OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Foi em vão que golpeei os seus filhos.Eles não aceitaram a disciplina.A própria espada de vocês devorou os seus profetas,Como um leão destruidor. Vocês desta geração, prestem atenção à palavra de Jeová. Será que eu me tornei para Israel como um deserto ? Ou uma terra de densa escuridão? Por que eles, o meu povo, disseram: ‘Estamos andando livremente. Não voltaremos mais para ti.Será que a moça se esquece dos seus enfeites,Ou a noiva das suas faixas? No entanto, não é possível contar os dias em que o meu próprio povo se esqueceu de mim". Jeremias 2:1-37

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Defesa diz que Genoino deve se apresentar amanhã na Papuda

O advogado de José Genoino, Luiz Fernando Pacheco, disse nesta quarta-feira (30) que o ex-deputado deve se apresentar amanhã (1º) ao Centro de Internamento e Reeducação (CIR), localizado no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal. O advogado disse que a defesa ainda não foi notificada da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, e que "possivelmente" Genoino deverá se apresentar nesta quinta-feira. Barbosa determinou que Genoino deverá retornar ao presídio no prazo de 24 horas para cumprir a pena de quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto, definida na Ação Penal 470, processo do mensalão.

A decisão de Barbosa foi tomada após resultado de um novo laudo, elaborado por uma junta médica do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Os profissionais concluíram que o estado de saúde do ex-parlamentar não é grave.

De acordo com decisão de Barbosa, Genoino deverá se apresentar ao presídio no prazo de 24 horas, sob pena de expedição de mandado de prisão. Segundo o presidente do STF, Genoino deve voltar a cumprir a pena no presídio, pois dois laudos, feitos pela junta médica, concluíram que o "quadro clínico do condenado não apresenta a gravidade alegada". Na decisão, Barbosa também destacou que o ex-deputado poderá ser acompanhado pelos médicos de sua escolha e terá garantia de atendimento médico, se precisar.

Na defesa apesentada, antes da decisão do presidente do Supremo, o advogado Luiz Fernando Pacheco alegou que Genoino cumpra prisão domiciliar definitiva. De acordo com o advogado, Genoino é portador de cardiopatia grave e não tem condições de cumprir a pena em um presídio, por ser "paciente idoso, vítima de dissecção da aorta". Segundo Pacheco, o sistema penitenciário não tem condições de oferecer tratamento médico adequado.

Rubro negro, Wagner Moura brinca com título do Bahia: “ano atípico”

O ator baiano Wagner Moura foi o convidado do Programa do Jô na madrugada desta quarta-feira (30) e, torcedor declarado do Vitória, o artista não perdeu a oportunidade de brincar com Bira, integrante do sexteto, que é tricolor de coração. Em tom de gozação, o global perturbou o músico ao falar sobre futebol.

“O Bira está feliz, o time dele foi campeão. Mas é isso mesmo, este ano foi atípico, Ituano campeão, Bahia campeão...”, ironizou Wagner Moura.

O ator ainda brincou com Jô Soares, que torce pelo Fluminense, líder do Brasileirão. “O Fluminense está bem nem Jô, até parece que é da primeira divisão”, completou Wagner aos risos.

Presidente do STF determina que Genoino volte para Papuda

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, determinou nesta quarta-feira (30) que o ex-deputado federal José Genoino volte para o Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal. Genoino cumpria prisão domiciliar temporária desde novembro do ano passado, mas um novo laudo do Hospital Universitário de Brasilia (HUB) concluiu que o estado de saúde do ex-parlamentar é estável e que, por isso, ele pode voltar ao presídio. Genoino foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto no processo do mensalão. Ele cumpria a pena em casa desde que passou mal e precisou fazer exames no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal. Informações da Agência Brasil.

No bate-papo com Dilma, álbum de figurinhas e crÍtica aos pacotinhos

A presidenta Dilma Rousseff aproveitou um papo de mais de quatro horas com editores de esportes de jornais e TVs, entre os quais o diretor de jornalismo da ESPN, João Palomino, para mandar alguns recados.

No tête-à-tête com a mídia no Palácio da Alvorada, Dilma revelou que:

1)não haverá ‘elefantão' depois da Copa do Mundo;

2) o governo queria apenas seis estádios, mas a mamãe Fifa negociou um número maior (12) com os governadores;

3) deve fazer o discurso protocolar na abertura do Mundial porque 'não tenho medo de vaias';

4) uma vitória ou uma derrota da amarelinha desbotada na Copa não terá influência na boca de urna em outubro;

5) Daniel Alves, ao degustar a banana no jogo contra o Villarreal, lavou a alma do Brasil inteiro;

6) nada será capaz de intrigá-la contra o ex-presidente Lula - ‘Sei da lealdade dele a mim, e ele sabe da minha lealdade a ele';.

7) Barack Obama vive pedindo desculpas pelo caso de espionagem;

8) pediu ao papa Francisco um manifesto contra o racismo no esporte, que deve ser lido no jogo de abertura da Copa;

9) os médicos cubanos são mais atenciosos que os brasileiros;

10) está completando o álbum de figurinhas e que em sua época o pacotinho tinha seis figurinhas e não cinco.´

O que você achou?
jose.r.malia@espn.com

TSE derruba decisão que tornava Garotinho e Rosinha inelegíveis

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) derrubou, nesta terça-feira (29), uma condenação que tornava o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) e sua mulher, a prefeita de Campos (RJ), Rosinha Garotinho, inelegíveis por três anos. Os dois haviam sido condenados por uma entrevista de Rosinha ao programa de rádio do marido em 2008. Na ocasião, Rosinha anunciou a intenção de concorrer à prefeitura do município.

A decisão amplia as chances de candidatura de Garotinho ao governo do Estado do Rio, cargo para o qual ele figura como líder nas pesquisas.

Paira sobre Garotinho, porém, uma condenação criminal, em primeira instância, por formação de quadrilha. O caso foi julgado por juiz de primeiro grau porque, na época do processo, Garotinho estava sem mandato. Eleito deputado federal, ele voltou a ter foro privilegiado e recorreu da decisão.

O recurso foi encaminhado diretamente para o STF (Supremo Tribunal Federal), onde aguarda julgamento.

Aumenta número de diabéticos no país; Mais de 50% da população continua com sobrepeso

O índice de pessoas com diabetes no país passou de 5,5% para 6,9%. A doença é mais comum entre as mulheres (7,2%) do que entre os homens (6,5%). Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (30) pelo Ministério da Saúde e fazem parte da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), feita por telefone. Já a hipertensão arterial atinge 24,1% da população adulta brasileira (26,3% das mulheres e 21,5% dos homens). Segundo o estudo, essas doenças se tornam mais frequentes com a idade. Entre 18 e 24 anos, as proporções de hipertensos e diabéticos são de 3% e 0,8%, respectivamente. Já aos 65 anos, a prevalência sobe para 60,4% e 22,1%, respectivamente Em relação ao excesso de peso, os índices praticamente não apresentaram mudanças. Em torno de 50,8% dos brasileiros estão acima do peso ideal, e, destes, 17,5% são obesos. Os homens têm mais excesso de peso do que as mulheres – 54,7% contra 47,4%. Para o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, o excesso de peso e a obesidade estão diretamente relacionados a diversas condições de doenças crônicas e que reduzir esses índices constitui um desafio para o mundo moderno. “A doença crônica leva décadas [para se manifestar] o que, muitas vezes, afasta da cabeça das pessoas o perigo”, afirmou. “O que a gente vai carregando ao longo da vida vai impactar ao longo dos 40, 50, 60 ou 70 anos”, acrescentou.

Prefeito Osni:" O professor de Serrinha não coloca o filho na rede pública porque não acredita no seu próprio ensino"


Olá meus amigos! O prefeito Osni Cardoso foi o entrevistado do programa PASSANDO A LIMPO na Rádio Regional AM,hoje pela manhã.Acompanhado dos secretários Fernando Oliveira (Saúde) e Edvaldo,chefe de governo.O prefeito aproveitou os 60 minutos exclusivos para esclarecer assuntos ligados a saúde e educação.Avisou que o município não tem dinheiro para contratar médicos e que reconhece as deficiências neste setor."A contratação de um médico custa caro,não temos dinheiro em caixa para trazer mais profissionais.O programa mais médicos nos ajudou bastante." disse o prefeito.Osni falou também sobre os hospitais que tem contrato com a secretaria de saúde."O Manoel Antunes não estava tendo condições de atender os procedimentos contratados,vamos ter que regularizar isso.O Ferreira Filho
Está atendendo a demanda.Já o Santana,tivemos problemas sérios na administração passada,
que resultou em intervenção.Agora na administração do dr.Raimundinho,a situação está sobre controle."Perguntado sobre a triste situação em que se encontra o prédio da prefeitura velha,o chefe do executivo deu uma boa noticia para a população."Dentro de mais alguns dias vamos inciar a obra de recuperação daquele prédio.Aguardo apenas a entrada de um dinheiro que será depositado para começar a a trabalhar." Sobre a educação:Osni chamou atenção dos professores quando foi perguntado:porque o professor não coloca o filho em uma escola municipal?"Eu posso dizer a você que o meu filho estuda em uma escola do município.Só posso acreditar que o professor não coloca o filho para estudar na rede pública porque não acredita no seu próprio ensino,ou seja,não acredita também nos seus colegas professores." Sobre o apoio dos vereadores aos seus candidatos a deputado na próxima eleição,Osni Cardoso esclareceu o assunto:"13 irão votar no meu deputado estadual.Para Federal vai ser uma briga de foice,pois estão livres para suas escolhas."finalizou.

Roberto Carlos come carne vermelha e diz que nunca foi vegetariano

Roberto Carlos falou pela primeira vez sobre a polêmica em que se envolveu após ser garoto propaganda de uma marca de carnes. No comercial, veiculado em fevereiro, o cantor pedia um prato com bife. "Nunca fui vegetariano, eu só não comia carne vermelha, mas comia peixe e frango", declarou em conversa com os jornalistas durante o lançamento de seu livro de fotografias, na noite desta terça-feira (29), em São Paulo.

Roberto foi alvo de críticas por supostamente ter voltado a comer carne apenas para o comercial, uma vez que ele seria vegetariano há 30 anos.

"Aconselhado pelos meus médicos, eu voltei a comer carne vermelha há um tempo. Eles me disseram: 'Roberto, você devia a voltar a comer pelos menos duas ou três vezes por semana' e assim foi. Coincidentemente ou não, a Friboi ficou sabendo disso e me convidou para gravar o comercial", disse aos jornalistas.

O cantor se mostrou chateado com a repercussão negativa e os comentários feitos depois do comercial. "Existiu um exagero muito grande em relação a isso. Falaram que eu só voltei a comer carne porque a Friboi me ofereceu. É mentira. Eu jamais faria uma coisa dessa na minha vida, seria um absurdo, não combina comigo esse tipo de coisa, fazer uma propaganda que eu não concorde ou não uso. Já deixei de fazer comerciais ou fazer campanhas, acertar contratos por não concordar com aquilo. Tudo isso que falaram é um absurdo", desabafou.

Durante o evento, Roberto brincou com uma das garçonetes que lhe serviu um prato de petiscos com carne vermelha. Antes de comer, o cantor perguntou: "É Friboi?", arrancando risos dos convidados.

"Satisfeito com a aparência"
Roberto Carlos revelou ainda que é vaidoso e que está satisfeito com sua aparência. Para envelhecer bem, ele enfatizou que se cuida muito.

"Estou satisfeito com a minha aparência, estou contente comigo mesmo, me cuido. Claro que dá saudade daquilo que eu era. Há um tempo eu faço medicina ortomolecular, me alimento bem. Não tenho hora para dormir, mas muitas vezes também não tenho hora para acordar. Não tenho uma vida regrada, mas me alimento bem", contou.

O cantor se prepara para se apresentar em Las Vegas em setembro e tem planos de fazer show na Itália, em 2015, quando pretende lançar um CD especialmente para a turnê internacional.

Dilma afirma que será candidata mesmo sem apoio da base

A presidente Dilma Rousseff voltou a comentar a campanha "Volta, Lula", encabeçada pelo partido da base PR, e disse que será candidata mesmo sem apoio da base. A declaração foi dada durante entrevista às rádios de Salvador Tudo FM e Metrópole, na manhã desta quarta-feira, 30.

"É uma situação normal. Gostaria muito que, quando eu for candidata, tenha o apoio da minha própria base. Não tendo, a gente vai tocar para frente. Mas daqui até o final do ano, eu tenho uma atividade importantíssima para fazer, que é governar esse país", afirmou ela.

Na última segunda-feira, 28, a presidente disse que não se incomodava com a campanha de defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que nada iria
Minha Casa Minha Vida.

Um dia após ser chamada de "rainha dos pobres" pelo governador Jaques Wagner, a presidente reforçou, durante entrevista, esse discurso ao citar três programas federais de auxílio a população carente para explicar porque gosta de ser presidente.

"Eu gosto quando eu vejo o que vi ontem (terça), vendo as questões das cisternas. É muito bom saber que a gente democratizou o acesso a água. Tem também um programa que me comove muito, que é o Pronatec. Estamos formando 8 milhões de pessoas no Brasil. E por fim o Minha Casa Minha Vida. Ontem tive uma grande alegria quando vi um conjunto de construções sendo entregue", disse a presidente.

Nesta terça, Dilma esteve em Feira de Santana, onde entregou 1.224 imóveis do Minha Casa Minha Vida, participou da formatura de 1,4 mil alunos do Pronatec e entregou máquinas para a construção de cisternas. Nesta quarta, ela participa da entrega das chaves para moradores em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).Fonte:Atarde

Cerveja e refrigerante ficarão mais caros a partir de 1º/6

Em busca de mais arrecadação para cobrir o rombo do setor elétrico, o governo aumentou mais uma vez o imposto das chamadas bebidas frias - refrigerantes, isotônicos, energéticos e refrescos. A expectativa é que o aumento médio dos preços ao consumidor seja de 1,3%.

O novo aumento foi anunciado ontem pelo secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, um mês depois de o governo ter feito um reajuste na tributação desses mesmos produtos. A alta entra em vigor em 1º de junho.

O aumento das chamadas "bebidas frias" chega justamente às vésperas da Copa do Mundo, que começa no dia 12 de junho. A equipe econômica conta com um aumento da arrecadação em torno de R$ 1,5 bilhão de junho a dezembro deste ano com o reajuste. Por outro lado, segundo o secretário, se as empresas repassarem o reajuste ao consumidor, haverá um impacto de 0,02% no IPC-M, índice que compõe o IGP-M.

No caso da cerveja em garrafa retornável de 600 mililitros, o preço médio sobre o qual incidia o imposto aumentou de R$ 4,22 para R$ 4,34. Segundo Barreto, esse preço médio é resultado de uma pesquisa de preços nos supermercados, bares e restaurantes. Em média, de acordo com o secretário, o aumento nos preços das bebidas frias na tabela de tributação foi de R$ 0,05 por unidade.

Reforço

O governo não esperava aumentar o preço das bebidas antes da Copa do Mundo, mas foi surpreendido pelo desempenho aquém do desejado na coleta de impostos no mês passado. Diferentemente de outros aumentos de impostos, não há a chamada "noventena", o período de 90 dias entre a publicação no Diário Oficial e a entrada de vigor da medida.

Carlos Alberto Barreto admitiu que a medida serve para reforçar a arrecadação do governo, mas negou que a decisão pelo aumento, neste momento, tenha sido adotada para compensar a alta nos gastos para socorrer as distribuidoras de energia.

Segundo ele, a medida é "eminentemente técnica" e serve para "restabelecer o equilíbrio entre os tributos e os preços praticados, pois a defasagem era acentuada".

De acordo com o secretário, desde maio de 2012 não havia reajuste na tabela dos preços usados como parâmetro para calcular a tributação, embora de maio de maio de 2012 a fevereiro de 2014 o preço da cerveja tenha aumentado 23% e do refrigerante, 19,2%.

O secretário do Fisco confirmou que o governo deve elevar a tributação sobre cosméticos e o PIS/Cofins cobrado em importações, como forma de atingir o superávit primário apesar dos maiores gastos com eletricidade. No entanto, ele afirmou que os ajustes na tributação não podem ser feitos todos ao mesmo tempo, daí porque o anúncio de ontem não contemplou a elevação tributária sobre outros produtos.

Pesquisa revela valorização do Bahia; Vitória cai em relação ao ano passado

Temporada do Bahia valorizou o elenco tricolor. Em pesquisa feita pela Pluri consultoria, o Esquadrão ficou em 15º lugar quando o assunto é o valor de mercado das suas equipes, registrando um crescimento de 33% em relação ao ano passado.

Já o Vitória, que terminou em quinto lugar na tabela de classificação em 2013, já registra uma queda de 32% no mesmo quesito, e ocupa apenas a 17ª colocação entre os mais valiosos.

A posição do tricolor pode parecer ruim, mas em comparação com a mesma pesquisa, feita em 2013, é possível notar o crescimento. No ano passado, o Esquadrão tinha apenas o 19º elenco mais valioso, dentre 20 clubes. Na pesquisa, o Bahia aparece com valor de mercado avaliado em R$ 58 milhões.

Como já era de se esperar, o Vitória está desvalorizado. Em 2013, o rubro-negro ocupava a 11ª posição no mesmo ranking, e com isso já caiu seis posições.

Minha casa, Minha Vida: Dilma admite atuação de milicias

A atuação de milícia no Programa Minha Casa, Minha Vida na Bahia foi um dos temas da entrevista da presidente Dilma Roussef,  ao radialista Mário Kertesz e ao jornalista Levi Vasconcelos. Num primeiro momento, a presidente quis botar panos quentes na situação.

“É fundamental que precise as coisas para que não crie um nível de visão que não é real”, falou ao tentar minimizar a atuação de grupos armados que expulsam os moradores do Minha Casa, Minha Vida. No entanto, ela admitiu que o problema existe e está sendo combatido. “Fizemos uma parceria com a Polícia Federal e as policias dos Estados para tiramos quem invadir a propriedade, além disso damos proteção para as pessoas que tiveram suas casas tomadas”, assinalou.

Dilma adverte sobre a venda das casas do programa. “O proprietário só pode vender se devolver todo o valor da casa, inclusive o subsidio. Quem passa a casa para outra está cometendo uma ilegalidade”.

Mesmo com suspensão do STJ, trabalhadores podem pedir revisão do FGTS, diz advogada

Os trabalhadores que tiveram vínculo empregatício entre 1999 e 2013, com saldos depositados no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), podem pedir a revisão dos valores mesmo com a suspensão dos processos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em fevereiro, o STJ suspendeu a tramitação de mais de 50 mil ações judiciais existentes em todo o país que questionam a defasagem da correção feita com base na Taxa Referencial (TR), que não alcança a inflação anual. Mas, segundo a advogada Giovanna Nascimento Ferreira, especialista em direito trabalhista e previdenciário, associada ao escritório Luduvice, Cal & Alpire Advogados, vale a pena entrar com as ações a partir de agora. “É até importante que o façam agora porque já começa a computar os juros e correção monetária, considerados a partir da entrada da ação”, explicou a especialista. Segundo ela, desde 1999 a TR - visa reajustar os valores - começou a ser paulatinamente reduzida pelo governo federal, a ponto de perder a força para fazer a recomposição das perdas decorrentes do processo econômico. Como no ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a TR não serviria para a correção dos precatórios – dívidas do poder público resultante de ações judiciais – a determinação abriu espaço para discutir judicialmente a reposição da garantia. “O pensamento é simples: se a TR não serve para ajustar os precatórios, da mesma maneira não serve para corrigir os depósitos nas contas do FGTS”, concluiu Giovanna. Ela sugere que o trabalhador que queira entrar com ação de revisão procure um advogado, já que a matéria é nova e complexa e deve chegar nas últimas instâncias do Judiciário. Segundo Ferreira, uma decisão definitiva pode resultar em reajuste de quase 90%. “Não há como precisar um valor específico, mas a gente calcula que gire em torno de até 88% de correção em cima desse saldo. O período em que a pessoa teve esses depósitos é que vai impactar o valor de reajuste”, explicou.Fonte Bahia Noticias

Oposição acusa privilégio de Dirceu na Papuda

Deputados da oposição que visitaram o ex-ministro José Dirceu no Presídio da Papuda, em Brasília, afirmaram que ele tem uma cela privilegiada. Segundo relatos, o petista estava vendo a partida de futebol entre Real Madrid e Bayern de Munique em uma TV de plasma quando os parlamentares chegaram. O local em que ele está preso tem chuveiro quente e um espaço bem maior do que o reservado a outros detentos. Parlamentares da comissão de Direitos Humanos, porém, minimizaram as divergências e redigirão parecer para ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) dizendo não haver qualquer regalia para justificar a não concessão do benefício de trabalho externo. A visita dos parlamentares aconteceu após um pedido do deputado Zeca Dirceu (PT-PR), filho do ex-ministro, e de sua irmã, Joana Saragoça. Nilmário Miranda (PT-MG) foi quem apresentou o requerimento defendendo a visita. A intenção era ter um parecer da comissão para tentar influenciar a decisão do STF sobre a autorização para o trabalho. O pedido tem a tramitação suspensa devido a denúncias de privilégios, como o suposto uso de telefone celular. A deputada Mara Gabrili (PSDB-SP) participou do grupo e destacou diferenciais da cela do ex-ministro. "Foi a melhor cela que eu já vi. Adoraria que todos os presos tivessem uma condição daquela. A cela dele tem tamanho diferente, a cama não é de alvenaria, mas de ferro, diferentes das outras do mesmo pavilhão. Ele tem ainda TV de plasma e chuveiro quente", afirmou a tucana. Ela diz que visitou celas no mesmo pavilhão em que há superlotamento. "É um horror. Um monte de gente empilhada, celas escuras, sem iluminação", diz. Miranda nega a existência de privilégios. Relata que a cela de Dirceu tinha goteira e que outros locais dentro do presídio tinham mais equipamentos do que o do ex-ministro. "Essa cela em que ele está tinha oito pessoas, a questão é que os outros tiveram o direito de sair para trabalhar e para ele isso vem sendo adiado", afirmou o deputado petista. "Ele está isolado por questões de segurança e se você olhar a cela fica até deprimido. Tem celas com televisões maiores, micro-ondas e outros aparelhos", afirmou. A deputada Luiza Erundina (PSB-SP) concorda com Miranda. "Ele não tem regalias. Tenho a impressão de que houve partidarização por parte de alguns", disse a deputada. Participaram da comissão também os deputados Arnaldo Jordy (PPS-PA) e Jean Wyllys (PSOL-RJ). O primeiro concordou com Mara, enquanto o segundo sustenta a visão de Miranda. O parecer da comissão será elaborado pelo petista e não irá a votação. Miranda diz que encaminhará o seu relatório para o presidente do STF, Joaquim Barbosa. Cabe a ele definir sobre a concessão ou não do pedido de Dirceu para trabalho externo.

Criança morre em naufrágio de embarcação e pelo menos três estão desaparecidos

O naufrágio de uma embarcação na região de Sento Sé deixou uma criança morta e pelo menos três pessoas estão desaparecidas desde a noite da última terça-feira (29). O barco, que faz o percurso Remanso - Sento Sé, começou a apresentar problemas por volta das 17h30. De acordo com informações da Polícia Civil da cidade, ventava muito quando a embarcação estava retornando de Remanso, com mais de 30 pessoas a bordo. O barco, que faz esta travessia diariamente, geralmente transporta 50 pessoas. O percurso, que dura cerca de duas horas, atrasou por conta dos ventos fortes. Ao perceber que o veículo apresentava problemas, a outra embarcação que realiza o trajeto retornou com outro barco pequeno para ajudar no resgate das vítimas depois de deixar os passageiros na doca. Uma criança de quatro anos, identificada como Wedson, não resistiu e morreu. Ele viajava acompanhado pela mãe e pela tia, e apesar de usar colete salva-vidas, acabou morrendo afogado. O colete era de adulto, e ficou muito folgado no menino. Ainda segundo a polícia, 28 pessoas foram resgatadas com vida e sem ferimentos graves.

Beneficiários do Bolsa Família devem fazer acompanhamento de saúde até 27 de junho

Apenas 14.587 das 140.380 famílias beneficiárias do programa Bolsa Família compareceram aos postos de saúde para realizar o acompanhamento obrigatório a cada seis meses. O prazo para passar pelo procedimento termina no dia 27 de junho. Participantes do programa que tenham entre os seus dependentes crianças com até sete anos, gestantes e mulheres em idade fértil (14 a 44 anos) devem comparecer aos postos da prefeitura de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. É necessário levar o cartão do Bolsa Família, carteira de identidade, o cartão de vacinação das crianças e o cartão da gestante (para quem estiver em fase de acompanhamento pré-natal). Segundo a Secretaria Municipal e Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), a família que não comparecer ás unidades de saúde dentro do prazo estipulado terá o benefício bloqueado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e, posteriormente, precisará procurar a Semps para regularizar a situação.

'A primeira coisa que pode se fazer para a violência não virar horror é não tolerar', diz Dilma

Uma pedregulho no sapato da presidente Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à reeleição, é a segurança pública no país. Em Salvador, antes de participar na manhã desta quarta-feira (30) de ações sociais, na Região Metropolitana, a mandatária nacional concedeu entrevista ao jornalista Levi Vasconcelos, da Rede Tudo FM 102,5, e ao radialista Mário Kertész, da Rádio Metrópole, do Hotel Pestana, no Rio Vermelho, onde está hospedada. A petista falou sobre obras em rodovias e explicou a demora da duplicação na BR-101. “A licitação só foi liberada agora”, justificou. “Fizemos todos os estudos para a concessão para a iniciativa privada. O que aconteceu foi que nas preliminares se constatou que exigiam um nível de cobrança de pedágio muito cara. Daí preferimos colocar na rodada da gestão pública", complementou. Quando a pauta foi segurança pública, a greve da Polícia Militar, na Bahia, foi colocada na roda. “A primeira coisa que pode se fazer para a violência não virar horror é não tolerar. Temos feito parcerias. Recentemente foi pedido pelo governador da Bahia, por conta da greve da PM, para garantir a Lei da Ordem. Temos feito essas ações em outros estados, com problemas na segurança”, salientou. Indagada se esse seria o calcanhar de Aquiles na sua candidatura, ela respondeu: “Todos temos de ter tolerância zero com a violência. Qualquer grupo que resolva fazer greve não pode permitir a morte de pessoas. A sociedade tem de recriminar esse tipo de atitude. Não existe aqui no Brasil uma agremiação política que esteja fora do governo. Fica muito fácil na campanha você apontar e dizer que o problema existe. Não acho que colocar as coisas nesses termos resolve o problema da violência, no processo eleitoral”, argumentou. Já sobre este processo eleitoral, Dilma disse que gostaria de contar com o apoio dos partidos que integram a base do governo. “Gostaria muito que, quando eu for candidata, ter o apoio da minha base. Mas, caso isso não aconteça, paciência”, minimizou. Ainda questionada sobre o gosto pela governança a presidente justificou: “ Eu gosto de governar o país. Eu gosto porque passo por coisas como as de ontem, a distribuição de cisternas, por exemplo. Nós vamos chegar a um milhão de cisternas”, disse Dilma.Fonte:Bahia Noticias

terça-feira, 29 de abril de 2014

Luiz Argôlo sai do 'refúgio' após papo romântico com doleiro Yousseff


Após conversas para lá de íntimas com o doleiro Alberto Yousseff interceptadas pela Polícia Federal, o deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA) se refugiou em uma fazenda no interior do estado para evitar assédio.
A cerimônia de assinaturas de ações de combate à seca com a presença da presidente Dilma Rousseff, na manhã desta terça-feira (29), em Feira de Santana, à 100 km de Salvador, foi capaz a responsável por tirar o deputado “da casinha”.
Discreto e contido, Luiz Agôlo apesar de, enfim, ter aparecido em um evento político depois da divulgação do papo romântico com o doleiro, ficou bem longe dos holofotes durante a cerimônia.Fonte:Bocão News

Queda de Dilma preocupa; oposição festeja

Mais cedo do que se esperava – se é que de fato se esperava – a sucessão presidencial dá sinais de queda vertiginosa da presidente Dilma Rousseff, conseqüência dos seus problemas com a base aliada, como o PR, por exemplo - que ontem lançou um manifesto para o retorno de Lula - da economia que claudica e dos escândalos recentes, especialmente da Petrobrás. De março para cá a presidente tem perdido pontos nas pesquisas de opinião (todas) que se aceleraram nos últimos 20 dias. Perde na pesquisa sobre a eleição e na forma como governa o País. De outro modo, a oposição começa a apresentar sinais de crescimento sustentado, mesmo que os candidatos, Aécio Neves e Eduardo Campos, não sejam do pleno conhecimento de boa parte da população do País. A pesquisa hoje divulgada, da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), é mais um fator revelador da queda (ver abaixo). Ainda ontem, ao falar para empresários na Associação Comercial de São Paulo, Aécio Neves chegou a dizer, em seu discurso, que o segundo turno não terá Dilma, porque será disputado entre ele e Eduardo Campos. É uma afirmação temerária, sem dúvida. Mas o fato é que a presidente realmente cambaleia e está enfrentando uma crise, com a divisão da sua base de apoio político e até dentro do PT, onde há uma larga fatia que prefere Lula na disputa. Dilma não conseguiu, até aqui, se afirmar como política, e enfrenta obstáculos como gestora, especialmente na área empresarial. De tal sorte que, como hoje voltou a acontecer, quando ela cai nas pesquisas a Bovespa sobe. Nunca aconteceu fato similar na política brasileira. Não que eu me lembre. Na pesquisa do CNT, a presidente caiu nada menos de 6,7 pontos, descendo de 43,7% para 37%. É uma queda forte. Enquanto isso os seus adversários cresceram. Aécio Neves pulou de 17% para 21,6%, ou seja, 4,6%, enquanto Eduardo Campos subiu dois pontos e foi para 11,8%. Atingiu a marca dos dois dígitos. Por enquanto, Dilma ainda ganharia no primeiro turno, mas está ficando apertado. Ou ela e seus marqueteiros inventam uma saída para voltar a crescer ou a previsão de Aécio poderá vir a se confirmar, embora seja muito cedo para admitir-se uma disputa em segundo turno com Dilma fora do páreo. O pior que a situação para ela é de crise, e já se assiste a debandadas de  correligionários. Enfim, enfim a situação para o Palácio do Planalto não é nada confortável. Para o PT, de igual modo.Fonte:Bahia Noticias

Inflação cresce 0,53% em Salvador; melancia, batata e TV têm variação acima de 30%

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Salvador aumentou em 0,53% em abril, porcentual superior ao apresentado no mês anterior (0,37%), segundo dados divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan). Entre os 375 itens pesquisados pela SEI, os que mais contribuíram para a variação no índice foram televisor (30%), batata inglesa (37,37%) e melancia (54,4%). Esses produtos também estão entre os que tiveram os maiores reajustes individuais, assim como short infantil (19,55%), limão (11,58%), ferro elétrico (11,25%), tomate (11,25%), abacaxi (10,7%), coco (10,5%), saia infantil (9,08%). Já quanto aos 12 alimentos que compõem a cesta básica (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo, manteiga, tomate e café), o custo em março foi de R$ 249,76, o que representa um incremento de 1,62% em comparação a fevereiro de 2014, quando a variação foi de 0,62%. Dos produtos, oito sofreram acréscimo nos preços: tomate (11,25%), açúcar cristal (5,40%), feijão (4,64%), arroz (1,62%), pão francês (1,22%), óleo de soja (0,96%), manteiga (0,72%) e carne bovina (0,54%). Três registraram redução: banana da prata (-6,06%), leite pasteurizado (-2,28) e farinha de mandioca (-1,71%). O tempo de trabalho necessário para a compra da cesta básica foi calculado em 89 horas e 59 minutos e seu preço corresponde a 37,5% do salário mínimo líquido.

CPI da Petrobras no Senado começa na terça, diz Renan

O presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras no Senado vai começar os trabalhos na próxima terça-feira (6). Renan também solicitou aos líderes dos partidos no Senado que indiquem os membros da comissão.

O senador afirmou ainda que irá recorrer da liminar da ministra Rosa Weber do STF (Supremo Tribunal Federal) que determinou que a CPI da Petrobras comissão investigue exclusivamente a estatal.

"É meu dever funcional recorrer da decisão ao pleno daquela Corte. Este recurso, como todos sabem, é uma iniciativa institucional, não é política ou partidária", afirmou Renan no plenário do Senado.


O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) confirmou que participará da CPI, além do tucano Mario Couto (PA). Os demais partidos ainda não definiram os indicados.

"Temos que pressionar os governistas já para não perdemos tempo de investigação", defendeu Dias.

Mais cedo, líderes da oposição da Câmara se reuniram com Renan para solicitar a instalação de uma CPI mista, com a participação de deputados e senadores.

As investigações da CPI da Petrobras terão algum resultado prático?
Sim, o Congresso vai conseguir novas provas e testemunhos para indiciar os possíveis culpados.

Segundo o deputado Rubens, Bueno, líder do PPS na Câmara, o presidente do Senado irá fazer um estudo regimental e decidirá ainda nesta terça-feira se a CPI será mista ou apenas do Senado.

"A Câmara representa o povo. Não há como deixar de fora desta investigação os deputados", defendeu o deputado Mendonça Filho (PE), líder do DEM na Casa.

Os líderes da oposição também cobram o início imediato da investigação, pois como seu requerimento já foi lido e publicado no Diário Oficial do Congresso, ele já precisa ser concluída até 27 de outubro, segundo Bueno.

Sobre a preferência da oposição por comissão parlamentar de inquérito mista, Renan marcou também para a próxima terça-feira uma reunião entre os líderes do Congresso Nacional para definir se as investigações serão feitas conjuntamente por senadores e deputados.

Pesquisa divulgada nesta terça-feira (29) pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes) em parceria com o instituto MDA apontou que 91,4% dos entrevistados que têm acompanhado as notícias sobre as denúncias envolvendo a Petrobras são a favor de uma CPI para investigar a estatal. Os percentuais se referem a 50,2% do total de 2.002 entrevistados que afirmaram acompanhar as notícias sobre a estatal ou ter ouvido falar sobre as denúncias.

Pesquisa CNT: Dilma cai seis pontos e Aécio sobe quatro pontos percentuais

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT/ MDA) aponta que a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, caiu quase um ponto percentual. Em consulta espontânea, a petista desceu de 21,3% para 20,5%. O tucano Aécio Neves subiu de 5,6% em fevereiro para 9,3% em abril. O ex-presidente Lula também aparece no estudo e, também, subiu de 5,6% para 6,5%. Candidata a vice na chapa encabeçada por Eduardo Campos (PSB), Marina Silva aparece agora com 4,5%. Em fevereiro ela tinha 3,5%. Campos vem logo atrás e mostra crescimento de dois pontos porcentuais de 1,6% para 3,6%. O item "outros" aparece com queda, de 2,2% para 1,4%. Brancos e Nulos somam, agora, 14%. Não sabe ou não responderam passam de 45% para 40%. Na pesquisa estimulada Dilma também caiu de 43,7% para 37%; Aécio aparece em segundo lugar e subiu de 17%, para 21,6%. Eduardo Campos aparece com 11,8%, quase dois pontos acima ao que pontuava na última avaliação.

QUEM É MESMO O RESPONSÁVEL PELO CAOS NA SAÚDE PÚBLICA DE SERRINHA?

Olá meus amigos! Hoje no programa PASSANDO A LIMPO na Rádio Regional AM,foi travado uma verdadeira 'contenda' sobre Saúde Pública em Serrinha.A batalha foi travada entre o Advogado Dr.Raimundinho,representante do Hospital Santana,e o vereador conhecido na cidade como Trabuco.O assunto girava em torno da cobrança de uma TAXA para atendimento na "Santa Casa",motivo de protestos por parte do vereador:" Uma paciente,minha amiga,disse que pagou 300 reais para um procedimento em seu hospital,sendo que o SUS já paga por isso,o que o senhor me diz?.Raimundinho tratou de esclarecer os fatos."Veja bem Trabuco.
Se esgotou as autorizações do setor de regulação,o médico pode cobrar por qualquer atendimento." Em seguida o secretário de saúde,Fernando Oliveira,também falou sobre o assunto:"É preciso que a população saiba que em Serrinha só existe um hospital público,os outros são particulares.A prefeitura compra alguns procedimentos,mas,
(Dr.Raimundinho-centro)
ao esgotar a nossa quantidade,através do setor de regulamentação,as pessoas serão obrigadas a pagar pelo atendimento,"disse o secretário.Olha meus amigos,só estranho a "omissão" do prefeito da cidade,Osni Cardoso(foto-alto),que apesar do desespero que toma conta da população,
 não aparece para falar sobre o assunto.A impressão que o prefeito passa para os Serrinhenses é que não tem interesse em resolver este assunto que é de vida ou morte.

Terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida será lançada em junho

O governo vai lançar em junho a terceira etapa do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, destinado a famílias de baixa renda. A data foi definida nesta segunda-feira (28), em reunião entre a presidente Dilma Rousseff, ministros ligados ao projeto e representantes da construção civil. "Estamos já com a certeza da existência do programa em sua terceira fase. As condições, os números e os volumes de recursos serão objetos de trabalho, tanto na área do governo quanto na área empresarial, com as contribuições dos movimentos sociais, de todos aqueles envolvidos dentro do programa", disse o ministro das Cidades, Gilberto Occhi. Apesar da indefinição sobre os números, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Paulo Safady Simão, adiantou que o Minha Casa, Minha Vida 3 deverá prever a construção de 3 milhões de unidades habitacionais. A segunda etapa, que está em vigor e tem metas até o fim de 2014, prevê 2,75 milhões de residências.

Gilberto Carvalho nega candidatura de Lula à Presidência

Gilberto Carvalho, o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, negou nesta segunda-feira enfaticamente que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha planos de ser candidato no lugar da presidente Dilma Rousseff em outubro. Carvalho disse que os boatos são uma tentativa de dividir o PT e outros aliados do governo. "Zero chance de isso acontecer. Estive com o presidente Lula há poucos dias. Ele não tem essa intenção. Isso só serve para tentar dividir nosso campo. Querem transformar em nada um governo que mudou a cara do Brasil e não vamos permitir que isso aconteça". Carvalho evitou comentar a entrevista de Lula a uma tevê portuguesa em que o ex-presidente disse que o julgamento do mensalão foi "80% político e 20% jurídico". "Não acho que é hora de a gente do governo voltar a este tema. Respeito a opinião do presidente Lula. Respeito a decisão da Justiça. Para nós é muito doloroso ver os companheiros na prisão, alguns deles bastante próximos de mim, eles cometeram equívocos, foram julgados. O foco da nossa preocupação no momento não é esse", afirmou Carvalho.

Microônibus de Secretaria de Saúde de Santaluz tomba na BR-324

Um microônibus a serviço da Secretaria Municipal de Saúde de Santaluz, no nordeste baiano, tombou sobre um Ford Ka no início da noite desta segunda-feira (28), no Km 543 da BR-324, próximo ao município de Amélia Rodrigues, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo informações do site Notícias de Santaluz, estavam no veículo 20 pacientes, que retornavam da capital baiana, e o condutor. De acordo com o relato dos passageiros, a queda ocorreu de forma rápida, sem que se percebesse o motivo do acidente. A concessionária Viabahia, que administra a rodovia, informou que a chuva fez com que o motorista perdesse o controle do coletivo. Os passageiros do Ka ficaram presos nas ferragens. Ainda não há confirmação do número de feridos, que foram encaminhados por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Viabahia para os hospitais Dr. Pedro Américo de Brito, em Amélia Rodrigues, Geral Clériston Andrade (HGCA) e Estadual da Criança (HEC), localizados em Feira de Santana. A Polícia Rodoviária Federal também deu apoio ao resgate.

Joaquim Barbosa repudia declaração de Lula sobre mensalão

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, rebateu as declarações do ex-presidente Lula sobre o processo do mensalão, em nota na noite desta segunda-feira (28). Dizer que o julgamento foi 80% político é, para o chefe do STF, algo que merece ser alvo de repúdio. "A desqualificação do Supremo Tribunal Federal, pilar essencial da democracia brasileira, é um fato grave que merece o mais veemente repúdio. Essa iniciativa emite um sinal de desesperança para o cidadão comum, já indignado com a corrupção e a impunidade, e acuado pela violência. Os cidadãos brasileiros clamam por justiça", diz. "O juízo de valor emitido pelo ex-Chefe de Estado não encontra qualquer respaldo na realidade e revela pura e simplesmente sua dificuldade em compreender o extraordinário papel reservado a um Judiciário independente em uma democracia verdadeiramente digna desse nome", completou o presidente do Supremo. Barbosa ainda lembrou que o processo foi conduzido de forma "absolutamente transparente", já que todas as partes envolvidas tiveram acesso aos autos.

Aécio fala em segunto turno sem PT a empresários

Empolgado com os números da pesquisa do Ibope divulgada no último dia 17, que apresentou a terceira queda consecutiva na aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), o senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, já fala em uma disputa de 2º turno entre ele e o ex-governador Eduardo Campos (PSB). O número de pessoas que considera a gestão petista ótima ou boa passou de 43% em dezembro para 39% em fevereiro, 36% em março e 34% em abril. "Não acho fora de propósito que podemos chegar, nós dois, ao 2.º turno. O PT terá que trabalhar muito para não ficar fora", disse o senador ontem (28), depois de participar de uma palestra na Associação Comercial de São Paulo. Também em São Paulo, onde participou de almoço com 525 empresários do Lide (Grupo de Líderes Empresariais), o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, pré-candidato do PSB, foi mais cauteloso e evitou conjecturar a exclusão de Dilma na reta final da campanha. "Nós vamos estar no segundo turno. Não tenho dúvidas disso". Apesar da queda da aprovação da administração federal, a presidente Dilma mantem uma liderança tranquila nas pesquisas de intenção de voto. Na última do Ibope, no melhor cenário, ela registrou 37% da preferência dos eleitores, contra 14% de Aécio e 6% de Eduardo Campos. Dilma venceria a eleição no 1.º turno em todos os cenários.

Câmeras de segurança ajudam a reconhecer suspeito de morte de torcedor do Vitória
A polícia civil da Bahia já identificou o suspeito de ter matado o puxador da Torcida Uniformizada os Imbatíveis (TUI), Lucas dos Santos Lima, 35 anos, o Chapolin, assassinado com quatro tiros na cabeça na última sexta-feira (25). De acordo com a delegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso, Klaudine Passos, o circuito de câmeras de segurança, dentre outras ferramentas, foi utilizado para se chegar ao suspeito do crime. “Estamos investigando. As câmeras ajudaram, mas outros elementos também”. Sobre a divulgação da identificação do suspeito a delegada preferiu não revelar, para não atrapalhar as investigações. “Vamos aguardar para não mexer na investigação. Estamos no caminho certo”, avaliou. Em entrevista ao jornal A Tarde, o diretor-adjunto do DHPP, José Bezerra, não descarta a hipótese de que a morte do torcedor tenha sido uma execução, após rixa entre torcidas de Bahia e Vitória. "Não está descartado, mas só podemos afirmar qualquer coisa com a captura do suspeito", disse.

'O problema do Brasil não é que tem uma educação ruim, é que não tem educação', diz Buarque

O senador Cristóvão Buarque (PDT) foi entrevistado nesta terça-feira (29) pelo programa Acorda Pra Vida, da Rede Tudo FM, 102,5. Ele comentou sobre a corrente do construtivismo, a implementação da meritocracia e o uso de sistema de cotas, criticados pelo candidato a vice-governador, na chapa de oposição, Joaci Góes (PSDB). O pedetista falou também sobre o o uso do serviço público por filhos e parentes dos políticos. “O problema do Brasil não é que tenha uma educação ruim, é que não tem educação. Temos uma elite totalmente branca e só teremos uma elite mista quando mais os negros entrarem nas universidades. Eu acho que ainda vai demorar muito tempo para se colocar os filhos na escola pública”, estimou, ao exemplificar: “Os filhos dos ministros ingleses vão à escola pública. Não tenho esperança que esse projeto [o dos filhos dos políticos na escola pública] seja votado no Senado”, lamentou Buarque, sobre o projeto de sua autoria que tramita no Senado há anos. Sobre o método de aplicação de notas aos alunos, o parlamentar se manifestou amplamente favorável. "Não tem como deixar de ter. O Brasil dá mérito a quem sabe e vive do meio esportivo, para quem sabe de matemática e português não”, avaliou. Já sobre o racismo nas escolas, que gerou o sistema de cotas para aparar a aresta, o senador disse que “na hora que se tiver pobres e negros, brancos e ricos na mesma escola, o movimento acaba”.

Sentença de prisão a jornalista é 'atentado à liberdade de imprensa', diz associação

A decisão da Justiça baiana em culpar o jornalista baiano Aguirre Peixoto fez com que a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) emitisse nota sobre o caso. "A Abraji recebe com indigniação a condenação do jornalista a seis meses e seis dias de detenção em regime aberto por crime de difamação". A Justiça baiana foi favorável ao empresário do setor imobiliário Humberto Riella Sobrinho, que alega haver informações falsas em reportagens publicadas no jornal A Tarde em dezembro de 2010. Para a Abraji, a decisão de sentenciar um repórter à prisão por um texto publicado é um atentado à liberdade de imprensa. A Organização das Nações Unidas (ONU), em seu Plano de Ação para Segurança de Jornalistas, recomenda aos países-membros que ações de difamação sejam tratadas no âmbito civil. O juiz Antônio Silva Pereira, da 15ª Vara Criminal, de Salvador, considerou na sentença de 22 de abril de 2014 que Talento agiu "maldosamente" e "com a nítida intenção de macular a honra objetiva [do empresário]", mas não apontou elementos que comprovassem a intencionalidade. Mesmo sem caracterizar o dolo, condenou o repórter a seis meses e seis dias de detenção em regime aberto, pena convertida em prestação de serviços comunitários. De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba), o grupo tem ações similares contra os jornalistas Biaggio Talento, Regina Bochichio, Patrícia França, Vítor Rocha, Felipe Amorim, Marcelo Brandão e Valmar Hupsel Filho. Chama a atenção o fato de o jornal nunca ter sido processado. As ações, que cobram até R$ 1 milhão de indenização, visam sempre o elo mais fraco: o jornalista. O Sinjorba impetrou ações por denunciação caluniosa contra os empresários e os advogados de Aguirre Talento entrarão com recurso no Tribunal de Justiça da Bahia.

Papo romântico com doleiro pode gerar renúncia de Argôlo; ‘Ele é sujeito homem’, diz chefe do SDD

Depois de ter sua suposta declaração de amor ao doleiro preso na Operação Lava Jato, Alberto Youssef, interceptada pela Polícia Federal e divulgada neste sábado (26) pela revista Época, o deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA) pode ser pressionado a abrir mão do mandato para não prejudicar a imagem do recém-nascido Solidariedade às vésperas de sua primeira eleição. Na troca de mensagens eletrônicas – realizada às 8h33 do dia 28 de fevereiro deste ano, de acordo com a publicação – o parlamentar diz ter “um carinho muito especial” pelo suspeito de chefiar um esquema que movimentou R$ 10 bilhões em lavagem de dinheiro. “Queria ter falado isso ontem. Acabei não falando. Te amo”, diz o legislador ao interlocutor, que responde, recíproco: “Eu amo você também. Muitoooooooooo<3”. A conversa, segundo apurou o Bahia Notícias, funcionou como estopim de uma crise iniciada no início de abril entre Argôlo e a cúpula da legenda, que teria ficado insatisfeita ao ver o nome do congressista citado em reportagem da revista Veja sobre investigações ligadas ao pagamento de propina a políticos, operado por Youssef em negociações de contratos da Petrobras. Ao BN, o deputado alegou, no último dia 7, que foi apresentado ao doleiro em um jantar, mas não mais manteve contato.
"Muito triste e decepcionado" com a situação – conforme o presidente do Solidariedade na Bahia, o também legislador federal Marcos Medrado – Argolo está confinado, há duas semanas, em seu sítio na cidade de Entre Rios, nordeste do estado. Questionado sobre a possível aplicação de sanção e a eventual renúncia do congressista, o dirigente da sigla afirmou que “não pode manifestar nenhum posicionamento antes da conclusão das investigações”. Em entrevista ao site, Medrado definiu a veiculação do afetuoso diálogo entre o parlamentar e o doleiro como “uma perversidade da Polícia Federal e da revista Época” e limitou-se a defender a masculinidade do correligionário. “Argôlo é casado, tem filhos, vem de uma família decente. É sujeito homem. Não tenho nenhuma dúvida sobre sua sexualidade”, atestou. Na última quarta-feira (23), o líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno, protocolou na Mesa Diretora da Casa um requerimento para que sejam apuradas as denúncias que relacionam o deputado do SDD a Youssef. Se for enviado à corregedoria, o caso deve gerar um inquérito prévio, com posterior apresentação de parecer que pode sugerir advertência, suspensão ou cassação do parlamentar. Caso perca compulsoriamente o mandato ou opte por abandonar o Legislativo, o congressista deixará a vaga para seu suplente, o ex-pugilista Acelino Popó Freitas (PRB).Fonte:Bahia Noticias

Pastor pede dinheiro a fiéis para seguir na Band

Todo ano é a mesma coisa. A renovação de contrato entre a Band e a Igreja Internacional da Graça, do pastor R.R. Soares, se torna um verdadeiro padecimento de Jó. Ano após ano, a emissora exige cada vez mais dinheiro do pastor, já que ele ocupa uma hora no horário nobre. É a única TV aberta que vende o "crème de la crème brûlée" de seu horário nobre

A Band ou a igreja nunca divulgaram valores, mas estima-se que o contrato esteja entre R$ 8 milhões e R$ 12 milhões mensais (há quem diga que não passa de R$ 2 milhões, mas isso significaria que a Band está vendendo cada minuto de sua grade por pouco mais de R$ 1000, o que é altamente improvável).

Soares representaria, caso esse número esteja correto, até 15% do faturamento anual da Band (R$ 600 milhões). Como ocorre em todos sempre na época da "penitência de Jó", a TV da família Saad mais uma vez fez exigências para renovar o contrato da igreja em 2014. Por "novas exigências" entenda-se "aumento no "cachê" recebido.

Escaldado com anos e anos de ameaças de não renovação caso não aceitasse as, digamos, exigências, este ano o missionário Soares começou cedo uma campanha destinada a reforçar o caixa da igreja e garantir o espaço comprado na Band. A campanha tem sido exibida exaustivamente em seu programa, e na internet, no site da igreja e do missionário, que tem quase 1 milhão de seguidores no Facebook e no Twitter.

A campanha pede que o fiel ajude "a espalhar a boa nova" por todo o mundo. A Igreja de Soares, que é cunhado de Edir Macedo, está hoje em quase 100 países em todo o mundo, seja por meio de rádios ou TVs ou sites (www.ongrace.com).

Ele não cita nominalmente a Band, mas a campanha estourou bem no mês em que o contrato vence (abril).

Em suas pregações diárias, o pastor também sempre abre um espaço para pedir doações a uma conta que a igreja mantém em um banco. Comparativamente, ele pede menos dinheiro que os pastores da Igreja Universal, que nos últimos anos parece que transformaram as doações no assunto principal das pregações.

Doe! Ajude! Colabore! Pague! Os verbos são diferentes, mas o pedido é sempre o mesmo.

Nos últimos dois anos a Igreja Internacional da Graça renovou contrato com a Band praticamente em cima da hora. Os contratos quase sempre têm validade de apenas um ano. Assim a emissora pode exigir aumentos de remessas de seu parceiro anualmente.

Muitos executivos da Band já defenderam a saída de Romildo Soares e sua igreja, ou pelo menos que mudasse de horário. O problema é que o evangélico entra no ar exatamente depois do "Jornal da Band", no momento em que a emissora atinge um de seus picos de ibope em dias úteis (seis pontos, cada ponto vale por 65 mil casas sintonizadas na Grande São Paulo). Quando Soares começa a pregar, esse ibope cai quase que imediatamente para zero (traço).

Por isso, parte dos diretores da Band (especialmente os de núcleo artístico) gostariam que o pastor saísse do horário nobre. O problema maior é que, sem ele, o faturamento da casa cai e a Band prefere faturar e perder ibope, do que ganhar ibope e não faturar ou faturar bem menos com comerciais que conseguisse vender no horário.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Mulher de Maguila pede orações e cita 'momento delicado' após internação


O ex-pugilista Adilson Rodrigues, o Maguila, segue internado em São Paulo. Ele deu entrada na Santa Casa de Misericórdia, na capital paulista, na sexta-feira, com um quadro de desidratação. De acordo com sua mulher, Irani Pinheiro, o momento é delicado. Ela usou seu Facebook para pedir orações em favor do sergipano de 55 anos, que foi diagnosticado com mal de Alzheimer em 2010.

"Olá, amigos do Face... Precisamos de oração para o Maguila, está internado, recebendo alimentação por sonda, estado muito delicado. Por favor, quem sempre torceu agora ore", afirmou a advogada, parceira de longa data do ex-pugilista, desde seus tempos de ringue.

O hospital divulgou um boletim médico breve sobre a situação do sergipano: "O paciente José Adilson Rodrigues dos Santos (Maguila) está internado no leito da enfermaria em estado estável e segue sob cuidados médicos, mas não há previsão de alta."

Na tarde desta segunda-feira, um novo boletim médico em relação ao estado de saúde do ex-boxeador foi divulgado. Um comunicado na página do ex-lutador atualizou os fãs sobre como o ex-atleta se recuperava.

"Para todos os fãs e amigos informamos que o Maguila continua internado, fazendo exames e alimentado através de sonda. Não existe previsão de alta mas ele está sendo extremamente bem tratado e apresenta uma melhora significativa em relação ao quadro que apresentava quando foi internado. A luta é grande mas ele continua bem humorado e firme", dizia a mensagem atualizada na página do Facebook do ex-lutador.

Em contato com o UOL Esporte, Josmar Bueno Junior, que está produzindo um documentário sobre o sergipano e está acompanhando de perto a internação de Maguila explicou que seus problemas de saúde estavam dificultando a alimentação. Com dificuldades para engolir, Maguila passou a perder peso.

Em conversa com sua mulher, o ex-lutador concordou em ser internado, para poder ser alimentado via sonda e recuperar o peso perdido. Ele seguirá internado até que os médicos o considerem apto a voltar para casa, prazo que ainda não se tem previsão.

Maguila fez sua última aparição pública em Campinas, no enterro do narrador Luciano do Valle, em 20 de abril. O ex-lutador já vinha apresentando uma forma física bem mais magra do que se via nos anos anteriores ao seu diagnóstico, quando tentou uma carreira como cantor, em 2009, e se candidatou a deputado federal, em 2010.

Segundo o site da TV Bandeirantes, a internação se deu às 21h de sexta-feira. Maguila deu entrada na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com um quadro de desidratação.

As primeiras notícias davam conta de que ele foi internado apenas para hidratação, já que, de acordo com a família de Maguila, o quadro de mal de Alzheimer dificulta que o ex-lutador se alimente. O problema de saúde seria por conta de demência pugilística, após sofrer muitos traumas na cabeça durante sua trajetória no boxe.

Maguila foi o peso pesado de maior expressão no boxe brasileiro, com uma carreira que se estendeu de 1983 a 2000, com 85 lutas. O sergipano somou 77 vitórias, com 61 nocautes, perdeu sete combate e empatou um.

Entre suas lutas mais importantes, perdeu para Evander Holyfield e George Foreman, em uma época em que negociava uma luta com Mike Tyson – o que nunca saiu. Ele foi campeão brasileiro e sul-americano e deteve o cinturão mundial da Federação Mundial de Boxe, entidade que não está entre as quatro grandes da nobre arte.

Após absolvição, Collor pergunta: 'Quem me devolverá o que me foi tomado?'

O ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) usou a tribuna do Senado nesta segunda-feira (28) para comemorar a última absolvição no processo a que respondia no STF (Supremo Tribunal Federal) por acusações à época em que era presidente, e questionar: "quem vai me devolver o que me foi tomado?".

Collor citou que a "angústia" e o "padecimento" por 22 anos que acabaram na declaração de inocência pelos ministros na última quarta-feira (24). Collor foi absolvido pelo STF por falta de provas no processo em que era acusado de chefiar um esquema receber propina para facilitar licitações.

"Após mais de duas décadas de expectativa e inquietações, de injustiças, quem poderá me devolver agora tudo que perdi? Quem poderá me devolver? A começar pelo meu mandato e o compromisso público que assumi, a tranquilidade perdida, a retratação proporcional, a injustiça sem culpa, vitimado sem dolo e responsabilidade por atos inventados", questionou.

Novo laudo aponta que estado de saúde de Genoino não é grave

Um novo laudo médico, elaborado por uma junta da UnB (Universidade de Brasília) a pedido do STF (Supremo Tribunal Federal), apontou que o quadro de saúde ex-deputado José Genoino (PT-SP), preso após julgamento no mensalão, não é grave.

Segundo o documento, contata-se "a persistência de condições clínicas caracterizadas como não graves e o definido sucesso corretivo curativo da condição cirúrgica do paciente", em referência à cirurgia cardíaca de correção da aorta, principal artéria do corpo humano, pela qual Genoino passou em 2013.

A perícia médica foi realizada no último dia 12 na enfermaria da emergência do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, mas o laudo só foi disponibilizado nesta segunda-feira (28) no andamento processual do tribunal.

Na ocasião, os médicos constataram que ele estava com "ótimo aspecto físico" e sem "qualquer queixa clínica", embora apresentasse "certo grau de ansiedade". Também foi observado que, desde a primeira avaliação feita pela junta, em novembro passado, Genoino também tem sido "periódica e regularmente acompanhado ambulatorialmente, com exaustiva realização de exames complementares gerais e cardiológicos especializados e sob controle terapêutico, por seu médico particular".

Vereador Jorge Gonçalves:"Não vamos esquecer os investimentos do Governo na Embasa de Serrinha."

Olá meus amigos! A sessão especial com a direção da EMBASA,realizada na última quinta-feira na Câmara de Vereadores de Serrinha,ainda está rendendo muito.Na cidade só se fala nisso. ''Todo mundo está chamando a maioria dos vereadores de pipoqueiros".Sendo assim,vou tentar esclarecer o que realmente aconteceu naquela noite.A presidente da casa,Edylene Ferreira(foto)pediu que os vereadores fossem objetivos,e que não deixassem dúvidas para esclarecer outro dia:"O momento é este,pois a diretoria da Embasa se encontra nesta casa e temos que esclarecer sobre o abastecimento de água,tirar dúvidas da nossa população",disse a vereadora.Apesar do pedido de Edylene,o que se viu foi a maioria dos edis perdidos sem saber o que questionar,pareciam "apavorados".
(Lailson)
A gente conseguiu ouvir perguntas pertinentes dos vereadores:Jorge Gonçalves,que enalteceu os investimentos feitos pelo governo Estadual.Dêca da Bela Vista,que falou sobre os buracos abertos pela empresa no povoado onde ela reside.Trabuco,que tentava desesperadamente a colaboração dos colegas,a fim de colocar na parede o pessoal da EMBASA.Laílson Cunha,defendendo a população,como sempre.
(Jorge)
Os demais vereadores também questionaram o trabalho da Embasa em Serrinha,mais de maneira muito tímida.Olha minha gente,na verdade,vereador não tem poder para resolver problemas da Embasa em Serrinha,essa função é do prefeito da cidade e seus deputados que estão mais próximos do governador.De nada adianta os nossos representantes 'encostarem'o pessoal da Embasa na parede e tentar resolver o problema na Câmara.Na minha opinião,a grande colaboração que a Câmara pode dar para a população desta cidade,é não pedir votos para os oportunistas de plantão.
(Trabuco)

Se eles deixarem o eleitorado votar livre,sem qualquer tipo de interferências,encontraremos alguém para nos defender diretamente com o governo do Estado.É só esta 'ajuda'que a população quer dos vereadores de Serrinha.

Eu me preparei para matar ou para morrer, diz Joaci Goés sobre ACM

Com a campanha dos candidatos à majoritária nas ruas, cada dia surge um fato novo ou, digamos assim, se desencavam fatos antigos. Em entrevista ao A Tarde, o postulante a vice-governador na chapa da oposição, Joaci Góes, trouxe à tona um episódio envolvendo o senador Antonio Carlos Magalhães. Góes, que está no PSDB, saiu de casa portando uma arma decidido a matar ACM, seu desafetoi histórico.

“Nunca pensei em chegar a matá-lo. Mas havia uma expectativa em algumas pessoas de que ele, cercada de guarda-costas, poderia me imobilizar e, com isso, causar algum dano físico. E nessa perspectiva eu me preparei para matar e para morrer. Passei a andar armado só por legitima defesa, para não ser desmoralizado, agredido. Mas uma das coisas que eu agradeço a Deus é não ter ocorrido o ensejo, porque a vida passa”, relata o tucano.

Outra curiosidade extraída da entrevista diz respeito ao papel do vice. Contrariando, por exemplo, o comportamento da vice de ACM Neto, Célia Sacramento, que anda às voltas com polêmicas, Joaci dá a diretriz de como será seu desempenho, caso Paulo Souto ganhe a eleição.

“Vou ser o vice-governador mais comportado. Quem aceitar ser vice de uma chapa tem que ter o compromisso de ser o substituto eventual do titular. E não ficar fazendo sombra ao titular. E não ficar fazendo sombra ao titular ou querendo competir. Ser um coadjuvante, e na medida em que o governador se disponha a me ouvir, poderei contribuir com minha experiência, com o conhecimento que tenha dos problemas das Bahia e do Brasil.Fonte:Bocão News

Entrevista: Prisco fala em medo, depressão e liberdade

O vereador Marco Prisco (PSDB) entra nesta segunda-feira (28) no 11° dia de prisão preventiva, que está sendo cumprida no presídio federal de segurança máxima da Papuda, em Brasília.

Em entrevista concedida para o A Tarde, o vereador e presidente da Aspra fala em medo, depressão e possível liberdade, ponto que está sendo buscado pela defesa com recurso que será apresentado hoje no Supremo Tribunal Federal (STF).

Prisco descreve a Papuda como um local de terror, garante estar bem fisicamente, mas teme pelo estado mental. “Não como, sinto fortes dores do estômago e tenho medo de que isso influencie no meu problema de coração, que é genético. Sinto-me deprimido. Estou com medo e tenho muito temor por minha vida”.

Sobre o dia da prisão, 18 de abril, quando foi abordado por policiais federais e preso a caminho de um resort na Costa do Sauípe, o vereador se mostra decepcionado e surpreso. “Triste e aterrorizante. Estava na frente de meus filhos e esposa. Eu fui tratado como criminoso, coisa que eu não sou”.

Já em relação a prisão, ele considera o ato arbitrário e explica: “Foi uma surpresa porque não há provas no processo. Ninguém ainda foi ouvido nele. Tudo baseado na Lei de Segurança Nacional, da época da ditadura, que já foi alvo de análise do Supremo, que declarou inconstitucionais diversos requisitos desta”.

Ele também garante que foi contra as greves promovidas por policiais militares em 2012 e 2014, mas atesta que quem tem o poder de decisão por deliberação do movimento não é ele, e sim da categoria. “A opinião da tropa é e sempre será soberana”.

Quando questionado sobre o papel do governador Jaques Wagner na greve da PM em 2001, quando à época não era chefe do executivo baiano, Prisco garante que “ele (Wagner) foi além de parceiro, deu total apoio, inclusive publicamente”.

Prisco agradeceu aos membros da Câmara de Salvador que decidiram pela não suspensão dos direitos dele de vereador e fez apelo aos policiais para que a tropa permaneça solicitando a sua soltura, sem paralisações ou protestos.

De acordo com o A Tarde, as perguntas foram impressas e entregues ao advogado da Aspra, Leonardo Mascarenhas, que foram entregues e respondidas por Prisco dentro do presídio da Papuda.

Vitória acerta com meia Léo Costa e aguarda exames para fazer anúncio

O Vitória acertou a contratação de mais um reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro. Trata-se de Léo Costa, um dos destaques do Rio Claro-SP no Paulistão deste ano, que já desembarcou em Salvador na madrugada desta segunda-feira (28).

A diretoria  do Leão aguarda apenas a realização dos exames médicos para anunciar oficialmente a transação e marcar a apresentação do atleta. O procedimento deve ocorrer na terça.

No Campeonato Paulista, Léo recebeu troféus de craque do interior e um dos artilheiros da competição com nove gols marcados.

O meia, de 28 anos, despertou o interesse de Corinthians e Flamengo, porém, o negócio não foi concretizado. Ele já defendeu o Santo André, Linense, União São João, Itumbiara e Guarani. Além disso, atuou por quase um ano no futebol da República Theca.

Quando fala sobre mensalão, Lula é 100% cínico


Em entrevista à emissora portuguesa RTP, Lula contou uma piada de brasileiro. O julgamento do mensalão “teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisões jurídicas”, disse, antes de divertir a audiência com duas teses: “não houve mensalão” e “o processo foi um massacre que visava destruir o PT.” Ao se referir aos “companheiros do PT presos”, o entrevistado levou a anedota a sério: “Não se trata de gente da minha confiança.”

Ficou entendido que, em matéria de mensalão, Lula é 100% cínico. Ele maneja o cinismo com tal sofisticação filosófica que acaba se aproximando da realidade. Como no trecho em que declarou que “é apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade''. De fato, ainda há algo por esclarecer: qual foi o verdadeiro papel de Lula no enredo do mensalão?

Há quatro Lulas dentro do escândalo. Nenhum deles se parece com o autêntico. Logo que o escândalo estourou, em 2005, um primeiro Lula tentou reduzir tudo a mais um caso de caixa dois: “O que o PT fez, do ponto de vista eleitoral, é o que é feito no Brasil sistematicamente”. Sentado num banco de CPI, Duda Mendonça jogou a campanha presidencial dentro do caldeirão, provocando o surgimento de outro Lula.

Esse segundo Lula jurou que “não sabia” do que se passava sob suas barbas, pediu “desculpas” em rede nacional de rádio e tevê e declarou-se “traído”. Na prática, pediu aos 52.788.428 eleitores que o haviam acomodado na Presidência que o enxergassem como um bobo, não como um cúmplice.

Em 2006, a campanha da reeleição produziu um terceiro Lula. Dizia coisas assim: “Esse negócio de mensalão me cheira a um pouco de folclore dentro do Congresso Nacional”. Foi nessa época que o então procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, nomeado por Lula, serviu-se das evidências colecionadas pela Polícia Federal do doutor Márcio Thomaz Bastos para formular a denúncia sobre a troca de dinheiro sujo por apoio congressual ilegítimo. A ausência de Lula no rol de acusados deu à peça a folclórica aparência de mula sem cabeça.

Reeleito, Lula sentiu-se autorizado a potencializar a desfaçatez. Que aumentou na proporção direta da elevação dos índices de popularidade. Em maio de 2010, quando carregava nos ombros a candidatura presidencial de Dilma Rousseff, Lula referiu-se ao escândalo que tisnara seu primeiro reinado como “um momento em que tentaram dar um golpe neste país.” Esse quarto Lula é irmão gêmeo do comediante que acaba de se apresentar na RTP, a emissora portuguesa.

Com a tese do “golpe”, Lula soara, além de ilógico, ingrato. Cinco anos antes, quando a lama rocava-lhe o bico do sapato e o vocábulo impeachment era pronunciado à larga, o pseudopresidente mandara ao olho da rua o chefe de sua Casa Civil, José ‘Não se Trata de Gente da Minha Confiança’ Dirceu. E despachara três ministros para apagar os ânimos da oposição.

Márcio Thomaz Bastos, foi ao encontro do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ciro Gomes voou para uma conversa com o então governador mineiro Aécio Neves. E um Antonio Palocci pré-escândalo do caseiro reuniu-se com a nata da plutocracia e com seus amigos tucanos. Em poucos dias, sob a voz de comando de FHC, o tucanato desembarcou da tese do impeachment. Ou seja: houve complacência, não “golpe”.

Numa passagem do extraordinário livro “Lula, o Filho do Brasil'', lançado em dezembro de 2002, o personagem central da narrativa desenhara um bonito retrato de si mesmo. Em depoimento a Denise Paraná, autora da obra, Lula dissera: “…Se eu não tivesse algumas [qualidades pessoais] não teria chegado aonde cheguei. Eu não sou bobo. Acho que cheguei aonde cheguei pela fidelidade aos propósitos que não são meus, são de centenas, milhares de pessoas.''

Os quatro Lulas que se seguiram ao mensalão não fazem jus a esse Lula de outrora, fiel aos propósitos da coletividade. Na Presidência, um ex-Lula disse que preferia “ser considerado uma metamorfose ambulante” (reveja abaixo). Quando a história puder falar sobre o mensalão sem as travas que a conveniência impõe a algumas línguas companheiras, o país talvez descubra as razões que levaram um arauto da ética a sofrer a metamorfose que o tornou um cínico contador de anedotas.Fonte:Blog do Josias

Estudo revela que consumo de café pode reduzir risco de diabetes

Aumentar em uma xícara e meia o consumo de café em um período de quatro anos ajuda a reduzir em 11% o risco de diabetes, revelou um estudo publicado nesta quinta-feira (24).

Os resultados da pesquisa, chefiada por Frank Hu e Shilpa Bhupathiraju, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, foram publicados na revista Diabetologia, da Associação Europeia para o Estudo da Diabetes.

Há tempos se associava uma incidência menor do diabetes tipo 2 com o consumo de chá e café, e os cientistas observaram esta relação de perto.

Os autores determinaram que as pessoas que aumentaram o consumo de café em mais de uma xícara por dia durante quatro anos apresentavam um risco 11% menor de contrair diabetes tipo 2 com relação àquelas que não modificaram seus hábitos de consumo.

Ao contrário, os pacientes que reduziram o consumo de café em pelo menos uma xícara apresentaram um risco de desenvolver diabetes tipo 2 superior a 17%. Não foi detectado um impacto do consumo de chá e café descafeinado no risco de diabetes.

Aqueles que mantiveram um nível elevado de consumo de café, de 3 xícaras de café ou mais, apresentaram um risco de diabetes ainda menor, 37% inferior ao de consumidores moderados, que consomem uma xícara ou menos por dia.

"As mudanças nos hábitos de consumo de café parecem impactar o risco de diabetes em um prazo relativamente curto. Nossas pesquisas confirmam estudos prospectivos anteriores segundo os quais um consumo maior de café era associado a um risco menor de diabetes tipo 2", afirmaram os autores.

Dilma exalta "resposta ousada" de Daniel Alves contra ato racista

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, foi ao Twitter para defender o lateral Daniel Alves. O brasileiro do Barcelona sofreu atos racistas neste domingo, quando uma banana foi arremessada em sua direção pela torcida do Villarreal, em partida do Campeonato Espanhol. Entretanto, o jogador deu uma resposta inusitada e acabou comendo a fruta ainda em campo.

Dilma disse que o racismo "é algo que tem se tornado comum nos estádios" de futebol, mas elogiou a "resposta ousada e forte [de Daniel Alves] ao racismo no esporte".

Por fim, ela terminou explicando que todas as pessoas têm uma mesma origem, e levantou a bandeira contra a discriminação racial: "Vamos mostrar que nossa força, no futebol e na vida, vem da nossa diversidade étnica e dela nos orgulhamos. #CopaSemRacismo", escreveu a presidente.

Aécio Neves defende CPI da Petrobras


No senado, Aécio Neves foi um dos principais nomes para a criação da CPI da Petrobras, que investigará supostas irregularidades em um contrato de uma refinaria no Texas, nos Estados Unidos.

Em entrevista ao Canal Livre, o tucano afirmou que não vê o episódio como jogo político para afetar o governo Dilma Rousseff (PT), uma vez que ele é o pré-candidato do PSDB à presidência.

“Não temo investigação”, afirmou Aécio. “A minha biografia é a principal resposta... Não sou semelhante ao PT. Eu pedi a criação da CPI da Petrobras não como desgaste [do governo], mas como debate”.

Em resposta, o PT tentou ampliar a investigação da CPI da Petrobras para os contratos do metrô no governo de Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo, mas a ministra do Supremo Rosa Weber pediu investigação exclusiva.

Derrotado no Supremo, o PT então passou a articular a criação de uma nova CPI para investigar o suposto cartel em São Paulo. “É uma CPI da vingança”, afirma Aécio. “Cartel ocorre em todos os lugares do mundo, e deve ser investigado. Se tiver algo do PSDB, que seja punido”.

domingo, 27 de abril de 2014

A disputa de poder no PT expõe um racha inédito na história do partido

A presidente Dilma Rousseff enfrenta um momento inédito de fragilidade. Além de ter problemas na economia, como o crescimento baixo, a inflação persistente e o desmantelamento do setor elétrico, ela perdeu apoio popular e força para barrar, no Congresso, iniciativas capazes de desgastá-la. A aprovação ao governo caiu a um nível que, segundo os especialistas, ameaça a reeleição. Partidos aliados suspenderam as negociações para apoiá-la na corrida eleitoral. Já os oposicionistas conseguiram na Justiça o direito de instalar uma CPI para investigar exclusivamente a Petrobras. Acuada, Dilma precisa mais do que nunca da ajuda do PT, mas essa ajuda lhe é negada. Aproveitando-se da conjuntura desfavorável à mandatária, poderosas alas petistas pregam a candidatura de Lula ao Planalto e conspiram contra a presidente. O objetivo é claro: retomar poderes e orçamentos que foram retirados delas pela própria Dilma. A seis meses da eleição, o PT está rachado entre lulistas e dilmistas — e, para os companheiros mais pragmáticos, essa divisão, e não os rivais Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), representa a maior ameaça ao projeto de poder do partido.    
Com carreira política construída na resistência à ditadura militar e posteriormente no PDT, Dilma nunca teve alma petista. Ao assumir a Presidência, ela herdou boa parte da cúpula do governo Lula, como ministros, dirigentes de estatais e até a então chefe do escritório da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha. O governo era de continuidade mesmo nos nomes escalados para comandar o país. O plano de Dilma era dar uma feição própria à sua gestão de forma gradativa, reduzindo a influência do antecessor ao longo do tempo. Antonio Palocci, seu primeiro chefe da Casa Civil, ilustrou a estratégia: “No primeiro ano de mandato, será um governo Lula-Dilma. No segundo, um governo Dilma-Lula. No terceiro, será Dilma-Dilma”. Esse cronograma, no entanto, foi atropelado pelos fatos. Já em 2011 a presidente foi obrigada a demitir seis ministros acusados de corrupção e tráfico de influência — quatro deles egressos do governo anterior. Dilma se mostrava intransigente com os malfeitos, ao contrário de Lula, acostumado a defender políticos pilhados em irregularidades. Com a chamada faxina ética, ela atingiu recordes de popularidade e conseguiu força para tirar das mãos de notórios esquemas partidários setores estratégicos da administração. Nem mesmo o PT foi poupado nessa ofensiva.

O partido perdeu terreno em fundos de pensão e na Petrobras, que teve sua diretoria reformulada em 2012. A faxina ética era acompanhada da profissionalização da gestão. Com essas mudanças, muitos petistas estrelados, como o mensaleiro preso José Dirceu, perderam influência. Havia um distanciamento crescente entre a presidente e a engrenagem partidária, mas Lula mantinha o PT unido e silencioso. Ele alegava que a “mídia conservadora” — ao exaltar as demissões promovidas pela sucessora, com o intuito claro de atacá-lo — ajudava Dilma a conquistar eleitores que historicamente tinham aversão ao PT. Ou seja: a comparação entre os dois beneficiava o partido. Se alguns petistas registravam prejuízos em casos isolados, o conjunto estava sendo fortalecido. Esse discurso manteve a companheirada sob controle até 2013, quando a popularidade da presidente despencou devido à inflação e às manifestações populares de junho. Petistas, então, passaram a criticar Dilma, conspirar contra ela no Congresso e defender a candidatura de Lula. A cizânia interna se desenhava, mas ainda era incipiente e restrita aos bastidores. Esse dique foi rompido pelo escândalo da Petrobras.

Hoje, o PT testemunha uma batalha pública e cruenta entre a soldadesca dos dois presidentes. Palocci não previu, mas o último ano de mandato também tem seu epíteto: governo Dilma versus Lula.Fonte:Veja