletas do masculino. Os atletas de ponta foram seguidos por um mar de pessoas com mensagens, fantasias e disposição para completar a prova.
(Com Gazeta Press)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Rui Costa sanciona lei que amplia Prêmio por Desempenho Policial

Em publicação no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (30), o governador Rui Costa sancionou uma lei que aumenta o Prêmio por Desempenho Policial (PDP). Com isso, a gratificação passa a ser paga duas vezes no ano, nos meses de abril e outubro.

 O prêmio incentiva a redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), através de metas pré-estabelecidas para Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) e suas respectivas Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp).

Secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa exaltou o ato. “Mais uma vez o Governo do Estado demonstra sua sensibilidade com os servidores das forças de segurança da Bahia. Tenho certeza de que essas mudanças, além de valorizar o trabalho do policial, incentivarão na redução dos crimes contra a vida”, afirmou.Fonte:Bahia Noticias

Delator fala em menções a pagamento de R$ 2 mi a Renan Calheiros para evitar CPI

Em delação premiada, Carlos Alexandre de Souza Rocha, um dos entregadores de dinheiro de Alberto Youssef, cita conversas em que o doleiro mencionou pagamentos ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Rocha, conhecido como Ceará, disse que em "várias vezes" ouviu Youssef falar no nome do peemedebista. Em uma delas, Youssef teria dito que repassaria R$ 2 milhões a Calheiros para evitar a instalação de uma CPI da Petrobrás. O entregador de dinheiro não soube precisar aos investigadores o ano em que a conversa teria ocorrido, tampouco se o pagamento foi feito.

 De acordo com ele, a CPI não foi instalada naquela ocasião. "Mas Renan Calheiros não é da situação?", questionou Ceará a Youssef. O doleiro teria respondido, segundo o delator: "Ceará, tem que ter dinheiro pra resolver". Renan Calheiros já é alvo de ao menos seis inquéritos perante o Supremo Tribunal Federal (STF) por suposta participação no esquema de corrupção da Petrobras. Entre as apurações envolvendo o peemedebista, está a investigação por suposta formação da quadrilha.

No depoimento à Procuradoria-Geral da República, o entregador de dinheiro de Youssef também menciona uma operação com entrega de R$ 1 milhão em Maceió, Alagoas - Estado de Calheiros. Depois de toda a operação, que envolvia retirada de dinheiro em Recife (PE) e entrega em Alagoas, Youssef teria dito a Ceará que o dinheiro seria destinado a Renan Calheiros. O dinheiro foi entregue em duas parcelas em um saguão de hotel, a um homem que o emissário de Youssef não sabe identificar. Ao chegar em São Paulo, irritado com a pressão do doleiro para que a entrega fosse feita depressa, o delator perguntou a Youssef quem iria receber o R$ 1 milhão levado a Maceió.

"Que Alberto Youssef respondeu ao declarante em alto e bom som: 'O dinheiro era para Renan Calheiros'", disse o delator aos investigadores da Lava Jato, sobre a resposta de Youssef. A terceira menção a Calheiros feita pelo delator menciona uma operação de venda da empresa Marsans, adquirida por Youssef, a um fundo de pensão. De acordo com o entregador de dinheiro de Youssef, o doleiro disse que "havia a participação de Renan Calheiros nessa operação".

Ele não soube precisar aos investigadores, no entanto, detalhes sobre o caso e afirmou que em 2014 Youssef chegou a viajar a Brasília para conversar com o peemedebista a respeito, mas não conseguiu falar com o senador. Os depoimentos de Ceará foram prestados entre o final de junho e o início de julho deste ano, na Procuradoria-Geral da República. As declarações foram mantidas sob sigilo até este mês, quando o relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, retirou o segredo da documentação. A defesa de Calheiros afirmou que não teve acesso ainda ao depoimento e que o senador prestará esclarecimentos quando tiver a delação em mãos. O advogado de Calheiros, Eugênio Pacelli, disse ainda que "tais declarações do delator são de uma inconsistência que falam por si".Fonte:Estadão

PMs visitam Lar para Idosos em Serrinha e fazem doação de alimentos

Na manhã desta quarta-feira (30), policiais do Décimo Sexto Batalhão de Polícia Militar (16° BPM) visitaram um lar para idosos localizado no Bairro da Santa, na Cidade de Serrinha - BA. Na ocasião, foram doados ao Lar alimentos arrecadados pelo Batalhão.

O momento serviu para que o 16° BPM deixe para cada um de nós, nesse final de ano, a sua reflexão:

“Nem a juventude sabe o que pode, nem a velhice pode o que sabe”.

José Saramago

Ir àquele lar de acolhimento para idosos, permitiu aos PMs enxergarem extremos que nos levam, quem sabe, à essa conclusão de Saramago, se contrapusermos o jovem e o velho na nossa sociedade.

De um lado, ali, na frente dos policiais, as fisionomias marcadas pela vida, de idosos carentes de uma atenção e de um carinho, que a equipe do Lar, por mais que se esforce, nunca poderá lhes dá; e de outro lado, o cotidiano policial, fazendo lembrar o estado de risco social a que está submetida boa parte da juventude nos dia de hoje.

Ao final da visita, o Tenente Coronel PM Gilson Paixão, Comandante do 16° BPM, fez as suas considerações, dizendo: "será que caminhamos a passos largos para nos tornarmos uma sociedade que se esquece dos seus velhos na mesma medida que não cuida dos seus jovens? Que 2016 prove o contrário, esse é o desejo do 16° BPM", concluiu o Comandante.

ASCOM 16º BPM

16° BPM/Serrinha - Operação de Final de Ano prende em flagrante homem que cultivava Maconha em Santaluz.

Na tarde desta quarta-feira (30), duas guarnições da Quinta Compahia do 16° BPM, com sede em Santaluz, uma de radiopatrulha e outra do Grupamento de Emprego Tático Motociclístico (GETAM), prenderamem em flagrante delito por tráfico de drogas o indivíduo Geandson Lima dos Santos, de 28 anos, no Povoado de Várzea da Pedra, Zona Rural do Município.

Após ter recebido denúncias anônimas de que o sujeito cultivava Cannabis Sativa (Maconha) em sua residência, além de comercializar a droga, o 16° BPM planejou a acão, que foi executada com cem por cento de êxito. Geandson Lima, juntamente com o material apreendido, um pé da erva "in natura", e cerca de 100 (cem) "dolões" da droga, na forma prensada, foi conduzido para a Delegacia da Cidade de Valente, a fim de que fossem adotadas a medidas legais cabíveis.

Na data de ontem (29), durante a mesma Operação, o 16° BPM conduziu à delegacia três adultos e um adolescente que também foram flagrados em circunstâncias de tráfico de drogas, em Serrinha, sede do Batalhão.

Mais uma vez, o Tenente Coronel PM Gilson Paixão, Comandante do 16° BPM, ratifica: "ações dessa natureza vão continuar nas 14 cidades da área de responsabilidade do Batalhão. Não mediremos esforços para garantir a tranquilidade do cidadão de bem, custe o que custar. Seguiremos atrapalhando os planos dos criminosos", finalizou o Comandante.

Ascom 16° BPM

Passagens aéreas promocionais ficaram mais caras em 2015

Agência Brasil - Achar uma passagem de avião mais barata para viajar pelo Brasil ficou mais difícil em 2015 do que no ano passado, segundo análise feita pelo site Melhores Destinos. Se no ano passado as passagens promocionais de ida e volta custavam entre R$ 79 e R$ 99, neste ano, as promoções chegavam a R$ 139.

O Melhores Destinos é um site de viagens que oferece dicas de como comprar passagens aéreas promocionais e reservar hotéis com desconto. Concentra atualmente mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais.

O preço dos voos domésticos teve um aumento considerável e o número de promoções sofreu uma redução sensível, que o site atribui à queda do real em relação ao dólar, o que encareceu os custos para as companhias nacionais,

Algumas viagens internacionais, porém, chegaram a apresentar queda em relação a 2014. As passagens promocionais para Nova York, por exemplo, custavam, em média, R$ 1.440 no ano passado. Em 2015, a média das promoções caiu para R$ 860. Miami passou de uma média de R$ 1.331 para R$ 661.

A baixa, segundo o Melhores Destinos, deve-se à concorrência e ao baixo preço do petróleo, que permitiram que as companhias aéreas não repassassem a alta do dólar integralmente às passagens internacionais.

Testemunhas atestam ligação de Lula com tríplex reformado pela OAS

O ex-presidente Lula é conhecido pela capacidade retórica de vergar a realidade ao sabor de seus interesses. Quando ainda estava no Planalto, essa habilidade fez dele um líder popular. Hoje, a capacidade do petista de retorcer os fatos parece cada vez mais reduzida. Com frequência, Lula tem sido cabalmente desmentido por eles.

Recentemente, para ficar em um exemplo, o ex-presidente ensaiou dizer que não era tão amigo assim do pecuarista José Carlos Bumlai, preso na Operação Lava-Jato por intermediar tenebrosas transações com personagens do petrolão em nome do próprio Lula e do PT. Bastaram algumas fotos encontradas entre os arquivos apreendidos com Bumlai para que a tentativa do petista de se descolar do amigo ruísse: as imagens mostravam que o pecuarista, homem de livre acesso ao gabinete mais importante da República durante o governo Lula, desfrutava a intimidade da família do ex-presidente.

Esse modo de dar de ombros a cada nova revelação desabonadora ligando Lula ao maior escândalo da história do país virou hábito. Na semana passada, houve um novíssimo desmentido, também embalado por evidências incontornáveis.

Lula passou o ano de 2015 negando ser o dono de um apartamento tríplex de 297 metros quadrados em um prédio de frente para o mar do Guarujá, em São Paulo, construído e reformado sob medida pela OAS, uma das principais empreiteiras do petrolão. Atraído pelo preço convidativo, o ex-presidente decidiu investir no imóvel logo depois de seu lançamento, há pouco mais de dez anos. O edifício, àquela altura, era uma obra da Bancoop, a cooperativa ligada ao PT que, sob o comando do notório João Vaccari Neto, tesoureiro do partido, foi à bancarrota depois de se transformar em uma sucursal dos malfeitos petistas.

Com a falência da Bancoop, mais de 3 000 famílias ficaram sem receber os imóveis negociados com a cooperativa. O mais ilustre dos petistas, porém, não ficaria no prejuízo. Como VEJA revelou em abril, após um pedido feito pelo próprio Lula a Léo Pinheiro, seu amigo e o principal executivo da OAS, a empreiteira não apenas assumiu a construção do prédio como ofereceu uma atenção especial, repleta de mimos, à unidade reservada para o ex-presidente.

O agrado da empreiteira a Lula custou caro. A OAS gastou 700 000 reais para deixar o apartamento ao gosto da família do ex. O tríplex, avaliado em 2,5 milhões de reais, passou por uma repaginação completa: o piso foi trocado, os acabamentos de gesso foram refeitos, a cozinha foi equipada com móveis de primeira linha e um elevador foi instalado para interligar os três andares.

 A reforma foi acompanhada de perto pela família do ex-presidente - a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o próprio Lula e Fábio Luís, o Lulinha, primogênito do casal, visitaram o local durante as obras. Estava tudo caminhando para que o apartamento dos Lula da Silva na praia fosse finalmente inaugurado pela família. Até que vieram a Lava-Jato e, com ela, a descoberta do privilégio bancado pela OAS. Lula, como era de esperar, correu para tentar se descolar do imóvel. Logo passou a negar que fosse o proprietário. Alegou que a família tinha apenas a opção de compra de um apartamento - uma esperteza óbvia, já que o tríplex está registrado em nome da OAS.

Como versões mal-ajambradas e tentativas de manipulação da realidade têm perna curta, a negativa de Lula não demorou para ruir. Uma investigação do Ministério Público de São Paulo colheu depoimentos de diferentes testemunhas que atestam que o apartamento do edifício Solaris foi, sim, construído e reformado pela OAS para a família do ex-presidente. Mais do que isso, os promotores, os mesmos que já investigavam os desvios milionários na Bancoop, agora apuram se a empreiteira do petrolão usou apartamentos no prédio do Guarujá para lavar dinheiro e beneficiar indevidamente figurões como Lula.

Os depoimentos colhidos pela promotoria e revelados na semana passada pelo jornal Folha de S.Paulo confirmam o que VEJA publicou em outubro e trazem detalhes de como a reforma no apartamento de Lula estava envolta em uma aura de segredo para que ninguém suspeitasse de nada. Um engenheiro que trabalhava para a OAS quando a obra foi executada contou que Lula fez uma "vistoria-padrão" no apartamento.

 Ele disse que apenas abriu a porta do tríplex para que o ex-presidente entrasse - lá dentro, Lula foi acompanhado pelo coordenador de engenharia da empreiteira. O dono da empresa especializada em reformas contratada pela OAS para remodelar o apartamento disse que estava na obra quando foi surpreendido pela chegada da ex-primeira-dama Marisa Letícia e de mais três homens - entre eles Lulinha e ninguém menos que o então presidente da OAS, Léo Pinheiro, o amigo de Lula que mais tarde viria a ser preso pela Lava-Jato.

O zelador do prédio contou aos promotores que Lula e Marisa estiveram no imóvel pelo menos duas vezes e que, para a chegada dos visitantes ilustres, a OAS ordenou que o prédio passasse por uma limpeza e fosse decorado com "arranjos florais". O zelador disse ainda que, durante uma das visitas, seguranças de Lula travaram o elevador enquanto o petista estava no imóvel, o que fez com que moradores de outros apartamentos se queixassem.

A promotoria deve concluir em breve o inquérito e tende a ajuizar um processo contra os envolvidos no caso. Ao mesmo tempo que agradava Lula, a OAS multiplicava o saldo devedor de outros mutuários da Bancoop que haviam adquirido apartamentos. Do empresário Walter Didário, por exemplo, a empreiteira cobrou 600 000 reais além do que ele já tinha pago. "Eu me sinto um completo idiota", diz ele. A construção do edifício e a luxuosa reforma no tríplex não foram os únicos favores prestados pela empreiteira a Lula. Como VEJA revelou, a OAS bancou ainda a reforma do sítio que a família frequenta em Atibaia (SP).Fonte:Veja

The Economist trata situação do Brasil como ‘lista de calamidades sem precedentes’

A revista inglesa The Economist publicou um artigo nesta quarta-feira (30) em que aponta que a presidente Dilma Rousseff governa o Brasil sobre uma “lista de calamidades sem precedentes”. A publicação, que chegou a tratar o país com uma potência econômica em ascensão no passado, prevê um recrudescimento de 8% da economia brasileira em 2016 no comparativo com o primeiro trimestre de 2014, último período em que o país teria visto crescimento.

 The Economist cita ainda as tensões entre Dilma e a Câmara Federal, personificada no presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), lembrado como correligionário do vice-presidente da República, Michel Temer. Cunha aparece ainda como um dos investigados do escândalo de corrupção na Petrobras – apesar de negar.

A revista trata o país ainda como familiarizado com crises, ao elencar o impeachment de Fernando Collor em 1992 e o mensalão durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para a publicação, o petrolão guarda similaridades com o mensalão e é um dos responsáveis pela crise política e econômica.

Dilma Rousseff sanciona lei que duplica pena para estelionatos contra idosos

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (29) uma lei que duplica a pena para crimes de estelionato contra idosos. Agora, a punição - já presente no Diário Oficial - contra o delito passa a ser de dois a dez anos de detenção, além de multa. Anteriormente, a penalidade era de um a cinco anos. A lei foi proposta pelo deputado federal Márcio Marinho (PRB-BA). O objetivo do parlamentar é evitar que criminosos se aproveitem de pessoas com mais de 60 anos.Fonte:Fonte:Bahia Noticias

Dirceu usava WhatsApp para manter influência política mesmo durante pena, aponta PF

O ex-ministro da Casa Civil durante o governo Lula, José Dirceu, seguia ativo politicamente mesmo durante o período em que ele cumpria prisão domiciliar pelo episódio do mensalão. Segundo o Estadão, mensagens enviadas pelo WhatsApp interceptadas pela Polícia Federal indicam que ele “ainda utiliza sua influência no cenário político brasileiro”.

 Em uma conversa com a sua ex-assessora política, Maria Alice Vieira, no dia 10 de novembro de 2014, ela comenta sobre o momento político do país. “As coisas estão em total ebulição, mas tem questões imediatas como a disputa da câmara que vai envolver todo mundo”, escreveu.

 Em seguida, o ex-ministro responde: “Eu sei, vamos ver o que dá pra fazer”. Dirceu foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa em decorrência do escândalo do mensalão. Em agosto deste ano ele foi preso novamente por receber propinas no esquema de corrupção na Petrobras.

Bancos funcionam só até dia 30 e reabrem dia 4

Agência Brasil - Amanhã (30) é o último dia de funcionamento normal das agências bancárias em todo o país.Na quinta-feira (31), os bancos ficarão fechados para atendimento ao público, e o trabalho será interno para fechamento de balanço do ano.

O expediente bancário será retomado na próxima segunda-feira, 4 de janeiro.

As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo) e os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas poderão ser pagos no primeiro dia útil seguinte ao feriado, ou seja, no dia 4 de janeiro, sem a incidência de multa por atraso.

Os tributos federais, estaduais e municipais já estão com data ajustada em relação ao calendário de feriados.

Contas a pagar

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) orienta o público a utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados) para realizar operações bancárias.

As contas com códigos de barra poderão ser pagas nos próprios caixas automáticos.Outra opção é o agendamento dos pagamentos das contas de consumo nos bancos.Já em relação aos boletos bancários, os clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado – DDA.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Bahia é o melhor clube do Nordeste, aponta jornal Folha de São Paulo

Além de ser o melhor clube do Nordeste no ranking da confederação Brasileira de Futebol (CBF) (confira a matéria), o Esporte Clube Bahia figura na liderança regional do 'ranking Folha' do jornal "Folha de S. Paulo", divulgado no último domingo (27).
Na tabela que possui 18 clubes, o Esquadrão tem 399 pontos e ocupa a 13ª posição, enquanto o Sport Recife aparece no 14º posto, com 371 pontos. O 'ranking Folha' distribui pontos por títulos e vice-campeonatos estaduais, regionais, nacionais e internacionais ao longo de toda a história.

O Esquadrão soma dois títulos brasileiros, seis regionais e 46 estaduais.

Confira o ranking:

1º São Paulo – 946
2º Flamengo – 941
3º Palmeiras – 883
4º Corinthians – 862
5º Santos – 843
6º Cruzeiro – 797
7º Vasco – 733
8º Internacional – 724
9º Grêmio – 670
10º Fluminense – 649
11º Atlético Mineiro – 604
12º Botafogo – 505
13º Bahia – 399
14º Sport – 371
15º Ceará – 329
16º Fortaleza - 317
17º Coritiba - 310
18º Paysandu - 282

Fonte:Bahia Noticias

Kanu acerta com clube belga e agradece Vitória pela temporada: ‘Não vai faltar torcida’

Destaque do Vitória na temporada 2015, o zagueiro Kanu não seguirá no Rubro-Negro para o próximo ano. Depois de confirmar para a reportagem do Bahia Notícias que havia recebido uma proposta de um clube belga, o atleta acertou nesta terça-feira (29) com o Oud-Heverlee Leuven e retorna ao país europeu depois de atuar pelo Standard Liège.

"Conversamos e resolvemos aceitar a proposta do Leuven, que é muito boa. São dois anos e meio de contrato. Além disso, Bélgica é um país que me acolheu muito bem. Estou bastante empolgado com este retorno. Não sou mais menino.

Tenho família e não poderia deixar de aproveitar uma chance como essa no Leuven. Só tinha mais seis meses de vínculo com o Vitória e em meu contrato havia essa liberação, com pagamento de multa, caso houvesse proposta da Europa", afirmou o atleta, que agradeceu ao clube e a torcida do Vitória pela campanha na última edição do Brasileirão da Série B.

"Estou deixando o Vitória de coração partido. Feliz por um lado e triste por outro. Me identifiquei muito com a torcida do Vitória e só agradeço pelo carinho e respeito que tive neste tempo de Toca do Leão. Vou levar esses meses que estive no clube e o acesso para a Série A em meu coração. Não vai faltar torcida da minha parte para que o clube tenha ainda mais sucesso em 2016. O torcedor merece isso", finalizou.

Kanu fez 16 jogos pelo time baiano, marcando quatro gols no certame nacional.Fonte:Bahia Noticias

AL-BA aprova aula semanal de prevenção ao uso de drogas

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou na semana passada um projeto de lei que inclui uma disciplina específica para educação e prevenção ao uso de drogas no currículo escolar, com aulas semanais. A proposição é de autoria de Sandro Régis (DEM).

 “Essa iniciativa se justifica em face da dimensão que o uso de drogas lícitas e ilícitas tem tomado na sociedade, principalmente entre os jovens.

Apresentei esse projeto por acreditar que com o envolvimento entre a família e a comunidade escolar possamos ajudar muito na prevenção ao uso de drogas, pois é neste período que ocorre a formação de caráter dos jovens e que estes ficam mais suscetíveis e expostos às influências negativas”, justificou o deputado. O projeto segue para sanção do governador Rui Costa.Fonte:Bahia Noticias

16° BPM/Serrinha deflagra Operação de Final de Ano, prendendo um e conduzindo outros três à delegacia

Na tarde desta terça-feira (29), o Décimo Sexto Batalhão de Polícia Militar, por intermédio da sua Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO), durante Operação de Final de Ano, prendeu, em Serrinha, um homem em flagrante delito por tráfico de drogas e conduziu à Delegacia outros três, entre eles um menor.

Os conduzidos foram,  Denilson da Silva Santos, vulgo "Deni", 18 anos ,Jeferson Lima de Araújo, vulgo "Pipingo", 18 anos; José Edimilson Silva Ribeiro Junior, vulgo "Junior", 22 anos e o menor, de 17 anos. Com a exceção de Deni, que foi autuado em flagrante delito por tráfico de drogas, todos foram ouvidos em Termo Circunstanciado de Ocorrência.

A Ação Policial se deu no Bairro Novo Horizonte, Serrinha. Os policiais chegaram inicialmente a Pipingo e Júnior, que estavam à bordo de uma motocicletaYamaha/YBR 125, Cor Vermelha, Placa Policial JMN-0935, com quem foram encontradas 03 (três) "trouxinhas" de Maconha. Na sequência, foram abordados os outros dois sujeitos, Deni e o menor, com estes, foram encontrados 15 (quinze) "cubos", 08 (oito) "trouxinhas" e uma porção solta da mesma substância.

Segundo o Tenente Coronel Gilson Paixão, Comandante do 16° Batalhão, ações desse tipo vão continuar em Serrinha e nas demais 13 Cidades. "O objetivo é garantir a tranquilidade do cidadão de bem nesse final de ano, quando as ocorrências tendem a aumentar". Ratificou o Comandante.


16° BPM/Serrinha recupera motocicleta roubada
Na noite da segunda-feira (28), dois homens armados invadiram um sítio no Povoado da Isabel, Zona Rural do Município de Serrinha, ameaçando o  morador da propriedade e subtraindo-lhe, além de uma motocicleta, outros pertences.

Tomando conhecimento do fato, o Décimo Sexto Batalhão de Polícia Militar, através da sua Primeira Companhia, passou a diligenciar à procura dos criminosos. Com o cerco se fechando, os indivíduos abandoraram no Bairro da Cidade Nova, no mesmo Município, o veículo, que, depois de recuperado pelos Policiais Militares, na manhã de hoje (29), foi apresentado na Delegacia de Serrinha, para a adoção das medidas legais cabíveis. Até o momento ninguém foi preso, ainda.

Ascom 16° BPM

Serviços de habilitação e registro de veículos ficarão mais caros; veja novos preços

Começam a valer a partir da próxima sexta-feira (1) as novas tarifas dos serviços prestados pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran).
Conforme publicação da nova tabela de preços, no Diário Oficial do Estado na última quinta-feira (24), a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) subiu de R$ 143 para R$ 158. Já para renovar a CNH o condutor terá que pagar R$ 206 - antes o serviço custava R$ 187.Fonte:Acorda Cidade

Ronaldo rebate acusações de Capello: "Ultrapassado"

O ex-atacante Ronaldo não gostou de ser chamado de "liderança negativa" por Fabio Capello, seu treinador no Real Madrid em 2006, e respondeu às críticas feitas pelo italiano. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira, o brasileiro repetiu o método de Capello e começou seu discurso com um elogio para depois atacá-lo. "O Capello foi um grande treinador em sua época, nos anos 90. No Real Madrid, ele já estava ultrapassado e não motivava mais. Tanto que depois daquele ano ele não teve mais sucesso em nenhum lugar que passou", afirmou Ronaldo.

O comentário do ex-jogador da seleção brasileira é uma resposta às recentes declarações de Capello ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport. "Ronaldo, o Fenômeno, foi o melhor jogador que já treinei. Mas ele estava com 96 kg quando eu cheguei em Madri, e eu havia pedido para estar entre 88 e 90kg." Capello explicou que, depois da saída de Ronaldo para o Milan, em janeiro de 2007, o Real Madrid se recuperou e arrancou para conquistar o título espanhol daquela temporada.

"Não havia nada que eu pudesse fazer sobre isso, ele era um grande jogador, mas um líder negativo para o grupo. Nós o deixamos sair em janeiro e a atmosfera no vestiário mudou completamente. Conseguimos tirar nove pontos do Barcelona", completou o treinador de 69 anos, que está sem clube.
De fato, o último título da carreira de Capello - que teve passagens de sucesso por Milan, Roma, Juventus e pelo próprio Real Madrid - foi o do Campeonato Espanhol de 2007. Desde então, ele trabalhou nas seleções da Inglaterra e da Rússia, com resultados decepcionantes.

Cozinhar em casa estimula o consumo de alimentos saudáveis e emagrece

Um estudo publicado recentemente no periódico científico Health Psychology revelou que preparar a própria refeição pode ser uma ótima estratégia para cuidar da saúde. A pesquisa mostrou que as pessoas tendem a apreciar mais uma alimentação saudável quando a refeição é feita em casa.
Para realizar o experimento, 120 mulheres experimentaram diversos milk-shakes - alguns deles eram preparados por elas mesmas e outros não. Além disso, existiam duas opções de receitas para o preparo da bebida: a primeira delas era com pouco valor calórico, à base de framboesa, e a segunda era extremamente calórica, composta por chocolate.

O estudo revelou que as mulheres apreciaram mais a versão saudável do milk-shake quando ele era feito por elas mesmas. Os pesquisadores acreditam que o resultado da pesquisa possa indicar uma tendência das pessoas se tornarem mais conscientes sobre as propriedades nutritivas dos ingredientes que consomem quando são elas mesmas que preparam a refeição.

Em julho desse ano, a Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, também estudou o assunto. Os pesquisadores analisaram informações de saúde de mais de 18 000 adultos durante oito anos e revelaram que os americanos consomem cerca de 200 calorias a mais por dia quando saem de casa para comer em um restaurante. A análise, publicada na revista científica European Jornal of Clinical Nutrition, revelou que os alimentos consumidos em restaurantes contêm mais gorduras, colesterol e sódio. Os pesquisadores acreditam, portanto, que as refeições preparadas em casa tendem a ser mais saudáveis.

Número de casos suspeitos de microcefalia sobe e passa de 2,9 mil

O número de casos de microcefalia subiu de 2.782 para 2.975 em uma semana, segundo boletim divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde. O levantamento mostra também um aumento dos municípios com notificações de nascimentos de bebês com a má-formação, relacionada à vírus zika, transmitido pelo mesmo mosquito da dengue. Agora, 656 cidades apresentam casos, ante 618 na semana passada. O número de óbitos não foi alterado: 40 até o momento.

O crescimento nesta última semana foi o menor, em termos porcentuais, desde que boletins sobre a doença começaram a ser apresentados. Para epidemiologistas, no entanto, os números estão longe de indicar uma folga na epidemia. "O país registrou quase 3.000 casos de setembro para cá, a maior parte no Nordeste. É esperado um aumento de casos no Sudeste, no Centro-Oeste", avalia o pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, Rivaldo Cunha.
Das 20 unidades da federação com casos suspeitos, três apresentaram uma redução do número de casos - em Tocantins, Minas Gerais e Mato Grosso, casos que estavam em investigação foram descartados. Em oito Estados, houve aumento de casos.

Os maiores indicadores estão em Pernambuco: 1.153, o equivalente a 38,76% dos casos em todo o País. Em seguida, vem a Paraíba (com 476), Bahia (com 271), Rio Grande do Norte (com 154), Sergipe (com 146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).

A epidemia de nascimentos de bebês com microcefalia no país está associada à zika, doença provocada por um vírus transmitido pelo mesmo vetor que a dengue, o Aedes aegypti. Pesquisadores identificaram em dois fetos com a má-formação a presença do vírus. O número de casos de microcefalia (que em 90% dos casos leva à deficiência mental, problemas auditivos e de visão) saltou a partir de setembro, quando gestantes que tiveram a doença no primeiro trimestre começaram a dar à luz.
(Com Estadão Conteúdo)

Apoio de Edylene Ferreira está sendo disputado por Vardinho,Gika e Adriano Lima


Considerada por muitos nesta cidade,como o apoio mais cobiçado para a sucessão do prefeito Osni Cardoso,a presidente da câmara de vereadores de Serrinha,Edylene Ferreira,está sendo disputada por fortes lideranças politicas."Estou na condição de pré-candidata a prefeita,Mais quem vai definir meu futuro politico é Ferreirinha.Estamos estudando a possibilidade de sair como vice,esta definição deverá acontecer em Março."disse Edylene.

‘Anti-petista’, Lúcio Vieira Lima é mais fiel a Dilma do que deputados da base

Considerado “anti-petista” demais para presidir a Câmara dos Deputados – numa possível saída de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – o deputado baiano Lúcio Vieira Lima (PMDB) é o oposicionista mais “governista” da bancada baiana na Câmara dos Deputados.

 De acordo com o Basômetro - ferramenta interativa do jornal Estadão, que permite medir o apoio dos parlamentares ao governo – Lúcio votou 109 vezes a favor do governo e 53 vezes contra, uma média de 67% de governismo. Em um comparativo com outros colegas da oposição, Vieira Lima está muito abaixo dos tucanos João Gualberto, Imbassahy e Jutahy Júnior (leia aqui).

 O peemedebista é tão governista quanto Félix Mendonça Jr (PDT), que acumula cargos na administração federal e é abertamente a favor da presidente Dilma Rousseff. Além de Lúcio, outro deputado que beira o governismo, mas diz ser de oposição, é Benito Gama (PTB). Segundo Basômetro, Benito deu sim a 95 propostas do governo e foi contra 76 (44%). O Bahia Notícias tentou contato com os dois deputados, mas não obteve resposta.Fonte:Bahia Noticias

Pablo não puxará mais blocos no Carnaval: ‘Arrocha é mais devagar, não entendem’

Pablo foi a última atração do primeiro dia do Réveillon de Salvador 2016, que começou nesta segunda-feira (28), na Praça Cairu, no Comércio. Presente em três anos consecutivo de festa, o artista garantiu que seu shows sempre são uma mesclagem de repertório, com espaço para antigos sucessos, como "Homem não Chora" e novas músicas, a exemplo de "Desculpe aí". Apesar de ter lançado recentemente o álbum de mesmo título da canção de trabalho, o cantor tem planos de novo projeto para 2016.

 "Penso em fazer um DVD e convidar vários amigos para cantar comigo. É um projeto que penso há um tempo. Será em formato acústico e se Deus quiser colocarei em prática em 2016", revelou. Sem entrar em muitos detalhes, ele revelou que decidiu abandonar as ruas no carnaval de Salvador e explicou o motivo de sua decisão. "Há dois anos consecutivos a gente montou nosso bloco. Na ladeira da Barra, no ano passado, deu problema.

 Quando canta axé ou pagode, o trio segue embalado, e quando faz arrocha tem que subir mais devargazinho e as pessoas não entendem. O público ficou chateado e foi muito tenso este ano, tanto que decidi que seria o último. Não vou sair mais em bloco de carnaval. Decidi não sair mais. Vou fazer alguns camarotes, mas bloco não vou puxar mais. Vou viajar em fevereiro depois com a família, mas não descarto participações com amigo", afirmou o artista.Fonte:Bahia Noticias

Aprovação de vacina contra dengue pode prejudicar estudo de medicamento brasileiro

Existem dúvidas sobre como a aprovação da vacina contra a dengue desenvolvida pela Sanofi Aventis (veja aqui) afetará o desenvolvimento da vacina contra a doença do Instituto Butantã. O problema é que o desenho aprovado em São Paulo previa que um grupo dos voluntários nos testes usaria placebo, uma substância inócua. Tal estratégia é praxe quando não há alternativas mais eficazes para prevenção.

 A dúvida, no entanto, é se tal desenho é ético quando há outros produtos com eficácia comprovada no mercado. Além disso, a expectativa é de que ficará mais difícil para recrutar voluntários interessados em fazer a pesquisa. Questionado, o Butantã afirmou que não haverá nenhuma mudança no planejamento. A vacina paulista, já na última fase de testes clínicos, deverá levar pelo menos mais um ano para ser aprovada, de acordo com o diretor substituto do instituto, Marcelo De Franco.

 "Nosso protocolo para realização dos testes clínicos é de cinco anos. Mas o registro pode sair bem antes, dependendo da comprovação de eficácia. Com base na nossa experiência em epidemias, é bem provável que tenhamos esses resultados dentro de um ano ou um ano e meio", disse. Segundo Franco, a fase 3 dos testes clínicos já começou e o instituto está montando a estrutura dos centros que farão a captação de 17 mil voluntários em cinco cidades. Todas as doses que serão usadas estão preparadas.Fonte:Estadão

Bahia registra 312 casos suspeitos de microcefalia em 69 municípios

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) afirmou, em boletim divulgado nesta terça-feira (29), que foram notificados no estado 312 casos suspeitos de microcefalia com perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros, até o último sábado (26). Os casos foram registrados em 69 municípios. Salvador apresentou 55% dos registros, ou seja, 173 suspeitas.

Foram realizados exames comprobatórios de imagem (ultrassonografia transfontanela ou tomografia computadorizada) em 83 pacientes com microcefalia: 66 em Salvador, nove em Lauro de Freitas e oito em Camaçari. Deste total, 57 (68,7%) crianças apresentavam alterações patológicas do sistema nervoso central. Os demais municípios não registraram informações sobre exames até o momento.

 Foram notificados ainda, segundo a Sesab, dez óbitos nos municípios Salvador (2), Itapetinga (1), Olindina (1), Tanhaçu (1), Camaçari (1), Itabuna (1), Campo Formoso (1), Alagoinhas (1) e Crisópolis (1). Todos os casos estão em investigação.Fonte:Bahia Noticias

Jaques Wagner critica processo de impeachment: "Impopularidade não é crime"

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, voltou a criticar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para ele, a baixa popularidade da petista não pode justificar o seu afastamento.

Uma pesquisa do Ibope divulgada no último dia 15 de dezembro indicou que os que consideram o governo ruim ou péssimo estão em 70%, contra 9% que avaliam como ótimo ou bom. "Eu participo de um governo que não está num bom momento.

Eu sei das dificuldades, da economia. Mas impopularidade não é crime: é problema, é defeito, é algo que pode ser sanado. Não dá para tratar o impedimento como o tapetão de uma disputa eleitoral", afirmou em entrevista à Rádio Metrópole.

Wagner também comemorou as definições do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o rito do processo de impeachment. "Nas questões principais, nós vencemos: o Senado teve supremacia e o Supremo deu a dimensão que o processo precisa", disse o ministro ao radialista Mário Kértesz.Fonte:Bahia Noticias

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

O SOMBRA:G 6 QUER GERINALDO FERREIRA VICE DE ADRIANO LIMA

O SOMBRA mandou a seguinte informação: Apurei com meus contatos,que,Vardinho Serra e o G6 estão mobilizados para convencer o vereador Gerinaldo Ferreira a aceitar ser o vice de Adriano Lima.

O vereador ainda resiste,mas,será por pouco tempo,pois o "Padrinho"dele,Vardinho,quer a todo custo.Como o nobre Repórter é amigo de Gerinaldo,corre atrás da confirmação.Não tenho duvidas que o G 6 vai de Adriano Lima e Gerinaldo Ferreira,tendo BERG DA ARAGOM na condição de um plano B.Essa é a chapa que vai duelar com Gika e Edvaldo Teixeira(PT).

AL-BA aprova proibição de taxa de religação de energia elétrica por atraso de pagamento

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou um projeto de lei que proíbe a cobrança de taxa de religação de energia elétrica em caso de corte por falta de pagamento. O PL 21.154/2013, de autoria do deputado estadual Targino Machado (DEM), determina que em caso de suspensão por atraso, a concessionária deve, em prazo máximo de 24 horas, retomar o fornecimento sem qualquer custo ao consumidor.

“Para que as pessoas tenham conhecimento, o consumidor que paga as multas e juros, purga a mora, ainda tem que pagar a taxa de religação, o que é um absurdo. É uma conduta abusiva da concessionária. E com este Projeto de Lei, haverá a proibição desta taxa, retirando esta cobrança da população”, explica Targino.

Após a purgação da mora, a concessionária cobra da população a taxa para a religação, como se os consumidores ainda estivessem inadimplentes, mesmo depois do débito ser quitado. “A via de cobrança natural, dentro de um Estado Democrático de Direito, é a judicial, com obediência ao devido processo legal.

O contribuinte não pode ser submetido a constrangimento pela adoção desta via, que, embora aceita, submete-os a danos materiais e morais, de difícil reparação”, completa o parlamentar. O projeto segue para sanção do governador Rui Costa.

Neymar e Bruna Marquezine vão passar Réveillon em Trancoso

Uma coincidência pegou os fãs do ex-casal Bruna Marquezine e Neymar de surpresa. De acordo com informações da coluna Olá, do jornal 'Agora São Paulo, assim como muitos outros famosos, a atriz e o jogador escolheram passar o Réveillon em Trancoso, na Bahia.

Ainda não se sabe, no entanto, se os dois devem se esbarrar por lá. No último Réveillon, Neymar curtiu a noite da virada no mesmo local e marcou presença no Baile do Zeh Pretim. Enquanto isso, Bruna desfilava por Florianópolis acompanhada do ex-affair, o modelo Marlon Teixeira.

Bruna e Neymar, que ganharam o apelido de casal '#Brumar', ficaram juntos em 2013, mas terminaram por conta do ciúme do jogador com a atriz. Em 2014, os dois reataram o romance, mas logo após a Copa do Mundo, eles curtiram alguns dias de férias em Ibiza, se desentenderam e Bruna voltou de viagem pouco depois já solteira.

Novo affair

Vale lembrar que Lorena Improta, a baiana que venceu o concurso da bailarina do 'Domingão do Faustão', foi apontada como novo affair do jogador. Em passagem por Salvador, os dois almoçaram juntos em um restaurante em uma ilha e, pouco depois, Neymar postou uma foto em que aparece com a loira durante uma festa na capital.

Nutricionista dá dicas de como começar 2016 com o pé direito

Na virada do ano, muitas pessoas planejam metas e fazem novas promessas. Um dos objetivos mais comuns nesta época está relacionado à saúde e às mudanças comportamentais no aspecto alimentar, principalmente após as festas de final de ano, quando geralmente há consumo de alimentos mais elaborados e mais calóricos.

“A mudança de hábitos e a obtenção de seus benefícios em longo prazo requerem ajustes de comportamento, o que necessita de disciplina e conhecimento. É preciso adquirir hábitos alimentares equilibrados e experimentar um estilo de vida mais saudável, como a prática regular de atividades físicas e menor consumo de álcoo”, afirma a nutricionista Lara Natacci, da DietNet.

Anote as dicas abaixo e comece o ano cuidando da saúde e fique de bem com o seu corpo.

1. Faça um café da manhã equilibrado todos os dias
Esta é uma das principais refeições do dia, pois é neste momento que há quebra do jejum e o despertar do seu organismo para enfrentar as atividades do dia a dia. Experimente incluir uma porção de frutas nesta refeição, o que agrega nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo. Além disso, inclua sempre uma opção de carboidratos, de preferência os integrais, como pães, aveia e granola (sem açúcar) e uma opção de proteína, como leite, queijos e bebidas à base de soja com a adição de cálcio.

2. Dê preferência aos alimentos integrais
Os cereais integrais são ricos em vitaminas, minerais e fibras. Segundo a Academy of Nutrition and Dietetics, com base nos dados atuais, a ingestão de fibras de alimentos integrais apresenta benefícios em termos de controle de peso. Muitos estudos sustentam que o aumento da ingestão deste componente alimentar promove a saciedade e diminui a fome. Alguns exemplos na alimentação são: arroz integral, aveia, farinha de trigo integral, linhaça e gérmen de trigo, entre outros.

3. Reduza o sal e consuma mais frutas e hortaliças
Diminuir o consumo de sal e alimentos gordurosos, como as frituras e as carnes vermelhas com gordura aparente são medidas importantes para a manutenção da saúde, uma vez que esses componentes, em excesso, são inimigos da saúde cardiovascular. Experimente tirar o saleiro da mesa, preparar seus alimentos com menores quantidades de sal e abusar das frutas e hortaliças. Esses são passos importantes para cuidar da saúde. Aproveite sua próxima ida ao supermercado e encha o carrinho de legumes, vegetais, leguminosas, carnes magras e peixes.

4. Hidrate-se
A água é o maior componente do corpo humano, ocupando entre 45% e 70% de seu volume, e possui papel importantíssimo na regulação da temperatura corporal. Por isso, hidrate-se! Beba água, chás (sem adição de açúcares), sucos de frutas naturais, águas aromatizadas e também bebidas nutritivas como vitaminas, por exemplo.

5. Mantenha hábitos de vida saudáveis
Manter o peso adequado é importante para a saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis. Por isso, inclua exercícios físicos em sua rotina. Ainda, alimente-se adequadamente, com fontes de carboidratos, proteínas e gorduras “boas”. Além disso, aposte nas frutas e verduras. Com o balanço ideal entre a energia que é consumida e a energia que é gasta, há a manutenção do peso, além de mais disposição para o seu dia a dia. Para um plano alimentar detalhado, consulte uma nutricionista.

6. Devagar e sempre
É muito importante que, nesse início de ano, as metas sejam traçadas e planejadas de forma estruturada e possível. Isto, para que você não só consiga atingir seus objetivos, mas também mantê-los. As metas devem ser possíveis de serem atingidas, para que o cumprimento delas sirva como um estímulo à evolução. Metas impossíveis ou muito difíceis podem levar à frustração. Por isso, vamos comece devagar!.

7. Estabelecer prioridades é fundamental!
Caso você tenha mais de uma coisa para mudar, mesmo que elas estejam relacionadas, estabeleça prioridades. Quando tentamos realizar várias e diferentes mudanças de uma só vez, dificultamos ainda mais o processo. Isto pode fazer com que desanimemos logo no início, por enfrentarmos vários obstáculos. Uma dica é começar pelo que você considera mais fácil. Quando você alcança um objetivo, mesmo que seja pequeno, você se sente mais motivado, mais capaz para buscar os próximos.

Fonte:Acorda Cidade

Pezão pede que Estados recebam de planos de saúde por atendimento no SUS

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), afirmou nesta segunda-feira, 28, que os governadores querem que a cobrança aos planos de saúde por usuários que são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) seja feita pelos Estados e municípios. O pedido foi feito em reunião no período da tarde com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.

Atualmente, a cobrança é feita pelo governo federal. Gastos de pacientes que são clientes de planos de saúde, mas são atendidos no SUS, são passíveis de ressarcimento com pagamento dos planos ao governo. "Com essa crise, as pessoas estão com dificuldade de pagar seus planos de saúde e cada vez mais se socorrem na rede pública. Isso está sobrecarregando muito", disse.

De acordo o governador, entre 30% e 35% dos pacientes atendidos pelo SUS no Rio de Janeiro são clientes de planos de saúde. "Nós podermos fazer essa cobrança dos planos de saúde, que hoje é feita pelo governo federal, mas não é feita fortemente, é uma nova fonte de receitas", afirmou.

Ele reclamou que a tabela do SUS está defasada e ressaltou que Barbosa não se comprometeu da reajustar os valores. "Ele vai ver primeiro a questão dos planos de saúde serem cobrados pelos governos estaduais e municipais."

Dívida
Na reunião no Ministério da Fazenda, Pezão disse ainda que os governadores tiveram a garantia de que o governo vai regulamentar nos primeiros 15 dias de janeiro a mudança dos indexadores das dívidas dos Estados e municípios.

Apesar de não trazer detalhes sobre a regulamentação, ele disse que vai aliviar as contas dos entes federativos. "Isso abre capacidade de endividamento dos Estados. É uma decisão que ajuda muito", afirmou.Fonte:Uol

Técnico italiano dispara em Ronaldo: ‘Era um líder negativo’


O italiano Fabio Capello, técnico com passagens de sucesso por Milan, Real Madrid, Roma e Juventus, afirmou nesta segunda-feira que Ronaldo foi o melhor atacante com quem trabalhou. Curiosamente, o atacante brasileiro foi também um de seus maiores desafetos. Durante um evento em Dubai, Capello explicou os motivos que o levaram a dispensar Ronaldo do Real Madrid no meio da temporada 2006/2007: o sobrepeso e a falta de comprometimento do atleta.

"Ronaldo, o Fenômeno, foi o melhor jogador que já treinei", iniciou o ex-treinador da seleção russa em entrevista ao diário esportivo italiano Gazzetta dello Sport, para depois lembrar suas desavenças com o atacante. "Ele estava com 96kg quando eu cheguei em Madri, e eu havia pedido para estar entre 88 e 90kg."

Capello explicou que, depois da saída de Ronaldo para o Milan, em janeiro de 2007, o Real Madrid se recuperou e arrancou para conquistar o título espanhol. "Não havia nada que eu pudesse fazer sobre isso, ele era um grande jogador, mas um líder negativo para o grupo. Nós o deixamos sair em janeiro e a atmosfera no vestiário mudou completamente. Conseguimos tirar nove pontos do Barcelona."
A saída de Ronaldo fez com que Ruud Van Nistelrooy se tornasse titular absoluto do ataque e o atacante holandês terminou a temporada como artilheiro da competição. No Milan, Ronaldo começou bem a temporada, mas sofreu uma grave lesão no joelho no ano seguinte. Só voltou a jogar futebol em 2009, pelo Corinthians, onde, mesmo bem acima do peso, se destacou nas campanhas dos títulos do Paulistão e da Copa do Brasil.

Governadores pedem a Barbosa crédito e verba para Saúde

Uma comitiva de governadores de dez Estados levou nesta segunda-feira uma série de reivindicações ao novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Eles realizaram um fórum na residência oficial do governo do Distrito Federal, em Águas Claras, e depois entregaram a pauta comum a Barbosa, com pedido de retomada das operações de crédito e medidas para elevar a receita direta na Saúde. Os governadores também se dispuseram a auxiliar o governo federal na aprovação de reformas como a da Previdência e a tributária, planejadas por Barbosa para 2016. A ideia é que os governadores se reúnam mensalmente em Brasília.

Os governadores pediram que a União transfira aos Estados e municípios a atribuição de cobrar dos planos de saúde os gastos com atendimentos feitos na rede pública de pacientes que possuem convênios privados. À beira de um colapso na rede hospitalar fluminense, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), aposta na autorização para manter os hospitais em funcionamento.

"Com a baixa atividade econômica, as pessoas estão com dificuldade de pagar os planos de saúde e cada vez mais se socorrem da rede pública. Isso está sobrecarregando muito, no momento em que estamos com queda de receita e diminuindo repasses para a saúde. Nós podemos fazer a cobrança dos planos de saúde, que hoje é feita pelo governo federal, mas não fortemente. Passar a cobrança para os estados e municípios pode ser uma nova fonte de receita. Temos que ter informatização melhor e o cartão do SUS, e nos prepararmos para cobrar.

Quase 30% dos pacientes atendidos na nossa rede têm plano de saúde. É um bom dinheiro", disse Pezão, que deixou a sede da Fazenda e foi à reunião da Junta Orçamentária com a presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada. Barbosa deixou a reunião também para o encontro com Dilma, mas não se pronunciou.
Publicidade

Conforme Pezão, o ministro se comprometeu a regulamentar até a primeira quinzena de janeiro as novas taxas de atualização da dívida dos Estados com a União. A revisão dos indexadores é um pleito antigo dos Estados e depende apenas da regulamentação depois de ter sido aprovada no Congresso. "Ele falou que nos primeiros quinze dias de janeiro ele fará a publicação, o que vai facilitar a gente a ver melhor a nossa receita corrente líquida, o estoque que a gente tem vai cair e isso abre capacidade de endividamento dos Estados", disse Pezão.

A nova CPMF, prevista no Orçamento de 2016 e que ainda depende da aprovação no Legislativo, não entrou na pauta dos governadores nesta segunda, mas deve ser debatida na próxima reunião do fórum, marcada para o dia primeiro de fevereiro do ano que vem. "Temos uma segunda reunião marcada e é possível que esse tema esteja presente.
Mas neste momento buscamos esses pontos que são de consenso entre os governadores", disse Rollemberg.

Os governadores também pediram que a União retome as autorizações para operação de crédito dos Estados, como forma de melhorar o ambiente econômico e recuperar a capacidade de investimento, articule a aprovação no Senado da PEC dos Precatórios, e quite recursos da compensação previdenciária. Os governadores defendiam que o governo federal abatesse da dívida o que deve na Previdência, mas Barbosa foi contra.

"Não há encontro de contas. A previdência deve para os Estados através do Comprev, porque os funcionários contribuem pelo INSS e depois se aposentam pelo Estado. Pela contagem recíproca, o dinheiro vai aonde a pessoa se aposenta. O Ministério da Previdência reconhece que deve, mas não paga e não acontece nada. Se o Estado atrasar um dia tem a receita sequestrada, de uma dívida com juros agiotários, uma coisa absurda", reclamou o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Alckmin defendeu uma melhora no ambiente político e investimentos em infraestrutura, logística, construção civil e exportação. O tucano pediu mais celeridade na autorização para concessão de crédito para investimento e ampliação de Parcerias Público-Privadas. Ele também defendeu que o PSDB, apesar de estar na oposição, tem de se dispor a ajudar na aprovação de reformas de interesse nacional.

"Existe um conjunto de reformas que não são mais de disputa ideológica, são de interesse coletivo do país. Não podemos perder esse ano, nem mais três anos. Os governadores reunidos de forma suprapartidária podem fazer a diferença. Se há alguém que está ajudando o Brasil são os Estados. Enquanto a União fez um déficit até outubro de 30 bilhões de reais, os Estados fizeram superávit primário de 15 bilhões de reais", disse.

 "É tão patriótico ser governo quanto ser oposição. Mas devemos nos distinguir na oposição. Não podemos perder tempo com aquilo que for necessário ao país e senso comum. A situação é muito grave. Algumas reformas são urgentes e necessárias e estamos abertos ao diálogo para ajudar. E fortalecer a federação. Nós não criamos a crise, não foram Estados e Municípios. Precisamos trabalhar juntos para equacionar.

O Brasil ficou caro antes de ficar rico. É preciso ter um conjunto de reformas estruturantes para o país voltar a crescer. Não tem ajuste fiscal que funcione com PIB negativo de 3%. Só vai agravar a crise, porque tem despesas que não se pode cortar. Tem que crescer e segurar o gasto para obter superávit, pensar um pouco em crescimento."

Estiveram presentes os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), e os governadores de Brasília, Rodrigo Rollemberg (PSB), de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), do Piauí, Wellington Dias (PT), de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e da Bahia, Rui Costa (PT).Fonte:Veja

STJ decide que habeas corpus pode ser usado contra Lei Maria da Penha


O habeas corpus, instrumento jurídico que garante o direito de ir e vir do cidadão, pode ser usado para anular medidas de proteção à mulher previstas na Lei Maria da Penha. Este é o entendimento dos ministros da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Os ministros julgaram o recurso da defesa de um homem acusado perante a Justiça de Alagoas de ameaçar a companheira. Ele não concorda com as medidas determinadas pelo Juizado de Violência Doméstica de Maceió, como manter distância mínima de 500 metros da mulher, não frequentar a residência nem o local de trabalho dela e evitar qualquer contato com familiares e testemunhas da vítima. Em caso de descumprimento, pode ser preso preventivamente.

As informações foram divulgadas no site do STJ. Passados quase dois anos da imposição das medidas de proteção, o Ministério Público ainda não ofereceu denúncia contra o suposto agressor. Inconformado com a decisão de primeiro grau, sob a alegação que as medidas ferem seu "direito de ir e vir", o homem recorreu então ao Tribunal de Justiça de Alagoas.

Para isso, utilizou o habeas corpus. O Tribunal, no entanto, não analisou o pedido por entender que o habeas corpus não é o instrumento legal adequado. A Defensoria Pública do Estado de Alagoas, representante do acusado, recorreu então ao Superior Tribunal de Justiça, sob a alegação de que a Lei Maria da Penha não prevê qualquer recurso contra decisões judiciais que impõem medidas protetivas. No julgamento , os ministros reconheceram que o habeas corpus pode ser utilizado nesses casos e determinaram que o Tribunal de Justiça de Alagoas analise a questão.

"Se o cliente (autor do pedido de habeas) não pode aproximar-se a menos de 500 metros da vítima ou de seus familiares, se não pode aproximar-se da residência da vítima, tampouco pode frequentar o local de trabalho dela, decerto que se encontra limitada a sua liberdade de ir e vir. Posto isso, afigura-se cabível a impetração do habeas corpus, de modo que a indagação do cliente merecia uma resposta mais efetiva e assertiva", anotou o STJ na decisão.Fonte:Bahia Noticias/Estadão

BERG DA ARAGOM:UM HOMEM HONESTO NA POLITICA

Olá meus amigos!Esta semana vou dar um "pitaco"sobre sucessão municipal em Serrinha.Que aliás,virou novela Mexicana(a pior do mundo) mas que tem seu público.Vou dar minha opinião sobre alguns nomes considerados LINHA DE FRENTE, e que poderá decidir a próxima eleição em 2016. Então, vamos começar por ele...

BERG DA ARAGOM: O comerciante do ramo  de lojas de confecções e de calçados, já vem dando sua colaboração a partidos nesta cidade há muito tempo.Na condição de empresário, gerador de empregos, Berg,tenta emplacar uma nova metodologia de fazer política. Não é chegado a guerra fria, ele quer jogar limpo. Mas,sua falta de experiência poderá atrapalhar sua caminhada.

 Sozinho não vai a lugar algum, e para entrar nos seletos grupos do G6(11) PT ou PMDB, terá que aceitar alguns desafios e literalmente abrir mão de suas convicções. Berg,realmente aparenta ter boas intenções, se tiver disposto a delapidar todo seu patrimônio para chegar a sentar na cadeira de prefeito,não tenho dúvidas que terá alguma chance.Ele não tem grupo político, é sério, não faz politicagem, é honesto e tem boas intenções. Então, acho que o lugar dele não é na política.

VACINA CONTRA DENGUE SERÁ VENDIDA NO BRASIL EM 3 MESES

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, em publicação no Diário Oficial da União desta segunda-feira (28), o registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil. Apesar da liberação, a Dengvaxia, da francesa Sanofi Pasteur, ainda terá valor definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo. Inicialmente, segundo a Agência Brasil, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios.

Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incorporação da vacina ao Sistema Único de Saúde. A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue.

 A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no país no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano. O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas.Fonte:Bahia Noticias

Mas, afinal de contas, Chico Buarque é ou não é um merda?

Essa gente não quer mesmo que eu tire férias, né? Eita ano que não termina! E que não vai terminar. Só em 2016, com o impeachment de Dilma Rousseff. Que virá! Vamos seguir. Será que Chico Buarque é um merda? Eu vou responder neste texto. Fernando Holiday, do Movimento Brasil Livre, se pronuncia num vídeo.

Está a maior onda na Internet por causa de um pequeno bate-boca — muito menos grave do que gritaram os coelhinhos do Bambi — entre Chico Buarque, acompanhado de alguns amigos bêbados, e um grupo de rapazes que decidiu lhe fazer algumas cobranças políticas. Creio que todo mundo saiba já do que falo. Se não souber, segue aqui.

Volto
Será que Chico Buarque é um merda?

Em primeiro lugar, todos sabem, e o arquivo está aí, não endosso que pessoas sejam abordadas em restaurantes, bares ou lojas em razão de sua posição política — a menos que seja uma manifestação de simpatia, como vive acontecendo comigo, o que me deixa muito feliz. Mais de uma vez, já escrevi aqui e disse na rádio Jovem Pan que quem pretende cassar o direito de o adversário se manifestar é o PT.

Em segundo lugar, o tal “merda” que tanto barulho fez precisa ser devidamente qualificado. Chico trata seus interlocutores com evidente menoscabo e, num dado momento, a exemplo de alguns outros pinguços que estão com ele, manda ver: “Você é um merda!”. Ao que o outro responde: “Eu queria ouvir da sua boca: ‘Você é um merda’ E quem apoia o PT o que é que é?”. E Chico responde: “Um petista!”. E ouve: “É um merda!”.

Embora eu insista que esse tipo de abordagem, ainda que na rua, não me agrada, não há agressividade na fala dos rapazes, mas indignação com as opiniões políticas de um sujeito que usa a fama

conquistada na música para fazer política. Logo, se ele colhe reações políticas de seu discurso — não consta que seus interlocutores estivessem ali para contestar os seus trinados —, isso está absolutamente dentro do aceitável, desde que as coisas sejam ditas e expressas de modo civilizado.
E civilizada, convenham, a conversa estava, até que Chico rompe o padrão para, segundo indica o vídeo, chamar o outro de “merda” (1min08s). Sim, ele o fez primeiro.

O filhinho de papai

Em terceiro lugar, destaque-se a arrogância do fidalgo, que começou a vida sendo incensado porque, afinal, era filho de Sérgio Buarque de Holanda, o autor, entre outros, do clássico “Raízes do Brasil”. É nesse livro que Buarque de Holanda, o pai, explica Buarque de Holanda, o filho.

Segundo Sérgio, um dos traços mais característicos da formação do Brasil é o chamado “homem cordial”, aquele que não distingue o espaço público do espaço privado; que usa da condição alcançada ou herdada na esfera privada para impor a sua vontade no espaço público, de sorte que a lei do compadrio se sobrepõe às instituições.

Vejam lá com que sem-cerimônia Chico exige credenciais de seus interlocutores. Diz um dos jovens, aludindo ao fato de que o cantor, de fato, passa a maior parte do tempo em Paris: “Meu pai também está em Paris. É gostoso Paris, né?”. E Chico, com a empáfia do patronato descrito por seu pai: “Rapaz, engraçado, eu não tou te reconhecendo!”. Aí diz o outro: “Você é famoso! Eu não sou!”.

Indagado, o interlocutor revela seu sobrenome, e o Chico do Sérgio o repete, com esgar de desprezo. O filho de Sérgio Buarque exige credenciais de quem fala com ele. O pai diria que o comportamento de seu rebento é a cloaca moral do “homem cordial” de “Raízes do Brasil”.

E quer saber a quais “nomes de família” ele dá a graça de suas bobagens. Sai perguntando a cada um. Um barbudo, visivelmente alterado pela consciência etílica, quer saber de “onde” é um dos que conversam com ele. Ao ouvir um “não interessa”, o pançudo grita: “Interessa! De onde cê é?”.

Há outras coisas até divertidas no vídeo. Quando um dos rapazes lembra que Chico mora a maior parte do tempo em Paris, o que é fato, ele diz, em tom de acusação, que o outro é leitor da VEJA.  Digamos que seja. Chico certamente gosta da imprensa de nariz marrom que incensa tudo o que ele produz e escreve, preste ou não.

Nota: ele já fez músicas de alta qualidade, sim. Seus livros, no entanto, são um lixo subliterário, e ele só parou de ganhar Jabutis em penca depois que apontei a patuscada que fazia dele um vencedor que nem precisa disputar. Ele me atacou num artigo. Demonstrei por que seus livros são ruins. Ele enfiou o rabo entre as pernas. Fidalgo! Será que Chico é um merda?

Irresponsável
Chico Buarque, incensado pela imprensa também por suas ignorâncias, é um homem notavelmente autoritário. Sai por aí, se preciso, a espalhar as mentiras mais asquerosas em nome da ideologia. E, como se nota, não gosta de ser cobrado. Escrevi aqui, no dia 16 de setembro, um http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/as-mentiras-asquerosas-de-stedile-e-chico-buarque/ sobre um vídeo que ele gravou com João Pedro Stedile, o chefão do MST, em que ambos sustentam haver um plano de privatização da Petrobras. Vejam:

Fatos:

– Inexiste plano para privatizar a Petrobras — infelizmente!;
– o projeto a que se referem apenas permite que, caso a Petrobras não possa ser sócia de campos de exploração do pré-sal, abra mão dessa primazia;
– o projeto é vital para o pré-sal porque, pela lei atual, se a Petrobras não puder arcar com os 30% que lhe cabe na sociedade, nada se faz.
Mas Stedile e Chico mentem a respeito com o desassombro de que só o esquerdismo e a má-fé são capazes. Será que Chico é um merda?

Trono da empulhação

Chico Buarque quer defender as causas mais estúpidas, violentas e antipopulares, mas acha um absurdo que possa ser cobrado por isso — o que é repetido bovinamente por boa parte da imprensa. Vejam as barbaridades praticadas nas escolas públicas de São Paulo. Por mais que se possa censurar a Secretaria de Educação por não ter sabido expor direito as vantagens da reestruturação, esta era e é necessária. É mentira, pra começo de conversa, que haverá “fechamento” de escolas.

Não obstante, um grupo de 18 ignorantes disfarçados de artistas, liderados por Chico Buarque, produziu um vídeo hediondo, com uma letra idiota, sobre uma causa estúpida. E tudo em defesa das invasões. O autor da enormidade é um tal Dani Black, capaz de escrever barbaridades como:
“A vida deu os muitos anos de estrutura do humano
À procura do que Deus não respondeu
(…)
Ninguém tira o trono do estudar”.

Procurem no arquivo deste blog. Tenho um “IPI” infalível. O que é o IPI? Índice de Picaretagem Intelectual. Sei que estou diante de um picareta sempre que ele transforma verbo em substantivo, um processo que a gramática chama de “derivação imprópria”. Basta que alguém diga algo como “o estudar”, “o brincar”, “o fazer”, “o reivindicar”, e eu logo me desinteresso e olho para o vazio. É que não suporto “o empulhar”.

Sem contar que Dani Black — quem é esse, caramba?! — acha que a busca de Deus nada produziu de positivo para a cultura, talvez nem a “Suma Teológica”… E o tal Dani e os outros 17 imbecis estão certos de que falam em nome da cultura e da educação.

Como prosador, Chico é uma lástima, mas ele já soube produzir boas letras, até ser derrotado por uma “mulher sem orifício” — seja lá o que isso signifique e que não possa eventualmente ser remediado com Citrato de Sildenafila, Tadalafila, chá de catuaba ou reza braba. É claro que o autor da bela música “Soneto” é capaz de reconhecer uma letra ruim — embora seu soneto tenha se atrapalhado um pouco no ritmo, com a irregularidade das tônicas: os versos ora são sáficos, ora são heroicos, ora não são nada. Mas Chico é um letrista, não um poeta, como dizem.

Prepotentes

O dado mais encantador dos nossos artistas “progressistas” é sua alastrante ignorância. Acham que podem se posicionar sobre qualquer assunto que diga respeito à sociedade, expelir regras, posicionar-se, entrar na rinha política, mas se negam a ser cobrados. Quando isso acontece, agem como Chico Buarque: “Seu merda!”.  Ou, pior ainda do que isso, apelam ao famoso “Sabem com quem está falando?”. Ou não foi isso o que Chico fez, mas de modo espelhado: “Quero saber com quem estou falando…”?

Todos sabem que o movimento de invasão das escolas nada tinha a ver com estudantes. Trata-se de uma inciativa liderada pelo PT — particularmente por uma de suas milícias: o MTST, comandado por Guilherme Boulos — , com um claro propósito político, partidário e ideológico. Será que Chico Buarque é um merda?
Abaixo, publico uma edição que o Movimento Brasil Livre fez do vídeo dos ignorantes engajados, com comentário de Fernando Holiday, um dos coordenadores. Volto depois.

Encerro

Holiday chama de “playboys” os que abordaram Chico. É o único pequeno trecho de sua abordagem de que discordo. Nem sei se são. E se forem? Quando “playboys” se opõem à roubalheira, seja a do PT, seja de qualquer outro, acho isso positivo. Prefiro esses aos playboys e, sobretudo, “playmen” que passaram a puxar o saco do PT para ter o privilégio do Bolsa Juros, do Bolsa Subsídio, do Bolsa Desoneração, do Bolsa BNDES, do Bolsa Rico…

Chico Buarque, que jamais fez uma mísera crítica a ditaduras de esquerda, tornou-se uma das faces visíveis da justificação de um governo criminoso. Do alto de sua sapiência, diz que, se seus interlocutores acham o PT bandido, ele, Chico, acha “o PSDB bandido”. Tem o direito de achar. Mas também tem o dever de apontar onde está ou esteve o banditismo. Não duvido que haja ou tenha havido bandidos no PSDB e em qualquer legenda. A questão está em definir quando a bandidagem se torna um sistema de governo.

É possível que ainda volte ao assunto. Dito isso tudo, acho que vocês já têm mais elementos para responder: será que Chico Buarque é um merda?
Ele deixou claro, de modo arrogante, que nem sabia com quem estava falando. Mas nós sabemos muito bem com quem estamos falando.

Ademais, o mais laureado, nem importa se justa ou injustamente, dos ditos “artistas brasileiros” deveria é se envergonhar de apelar a coisas como a Lei Rouanet para divulgar a sua obra. O subsídio — porque é disso que se trata — à obra de Chico, ora vejam, poderia virar remédio ou leitos nos hospitais do Rio — não na Zona Sul, onde ele solta seus trinados.
Chico, em suma, é o homem que seu pai lastimou em “Raízes do Brasil”.
Será que Chico Buarque é um merda?

Fonte:Veja(Reinaldo Azevedo)

Governadores se reúnem para discutir agenda contra a crise

Com dificuldades para enfrentar a frustração de receitas diante da crise econômica, governadores se reúnem nesta segunda-feira, em Brasília, para discutir a elaboração de uma agenda de propostas visando a melhora do ambiente econômico do país. O documento será entregue ao ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.

O encontro dos chefes dos Executivos estaduais para discutir a conjuntura política e econômica foi articulado pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB). Até o domingo, haviam confirmado presença treze governadores, tanto que fazem oposição ao governo federal - entre eles, os tucanos Geraldo Alckmin (São Paulo) e Marconi Perillo (Goiás) -, quanto fiéis aliados de Dilma Rousseff, como o petista Fernando Pimentel (Minas Gerais) e o peemedebista Luiz Fernando Pezão (Rio de Janeiro).

"Vivemos a mesma realidade e enfrentamos problemas comuns", afirmou Rollemberg, que citou, como exemplos, a questão do financiamento a investimentos, a geração de empregos e o pagamento das dívidas com a União. O objetivo dos governadores, segundo Rollemberg, é também estabelecer uma atuação conjunta para monitorar as votações no Congresso.

Os governos estaduais já discutiam em conjunto alternativas para enfrentar a crise fiscal, mas querem afinar o discurso para entregar uma pauta pós-ajuste, com foco em medidas para estimular o crescimento econômico. Os governadores contam com a adesão de Barbosa a uma agenda mais desenvolvimentista. O encontro está marcado para o meio-dia.

Assim como a equipe econômica da presidente Dilma Rousseff, os Estados também precisaram recorrer a "remédios amargos" - termo usado pela presidente para definir o aumento de impostos e corte de investimentos e de benefícios sociais - para fechar as contas em 2015.

De acordo com o último relatório de gestão fiscal dos Estados - elaborado em setembro pelo Tesouro Nacional e com dados consolidados até agosto deste ano -, a parcela da receita que os governos estaduais gastam com o pagamento de servidores está no nível mais alto nos quinze anos de vigência da Lei de Responsabilidade Fiscal. O recorde ocorreu principalmente por causa da queda de arrecadação provocada pela retração da economia.

Nos doze meses encerrados em agosto deste ano, os governos de 26 Estados e o Distrito Federal gastaram, em média, 46,75% de sua receita corrente líquida com a folha de pessoal. Em agosto do ano passado esse indicador estava em 44,75%. O patamar de 45% não era superado desde 2000, ano em que a LRF entrou em vigor.

Crise - O impacto da retração da economia nas contas estaduais é generalizado. Conforme os dados mais atualizados do Banco Central, a recessão foi maior nas regiões Sul e Norte, como consequência, principalmente do desempenho negativo das vendas do comércio e da produção industrial. Um dos pontos que os governadores querem tratar com Barbosa não deve ser bem recebido pelo ministro: um afrouxamento no pagamento da dívida dos Estados com a União. O montante fechou 2014 em 553,7 bilhões de reais, ante uma receita líquida total de 497,9 bilhões de reais.

No dia 18, o Consórcio Interestadual do Brasil Central, que reúne os governadores de Goiás, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, decidiram propor ao governo federal a suspensão temporária do pagamento da dívida dos seus Estados, que, em conjunto, supera 36,5 bilhões de reais. Em 1998, a dívida dessas unidades da Federação era pouco superior a 4 bilhões de reais. Passados dezessete anos, os Estados ainda continuam devendo 36,5 bilhões de reais, mesmo tendo pagado 23,6 bilhões de reais nesses últimos anos.

"Isso é uma vergonha", afirmou na ocasião o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), presidente do consórcio. Ele disse que vai entregar carta à presidente Dilma manifestando a posição contrária dos governadores à diminuição dos repasses do Fundo Constitucional do Centro-Oeste. Governador de Mato Grosso, Pedro Taques propõe moratória da dívida dos Estados com a União durante os próximos três anos. "Preciso encontrar dinheiro para janeiro e fevereiro, quando ocorre uma queda sazonal do ICMS", declarou Taques em Cuiabá, no último dia 21. Segundo ele, "a moratória é a saída para amenizar os efeitos da crise econômica que afeta o Brasil e atinge os Estados".

Em sua avaliação, se os Estados deixam de pagar durante três anos terão como investir e gerar empregos e renda. Os Estados do chamado Brasil Central querem ganhar adesão de outras unidades, principalmente Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
(Com Estadão Conteúdo)

Governo vai 'terceirizar' financiamento do Minha Casa Minha Vida em 2016

As duas principais vitrines eleitorais do governo Dilma Rousseff, o Minha Casa Minha Vida e o Pronatec, deixarão de ser bancadas com recursos do Tesouro Nacional em 2016.
De todas as receitas previstas para o Minha Casa Minha Vida no próximo ano, 90% deverão vir do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), fonte de recursos formada com os 8% descontados todo mês dos salários de cada trabalhador com carteira assinada. Não são, portanto, recursos públicos.

"O governo pediu uma intervenção no Minha Casa Minha Vida. Agora quem paga esse programa são os trabalhadores brasileiros e isso tem de ficar claro para a população", diz Luigi Nese, representante da Confederação Nacional de Serviços (CNS) no conselho curador do FGTS. O órgão, cuja metade dos membros é indicada pelo governo, aprovou o repasse, em setembro, até para obras em andamento, com o argumento de que era preciso salvar os empregos da indústria da construção.

Ajustes - A previsão inicial do orçamento de 2016 para o Minha Casa Minha Vida era de 15,5 bilhões de reais. Mas o forte ajuste nas contas públicas levou governo e Congresso a passarem a tesoura em 8,6 bilhões de reais. Com isso, sobraram apenas 6,9 bilhões de reais. Se o MCMV contasse apenas com esses recursos, haveria um redução forte no ritmo de execução das obras e adiamento de novas contratações - como de fato ocorreu este ano.

A salvação do programa, que é chamariz para o governo em ano de eleições municipais, foi recorrer ao FGTS. O orçamento aprovado do fundo para o MCMV em 2016 é de 60,7 bilhões de reais. Até este ano, o FGTS só era usado no programa para bancar descontos e juros subsidiados dos financiamentos de famílias com renda de até 6,5 mil reais - as chamadas faixas 2 e 3.

Agora, porém, o Fundo passou a arcar com as obras das moradias direcionadas às famílias com renda mais baixa, de até 1,8 mil reais mensais. Nesse caso, porém, os recursos são aplicados a fundo perdido, ou seja, não voltam para o fundo. Para 2016, foram aprovados 4,8 bilhões de reais para pagar as casas destinadas a esse público de baixa renda. O conselho curador autorizou o FGTS a custear até 60% do valor do imóvel em 2016 - o limite é de 45 mil reais por moradia. Também foi criada uma nova faixa, batizada de "faixa 1,5" com recursos do FGTS. Famílias com renda mensal de até 2.350 reais terão subsídios de até 45 mil reais na aquisição do imóvel com juros de 5% ao ano.

Pronatec - Outra vitrine eleitoral do governo que deve usar recursos privados é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), voltado para o ensino técnico e profissional. Dilma prometeu, durante a campanha, que abriria 12 milhões de novas vagas no programa. Com os cortes no Orçamento, o governo, depois de eleito, diminuiu a meta para 5 milhões.

O Pronatec teve as receitas, formadas por recursos públicos, cortadas pelo Congresso de 4 bilhões de reais em 2015 para 1,6 bilhão de reais em 2016.

Está praticamente certo que boa parte do programa será bancada pelo Sistema S, mas o valor ainda não foi definido. Para isso, o governo vai reduzir a parcela da contribuição que as empresas são obrigadas a fazer para essas entidades, que incluem Sesi, Senai, Senac e Sebrae, para destinar a diferença ao Pronatec. Atualmente, as alíquotas variam de 0,2% a 2,5% do faturamento. Se a redução for de 20% a 30%, a perda para as entidades ficará entre 5 bilhões de reais e 6 bilhões de reais.

Bolsa Família - Apesar das ameaças, o Bolsa Família saiu ileso dos cortes nos programas sociais em 2016. O orçamento de 28 bilhões de reais do programa de transferência de renda foi mantido à custa da redução da meta fiscal do governo - de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) para 0,5%. Essa foi uma das derrotas que pavimentaram a saída do ministro da Fazenda Joaquim Levy, que defendia a manutenção da meta.
(Com Estadão Conteúdo)