OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Você queimou aquele rolo e disse:Por que você escreveu nele: O rei de Babilônia certamente virá, destruirá esta terra e fará desaparecer dela os homens e os animais.Portanto, assim diz Jeová contra Jeoiaquim, rei de Judá: Ele não terá nenhum descendente para sentar no trono de Davi, e o seu cadáver ficará exposto ao calor do dia e à geada da noite.Vou ajustar contas com ele, com os seus descendentes e com os seus servos, por causa do erro deles. E vou trazer sobre eles, sobre os habitantes de Jerusalém e sobre os homens de Judá toda a calamidade que proferi contra eles, sem que eles me escutassem". Jeremias 36:1-32

domingo, 31 de julho de 2016

T não acredita na volta de Dilma à Presidência da República, diz jornal

O PT acredita cada vez menos na possibilidade de Dilma Rousseff voltar à Presidência da República. De acordo com o jornal O Globo, com a descrença, o partido tentar lutar mais para conter o desgaste provocado pela Operação Lava Jato do que se mobilizar para reverter votos em favor de Dilma no Senado. 

Por outro lado, a avaliação é de que a petista se mostra mais preocupada em preservar sua biografia do que retomar o poder ou trabalhar pela sobrevivência política da legenda. Em entrevista à Rádio Educadora na última quarta-feira (27), a presidente afastada transferiu para o partido a responsabilidade por pagamentos ilegais ao marqueteiro João Santana, que, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, afirmou ter recebido do PT recursos de caixa dois no exterior, relativos a pagamentos pela campanha de Dilma. 

Já o ex-presidente Lula, réu em ação na Lava Jato por suspeita de tentar obstruir a Justiça, busca reconstruir sua própria imagem e defender seu legado. Para isso, tem viajado pelo país no que chama de “Caravana Popular em Defesa da Democracia”. Com isso, a estratégia do ex-presidente visa as eleições de 2018, independentemente de ser ele o candidato ou outro nome escolhido pelo líder petista. 

O clima no partido em torno da possibilidade de salvação de Dilma pode ser definido com uma frase dita por um integrante da cúpula petista: “Não tem mobilização. Se ainda tivesse viabilidade, mas não tem”. 

Policial militar morre em colisão com carreta na BR-116

Policial militar morre em colisão com carreta na BR-116
Foto: Arquivo Pessoal
Um policial militar morreu em um acidente de automóvel na manhã deste domingo, na BR-116, sentido Serrinha. De acordo com informações do site Acorda Cidade, Antônio Pedreira da Cruz Neto dirigia um Palio branco quando colidiu com uma carreta e foi arremessado do veículo. Outro homem que estava no veículo sofreu ferimentos leves e foi levado para um hospital em Serrinha. Ele trabalhava na cidade de Euclides da Cunha, mas vivia em Serrinha. Ainda segundo a publicação, o acidente teria ocorrido enquanto o soldado voltava para casa após participar da festa que escolheu a rainha da vaquejada de Serrinha. 
 

Veículo ficou destruído | Foto: José Ferraz / Rádio Regional de Serrinha

Quartos da delegação australiana foram furtados durante incêndio

Foco de todas as atenções na Vila dos Atletas, a delegação australiana é alvo de mais uma polêmica a poucos dias do início dos Jogos Olímpicos do Rio. Neste domingo, a chefe da missão do país, Kitty Chiller, informou que um laptop e uniformes do time foram furtados dos quartos enquanto o prédio foi evacuado em um princípio de incêndio, na última sexta-feira.

Em coletiva de imprensa, Chiller indicou que o caso foi registrado na polícia da Vila, que a delegação passou a sugerir que todos os atletas tranquem com chaves seus quartos e não deixem itens pessoas expostos. “São medida de segurança que precisamos tomar”, indicou.

Segundo ela, um primeiro sinal de que material havia sido roubado ocorreu ainda no momento da evacuação. “Vimos pessoas saindo com nossos uniformes, vestidos”, disse. Ela admitiu que, num primeiro momento, foi avaliar se as pessoas eram voluntários que tinham ganho o material. “Mas esse não foi o caso”, declarou. De acordo com a australiana, o material não estava guardado e, portanto, era de fácil acesso.

De um dos membros do time de ciclismo, um laptop também foi levado. Mas, segundo a australiana, não detinha informações importantes.

Uma das medidas ainda adotadas pelos australianos foi o de usar cofres em praticamente todos os grupos e equipes. Num deles, todas as medalhas que os atletas australianos ganhem serão colocadas.

Na semana passada, o time australiano foi o primeiro a anunciar que estava abandonando a Vila dos Atletas, depois de considerar que o local era “inabitável”.

(Com Estadão Conteúdo)

sábado, 30 de julho de 2016

Arnaldo Jabor:" Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida."

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. 

Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- é... não deu certo...

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. 
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.

Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.

Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.

E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.

Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não. 

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.

Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. 
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?

O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.

Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.

Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.

E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.

Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias. 
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. 
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...

Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????
Fonte: Arnaldo Jabor

Sem empresas, partidos apostarão em redes sociais para arrecadar

Com o veto do Supremo Tribunal Federal (STF) à doação empresarial para campanhas eleitorais, partidos ouvidos pelo G1 informaram que devem priorizar o uso de redes sociais para incentivar doações de militantes na disputa municipal deste ano.

Nesta semana, a reportagem procurou os cinco partidos com maior número de parlamentares no Congresso Nacional – PMDB, PT, PSDB, PP e PR – para saber quais  estratégias adotarão para arrecadar recursos na eleição de outubro.

Além das campanhas na internet, as direções das legendas decidiram delegar aos diretórios estaduais a definição sobre outras estratégias para garantir recursos para os candidatos.

Além da proibição da doação empresarial às campanhas pelo STF, outros temas relacionados às disputas eleitorais foram modificados no ano passado, quando a presidente Dilma Rousseff, atualmente afastada em razão do processo de impeachment, sancionou a Lei da Reforma Política.

O período da campanha, por exemplo, caiu de 90 para 45 dias – com isso, a propaganda eleitoral terá início no dia 16 de agosto deste ano.

Em entrevista ao G1 nesta semana, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse que o Supremo Tribunal Federal (STF) colocou "o carro na frente dos bois" ao proibir que empresas façam doações eleitorais.

"Porque nós discutimos primeiro o financiamento, sem prestar atenção ao sistema eleitoral. Não alteramos nada no sistema eleitoral e decidimos mudar o financiamento", disse o magistrado. "Nós temos agora que aguardar o resultado dessa campanha e ver também se na reforma política haverá a revisão do sistema eleitoral", concluiu.

No caso do PT, o secretário de Finanças do partido, Márcio Macêdo, disse que a cúpula do partido estuda campanhas de arrecadação que utilizem vídeos no YouTube, principalmente em razão do “baixo custo” para produzir as gravações.

Ao G1, ele disse também que campanhas no Facebook e no Twitter deverão ser utilizadas pelos candidatos petistas às prefeituras.
Segundo Macêdo, “dentro das possibilidades”, o partido contribuirá com os candidatos, mas os políticos precisam estar prontos para campanhas “mais simples” neste ano.

“A principal estratégia para as campanhas deste ano é o candidato entender que serão campanhas mais simples, com foco no corpo a corpo. Nós vamos estimular o uso das redes sociais para os candidatos arrecadarem, assim como a campanha 'Seja Companheiro' que, por meio dela, os militantes podem doar para o partido por meio do nosso site”, disse o secretário.

doações eleitorais

Na mesma linha, o tesoureiro-adjunto do PMDB e ex-presidente do partido, senador Valdir Raupp (RO), afirmou que não há uma determinação oficial do PMDB sobre as estratégias de arrecadação, mas que, em sua avaliação, com o fim das doações empresariais, os candidatos terão que focar principalmente nas inserções de rádio e TV e nas redes sociais para arrecadar.

“Com base no quadro que estamos imaginando, 90% da arrecadação das campanhas virão com base no que os eleitores ouvirem no rádio, virem na TV e, claro, acessarem nas redes sociais. Os outros 10% virão com o que os candidatos fizerem nas ruas. Mas o foco do candidato deve ser se tornar conhecido nas redes sociais, e conseguir que os usuários o conheçam e façam as doações”, disse.

Para Raupp, a “vantagem” de redes sociais como Twitter e Facebook é o baixo custo para os candidatos criarem suas campanhas de doação.
“E isso é muito interessante. E posso dizer, sem dúvida, que ficou ainda mais importante o uso das redes sociais pelos candidatos após a campanha do Obama em 2008. Aquilo foi um aprendizado e fez com que todo mundo no meio político passasse a utilizar essas redes. E isso não vai parar, pelo contrário, só tende a crescer”, completou.

Segundo explicou ao G1 o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), o partido também utilizará as redes sociais para divulgar um programa que estará disponível no site da legenda a partir da próxima semana chamado "PMDB mais que voto".

Conforme Jucá, por meio desse sistema, o eleitor poderá fazer a doação ao candidato que quiser – o candidato pagará R$ 400 para ter um perfil nesse sistema.

A cada 72 horas, explicou, o próprio sistema enviará para o TRE do estado do candidato o relatório com a doação para que a prestação seja de contas seja on-line.

Foco em municípios maiores

O secretário-geral do PSDB, deputado Silvio Torres (SP), disse que o diretório nacional da legenda decidiu contribuir com as campanhas municipais por meio de recursos do Fundo Partidário, mas que o "foco especial" dos recursos do fundo serão os municípios com mais de 100 mil habitantes.
Embora diga que a direção nacional da legenda ainda não tenha definido uma campanha específica na internet para arrecadar recursos, Silvio Torres disse que o uso das redes sociais "está sendo estudado neste momento".

Na avaliação do secretário-geral do PSDB, o partido soube utilizar páginas no Twitter e no Facebook na campanha de 2014, e, por isso, é preciso "alimentar essa estratégia na campanha deste ano".

"Na campanha [presidencial] do [senador] Aécio [em 2014], o PSDB já fez isso, investiu nas redes sociais e o trabalho neste ano é no sentido de alimentar isso. O importante é garantir que haja interatividade entre o candidato e o eleitor, e teremos equipes trabalhando nesse sentido para ajudar os candidatos", declarou o tucano.

vaquinhas

O TSE barrou a "vaquinha" na internet, doação por meio de sites de financiamento coletivo ou “crowdfunding”. Ao proibir o sistema de arrecadação, os ministros entenderam que, por cobrar uma fatia das doações, os sites seriam um “intermediário”, o que não é permitido pelas novas regras.
Consultado por deputados sobre se os sites poderiam captar as doações sem cobrar, o TSE entendeu que a legalidade seria difícil de ser garantida e que empresas poderiam se utilizar dos sites para burlar a lei eleitoral.
Diretórios estaduais

Além de utilizar as redes sociais como ferramenta para arrecadar recursos, as direções nacionais de algumas legendas decidiram repassar aos diretórios estaduais as decisões sobre estratégias de arrecadação.

O PR, por exemplo, disse à reportagem que chegou à conclusão de que os diretórios estaduais precisam estabelecer algumas estratégias porque, na avaliação da legenda, as “peculiaridades” de cada estado fazem com que seja “muito difícil” estabelecer uma regra geral para arrecadação.

“Numa cidade como São Paulo, por exemplo, o candidato pode investir em grandes jantares e almoços para arrecadar, o que é muito efetivo. Já numa cidade do extremo Norte do país, por outro lado, a gente avalia que isso tende a não funcionar, porque o corpo a corpo entre os próprios militantes dá mais resultado e os candidatos podem focar nas campanhas [de doação] nas redes sociais, o que deverá atingir grande parte dos eleitores”, relatou ao G1 um dirigente do partido.

Por meio de nota enviada pela assessoria, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse que cada diretório estadual terá “autonomia” para definir as estratégias de arrecadação, assim como as alianças que os candidatos farão, “considerando os cenários locais”.
Em razão da proibição das doações empresariais e da redução do tempo de campanha, a cúpula do PP decidiu ainda que, os candidatos deverão ter “atuação mais intensa” junto às bases de eleitores.Fonte:G1

Em evento, Bahia lança novos uniformes para a sequência da temporada

O mistério acabou. Na noite desta sexta-feira (29), durante um evento no Clube Espanhol, em Salvador, o Bahia realizou o lançamento oficial da sua nova linha de materiais esportivos para a sequência da temporada de 2016. O novo enxoval do Esquadrão é produzido pela empresa inglesa Umbro, que tem parceria com o clube baiano até o ano de 2018.

O maior destaque foi dado para os uniformes de jogo. O padrão número 1, com o branco predominante, conta com pequenas listras na cor azul clara e alguns detalhes na cor azul. Por sua vez, o uniforme de número 2 carrega o azul, vermelho e branco em faixas verticas, sem fugir do tradicional. Um dos mais animados com as camisas, o presidente Marcelo Sant'Ana comemorou a parceria.

"A expectativa é de uma relação longa e de extremo sucesso. Com a seleção da Inglaterra foram várias décadas, com o Manchester United foram várias décadas. Ficaram anos com o Santos, com o Atlético Paranaense e o Vasco. O torcedor gosta disso. No mercado do futebol, temos cinco grandes marcas e a Umbro é uma delas. A gente espera que essa qualidade seja implementada no Bahia", disse, em entrevista ao Bahia Notícias.

"Acho que pra gente é uma honra ter um clube com esse tamanho, com a toricda desse tamanho, dessa representatividade, não só no Nordeste como no Brasil. O Bahia é um clube super imnportante para a marca, com certeza vai ser um sucesso de vendas. Esse evento foi maravilhoso, deu tudo certo e a gente tá bem feliz com essa parceria", disse Fernando Carvalho, especialista de Marketing Digital da Umbro. Dentro de campo, o Bahia estreia o uniforme no confronto diante do Bragantino, neste sábado (30), pela 18ª rodada da Série B.Fonte:Bahia Noticias

Dá para ter 50 orgasmos por noite como Thalía? Fomos investigar

A cantora e atriz mexicana Thalía afirmou durante uma entrevista que o segredo de sua beleza e juventude, aos 44 anos, é ter 50 orgasmos em uma noite. A declaração deu o que falar, não só por atribuir a beleza ao prazer sexual, mas pela quantidade de vezes que ela afirma chegar ao clímax. De acordo com as especialistas ouvidas pelo UOL, é possível, sim, ter 50 orgamos em uma noite.

O relato de Thalia descreve os orgasmos múltiplos, que acontecem quando você chega ao primeiro clímax e não para de ser estimulada, seja com a penetração, com a boca ou com a mão. Diferente do homem, a mulher não precisa do período refratário (o tempo de pausa), por isso, não há limites para os orgasmos que podem ser alcançados em uma única noite.

“Normalmente, o ciclo da resposta sexual segue as fases de desejo, excitação e orgasmo, sendo este último seguido por um período de relaxamento da musculatura pélvica. No caso dos orgasmos múltiplos, a mulher não entra nessa fase de relaxamento total e continua tendo as contrações e os orgasmos. E, para isso, basta que continue sendo estimulada e que siga focada no sexo”, explica a ginecologista Mariana Halla, do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo.

Mas os orgasmos múltiplos não costumam despertar o mesmo prazer do orgasmo único. “Eles costumam ser mais curtos e menos intensos”, diz Mariana. E como um orgasmo dura poucos segundos --nas mulheres, entre dez e 20 segundos--, sentir muitos pode não ser tão demorado quanto se imagina.

No entanto, para a ginecologista Glene Rodrigues, especializada em educação e terapia sexual pela SBRASH (Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana), é difícil dizer se os 50 orgasmos sentidos pela cantora mexicana são reais. “Ela pode ter tido 50 sensações muito prazerosas, que foram tão intensas que se pareciam com o orgasmo”, diz. Além de uma grande sensação de prazer físico, durante o orgasmo, a mulher sente contrações involuntárias na musculatura vaginal, que podem ser fortes ou suaves.

Quando vivenciados, os orgasmos contribuem, sim, com a beleza. “Descargas de dopamina e outros neurotransmissores, durante o clímax, levam ao bem-estar, melhoram a qualidade do sono e diminuem o estresse, o que realmente pode deixar a pele mais bonita e o corpo mais disposto”, diz Mariana.

De acordo com as especialistas, toda mulher pode ter orgasmos múltiplos, desde que conheça bem o próprio corpo, tenha bom entrosamento com o parceiro e equilíbrio hormonal, o que garante a libido e a lubrificação. “O caminho é continuar o estímulo logo após atingir o primeiro orgasmo e não parar conforme os outros forem sentidos. O tempo entre um orgasmo e outro fica bem mais curto e, assim, é possível atingir quantos orgasmos a excitação e a energia individual permitirem”, explica a sexóloga Quetie Mariano Monteiro, do Ambulatório de Medicina Sexual do Hospital Peróla Biyngton, em São Paulo.

Sentir vários orgasmos na sequência também é possível com a masturbação –seja com o estímulo do clitóris ou com a introdução de massageadores vaginais ou o próprio dedo. “Para as mulheres que têm conhecimento do próprio corpo e gostam de se masturbar, às vezes, é até mais fácil chegar ao clímax dessa forma”, diz Quetie.

Exercícios para o assoalho pélvico, chamados de exercícios de Kegel (criados pelo médico norte-americano Arnold Kegel), também ajudam a chegar lá, pois permitem controlar melhor os músculos da região íntima. A mesma prática é usada por quem tem incontinência urinária e até por homens que querem combater a ejaculação precoce.

Só é preciso ter em mente que, no sexo, quantidade não é mais importante do que qualidade. Se estiver satisfeita com um orgasmo único, não há porque correr atrás de múltiplos. “É muito importante saber os seus limites, o que está buscando e a quem está querendo agradar”, diz a sexóloga.Fonte:Uol

Lei da Ficha Limpa pode tirar Lula da sucessão

Convertido em réu pela primeira vez na Lava Jato, Lula declarou nesta sexta-feira que sente uma vontade incontida —“uma coceira”— de ser novamente candidato ao Planalto. Esse desejo, no entanto, já não depende apenas da sua vontade. Além do medo de ser preso, Lula passou a conviver com o receio de se tornar inelegível por oito anos. Nessa hipótese, sofreria um duplo revés: ficaria de fora das próximas duas sucessões presidenciais —2018 e 2022. E ainda entraria para a história como o primeiro ex-presidente da República a ser enquadrado numa lei que ele próprio sancionou: a Lei da Ficha Limpa (número 135/2010).

Afora a acusação de tentar obstruir a Lava Jato, que o levou ao banco dos réus na 10ª Vara Federal de Brasília, Lula deve ser alvejado por pelo menos mais três denúncias que estão no forno da força-tarefa de Curitiba. Envolvem a suspeita de que recebeu favores da Odebrecht e da OAS, empreiteiras que ajudaram a pilhar a Petrobras. Esses favores se materializaram nas reformas realizadas no tríplex do Guarujá e no sítio de Atibaia, além do transporte e aluguel de contêiners usados para guardar pertences de Lula.

Entre os crimes que devem ser imputados ao morubixaba do PT, estão lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Sancionada por Lula em junho de 2010, a Lei da Ficha Limpa relaciona 14 hipóteses de inelegibilidade. São delitos que sujeitam seus autores ao banimento eleitoral por oito anos. As encrencas foram incluídas na Lei das Inelegibilidades (número 64/1990). Encontram-se empilhadas no artigo 1º. A alínea ‘e’ anota que “lavagem de dinheiro ou ocultação de bens” são motivos para impedir alguém de se candidatar a cargos eletivos.

De acordo com a lei, para que um político seja tachado de “ficha suja”, sua condenação precisa ser confirmada por um “órgão judicial colegiado.” Assim, os direitos políticos de Lula seriam suspensos, por exemplo, se o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, confirmasse uma eventual condenação decretada por Sérgio Moro. Para azar de Lula os desembargadores do TRF-4 não costumam reformar as decisões do juiz da Lava Jato.

Lula parecia sentir o cheiro de queimado ao se manifestar nesta sexta-feira. “Se o objetivo de tudo isso é me tirar de 2018, isso não era necessário, a gente escolheria outro candidato mais qualificado, mas essa provocação me dá uma coceira'', declarou, antes de exercitar o seu esporte predileto, o autoelogio: “Duvido que tenha alguém nesse país que seja mais cumpridor da lei do que eu, que respeite mais instituições do que eu.'' O diabo é que o conceito que Lula faz de si mesmo combina cada vez menos com os fatos.Fonte:Blog do Josias

Juiz nega reivindicações de 29 supostos herdeiros de Prince

O juiz Kevin Eide, do Estado americano de Minnesota, recusou a demanda de 29 supostos herdeiros de Prince, mostram registros de um tribunal revelados nesta sexta-feira. Desde que o músico morreu, em abril, aos 57 anos, a Justiça passou a receber uma avalanche de pedidos de reconhecimento de parentesco com Prince. As pessoas, na verdade, estariam interessadas no espólio do cantor, avaliado em 500 milhões de dólares.

Entre as reivindicações recusadas está a de Claire Boyd, moradora da Geórgia, que diz ter sido casada com Prince, mas que seus registros de casamento foram mantidos em segredo pela Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA, na sigla em inglês). Quatro outras reivindicações de pessoas que afirmaram ser filhos do artista, assim como outras que sustentam ser pai ou ter outro parentesco com o cantor, também foram rejeitadas.

Prince é filho único da união de Mattie Shaw com John L. Nelson, ambos já falecidos. O cantor possui seis meio-irmãos – dos quais quatro precisarão passar por exames genéticos para que o parentesco seja comprovado, Tyka Nelson, John Nelson, Norrine Nelson e Sharon Nelson. A ordem do juiz não mencionou os dois outros meios-irmãos.

Eide determinou que duas mulheres que afirmam ser sobrinha e sobrinha-neta do artista, e que apresentaram uma argumentação forte o suficiente para ser consideradas herdeiras em potencial, também deverão fazer testes.

(Com agência Reuters)

‘A conta chega para todo mundo’, diz Delcídio sobre Lula

Autor da delação que levou à denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o senador cassado Delcídio Amaral (sem partido-MS) disse que “um dia a conta chega para todo mundo”. Delcídio se referia ao fato de Lula ter se tornado réu em ação criminal na Justiça Federal em Brasília por tramar contra a Operação Lava Jato.

O próprio Delcídio também é réu na mesma ação, ao lado de outros cinco acusados de envolvimento em um plano para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró. Delcídio foi preso no dia 25 de novembro, por determinação do Supremo Tribunal Federal. Em fevereiro, ele foi solto. Seus depoimentos deram sustentação a várias denúncias da Procuradoria-Geral da República e abertura de inquéritos no âmbito da Lava Jato.

Para o senador cassado, a decisão judicial que recebeu a acusação da Procuradoria contra Lula “só fortalece” suas revelações. “Isso só fortalece a minha colaboração, mostra a efetividade da minha colaboração. O juiz, assim como a Procuradoria, se aprofundaram com relação a esse episódio da obstrução. As provas foram consideradas suficientes e levaram à denúncia e ao recebimento pela Justiça.”

Em troca de sua delação, o ex-senador deverá se livrar de uma eventual pena de prisão, mesmo que condenado na ação por tentativa de obstrução da Lava Jato.

Delcídio disse que está cumprindo todos os termos do acordo de colaboração que firmou com a Procuradoria-Geral da República, que em parecer afirmou que ele não estaria comparecendo quinzenalmente à Justiça e nem morando no endereço declarado.

‘Absolvição’ – A defesa de André Esteves disse que o juiz Ricardo Leite, da Justiça Federal em Brasília, “deve ainda examinar se é caso de absolvição sumária ou mesmo de rejeição da denúncia”. “Nós vamos lutar por isso, pois estamos convencidos de que nosso cliente não cometeu nenhuma irregularidade. Não há justa causa para abrir processo penal em bases tão fracas”.

O advogado Damian Vilutis, que defende Maurício Bumlai, negou que seu cliente entregou dinheiro a Delcídio para ser enviado a Cerveró ou para os familiares do ex-diretor.

O criminalista Conrado de Almeida Prado, que defende José Carlos Bumlai, afirmou que a aceitação da denúncia já era esperada e que vai se manifestar sobre o caso perante o juiz.

“Vamos pleitear que ela (denúncia) seja rejeitada e, caso seja mantida, a defesa vai provar que José Carlos Bumlai nunca deu dinheiro a Nestor Cerveró ou sua família a fim de comprar silêncio ou impedir o acordo de delação premiada”, afirmou. “Tanto isso é verdade que a delação aconteceu, e que o próprio Nestor admitiu em outro processo que não tratou com Bumlai a respeito de nenhuma irregularidade.”

Edson Ribeiro disse que “tanto o Ministério Público quanto o juiz foram induzidos a erro por Bernardo, filho de Nestor Cerveró”. “Eu jamais tentei obstruir de qualquer forma a Justiça.”

A reportagem não conseguiu contato ontem com a defesa de Diogo Ferreira Rodrigues.

(Com Estadão Conteúdo)

O Planalto pediu propina


Em 7 de agosto de 2014, executivos de uma das maiores agências de publicidade do mundo, a Borghi Lowe, discutiam o que fazer diante de uma situação delicada.

 A campanha presidencial estava no início. Uma pesquisa divulgada naquele dia mostrava que a disputa entre a petista Dilma Rousseff e o tucano Aécio Neves seria acirrada.

 A angústia de Valdir Barbosa, vice-­presidente da Borghi Lowe, no entanto, decorria de outra encrenca. Ele e um colega da agência, Ricardo Hoffmann, representante da Borghi Lowe em Brasília, tinham sido convocados para uma reunião sigilosa com um diretor da Caixa Econômica Federal, Clauir Santos, responsável pelo marketing do banco. Ouviram dele um pedido de dinheiro, não para ele mesmo, mas para a campanha eleitoral do PT. E o pedido não partira do tesoureiro do partido ou da campanha. Clauir Santos disse que estava cumprindo ordens do Palácio do Planalto.

Em 2014, a Borghi Lowe era uma das quatro agências encarregadas da conta publicitária da Caixa Econômica, um butim excepcional de 560 milhões de reais, um dos maiores contratos do governo na área. Antes de qualquer providência, Valdir Barbosa preferiu consultar seu superior, Michael Wall, que fica em Londres. Em um e-mail, escrito em inglês, informou: “O diretor-presidente da Caixa foi chamado ao Palácio do Planalto e solicitado a ‘pedir aos fornecedores da Caixa que fizessem contribuições políticas ao partido do governo (PT)’”. Em seguida, comentou o incômodo da situação: “O próprio diretor-­presidente, que trabalhou como servidor público durante toda a sua carreira profissional, se sentiu completa e totalmente constrangido e desconfortável com tal solicitação”. Na época, o diretor-­presidente da Caixa era Jorge Hereda, que deixou o cargo no início do segundo mandato de Dilma. Hereda tem mais de trinta anos de serviço público.

Na mesma mensagem, Valdir Barbosa ressaltou ter informado a Clauir Santos, diretor de marketing da Caixa, que as normas da Borghi Lowe proibiam “contribuições políticas”, ao que o funcionário retrucou lembrando que as outras três agências aceitariam o “convite”. Era uma insinuação de que a Borghi Lowe poderia sofrer algum tipo de retaliação no futuro caso virasse as costas às necessidades do PT. Escreveu Barbosa: “Expliquei ao Clauir o con­teú­do da Política Anticorrupção e disse a ele que nós somos absolutamente proibidos de fazer este tipo de contribuição ou qualquer contribuição semelhante a esta. Ele obviamente lembrou-nos que provavelmente as três outras agências deveriam aceitar o ‘convite’ e fazer contribuições, ao que eu repliquei que elas eram agências 100% brasileiras e que, portanto, podiam fazer o que quisessem sem consultar ninguém”. Mesmo constrangido, Clauir tentou justificar que havia “base legal” à contribuição. A Borghi Lowe é brasileira, com um sócio estrangeiro, mas, pela legislação da época, poderia, de fato, fazer contribuições eleitorais, desde que legais. Mas esse não era o caso, segundo suspeitam os envolvidos na investigação.

Em poder da força-tarefa da Lava-­Jato em Curitiba, a mensagem obtida por VEJA é a evidência mais contundente até o momento de que o Palácio do Planalto atuou como uma central de arrecadação de recursos ilegais para o caixa dois do PT e, para tanto, constrangia graduados servidores públicos a trabalhar como achacadores. A mensagem pode ser mentirosa, uma invenção do vice de uma agência de publicidade? Até pode, por mais estranho que seja, mas os investigadores também acham que não é o caso. “Um pedido de doação legal jamais seguiria aqueles trâmites. Todos sabiam que a nossa política interna não autorizava contribuições ou doações a partidos políticos”, explica um dos envolvidos no caso.

Eles acreditam que a ordem veio mesmo do Planalto e o dinheiro era mesmo para o caixa dois porque já comprovaram que havia uma intimidade criminosa entre a Borghi Lowe e braços do governo. A mensagem integra uma investigação sigilosa que começou em abril de 2015, quando a polícia prendeu seis pessoas, entre elas o publicitário Ricardo Hoffmann, representante da Borghi em Brasília, e o ex-deputado petista André Vargas. Alvo de uma devassa, a agência de publicidade decidiu negociar um acordo de leniência, que está estranhamente parado há um ano na Controladoria-Geral da União. Já encaminhou ao Ministério Público e-mails, notas fiscais e balanços nos quais se constata que havia uma parceria clandestina para fraudar licitações.Fonte:Veja

Em proposta de delação, Santana relata que Dilma sabia de tudo

A presidente afastada Dilma Rousseff vem ajustando seu discurso de acordo com o avanço da Lava-Jato. Há cerca de um ano, diante das acusações de que sua campanha recebera doações por fora da construtora UTC, ela afirmou: “Eu não aceito e jamais aceitarei que insinuem sobre mim ou a minha campanha qualquer irregularidade (…) porque não houve”. De lá para cá, as negativas da petista ganharam um tom cada vez mais baixo. Há duas semanas, após o marqueteiro João Santana e sua mulher, Mônica Moura, admitirem ter recebido dinheiro pelo caixa dois na campanha presidencial de 2010, Dilma disse: “Não autorizei pagamento de caixa dois a ninguém. (…) Se houve, não foi com meu conhecimento”.

 Cinco dias depois, eis que surge outra justificativa: “Minha campanha não tem a menor responsabilidade sobre em que condições pagou-se dívida remanescente da campanha de 2010. (…) Ele (João Santana) tratou essa questão com a tesouraria do PT”. Em pouco tempo, a negativa da existência de dinheiro sujo saltou do “eu não sabia” e pousou no “a culpa é do partido”.
Em breve, Dilma terá de atualizar a versão. Em sua proposta de delação premiada feita à Procuradoria-Geral da República, João Santana e sua mulher relatam que a presidente afastada não só sabia da existência do caixa dois como aprovou as operações ilegais. Segundo o casal, Dilma conhecia detalhes do custo real da campanha e o valor que era declarado oficialmente.

 A diferença, de algumas dezenas de milhões de reais, vinha de empresas envolvidas no petrolão. Uma parte dos recursos, oriundos de propinas avalizadas pela petista, foi usada até para pagar despesas pessoais da presidente. Para comprovar as acusações, que constam em mais de dez capítulos chamados de “anexos”, Santana apresentará documentos. Os detalhes do acordo do marqueteiro foram tratados recentemente numa reunião realizada com integrantes da PGR. Quem leu os anexos garante: o mago do marketing petista, que ajudou a construir a imagem de Dilma, está agora armado com provas para fulminá-la.Fonte:Veja

sexta-feira, 29 de julho de 2016

'Quem tem que provar é o MP e a PF', afirma Lula sobre imóveis investigados após virar réu

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou as acusações contra ele pouco depois da Justiça Federal de Brasília torná-lo réu por tentativa de obstrução da Operação Lava Jato (veja mais). Durante um evento na cidade de São Paulo, ele também citou os imóveis atribuídos a ele e que são investigados pela polícia federal.

 “Eu não quero falar dos meus problemas pessoais, para não transformá-los em problemas coletivos, mas enquanto estou aqui conversando com vocês eu fiquei sabendo que foi aceito uma denúncia contra mim de obstrução de Justiça. Vamos ver, eu não conheço", disse o ex-presidente. "Eu não ia tocar no assunto, mas eu já cansei. Eu não tenho que provar que eu tenho apartamento.

 Quem tem que provar é a imprensa que acusou, o Ministério Público que falou que eu tenho, a Policia Federal que diz que eu tenho.” Além de Lula, também entre os réus o ex-senador Delcídio do Amaral, o ex-chefe de gabinete de Delcídio Diogo Ferreira, o banqueiro Andre Esteves, o advogado Edson Ribeiro, o pecuarista José Carlos Bumlai e o filho dele, Maurício Bumlai. A Operação Lava Jato também apura se um sítio em Atibaia e um tríplex no Guarujá foram reformados com dinheiro desviado da Petrobras.Fonte:Bahia Noticias

Trabalhadores podem consultar informações sobre abono salarial pela internet

O Ministério do Trabalho lançou nesta sexta-feira (29) uma ferramenta que permite que trabalhadores façam consultas online sobre o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014. Para fazer a consulta, basta informar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento. O sistema está disponível no site do ministério e permite que os trabalhadores consultem se têm direito ao benefício e como fazer para sacá-lo.

De acordo com o ministério, cerca de 1,2 milhão de pessoas com direito ao abono este ano ainda não retiraram o benefício, no valor de um salário-mínimo (R$ 880). Quem tem direito ao PIS deve fazer o saque na Caixa Econômica Federal, e quem tem direito ao Pasep, no Banco do Brasil. Segundo a Agência Brasil, o prazo final para o saque é dia 31 de agosto de 2016.

Depois dessa data, o recurso volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O benefício do abono salarial assegura o valor de um salário-mínimo anual aos trabalhadores brasileiros que recebem em média até dois salários-mínimos mensais de empregadores que contribuem para o PIS/Pasep.

Tratamento experimental contra Alzheimer tem resultado promissor

Um grupo de cientistas que buscam um tratamento para atrasar o avanço do Alzheimer receberam com esperança os resultados de um pequeno ensaio clínico. O fármaco experimental LMTM, da empresa TauRx Therapeutics Ltd., sediada em Cingapura, foi concebido para reduzir a acumulação das proteínas tau no cérebro.

Quando o cérebro não funciona corretamente, essa proteína se acumula de forma anormal, provocando degenerações nos neurônios, como a doença de Alzheimer, a forma mais comum de demência. De um modo geral, o ensaio clínico envolvendo 891 pessoas com suspeita de Alzheimer não mostrou nenhum benefício para os que tomaram até duas doses da droga ou um placebo.

A maioria dos pacientes do estudo estava tomando, além da droga experimental, outros medicamentos já aprovados para a doença de Alzheimer, disseram os pesquisadores. Mas um subgrupo menor, de cerca de 100 pacientes que estavam tomando apenas o fármaco experimental e não recebiam nenhum outro tratamento para a doença de Alzheimer, mostrou um ritmo de atrofia cerebral muito lento, de acordo com os resultados apresentados na quarta-feira na Conferência Internacional da Associação de Alzheimer (AAIC), em Toronto, no Canadá.

“Os resultados do estudo não mostraram benefícios do tratamento para nenhum dos grupos, independentemente das doses do fármaco, nas análises preliminares”, disse o autor do estudo Serge Gauthier, professor de neurologia na Universidade McGill. “No entanto, análises adicionais deram resultados muito alentadores e mostraram que os pacientes que tomaram o LMTM como monoterapia tiveram um declínio significativamente menor do que os pacientes de controle ou do que aqueles que tomaram o LMTM associado a outros tratamentos existentes para Alzheimer”, completou.

Os pesquisadores relataram “um benefício estatisticamente significativo nos resultados cognitivos e funcionais, e uma desaceleração da atrofia cerebral” neste pequeno subgrupo. Os resultados são parte do primeiro ensaio completo de fase III com uma droga anti-tau para a doença de Alzheimer.

“Em um campo minado pelos fracassos consistentes de novos candidatos a fármacos testados nas fases finais de ensaios clínicos e onde não houve nenhum avanço terapêutico prático na última década, estou animado com a promessa do LMTM como uma potencial nova opção de tratamento para esses pacientes”, acrescentou Gauthier.

Cautela

Especialistas não envolvidos no estudo, porém, pediram cautela na interpretação dos resultados.  As conclusões são “interessantes mas também complexas, e vai levar tempo para a área determinar o que elas significam”, advertiu Maria Carrillo, diretora científica da AAIC.

“O pequeno número de participantes que receberam a medicação do estudo como monoterapia levanta questões muito importantes. São necessárias pesquisas adicionais para nos ajudar a entender esses resultados, para que mais e melhores terapias para o Alzheimer possam ser criadas e efetivamente testadas”, acrescentou.

O estudo mostrou também que 80% dos participantes relataram pelo menos um evento adverso, incluindo distúrbios do sistema gastrointestinal ou nervoso, infecções e problemas renais.

Quase 47 milhões de pessoas no mundo sofrem algum tipo de demência, um número que deverá subir para 131,5 milhões até 2050, segundo a federação Alzheimer’s Disease International. Não há cura para a doença, mas FDA, a agência sanitária americana, aprovou cinco medicamentos nos últimos 20 anos para tratar seus sintomas.

(Com AFP)

Lula vira réu por tentar obstruir a Operação Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sentará no banco dos réus pela primeira vez em sua história. O juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara do Distrito Federal, aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal que acusa o ex-presidente de comandar um esquema armado para obstruir a Operação Lava-Jato. Em sua última edição, VEJA revelou os detalhes das acusações feitas pelo procurador da República Ivan Cláudio Marx.

As provas apresentadas contra Lula são fartas e consistentes. Ligações telefônicas, extratos bancários e e-mails revelam que o ex-presidente impeliu o ex-senador Delcídio do Amaral a adotar “medidas para a compra do silêncio de Nestor Cerveró”, ex-diretor da área internacional da Petrobras. O objetivo era evitar que Cerveró fechasse um acordo de delação premiada, que comprometeria tanto Lula como um dos seus amigos mais próximos,  José Carlos Bumlai.

O pecuarista contratou um empréstimo de 12 milhões de reais com o banco Schahin para saldar dívidas de campanhas do PT em 2006. Em troca, o grupo Schahin ganhou um contrato bilionário com a diretora comandada por Cerveró. Procurada por Delcidio, a família de Bumlai resolveu ajudar no complô arquitetado contra a Lava-Jato — e desembolsou 250 000 reais para pagar os honorários do advogado Edson Riberio, que defendia o ex-diretor da Petrobras.

De acordo com o MPF, há indícios de que “Lula atuou diretamente com o objetivo de interferir no trabalho do Poder Judiciário, do Ministério Público e do Ministério da Justiça, seja no âmbito da Justiça de São Paulo, seja do Supremo Tribunal Federal ou mesmo da Procuradoria-Geral da República”.

Além do ex-presidente, também viraram réus: Delcidio do Amaral e seu assessor Diogo Ferreira, José Carlos Bumlai e seu filho Maurício Bumlai, Edson Ribeiro e o banqueiro André Esteves. Lula, segundo os investigadores, ocupou papel central no esquema e dirigiu a atividade criminosa praticada pelo grupo.

Após receber a denúncia apresentada pelo MPF, o juiz Ricardo Leite decidiu: “Pela leitura dos autos, observo a presença dos pressupostos processuais e condições da ação (incluindo a justa causa, evidenciada pelas referências na própria peça acusatória aos elementos probatórios acostados a este feito), e que, a princípio, demonstram lastro probatório mínimo apto a deflagrar a pretensão punitiva proposta em juízo”.

A lista da Odebrecht: executivos vão delatar mais de cem políticos

BRASÍLIA — Nas negociações do acordo de delação premiada, executivos da construtora Odebrecht, entre eles o ex-presidente da empresa Marcelo Odebrecht, apontaram mais de cem deputados, senadores e ministros, entre outros políticos, como beneficiários diretos de desvios de dinheiro público, ou como recebedores de outras vantagens, como repasses de verba para suas campanhas, por exemplo. Entre os citados há pelo menos dez governadores e ex-governadores, segundo informou ao GLOBO uma fonte ligada às investigações.

Entre os citados nas negociações preliminares estão o governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB); de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB); e de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). Não estão claras ainda as circunstâncias em que cada um dos governadores aparece no roteiro das delações. Na lista também constam vários ex-governadores, entre eles Sérgio Cabral (PMDB-RJ). As informações sobre Cabral, que já foi citado por outros delatores, entre eles Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, são consideradas consistentes pelos investigadores.

Os depoimentos dos executivos da Odebrechet estão previstos para começar hoje, segundo o blog do jornalista Lauro Jardim, do GLOBO. Serão 15 os depoentes.

Os acordos de delação de Marcelo e de outros diretores da empresa são os mais temidos desde o início da Operação Lava-Jato, há dois anos. Maior empreiteira do país, a Odebrecht tem obras e contratos com a administração pública dos três Poderes, e em praticamente todos os estados do país. Só no ano passado, a empresa faturou mais de R$ 130 bilhões com negócios no Brasil e no exterior.

Depois de uma primeira etapa complicada, com avanços e recuos, os acordos de delação da Odebrecht estão avançando de forma significativa. Após acertos prévios com advogados, os procuradores estavam até agora conversando com os investigados. Nessas conversas prévias, os réus apresentam as linhas gerais das denúncias a serem feitas, conforme as bases estabelecidas nos entendimentos iniciais entre advogados e o Ministério Público Federal.

Foi superada a fase da conversa entre procuradores e advogados. Agora, a conversa é entre procuradores e réus. Nessas conversas eles indicam o que realmente vão dizer — disse uma fonte que acompanha o caso.

ARQUIVOS DA PROPINA

As negociações avançaram tanto que ontem era dado como certa a assinatura do acordo de Marcelo e outros executivos. As tratativas evoluíram, sobretudo, depois que advogados da empresa informaram ao Ministério Público Federal que estavam conseguindo recuperar os arquivos eletrônicos do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, destinado a pagar propina a pedido de outras áreas da empresa.

As provas constantes nesses arquivos são consideradas essenciais para o desfecho das negociações. Procuradores exigiram que os investigados apresentem um quadro claro sobre os repasses de dinheiro de origem ilegal a autoridades. Para eles, não bastava aos executivos simplesmente fazerem menções a pagamentos. Era necessário que as acusações estivessem amparadas em indícios. Procuradores não queriam correr o risco de ouvir relatos importantes, concordar com benefícios penais para os réus e, depois, não terem como denunciar e punir os parlamentares, ministros e governadores acusados.

Com a disposição de contar mais e apressar a busca de provas, a Odebrecht saiu na frente da construtora OAS, uma de suas principais rivais. É possível que a Odebrecht feche acordo antes da OAS, mas isso não significa que esta empreiteira vá ficar sem um entendimento com o Ministério Público Federal. Está marcada para hoje uma nova rodada de negociação entre advogados da OAS e procuradores, e é possível que o caso ganhe novos desdobramentos.

NOVA CHANCE PARA LÉO PINHEIRO

Até ontem, as conversas não vinham sendo nada fáceis para Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS. Os procuradores perguntaram a Pinheiro se ele tem conhecimento de alguma irregularidade em setores do Judiciário, especialmente em decisões judiciais que implodiram a Operação Castelo de Areia, da Polícia Federal, que investiga políticos financiados por caixa dois da Camargo Corrêa. Pinheiro respondeu que não teria fatos novos a revelar sobre o assunto. O problema seria de executivos da Camargo, alvo central da Castelo de Areia, e não da OAS.

Procuradores também fizeram perguntas a Pinheiro sobre viagens internacionais e palestras do ex-presidente Lula. Queriam saber se haveria vínculos entre as viagens, as palestras e negócios fechados entre a OAS e governos dos países visitados pelo petista. Pinheiro atribuiu ao ex-presidente um papel de relações públicas, mas negou que houvesse correlação direta entre os negócios da empresa e a atuação.

O executivo teria sido questionado sobre reformas no sítio em Atibaia e num apartamento no Guarujá destinado ao ex-presidente. As respostas do executivo não seriam diferentes do que já foi divulgado até o momento pela empresa em resposta ao noticiário sobre o assunto. Pinheiro reconheceu que fez benfeitorias no sítio e no apartamento, mas não associou os serviços a vantagem obtida pela empresa no governo federal antes ou depois do governo Lula.

O ex-governador Sérgio Cabral, por intermédio de sua assessoria, “manifestou sua indignação e seu repúdio ao envolvimento de seu nome com qualquer ilicitude”. Ele afirmou que manteve com a Odebrecht apenas relações institucionais. O governador licenciado Luiz Fernando Pezão não quis comentar, por não detalhes do que está sendo citado nos acordos de delação.

O governador Geraldo Alckmin informou que todas as suas prestações de contas das campanhas foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. “À frente do governo de São Paulo, Geraldo Alckmin sempre pautou suas ações de forma estritamente profissional na defesa do interesse público com empresários. Geraldo Alckmin não mantém e jamais manteve relações pessoais com executivos da empresa Odebrecht”.

O governador Pimentel disse, por meio de sua assessoria: “Não vamos comentar uma suposta delação que, se de fato ocorreu, está resguardada pelo sigilo judicial”.Fonte:OGlobo

Internauta:"O TCM é um órgão que apenas opina pela aprovação ou rejeição das contas dos gestores municipais."

Sr. José Ribeiro. Inicialmente, parabéns pelo seu ótimo site que atualiza os serrinhenses que moram fora, com notícias locais e tambem com uma cobertura nacional impecável. Com referência à sua bem articulada nota de ontem sobre a reprovação de contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios-BA., gostaria de tecer um rápido comentário.

O TCM é um órgão que apenas opina pela aprovação ou rejeição das contas dos gestores municipais, cabendo às Câmaras de Vereadores dar a palavra final, confirmando ou não o parecer desse Tribunal. Imagino que o ilustre radialista já deve ter visto muitas contas de prefeitos aí de Serrinha serem reprovadas pelo TCM e quando chegaram na municipalidade foram imediatamente aprovadas pelos “nobres” vereadores, quase sempre porque o prefeito é “louro ou moreno e tem os olhos azuis” e nunca por interesses particulares...

Quanto à informação de que alguns gestores baianos – prefeitos e presidente de Câmaras Municipais – foram condenados a devolver mais de 35 milhões de reais desviados criminosamente dos cofres públicos, eu perguntaria se o nobre radialista, nos seus muitos anos de cobertura jornalística, já teve conhecimento de algum prefeito ou vereador aí de Serrinha e região que já tenha feito essa devolução?(!).

Jorge R. Magalhães/Aracaju-SE.

Moro, sobre lei do abuso de autoridade: ‘Risco às investigações’

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato em Curitiba, repudiou em manifestação pública nesta quinta-feira o projeto de lei do abuso de autoridade, em curso no Congresso e que tem apoio expresso do senador Renan Calheiros (PMDB/AL).

O alerta de Moro ocorreu durante ato em frente ao prédio-sede da Justiça Federal em Curitiba, que reuniu procuradores da República, promotores do Ministério Público Estadual e magistrados.

Moro afirmou que se o projeto for aprovado as investigações, principalmente contra ‘poderosos’, serão barradas. “Haverá um efetivo risco às investigações, eu não digo aqui da Operação da Lava Jato porque isso transcende muito a Operação Lava Jato. Isso diz respeito à independência da magistratura, isso é válido para toda e qualquer investigação, presente ou futura.”

O projeto que define os crimes de abuso de autoridades estava engavetado desde 2009 e volta a tramitar no momento em que Renan tem em mãos pedidos de impeachment contra o procurador-geral da República Rodrigo Janot e em que o próprio Congresso está nas cordas devido aos sucessivos escândalos de corrupção e de inquéritos relacionados ao petrolão.

O texto que trata de abuso de autoridade enquadra delegados, promotores, membros do Ministério Público, juízes, desembargadores e ministros de tribunais superiores e prevê como pena até quatro anos de prisão e multa, além da perda de função da autoridade em caso de reincidência. O anteprojeto estabelece diversas situações consideradas como abuso de autoridade, como ordenar prisão “fora das hipóteses legais”, recolher ilegalmente alguém a carceragem policial, deixar de conceder liberdade provisória quando a lei admitir e prorrogar a execução de prisões temporárias.

O anteprojeto de abuso de autoridade também estabelece como crime ofender a intimidade de pessoas indiciadas, constranger alguém sob ameaça de prisão a depor sobre fatos que possam incriminá-lo, submeter o preso a algemas quando desnecessário e interceptar conversas telefônicas ou fazer escuta ambiental sem autorização.

“Para que os juízes possam atuar com independência, e isso especialmente em relação aos processos envolvendo pessoas poderosas, é importante que ao juiz seja garantido que as interpretações que ele realizar da lei e do direito não sejam criminalizadas”, prega Moro. “Por isso que a magistratura, com apoio das outras instituições, é especialmente contra esse projeto”, disse o juiz da Lava Jato.

(Com Estadão Conteúdo)

Papa Francisco visita Auschwitz em completo silêncio


O papa Francisco visitou nesta sexta-feira, pela primeira vez, o campo de concentração nazista de Auschwitz, na Polônia. Na saída, o pontífice assinou o livro de Honra do local, pedindo que “o Senhor tenha piedade de seu povo”. “Senhor, perdão por tanta crueldade”, escreveu.

Duas linhas, escritas em espanhol, com a assinatura Francisco, foram as únicas palavras do papa sobre as sensações de sua visita ao local onde foram assassinadas 1,1 milhão de pessoas, já que decidiu que não pronunciaria nenhum discurso. Após visitar o museu e o memorial às vítimas, o pontífice se sentou sozinho em um banco, onde rezou em silêncio por alguns minutos.

Francisco falou apenas no momento em que conheceu um grupo de sobreviventes de Auschwitz, além de algumas pessoas chamadas “justos das nações”, conhecidas por terem ajudado a salvar vidas de judeus durante a ocupação nazista na Polônia. Em seguida, em um os momentos mais marcantes da visita, o pontífice visitou a cela subterrânea onde morreu o sacerdote polonês Maximiliano Kolbe, que se ofereceu para tomar o lugar de um prisioneiro que seria assassinado.

(Com EFE)

Lula apela à ONU para fugir de Moro

Depois de recorrer sem sucesso ao Supremo Tribunal Federal para fugir das mãos do juiz federal Sergio Moro, o ex-presidente Lula encaminhou ao Comitê de Direitos Humanos da ONU um recurso para tentar barrar ações que classifica como “abuso de poder” do magistrado e dos procuradores da Operação Lava Jato.

Na petição, os advogados de Lula dizem haver “clara falta de imparcialidade” nas investigações e classificam como “atos ilegais” a gravação e divulgação de conversas privadas com a presidente afastada Dilma Rousseff, além de sua condução coercitiva para um depoimento.

A conversa entre Lula e Dilma é um dos mais claros exemplos, na avaliação do Ministério Público Federal, de que a nomeação do petista como ministro da Casa Civil do governo tinha o propósito claro de blindá-lo das investigações da Lava Jato, transferindo seu caso para o STF, tribunal que o petista chamou nos grampos de “acovardado”.

Lula também cita posicionamentos da Comissão de Direitos Humanos da ONU e outras cortes internacionais a respeito das ações “enviesadas” de Moro e, portanto, na avaliação da defesa do petista, o juiz não teria condições de julgá-lo ou prendê-lo. “Se isso acontecer, que seja decidido por um juiz imparcial”, diz o recurso. Além dos advogados Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, a defesa de Lula contou nesta ação com auxílio de advogados do exterior.

(Com Estadão Conteúdo)

Arquiteto da OAS sobre encontro com Lula: Cachaça e 15 cervejas

Mensagens encontradas no celular do arquiteto da OAS Paulo Gordilho revelam que o encontro que ele teve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o então chefe da OAS Léo Pinheiro no sítio de Atibaia (SP) foi bastante descontraído. “Bebemos eu e ele uma garrafa de cachaça da boa Havana mineira e umas 15 cervejas”, detalhou o arquiteto sobre a reunião a um amigo no WhatsApp. A princípio, o encontro tinha como objetivo “dirimir dúvidas do casal Lula” em relação à reforma que seria feita na cozinha gourmet da chácara.

Pela troca de mensagens, Gordilho não saiu sóbrio do encontro. “Cheguei aqui cambaleando”, comentou ele, já justificando que não estava dirigindo. Em seguida,  afirmou que ficou de se encontrar com dona Marisa Letícia, mulher de Lula, na semana para “tirar umas ideias dela”. “Ele disse: companheiro, a Marisa já gosta se [sic] uma gambiarra”, completou.

Ao falar sobre o encontro que teve com Lula, Gordilho pediu antes de tudo “sigilo absoluto”. Depois, passou a contar animadamente sua história. Explicou que Lula e dona Marisa não estavam se entendendo sobre a reforma e que fora convocado ao sítio porque Léo Pinheiro fez propaganda sua ao homem (no caso, Lula).  “Disse ao homem que eu era o melhor arquiteto e engenheiro da empresa”. “Vixe já to me borrando todo [sic]”, comentou.

As mensagens foram anexadas ao inquérito que tramita contra Lula na 13ª Vara Federal de Curitiba, sob os cuidados do juiz Sergio Moro. O ex-presidente é investigado pela suspeita de ter recebido presentes das construtoras OAS e Odebrecht em troca de contratos obtidos da Petrobras. As duas empreiteiras realizaram obras no sítio Santa Bárbara, do qual Lula nega ser o proprietário, mas admite ser frequentador assíduo.Fonte:Veja

Dilma apresenta alegações finais no processo de impeachment

A defesa da presidente afastada Dilma Rousseff entregou nesta quinta-feira na Comissão do Impeachment no Senado os documentos com as alegações finais do processo. A peça, com cerca de 500 páginas, foi entregue pelo ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, um dos advogados da defesa de Dilma.

“É uma peça que sintetiza todas as provas que foram reunidas ao longo desse período: testemunhas, perícias, prova documental”, explicou Cardozo. Segundo o advogado, na peça da defesa também foram abordados vários fatos que surgiram ao longo desse processo. “Um deles, muito importante, foi a proposta de arquivamento que o Ministério Público Federal fez relativamente ao inquérito que tratava das pedaladas.”

Após a entrega das alegações, a documentação será encaminhada ao relator da comissão, Antonio Anastasia (PSDB-MG), que terá cinco dias para apresentar seu parecer sobre a acusação. O relatório será votado pela comissão, por maioria simples – metade mais um dos senadores presentes à sessão. Em seguida, haverá nova votação no plenário da Casa, sob o comando do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, encerrando, assim, a fase de pronúncia do impeachment.Fonte:Veja

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Um ano após nova regra de aposentadoria, ainda tem dúvida? Calcule aqui

A regra 85/95 da aposentadoria entrou em vigor, primeiro como uma medida provisória, em junho de 2015. Em julho do ano passado, o INSS começou a conceder as aposentadorias segundo essa regra.

Depois de um ano, milhares de pessoas se aposentaram com ela e conseguiram fugir do fator previdenciário --cálculo que pode reduzir o valor recebido.

Você ainda tem dúvidas sobre qual a melhor opção no seu caso? Use a calculadora que acompanha esta reportagem para ter a resposta. Ela foi desenvolvida pelo UOL em parceria com a instituição de ensino Insper, e faz uma simulação aproximada.

Coloque seus dados nela (sexo, idade e tempo de contribuição) e veja com qual das duas leva menos tempo para conseguir a aposentadoria integral, sem desconto no valor.

Importante: questões que afetam o cálculo
Quem consegue cumprir os requisitos para a regra 85/95, recebe a aposentadoria integral. Esses valores (85/95) valem até 2018 e depois irão aumentar, até 2027, quando chegarão a 90/100. Saiba mais clicando aqui.

Pelo fator previdenciário, é possível se aposentar mais jovem (com 30 anos de contribuição, no caso das mulheres, e 35 anos, no caso dos homens), porém ganhando menos. Saiba mais clicando aqui.

Outras aposentadorias
Além dessas duas fórmulas, outra regra comum de aposentadoria no Brasil é a por idade. Para se aposentar por ela, é necessário ter 60 anos (no caso de mulheres) ou 65 anos (no caso de homens), além de ter contribuído com o INSS por pelo menos 15 anos.Fonte:UOL

SERRINHA:CÂMARA DE VEREADORES CONVIDA


Líder, Bahia Notícias completa 10 anos de excelência no jornalismo baiano

A festa de comemoração dos 10 anos do Bahia Notícias, realizada nesta quarta-feira (27), no restaurante Barbacoa, reuniu expoentes da política e da comunicação baiana.  O evento agregou autoridades como o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (clique aqui), a senadora Lídice da Mata (clique aqui), e a presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) Maria do Socorro Barreto Santiago (clique aqui), dentre outros. O sócio-fundador Samuel Celestino, emocionado com a celebração de suas bodas de zinco com o diretor Ricardo Luzbel, fez um discurso marcado pela memória do jornalismo da Bahia.

 “Quando comecei o jornalismo pagava muito mal. Na verdade, continua desse jeito”, brincou Samuel, arrancando risos da plateia. O ex-presidente da Associação de Bahiana de Imprensa ainda relatou que o convite para a fundação do Bahia Notícias surgiu em um almoço informal no mesmo Barbacoa. Foi a deixa para Ricardo Luzbel começar o seu discurso, que contou com a exaltação à liderança do BN no cenário digital baiano. O diretor lembrou que o site é líder em seguidores em redes como Facebook e Twitter e se destaca na cobertura de eventos em tempo real em relação à concorrência.

“Além disso, todos os dias o nosso editor Fernando Duarte entra ao vivo no Facebook por volta das 18h. Eu nem sabia que eles estavam fazendo isso, quando eu vi, eles já tinham iluminação, luz, tudo”, afirmou. O encerramento dos discursos ficou, justamente, por conta de Duarte, que apresentou os jornalistas presentes na cerimônia: Jamile Amine, Estela Marques, Ulisses Gama, Glauber Guerra, Francis Juliano, Cláudia Cardozo, Luana Ribeiro e Luiz Fernando Teixeira, representando parte dos 22 jornalistas que fazem parte do quadro do site. “É preciso que vocês conheçam os rostos dos profissionais que produzem o material que vocês leem no site”, afirmou o editor-chefe. Após a rodada de discursos, a festa prosseguiu e os convidados não deixaram de exaltar o já tradicional método de trabalho do Bahia Notícias.

Facebook tem R$ 38 milhões bloqueados por descumprir decisão judicial

A Justiça Federal no Amazonas autorizou o bloqueio de R$ 38 milhões do Facebook em razão do descumprimento de uma decisão judicial que determinava a quebra de sigilo de mensagens trocadas por meio do Whatsapp para investigação criminal. As informações foram divulgadas pelo Ministério Público Federal.

Tanto a investigação que motivou o pedido de informações ao Facebook como o processo no qual foi estabelecida a multa tramitam sob segredo de Justiça. O valor de R$ 38 milhões corresponde à soma de multas individuais de R$ 1 milhão para cada dia de descumprimento da decisão judicial. Além da quebra do sigilo das mensagens, também foram solicitados dados de cadastros feitos no aplicativo.

 O Facebook Brasil argumentou que os conteúdos solicitados pela Justiça são de responsabilidade dos operadores da empresa nos Estados Unidos e na Irlanda. Segundo a empresa, seria necessário realizar uma cooperação internacional para cumprir a decisão judicial. O MPF no Amazonas, no entanto, entende que é possível aplicar a legislação brasileira mesmo nos casos em que a empresa é sediada no exterior, já que a oferta de serviços atinge a população brasileira e há estabelecimento da empresa no País.

 "Ao conferir proteção absoluta à intimidade, a empresa (Facebook) ultrapassa o limite do razoável, criando um ambiente propício para a comunicação entre criminosos, favorecendo aqueles que cometem crimes graves, como terrorismo, sequestro, tráfico de drogas etc", entendeu o procurador da República Alexandre Jabur, responsável pelo pedido de multa à empresa. De acordo com o Ministério Público, a aplicação de multas é uma medida prevista no Marco Civil da Internet. Segundo o procurador da República, é possível ainda solicitar o bloqueio do serviço no País, no caso de descumprimento da ordem judicial.Fonte:Estadão

Vitória consegue vaga na Copa Sul-Americana; estreia será contra o Coritiba

O Vitória está classificado para a Copa Sul-Americana. A vaga veio após Fluminense, Botafogo e Santos conseguirem avançar na Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (27). Depois de ter sido eliminado da Copa do Brasil, o Rubro-negro entrou na “lista de espera” por um lugar no certame internacional. Esse tipo de qualificação foi criado quando a CBF ampliou a Copa do Brasil, fazendo que com ela fosse disputada nos dois semestres e gerando uma incompatibilidade de datas com a competição realizada pela Conmebol. O time comandado pelo técnico Vagner Mancini vai estrear contra o Coritiba em data que ainda será divulgada pela entidade que controla o futebol da América do Sul.Fonte:Bahia Noticias

Camaçari: Veículo que explodiu foi usado como 'carro-bomba' para invadir casa

O veículo que explodiu após ser alvejado por tiros em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foi usado como bomba. Segundo informações da Polícia Militar, o “carro-bomba” serviria para os criminosos invadirem o imóvel de um suspeito de tráfico de drogas onde o veículo estava estacionado.

Ainda conforme a PM, um grupo do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado para verificar a explosão. Segundo o G1, os agentes identificaram uma explosão dentro do veículo, mas após a varredura no local não havia outras bombas.

O carro usado como explosivo foi roubado na noite de terça-feira (26). O grupo invadiu a casa, derrubando o portão da garagem e acionaram um explosivo no banco de trás do veículo. Não houve feridos na ação por conta de a casa estar vazia. O ataque pode estar associado à briga de gangues de tráfico de drogas rivais. Nenhum dos acusados foi preso até o momento.

Samuel Celestino:Lula pensa nele em visita ao Nordeste

Dá-se com certo que o ex-presidente Lula pretende visitar diversas capitais do Nordeste, especialmente a Bahia, o Ceará e o Rio Grande do Norte nesses próximos dois meses de campanha eleitoral. Pelo que se entende em relação a Salvador ele nada tem a fazer por estas bandas porque o PT não dispõe de candidato para disputar a prefeitura.

Trata-se de um fato anormal. O Partido dos Trabalhadores de há muito apresenta candidato, mesmo para perder, porque, na realidade, o partido nunca elegeu um prefeito para comandar  a prefeitura da Capital. Já com relação ao interior baiano o PT ganhou força, tanto aqui, como no Nordeste, principal reduto onde a sua presença é marcante e é onde recebe os seus votos, o que ocorreu nas duas eleições do próprio Lula, como na de Dilma Rousseff, também nas duas vezes em que ela disputou a Presidência da República, a última das quais atingida pelo impeachment que a isolou do cargo, o que provavelmente acontecerá – é dado como certo – na segunda e definitiva decisão do Senado.

Por não ter candidato às eleições municipais de Salvador, é bem possível que Lula passe por aqui rapidamente na direção ao interior para ajudar onde o seu partido apresente candidato, mesmo que seja em aliança com outras legendas.  O PT não tem nome para representá-lo aqui, cabendo ao governador Rui Costa se aliar com a candidata do PCdoB,  Alice Portugal. Nas capitais nordestinas o partido de Lula tem representação, mas por aqui ele marca ausência.Fonte:Bahia Noticias

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Nova vacina contra dengue deve chegar às clínicas particulares na próxima semana

A nova vacina contra a dengue, produzida pelo laboratório Sanofi Pasteur, deve chegar às clínicas particulares de todo o País na próxima semana. O anúncio foi feito pela empresa nesta quarta-feira, 27.

"Os pedidos são feitos por clínicas que já têm cadastro na empresa, que já entregaram toda a documentação. Possivelmente, a vacina vai estar disponível na semana que vem no Brasil inteiro", diz Sheila Homsani, diretora médica da Sanofi Pasteur.

Chamada de Dengvaxia a vacina é a única que tem registro na Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), que determinou que ela vai custar entre R$ 132,76 e R$ 138,53 cada dose --fora custos de aplicação.

A vacina será aplicada em três doses, com intervalos de seis meses entre elas, e não poderá ser tomada por alguns grupos, entre eles gestantes e pessoas com doenças que afetem o sistema imunológico.

Não há definições sobre a inclusão do imunizante no calendário nacional de imunização.

A Dengvaxia é destinada para pessoas dos 9 aos 45 anos e foi testada em 15 países. Foram realizadas 25 pesquisas com mais de 40 mil pessoas.Fonte:Uol

Cientistas criam máquina capaz de transformar urina em água potável

Cientistas belgas criaram uma máquina que converte urina em água potável e fertilizante. O equipamento funciona com energia solar e seria destinado a áreas rurais e países em desenvolvimento.

O sistema foi anunciado pela Universidade de Ghent, que garantiu que não há necessidade de energia elétrica para o funcionamento.

O pesquisador Sebastiaan Derese explicou que a urina é coletada em um tanque, que é aquecido. O líquido passa então por uma membrana que recupera água e nutrientes como potássio, nitrogênio e fósforo.

A equipe utilizou a máquina durante o festival de música de Ghent, que durou dez dias, e recuperou cerca de mil litros de urina do público. Agora, a ideia é instalar versões maiores do equipamento em locais como ginásios e aeroportos, além de áreas rurais. A água captada no festival será usada para a produção de cerveja.Fonte:Bahia Noticias

Internauta:"Vamos aguardar pra ver o que tem a dizer os maiores empreiteiros do País"

Sr. José Ribeiro: Concordo com as observações do grande Samuel Celestino neste comentário de hoje transcrito aqui no seu site, mas tem um problema: tudo que está aqui anotado pelo excepcional colunista só acontecerá realmente se as delações de Marcelo Odebrecht e de Leo Pinheiro incriminarem apenas políticos, dirigentes e/ou gestores do PT, especialmente Lula e Dilma.

Digo isso porque delações anteriores, como a do ex-tucano e ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, que parecia que iam implodir o mundo político, pois envolviam Aécio Neves, Michel Temer, Eduardo Cunha, Agripino Maia, Renan Pinheiro, Romero Jucá, Henrique Alves(esses dois renunciaram do cargo de Ministro), Geddel e outros menos votados, não deu em nada.

E as novas delações da Odebrecht e de Leo Pinheiro se caírem nas mãos do Dr. Moro, o famoso “não tem nada a ver”, aí é que não vai dar em nada mesmo. Ou do ministro tucano Gilmar Mendes, anti-petista de carteirinha. Vamos aguardar pra ver o que tem a dizer os maiores empreiteiros do País e o desfecho das suas delações.

Fonte:Email:Jorge R. Magalhães/Aracaju-SE.

TCM:Prefeitos da região do Sisal aparecem na Lei da Ficha Limpa

Os atuais prefeitos dos municípios de Porto Seguro e Teixeira de Freitas, Claudia Oliveira (PSD) e João Bosco (PT), respectivamente, foram citados na lista dos gestores municipais que tiveram suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) nos últimos oito anos. Dessa maneira, ambos ficam à princípio enquadrados na Lei de Ficha Limpa, e consequentemente podem se tornar inelegíveis para o certame eleitoral do próximo mês de outubro. A relação de nomes foi entregue pelo presidente da Corte, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, na tarde desta quarta-feira (27) ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRRE), desembargador Carlos Alberto Simões Hirs e ao procurador regional eleitoral, Ruy Nestor Bastos Mello (confira lista completa).

Juntos, políticos fichas sujas foram condenados a devolver mais de R$ 35 milhões na Bahia

Os políticos baianos que tiveram as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) foram condenados a devolver R$ 35.857.460,59 aos cofres públicos por causa de irregularidades. O levantamento divulgado nesta quarta-feira (27) pelo TCM considera cerca de 240 processos ocorridos desde 1999. O número de condenados envolve prefeitos, presidentes das câmaras de vereadores e outros gestores dos municípios baianos. O prefeito de Itapicuru, José Moreira de Carvalho Neto, teve a maior condenação: o TCM pediu o ressarcimento de R$ 5,591 milhões. Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de Porto Seguro, José Ubaldino Pinto Júnior, e o ex-gestor do Fundo Municipal de Saúde, Uldorico Alves Pinto, condenados a devolver R$ 2,362 milhões. Na lista também aparecem o ex-prefeito de Casa Nova, Orlando Nunes Xavier (R$ 2,216 milhões); o prefeito de Itabela, Paulo Ernesto Pessanha da Silva (R$ 2,175 milhões); e o ex-prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (R$ 1,421 milhão). O presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, entregou o levantamento na tarde desta quarta ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Carlos Alberto Simões Hirs, e ao procurador regional eleitoral, Ruy Nestor Bastos Mello (confira lista completa) . A partir da lista, o TRE deve definir os políticos que estarão inelegíveis para concorrer às eleições municipais de 2016.Fonte:Bahia Noticias

Quem para de fumar também diminui consumo de álcool

Parar de fumar, ou pelo menos tentar parar, pode ajudar a reduzir o consumo de álcool. Um estudo publicado recentemente na revista científica BMC Public Health, mostrou que, ao contrário do que se acreditava, tentar largar o cigarro não aumenta a ingestão de álcool. Pelo contrário, diminui.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade College London, na Inglaterra, analisaram os resultados de pesquisas domiciliares que incluíam 31.878 pessoas com 16 anos ou mais. Entre março de 2014 e setembro de 2015, 6.278 dos entrevistados relataram fumar. Desses, 144 tinham tentado largar o vício na semana anterior à pesquisa.

O levantamento também pedia que os participantes completassem um questionário sobre seu consumo de álcool. Isso permitiu que os pesquisadores comparassem o consumo de álcool dos fumantes que tinham tentado largar o vício com o daqueles que não tinham tentado parar de fumar na semana anterior à pesquisa.

Os resultados mostraram que os participantes que tinham tentando parar de fumar consumiam menor quantidade de bebida alcoólica em geral do que aqueles que não tinham tentado largar o vício. Além disso, essas pessoas também tendiam a beber menos em binge – ingerir pelo menos cinco doses de bebida alcoólica, no caso dos homens, ou quatro doses, no caso das mulheres, em um período de duas horas – e eram mais propensas a ser classificadas como pessoas que bebem pouco.

Essa descoberta se opõe a estudos anteriores que afirmavam que parar de fumar pode aumentar o consumo de álcool, alimentando a crença de que o álcool seria uma forma de compensar a falta do cigarro.

Uma possível explicação para essa associação, de acordo com os autores, é que fumantes que estão tentando largar o vício podem também reduzir intencionalmente o consumo de álcool a fim de evitar a recaída. Pode ser também que pessoas que normalmente consomem menos álcool são mais propensas a parar de fumar.

Os autores acreditam que os resultados indicam que fumantes que tentam parar não irão, necessariamente, recorrer à cerveja ou à taça de vinho para preencher o vazio do cigarro.

“Esses resultados vão contra a visão comum de que as pessoas que param de fumar tendem a beber mais para compensar. É possível que elas estejam ouvindo os conselhos de evitar o álcool por causa de sua ligação com a recaída.”, diz Jamie Brown, principal autor do estudo.

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês), o consumo de álcool pode agir como um gatilho para o tabagismo, prejudicando a tentativa das pessoas pararem de fumar.Fonte:VEJA

Anderson Varejão está fora dos Jogos Olímpicos Rio 2016

“É frustrante. Triste. É difícil demais aceitar isso”, disse o jogador de basquete Anderson Varejão, nesta quarta (27), em comunicado à imprensa. Após passar por uma bateria de exames de imagem nos Estados Unidos nos últimos dois dias, o ala/pivô, um dos destaques da seleção brasileira, descobriu a existência de uma hérnia de disco na lombar, lesão que o veta da Olimpíada.

Vice-campeão da NBA pelo Golden State Warriors, o capixaba começou a reclamar de fortes dores nas costas após a realização de testes físicos. Ele passou até a seguir uma programação diferenciada de treinos, mas, como o quadro não apresentou evolução e as dores se tornaram insuportáveis, Varejão embarcou para os Estados Unidos no último domingo (24) para ser submetido a novos exames e avaliado por especialistas.


O ala/pivô está medicado e recebendo tratamento intensivo. “Ainda não estou querendo acreditar nisso. Disputar as Olimpíadas no meu país, com a minha família, meus amigos, o público brasileiro... Isso nunca mais vai acontecer. Parece um pesadelo... Faltam menos de dez dias para os Jogos e sonhei muito com esse momento, ansiedade era grande, o frio na barriga. Estava feliz. Desde que anunciaram que a Olimpíada seria no Brasil, não conseguia pensar em outra coisa. Infelizmente, por causa de uma lesão, vou ficar fora.

Sobre o futuro, Varejão diz que “faz questão de estar junto” dos companheiros. “Ainda não sei como vai ser. Não parei para pensar. Quero agradecer a todo mundo que mandou mensagens de apoio, de carinho, pelas ligações, muitos eu nem consegui responder ainda. É um momento de muita tristeza. Tentei de tudo, busquei diferentes opiniões de médicos na esperança de escutar algo diferente... Tenho que ouvir o que eles me recomendaram.

O mais importante é a minha saúde, preciso entender essa situação e ficar fora da Olimpíada. Mas faço questão de estar junto, perto dos meus companheiros, passar experiência, vibrar junto, acompanhar os Jogos, estar junto com a Seleção Brasileira”. O substituto de Varejão nas quadras será Cristiano Felício, do Chicago Bulls.

O tenista suíço Roger Federer também não vem mais ao Brasil após decidir dedicar mais tempo à reabilitação do joelho, operado em fevereiro deste ano.Fonte:Veja