OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Foi em vão que golpeei os seus filhos.Eles não aceitaram a disciplina.A própria espada de vocês devorou os seus profetas,Como um leão destruidor. Vocês desta geração, prestem atenção à palavra de Jeová. Será que eu me tornei para Israel como um deserto ? Ou uma terra de densa escuridão? Por que eles, o meu povo, disseram: ‘Estamos andando livremente. Não voltaremos mais para ti.Será que a moça se esquece dos seus enfeites,Ou a noiva das suas faixas? No entanto, não é possível contar os dias em que o meu próprio povo se esqueceu de mim". Jeremias 2:1-37

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Bebidas clandestinas têm metanol, cobre e substância cancerígena, diz estudo da Unifesp

Uma pesquisafeita com amostras de bebidas alcoólicas clandestinas, como cachaças de alambique, uísques falsificados e licores artesanais, apontou a presença de substâncias tóxicas como cobre, metanol e carbamato de etila. O estudo foi feito em sete municípios de São Paulo e Minas Gerais pelo Cebrid (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas), da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Além do Brasil, participaram da pesquisa países como Rússia, China, Índia, México e Sri Lanka.Os resultados foram apresentados nesta terça-feira (30) durante um simpósio sobre o assunto em São Paulo. Para as análises brasileiras, foram consideradas 65 amostras de bebidas (51 somente de cachaças) colhidas nas cidades de São Paulo e Diadema, na região metropolitana de São Paulo, durante o ano de 2010. Dessas, 61 foram obtidas entre consumidores e vendedores informais. O restante foi pego diretamente com produtores. "Coletamos, principalmente, as [bebidas] que achávamos que eram falsificadas. Quando tinham rótulos, não tinham selo de garantia do Ministério da Agricultura e os preços eram muito baixos", explicou Elisaldo Carlini, professor do Cebrid e coordenador do estudo. Outras 87 amostras (63 apenas de cachaças) foram obtidas em cinco cidades de Minas Gerais, entre elas a capital Belo Horizonte, além de cidades famosas pela produção da bebida, como Passa Quatro e Salinas. As bebidas foram colhidas entre 2011 e 2012, em bares e festas e com vendedores de rua. Fumar provoca câncer; álcool não? MITO: "O álcool é o segundo fator de risco modificável para cânceres, só fica atrás do cigarro", alerta Thiago Marques Fidalgo, psiquiatra do Hospital A.C.Camargo. Os fatores "modificáveis" são os que advêm dos hábitos das pessoas; os demais são fatores genéticos. "O perigo do cigarro é muito divulgado, mas os efeitos tóxicos do álcool podem provocar câncer por onde ele passa: boca, pescoço, cordas vocais, esôfago, fígado, intestino", diz o médico. Quanto maior o consumo, maiores os riscos Mais Shutterstock Bebida com metanol e cobre De acordo com Carlini, um dos elementos tóxicos encontrados nas amostras foi o metanol, tipo de álcool altamente tóxico e que, se ingerido, pode causar cegueira e até levar à morte. Entre as amostras mineiras, em 25 do total de 87 garrafas foi encontrado metanol, mas nenhuma das amostras ultrapassou o limite permitido de 200 partes por milhão (ppm), disse Carlini. Das amostras paulistas, 24 das 54 que foram levadas para análise apresentaram o álcool tóxico, mas apenas uma amostra de vinho registrou índice acima do limite legal. Outro elemento presente nas bebidas foi o cobre, que pode prejudicar a absorção de minerais no organismo. O elemento foi encontrado em 11 amostras de São Paulo e em 15 das mineiras. Algumas estavam muito acima do limite legal, de 5 ppm, chegando a 26 ou 27 ppm. O carbamato de etila, um agente cancerígeno, também estava presente em 65 das 87 bebidas de Minas Gerais. “Em algumas amostras, [a concentração] era tão grande que dava para saber que estava exagerado”, concluiu o pesquisador. Outra irregularidade constatada foi que a concentração alcoólica de 27 das 51 amostras de cachaça de São Paulo e de 30 das 63 amostras de cachaça de Minas Gerais ficaram abaixo do que determina a lei. "Ficamos surpresos. Não sabemos se isso é ruim ou se é bom, nós só sabemos que não está legal." Consumo de álcool Além de analisar as bebidas, o estudo ouviu 430 adultos do Estado de São Paulo e 564 de Minas Gerais. Os participantes eram, majoritariamente, homens com idades entre 18 e 30 anos e nível de escolaridade entre nível médio e superior. A maioria dos entrevistados, 60,1% dos mineiros e 96,3% dos paulistas, declarou consumir álcool. O tipo de bebida mais frequente foi a cerveja, seguido pelo vinho. A cachaça ficou em terceiro lugar como a mais consumida em Minas Gerais e em quarto entre as preferidas dos paulistas. As razões apontadas pelo estudo para o alto consumo da cachaça foram o preço baixo e o fácil acesso à bebida.FONTE:UOL

STJD pede que CBF suspenda resultado da partida entre Internacional e Palmeiras

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) comunicou o Palmeiras, no começo da noite desta terça-feira, que acatou o protesto legal referente ao jogo com o Internacional, realizado no último sábado em Porto Alegre. Com a posição, o resultado da partida está suspenso e o jogo passa a não valer para a classificação do Campeonato Brasileiro. Segundo o diretor jurídico do Palmeiras, Piraci de Oliveira, o Internacional e os envolvidos na polêmica têm dois dias para se manifestar e a decisão final só acontecerá no dia 08 de novembro, quando o jogo pode até ser remarcado ou o resultado pode ser mantido. "O Palmeiras recebeu o despacho do STJD. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não vai homologar a partida, os pontos não vão ser contabilizados até o dia do julgamento. O certo é que os pontos não sejam contabilizados na tabela. O Inter tem dois dias para se manifestar, assim como os membros de arbitragem que estiveram no Beira-Rio. Essa notícia é ótima e mostra o bom senso das pessoas que comandam o futebol. Agora eles vão analisar se houve de fato a interferência e, se comprovada, a partida vai ser cancelada", disse Piraci de Oliveira. A postura do Internacional é um pouco mais conservadora. O advogado do time gaúcho, Rogério Pastl, admite que o processo do Palmeiras foi aceito pelo STJD, mas os pontos ainda não podem ser retirados da tabela de classificação. "A impugnação de partida do Palmeiras foi processada. É um comunicado. O julgamento terá um efeito, se for o caso, de desfazer o resultado e retirar os pontos. Tem um prazo para fazer isso. É o prazo que você pode reclamar. Mas não quer dizer que já esteja suspenso. O resultado está mantido por agora. Não tem previsão ainda de quando será este julgamento", afirmou Rogério.

Beneficiários do INSS podem consultar recursos e processos pela internet


Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem consultar pela internet a tramitação e o resultado de recursos de processos na Previdência Social. Para ter acesso às tramitações, é preciso informar os números de protocolo, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e benefício do segurado. O e-Recursos, implantado em janeiro, tem como objetivo de facilitar o acesso dos beneficiários aos processos, aumentar a transparência da instituição e economizar tempo e dinheiro. Até janeiro de 2012, todo processo de julgamentos, recursos e consultas era presencial e manual. A partir de então, passou a ser possível protocolar processos online. Só em outubro, o sistema foi usado em cerca de 6,1 mil casos. Atualmente, o prazo para recursos, do protocolamento até o resultado final, é 85 dias. Em nota do Ministério da Previdência Social (MPS), o presidente do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), Manuel Dantas, informou que o tempo de tramitação deverá diminuir consideravelmente. O objetivo da Previdência é disponibilizar, em breve, a solicitação de recurso também pela internet, sem que o segurado precise se deslocar até uma agência da Previdência Social (APS).

Crescimento de mulheres eleitas na Bahia é destaque em Brasília

Durante o Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres, que acontece em Brasília, a titular da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM), Vera Lúcia Barbosa, destacou, nesta terça-feira (30), o crescimento do número de mulheres eleitas para o comando de prefeituras baianas. Ela participa da reunião junto com a ministra paranaense Eleonora Menicucci e gestoras de 21 estados brasileiros. No encontro, as representantes estaduais fazem um balanço da participação feminina nas eleições e discutem a importância de fortalecer as próximas prefeitas. Segundo Lúcia, o aumento na Bahia foi de 36%, com relação às eleições de 2008. “Crescemos acima da média nacional e nosso desafio agora é dar qualidade aos mandatos, para que possam corresponder às expectativas dos movimentos feministas”, ressaltou a secretária baiana. “As mulheres saíram do processo eleitoral fortalecidas, mas ainda é pouco para o que queremos. Precisamos trabalhar para que o percentual de participação feminina em 30% seja mantido nas eleições. Paradigmas ainda estão solidificados no âmbito dos partidos e coligações”, disse a ministra Eleonora Menicucci.
A virada eleitoral ocorreu em 13 cidades entre as 50 onde houve segundo turno no último domingo (29). Na maior cidade do país, São Paulo, Fernando Haddad (PT) foi eleito prefeito com 55,57% dos votos, após terminar o primeiro turno em segunda posição, com 1,8 pontos percentuais a menos do que o primeiro colocado José Serra (PSDB). O número de resultados diferentes no segundo turno é o maior registrado em eleições municipais. No estado do Rio de Janeiro, dois candidatos inverteram os resultados: Neilton Mulim (PP), em São Gonçalo, e Rubens Bomtempo (PSB), em Petrópolis. A virada mais expressiva aconteceu em Londrina, no Paraná, onde Alexandre Kireef (PSD) foi eleito com 50,53% dos votos. Ele terminou o primeiro turno com 25,27% dos votos, 20 pontos a menos do que Marcelo Belinati (PP), sobrinho do ex-prefeito Antonio Belinati. Já o candidato que conseguiu abocanhar a maior fatia percentual no segundo turno foi Mauro Nazif (PSB), em Porto Velho. No segundo turno, sua votação alcançou 63,03% dos votos, um avanço de 44 pontos percentuais em relação ao primeiro turno. Entre as 16 capitais onde houve uma segunda disputa, em seis, Belém, Macapá, Porto Velho, Fortaleza, São Paulo e Curitiba foram testemunhadas viradas no segundo turno. Entre os partidos, quem mais inverteu resultados foi o PT (3 viradas), seguido por PMDB e PDT (2 viradas cada um) e PP, PSC, PSD, PV, PTC e PSOL (1 cada). Na Bahia, os candidatos que foram eleitos na segunda etapa das eleições, ACM Neto (DEM), em Salvador, e Herzem Gusmão (PMDB), em Vitória da Conquista, não entram na soma, já que mantiveram a posição já conquistado no primeiro turno.
O acarajé deverá ser comercializado dentro da Arena Fonte Nova, no modelo em que é tradicionalmente vendido em Salvador, durante a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, de acordo com recomendação feita pelo promotor de Justiça Ulisses Campos, coordenador do Núcleo de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Ministério Público (Nudephac), a cinco órgãos relacionados. O pedido foi encaminhado ao Iphan, ao Ministério do Esporte, à Secretaria Estadual para Assuntos da Copa (Secopa), à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e à Empresa de Turismo do Município de Salvador (Saltur). Após recebida a recomendação, as entidades terão 15 dias para comunicar a orientação à Federação Internacional de Futebol (Fifa) no Brasil. A solicitação ainda determina que o quitute deve ser realizada por vendedoras e vendedores de acarajé cadastrados na Associação de Baianas de Acarajé e Mingau do Estado da Bahia, que poderão trabalhar vestidas com os trajes típicos da sua expressão cultural e religiosa. “Por nenhuma hipótese será tolerada a comercialização do acarajé por outra forma que não a tradicional”, explicitou. Caso a orientação não seja seguida, o MP buscará amparo na Justiça. O promotor recomendou que os pontos de venda das baianas tenham a mesmas condições técnicas dos demais restaurantes localizados no estádio e no seu entorno, para preservar a saúde dos transeuntes, consumidores e trabalhadores, conforme exigido pela Fifa.  O pedido foi elaborada com base num procedimento instaurado pelo Nudephac, em 25 de outubro, para apurar as notícias sobre a não comercialização ou provável proibição da comercialização do acarajé no entorno e nas dependências internas do estádio durante os torneios esportivos. “Cabe ao Ministério Público, com a colaboração da comunidade, promover e proteger o patrimônio cultural brasileiro. É o que vamos fazer até o fim com relação ao acarajé”, defendeu Ulisses Campos.
O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, afirmou que houve falha humana no incidente que causou o apagão que atingiu o Nordeste e o estado de Tocantins na madrugada de sexta-feira (26). "Tem falha humana, sem dúvida nenhuma. No caso do último apagão, de programação de uma proteção de um equipamento", avaliou. No entanto, Hubner descartou que o erro fora intencional. "Não acredito nisso", desconsiderou. O diretor garantiu que o governo busca formas para coibir a ocorrência de novas falhas e acredita que as causas do incidente só serão conhecidas após a conclusão do Relatório de Análise de Proteção (Rap) pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Informações do Estadão.FONTE:BAHIA NOTICIAS

Avó esconde 55 pedras de crack na calcinha para proteger neta, diz Polícia Civil baiana

Berenice Alves Fernandes, de 74 anos, foi presa pela Polícia Civil baiana com 55 pedras de crack escondidas na calcinha. Segundo informações da polícia, que divulgou o caso nesta terça-feira (30), a suspeita foi presa em flagrante. A droga foi encontrada após uma revista feita por uma policial. O caso foi descoberto após a polícia ter sido acionada por moradores do bairro da Boca do Rio, em Salvador, que reclamavam do barulho de uma festa em frente à casa da mulher, em uma localidade chamada de Cajueiro. Investigadores da 9ª Delegacia de Polícia estiveram no local e, de acordo com informações da Polícia Civil, constataram que havia consumo de drogas na festa. Ao perceber a presença dos agentes, uma neta de Berenice, identificada como Glaucia Fernandes Bispo, 33, e apontada como traficante, tentou se esconder. A neta foi seguida pelos agentes e localizada no interior da residência, onde também estava a avó. Muito nervosas e negando qualquer tipo de informação, as duas mulheres foram revistadas pela policial civil, que, além da droga, encontrou a quantia de R$ 132 com Gláucia, provenientes da venda de drogas, que estava sendo feita no local da festa, informou a Polícia Civil. Ao ser ouvida, a idosa teria negado que a droga fosse sua e que estava “dentro de um saco plástico por culpa da neta, que queria esconder o material”. A polícia informou ainda que as duas são acusadas de integrar uma das quadrilhas que participaram de uma chacina no bairro, em outubro do ano passado, e que ambas estavam sendo monitoradas desde então. Custodiadas na carceragem da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Derrca), Berenice e Glaucia foram autuadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O material apreendido será encaminhado para perícia.

Ministério Público comemora decisão que mantém índios guaranis-kaiowás em fazenda no

O Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul publicou nota em seu site no final da tarde desta terça-feira (30) comemorando a decisão que mantém os índios guaranis-kaiowás em uma fazenda no município de Iguatemi, no Mato Grosso do Sul. Uma decisão do Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF-3) suspendeu hoje a reintegração de posse da área ocupada pelos índios na fazenda Cambará. Assim, os índios poderão continuar ocupando a área em disputa. A decisão de hoje se refere a uma liminar anterior, favorável era à manutenção de posse proposta por Osmar Luis Bonamigo, dono da fazenda, expedida por um juiz federal da 1ª Vara de Naviraí (MS). "Concedo o efeito suspensivo ao agravo de instrumento, para determinar a mantença dos silvícolas da Comunidade Indígena Pyelito Kue exclusivamente no espaço atualmente por eles ocupado, delimitado em 1 (um) hectare, ou seja, 10 (dez) mil metros quadrados, até o término dos trabalhos que compreendem a delimitação e demarcação das terras na região, com a ressalva de que tudo o que foi aqui estabelecido deve ser estritamente observado por todas as partes envolvidas", afirma a desembargadora federal Cecilia Mello. "A mobilização das redes sociais foi definitiva para alcançar esse resultado. Provocou uma reação raramente vista por parte do governo quando se trata de direitos indígenas", disse o procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida, que atua em Dourados (MS). Para o Ministério Público Federal, segundo a nota, “afastar a discussão da ocupação tradicional da área em litígio equivale a perpetuar flagrante injustiça cometida contra os indígenas em três fases distintas e sucessivas no tempo. Uma quando se lhes usurpam as terras; outra quando o Estado não providencia, ou demora fazê-lo, ou faz de forma deficiente a revisão dos limites de sua área e quando o Estado-Juiz lhes impede de invocar e demonstrar seu direito ancestral sobre as terras, valendo-se justamente da inércia do próprio Estado”.FONTE:UOL

Vardinho Serra vai tentar um acordo politico entre Osni e Tânia

Bom dia meus amigos,desejo a todos saúde e paz! Hoje quero comentar sobre a entrevista que o empresário Vardinho Serra concedeu a Rádio Regional AM.Para os ouvintes do programa PASSANDO A LIMPO,Vardinho abriu o jogo!respondeu todas as perguntas feitas por Fabiana Ferrari,Adaílton Carvalho e José Ribeiro.Na minha opinião,Vardinho não" correu do pau",foi até onde podia ir,até porquê,na política muito pouca gente fala a verdade.Perguntado sobre seu "interesse"no mundo da política,ele disse o seguinte: "Minha intenção é de apenas ajudar no progresso da cidade.Não ganho dinheiro com isso não,agora,claro que tenho meus' interesses'.Tenho um parque de vaqueja,luto para o crescimento da área onde ele foi construído,isso é bom para o município".Outro pergunta polêmica ,foi sobre o PAGAMENTO DOS IMPOSTOS."Desafio qualquer um nesta cidade a mostrar algum documento dizendo que sou sonegador de impostos,dou um carro novo a quem aparecer com alguma prova.Quem mais paga tributos nesta cidade sou eu,e não é pouco dinheiro não."O empresário também falou sobre a vitória do prefeito Osni Cardoso na última eleição;" O ponto alto foi não agredir moralmente nossos adversários,fizemos uma campanha sem perseguição.O povo não gosta de candidato agressivo,isso ficou provado.Outra coisa,do outro lado, tinha muitos soldados e ninguém para comandar,isso na política não existe.Em qualquer situação de nossas vidas é assim.Se não tem comando acaba,vai a falência".Quando perguntado sobre a união política envolvendo a ex-prefeita Tânia e o médico Zevaldo Lima,Vardinho não escondeu sua opinião:"Zevaldo já não tem a força de antes,acho que ele vem caindo com o decorrer do tempo.Gosto muito do filho dele(Adriano Lima)mais se ele continuar dependendo de Zevaldo não vai pra lugar nenhum."Outra polêmica envolvendo o empresário foi quando perguntado se existe a possibilidade de um acordo político entre o prefeito Osni e Tânia."acho que tem sim,por mim tem muita chance,fui criado na casa dela,sempre fui liderado sr.Carlos Mota(pai de Tânia),que pra mim foi o maior político dessa terra,então se depender de mim haverá esse acordo sim".

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Dr cesar:"O GOVERNINHO VENCEU"

ACM Neto venceu as eleições para prefeito de Salvador. Foi uma maiúscula vitória. Aliás, para fazer contraponto a um dos mais deprimentes momentos da campanha, foi uma grande vitória. Dilma Roussef, Presidente da República, em uma das falas mais infelizes e inadequadas a quem ocupa um cargo como o seu, disse que a Bahia não podia "ter um governinho", tripudiando com uma característica fisíca de ACM Neto. Lula, a seguir, na sua habitual falta de limites, fez a mesma coisa. ACM Neto enfrentou o poder estadual- há seis anos no cargo- , as visitas de Lula, Dilma, a máquina estatal, menor tempo de televisão no primeiro turno e, apesar disto, venceu com quase cem mil votos de frente. Ao vencer tamanha reunião de forças Neto, aos 33 anos, faz sua entrada definitiva na galeria de líderes baianos. O tamanho que terá - sem ironias- dependerá do desempenho de seu governo, das escolhas de sua equipe, de não cair na tentação de refazer o " carlismo" . Conta a seu favor o fato de suceder o abominável - no dizer de Caetano Veloso- João Henrique, que levou Salvador a um paroxismo de feiúria e baixa estima jamais visto, nem no tempo do apocaliptico Fernando José. A eleição de Neto também é um recado dos baianos ao governo do PT, uma demonstração da insatisfação com o desempenho administrativo que ele vem tendo e uma evidente mostra que as greves da polícia e dos professores deixaram sequelas. A degradação cultural, a destruição da orla, a redução do turismo, a violência descontrolada, a mobilidade sem avanços, o apreço de Wagner pela política ao invés do operacional, tem causado irritação e desgaste e o resultado escancara estes fatos, que não pode ser revertido nem por todo carisma de Dilma e Lula. Wagner, o PT e sua base de apoio, seguem dominando a maioria dos munícipios baianos, muitos, carentes, e que não tem vida própria se não estiverem aliados ao poder estadual. Apesar disto, a oposição abriu frente nas duas mais importantes cidades do estado - Salvador e Feira- e o jogo da sucessão estadual em 2014 começa a ser jogado sob outra ótica e que vai obrigar o governo a redobrar seus esforços. Pelegrino, um bom nome do PT, foi infeliz, também, no seu discurso ao dizer que : "o povo de Salvador fez uma opção errada e equivocada novamente". Bastaria reconhecer a vitória do adversário, agradecer seus eleitores e não desmerecer a escolha dos baianos. Os eleitores, de um ou de outro lado, merecem respeito. Foi por estas e outras que o " governinho" venceu.FONTE:TRIBUNA FEIRENSE-(foto-texto)Dr.cesar.

Pablo diz que mesmo em campo político oposto, tem respeito por Ronaldo

Um dos questionamentos ao vereador eleito foi sobre declaração do futuro prefeito José Ronaldo, dada em entrevista ao jornal Tribuna Feirense. Ronaldo disse que mantém uma boa relação pessoal com Pablo. "Nos respeitamos, realmente, enquanto pessoa. Na política, militamos em campos opostos. Apresento modelo diferente, mas com muito respeito", disse o vereador eleito. Segundo ele, vai cumprir a missão para a qual foi eleito. "Fui eleito para fazer oposição, mas responsável, defendendo interesses da cidade". Quanto a expressiva votação obtida - ele foi o mais votado no último pleito para a Câmara, com mais de 7 mil sufrágios - disse que foi uma surpresa. Destacou o apoio recebido do vereador Angelo Almeida e do deputado Yulo Oiticica. "Foi um conjunto (as razões da quantidade de votos). Há 18 anos trabalho com movimento social na cidade, no quadro de voluntários da Justiça, Conselho Tutelar, Melo Matos e Zilda Arns", argumenta ainda. Pablo Roberto analisou como positiva a campanha do candidato petista a prefeito Zé Neto. ?Precisamos respeitar a vontade do povo, que decidiu escolher um outro prefeito. Neto fez o que estava ao seu alcance?. Em seu primeiro mandato na Câmara, o futuro vereador disse que pretende dar atenção especial a questões sociais. "Precisamos de mais atenção às pessoa; contato corpo a corpo não pode ser de quatro em quatro anos apenas".FONTE:TRIBUNA FEIRENSE-JORNALISTA(FOTO)VALDOMIRO SILVA

Dr.Gerivaldo Neiva:Furtos, roubos e mortes só aumentam: faliu o sistema penal ou o modelo social?

De segunda a segunda (24/09 a 01/10), em Salvador (Ba), foram furtados 20 veículos, roubados 70 veículos, 41 pessoas foram assassinadas e ocorreram 12 tentativas de homicídios. Os dados são da Secretaria de Segurança do Estado da Bahia. (Cf. http://www.ssp.ba.gov.br/boletim-stelecom/) Segundo boletim da SSSP-Ba, os homicídios tem como vítimas jovens do sexo masculino e residentes em bairros periféricos de Salvador ou cidades da região metropolitana. Não são divulgados outros dados, mas não é difícil supor que são quase todos negros, com baixa escolaridade e sem profissão qualificada. Além disso, também não é difícil supor, pelas manchetes das páginas policiais, que muitos deles foram mortos em confronto (?) com a polícia. Em uma conta rápida, tomando-se esta semana como parâmetro (lembrando que nas semanas de carnaval e final de ano este número pode aumentar), podemos dizer, estatisticamente, que devem ser furtados 80 veículos por mês em Salvador, 280 serão roubados, 164 pessoas serão assassinadas e 48 pessoas serão vítimas de tentativa de homicídio. Ao final do ano, ainda com base neste mês hipotético, em média estatística, 960 veículos serão furtados, 3.360 veículos serão roubados, 1.968 pessoas serão assassinadas e 576 sofrerão tentativa de homicídio. É verdade que esses números podem aumentar ou diminuir. Como vem aumentando a cada ano, não creio que haverá redução. Ao contrário, como tudo vai continuar como está, a tendência é que esses números continuem aumentando a cada mês. Enquanto isso, segundo dados da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (BA), publicação de 1° de outubro de 2012, não há vagas nos presídios baianos para cumprimento de pena em regime fechado e o excedente é de 3.469 detentos. Logo, não passa de ilusão o argumento de que a violência é causada pela impunidade, pois os presídios estão abarrotados de presos e as ocorrências aumentam a cada mês. Diante desses números, a conclusão que se chega é que ainda estamos abertos e funcionando (sistema policial e judicial) porque somos um Poder do Estado, pois se fôssemos uma empresa privada ou entidade da sociedade civil, por falência total, já teríamos fechado as portas há muito tempo. Ou, por outro ângulo, pode-se também concluir que a falência não é dos sistemas policial e judicial, mas deste modelo de sociedade (contrato social?) que insistimos em defender como o único e ideal. A continuar assim, por fim, como um barco naufragando e sem botes salva-vidas, morreremos todos afogados, abraçados e atônitos a nos perguntar: Ó, Senhor, por que nos abandonastes? * Juiz de Direito (Ba), membro da Associação Juízes para a Democracia (AJD) e Porta-Voz no Brasil do movimento Law Enforcement Agains Prohibition (LEAP-Brasil)FONTE:CALILA NOTICIAS

Mulher flagrada na cama com amante é morta por marido em Serrinha

Na madrugada desta segunda-feira (29), um crime passional acordou a cidade de Serrinha, a 191 Km de Salvador. Valdelice Bispo dos Santos, 55 anos, foi assassinada pelo marido, José Carmo dos Santos, enquanto dormia com o amante, José Valter dos Santos Cruz. José Carmo efetuou dois disparos contra a vítima, que chegou a ser encaminhada ao Hospital Municipal de Serrinha, mas não resistiu aos ferimentos. O amante também foi encaminhado ao hospital da cidade com ferimentos na cabeça, mas está consciente e não corre risco de morte. Segundo a escrivã da Delegacia Territorial de Serrinha, Nilzeide de Oliveira, José Carmo foi preso em flagrante após deixar o local do crime com a arma na mão. Em um primeiro depoimento, ele revelou que efetuou os disparos contra a mulher, mas depois disse que os tiros saíram acidentalmente. O acusado já foi encaminhado ao presídio do Conjunto Penal de Serrinha, onde aguardará o julgamento pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. A delegada responsável pelas investigações é a titular da Delegacia Territorial de Serrinha, Ana Carina Sampaio Guerra.

Jaques Wagner: ‘Seremos aliados de Salvador’

O governador Jaques Wagner (PT) indicou ontem, em entrevista no Palácio de Ondina, que não haverá qualquer tipo de retaliação à cidade pela derrota do petista Nelson Pelegrino. “Temos um conjunto de projetos para Salvador que não vai ser interrompido pelo resultado eleitoral. A relação (com Neto) continua sendo de adversários políticos, mas de aliados em defesa de Salvador”, afirmou. Wagner atribuiu a derrota de Pelegrino à vinculação da imagem do PT à gestão de João Henrique. “Tem problema da prefeitura atual de Salvador que, em muitos momentos, foi entendido como uma prefeitura nossa. Acharam que nós éramos os responsáveis”, lamentou. Para ele, é precipitada qualquer avaliação das eleições de 2014 com base no pleito deste ano. Mas defendeu que o PT passe por uma renovação. Wagner negou, no entanto, que a escolha de Pelegrino tenha sido um equívoco, já que foi a quarta vez que ele concorreu à prefeitura de Salvador. “Foi o melhor candidato que a gente tinha. Ele foi um grande competidor. Saiu atrás, chegou no segundo turno e disputou bem”, afirmou. O governador minimizou a influência da greve de 115 dias dos professores estaduais no resultado das eleições,observando que tem outras questões a serem consideradas, mas admitiu que a paralisação desgastou a imagem do PT. Apesar de reconhecer a influência negativa da greve, Wagner disse que o resultado das eleições foi positivo para sua gestão. “Nossa base aliada ganhou 82% das prefeituras da Bahia. Acabamos de ganhar São Paulo, que era uma espécie de joia da coroa", disse Wagner citando a vitória de Fernando Haddad (PT). O governador comemorou ainda o resultado de Conquista, ondeGuilherme Menezes (PT) foi reeleito. Senadores A senadora Lídice da Mata teceu críticas à forma como o democrata fez campanha. “A mentira venceu. Venceu a posição que a insatisfação do governo João Henrique devia desaguar no governo do estado porque ele conseguiu passar essa ideia falaciosa de que nós estamos há seis anos no governo e que não fizemos nada por Salvador”, disse a senadora destacando que estava com saudade de ser oposição em Salvador. O senador Walter Pinheiro, que foi um dos coordenadores da campanha petista, afirmou que “o povo de Salvador errou em 2008 e em 2012”.FONTE:CORREIO DA BAHIA

Município de Ichu enfrenta a mais longa estiagem em 40 anos

A seca que atinge o sertão da Bahia vem tirando o sono de várias famílias no município de Ichu (a 198 km de Salvador), que têm na pecuária uma das principais fontes de sustento. Quem chega à região logo se depara com a terra avermelhada, aguadas secas e gado magro, cenário típico do flagelo. Parte dos animais já não se aguenta de pé. Nas estradas, não há só galhos secos e muitas pedras, mas também ossadas dos animais que não resistiram. Não chove há mais de dois anos no município. A estiagem, considerada a pior nos últimos 40 anos, tem feito os produtores acumularem perdas de aproximadamente 50% no rebanho de corte, seja por morte ou por necessidade de venda, para manter a criação alimentada, mesmo que precariamente. Na área leiteira, os prejuízos chegam a 70%, calculam os criadores. Repasse baixo - Com uma população aproximada de 6.480 habitantes, o município de Ichu decretou estado de emergência. Mas, até o momento, o único valor liberado foi R$ 20.500 mil, que chegou no início do ano, para a distribuição emergencial de água. Além disso, 494 famílias foram contempladas com o Seguro Safra.
"Este número não atingiu nem 50% das famílias da zona rural, que hoje é de mais de 1.500. Mas, pelo menos, é um alívio. A ajuda que estamos tendo é de entidades não governamentais, sindicatos e cooperativas, que conseguiram 142 cisternas para o município. Mas, até o momento, só foram executadas 42", afirma Antônio Carneiro, vereador (PSB) e comerciante. Na cidade, só existe um carro-pipa, pertencente a uma empresa privada que cobra R$ 120 por viagem. Transporta cerca de 8 mil litros de água para consumo humano. Se for água para animais, o valor cai para R$ 80. A água emergencial vem de Serrinha, situada a 28 quilômetros. Palma e mandacaru - Ichu já teve mais de 100 criadores de bovinos e caprinos, mas hoje há apenas 60, devido ao flagelo da seca. Entre eles, Valdomiro Carneiro, 60 anos, pai de dez filhos, que ganha diariamente R$ 25. Valor gasto para alimentar, duas vezes ao dia, 47 cabeças de gado. Como os demais, ele faz da palma e do mandacaru alimento para os animais. "Estou dando mandacaru, que corto e descasco para oferecer ao gado, mas muitos nem esperam e comem de qualquer jeito. Mesmo assim, esta planta está em escassez devido à procura. Essa é a pior seca que já vi na cidade. Haja sofrimento!", desabafa. Prospecção - A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cristiana Brito, diz que o município tem três aguadas enormes, mas todas estão secas. Em algumas localidades, existem poços artesianos. Entretanto, alguns foram desativados devido ao alto índice de chumbo. "Estamos lutando para conseguir máquinas para a limpeza e abertura de minações ou cacimbas, e até de poços artesianos, em locais que a água é boa para o consumo", frisa. Outras providências do Sindicato dos Trabalhadores Rurais ressaltadas por Cristiana Brito são a procura por cestas básicas e a abertura de frentes de trabalho para as famílias flageladas. Em sua maioria - cerca de 70% -, estas famílias sobrevivem de benefícios sociais, como Bolsa Família e Pro-Jovem. "Já levamos esta demanda para o governo municipal, que informou não ter condições. Agora, fomos para a esfera estadual. Também estamos buscando ajuda em outros órgãos, para conseguir amenizar o sofrimento das famílias com a seca. São quase três anos de sofrimento", explica a líder rural.FONTE:ATARDE

TSE ainda tem 35% de recursos das eleições para julgar

Brasília - Mesmo após o segundo turno das eleições neste domingo, 28, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manterá esforço concentrado para terminar de julgar mais de 2,5 mil processos referentes a registros de candidatos até dezembro. A informação foi confirmada pela presidenta do TSE, ministra Cármen Lúcia, que não descartou a convocação de sessões extras para dar conta do trabalho. "Todos esses processos que ainda não foram julgados, estamos com o tribunal todo empenhado para que, até a diplomação, tenha esses julgamentos. A sociedade espera uma resposta antes, para evitar que depois da diplomação sobrevenha uma decisão que possa de alguma forma mudar. Até esclareço que todos os ministros se empenharam de forma reiterada e com muito esforço para todos para que tivéssemos esses julgamentos, e tenho certeza de que continuarão nesse mesmo ritmo", disse a ministra. A diplomação dos prefeitos e vereadores eleitos ocorrerá no dia 19 de dezembro. O TSE recebeu cerca de 8 mil recursos relativos a registros de candidatos, dos quais julgou 65%, sem contar outros processos sobre propaganda eleitoral e outras irregularidades. Cerca de 3 mil recursos tratavam da aplicação da Lei da Ficha Limpa, dos quais pelo menos metade já foi julgada. "Houve um empenho da nossa parte de, neste primeiro momento, até a data de quinta-feira (25), que foi a ultima sessão do tribunal, tivéssemos pelo menos uma decisão de mérito sobre os casos apresentados que tinham candidatos que participavam do segundo turno", explicou Cármen Lúcia, lembrando que muitos casos ainda podem ter recursos pendentes. A ministra ainda esclareceu que a Corte está evitando convocar sessões extras, prolongando ao máximo as sessões ordinárias, para que os ministros possam dedicar mais tempo às decisões individuais de mérito. Cármen Lúcia ressaltou, no entanto, que a Corte pode vir a convocar sessões extras daqui para frente caso haja processos suficientes para inclusão na pauta. Até agora, a presidenta do TSE não autorizou que nenhum recurso contra decisão definitiva do TSE chegue ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ainda assim, os candidatos podem acionar a Suprema Corte por meio de recursos alternativos, desde que o pedido envolva assunto constitucional

ACM Neto liga para Temer e diz buscar "relação harmônica" com Dilma e governo do PT

O prefeito eleito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou na noite deste domingo (28), em discurso no seu comitê central de campanha após a totalização da apuração dos votos, que pretende manter uma relação “extremamente harmônica” com o governo estadual do petista Jaques Wagner e com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). “Queremos ser parceiros. Não vou comprometer os interesses da cidade, por interesses partidários”, disse Neto. O democrata afirmou ainda que conversou neste domingo por telefone com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). “Quero que ele seja o embaixador dos interesses de Salvador no governo federal”, disse. Neto recebeu o apoio do PMDB no segundo turno, partido liderado na Bahia pelo ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima. Apesar de aliado ao governo Dilma, na Bahia o PMDB faz oposição ao governador Jaques Wagner. ACM Neto foi recebido em seu comitê, que estava lotado, pelo coro “ô, ACM voltou”. Neto do ex-senador Antônio Carlos Magalhães (1927-2007), a quem o futuro prefeito dedicou a vitória, o sucesso do DEM nas urnas tem sido interpretado como uma possível volta do “carlismo” ao poder . O grupo político do ex-senador governou a Bahia de 1991 a 2006, e esteve na prefeitura de 1994 a 2000. Antes disso, ACM, o avô, foi prefeito na década de 1970, e teve outros dois mandatos como governador. Neto tem rejeitado o uso do rótulo. “Não adianta essas especulações [sobre o carlismo]. Estamos em 2012. Vou governar olhando para o futuro. Reconhecendo e homenageando o passado, mas olhando para o futuro”, disse Neto neste domingo. A vitória em Salvador, terceiro colégio eleitoral do país com cerca de 1,8 milhão de eleitores, dá novo fôlego ao partido Democrata. Neto, porém afirma que sua candidatura “nasceu das ruas”, e que não foi submetida aos interesses da legenda. O prefeito eleito também descartou se lançar na disputa da eleição de 2014, quando será disputado a presidência e os governos estaduais. “Minha candidatura não esteve a serviço de nenhum partido. Nem do meu. (...) Não serei candidato a nada em 2014. Teremos uma tarefa árdua pela frente. Governar Salvador não será fácil”, afirmou. Após o discurso e a entrevista no comitê de campanha, ACM Neto foi para o bairro de Periperi, na região do Subúrbio . É esperado na praça principal do bairro um show da banda de pagode Psirico, cujo cantor, Márcio Victor, gravou o jingle da campanha democrata.

Vitorioso em São Paulo, Lula não consegue 'virada' em 5 cidades que visitou no 2º turno

Apesar de ter conseguido eleger Fernando Haddad (PT) prefeito de São Paulo, após “virada” sobre o tucano José Serra, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não conseguiu repetir o feito em outras cinco cidades nas quais se envolveu diretamente na campanha. No segundo turno, Lula, recém-recuperado de um câncer na laringe, participou de comícios e eventos de campanha em 12 cidades do país. No Estado de São Paulo, foi a Santo André, Mauá, Campinas, Diadema, Jundiaí, Guarulhos e Taubaté, além da capital. No restante do país, o ex-presidente visitou Fortaleza, João Pessoa, Salvador e Cuiabá. ALÉM DE SÃO PAULO, POR ONDE LULA PASSOU? 19.out.2012 - Santo André (SP) 19.out.2012 – Mauá (SP) 20.out.2012 – Campinas (SP) 21.out.2012 – Diadema (SP) 22.out.2012 – Jundiaí (SP) 22.out.2012 – Guarulhos (SP) 23.out.2012 - João Pessoa 23.out.2012 – Fortaleza 24.out.2012 – Salvador 24.out.2012 – Cuiabá 25.out.2012 – Taubaté: Na capital baiana, onde Lula fez comício no último dia 24 junto com a presidente Dilma Rousseff, ACM Neto (DEM) e Nelson Pelegrino (PT) encerraram o primeiro turno praticamente empatados, com 40,2% e 39,7%, respectivamente. No segundo turno, o herdeiro de Antonio Carlos Magalhães sagrou-se vitorioso, com 53,5% dos votos, ampliando a vantagem para o petista. Em Cuiabá, a disputa no primeiro turno também foi acirrada, com 44% dos votos para Mauro Mendes (PSB) e 42,3% para Lúdio (PT). Lula esteve na capital mato-grossense também em 24 de outubro e, a exemplo do que ocorreu em Salvador, sua presença não surtiu efeito: o candidato petista foi derrotado pelo socialista, que aumentou a diferença entre ambos (54,6% a 45,3%). Já em Campinas, Márcio Pochmann, ex-presidente do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas) na gestão de Lula, foi derrotado com folga por Jonas Donizette, que obteve 57,7% dos votos válidos no segundo turno. O ex-presidente participou de comício com Pochmann, novamente ao lado de Dilma, em 20 de outubro. Em Taubaté, a presença de Lula no último dia 25, a três dias das eleições, não alterou o quadro desfavorável para o candidato petista Isaac do Carmo, que obteve 25,5% dos votos no primeiro turno, ante 48,7% de Ortiz Júnior (PSDB). No segundo turno, o tucano venceu com 62,9% dos votos. Candidatos de Lula sofrem viradas: O ex-presidente ainda viu dois de seus candidatos em que apoiou diretamente tomarem viradas. Em Fortaleza, visitada por Lula em 23 de outubro, Elmano de Freitas (PT), que terminou o primeiro turno um pouco a frente de Roberto Claudio (25,4% a 23,3%), acabou derrotado no segundo, após o socialista obter 53% dos votos válidos. Em Diadema, reduto histórico petista e região em que Lula tornou-se líder sindical, o petista Mario Reali, candidato à reeleição, sofreu derrota acachapante para o novato Lauro Michels (PV), de apenas 30 anos. O candidato verde saiu de 41,9% dos votos válidos no primeiro turno para 60,4% no segundo. Já Reali, que obteve 46,7% votos na primeira fase da disputa, conquistou apenas 39,6% do eleitorado no segundo turno, perdendo cerca de dez mil votos. Apesar das derrotas, sagraram-se vitoriosos os candidatos apoiados por Lula em Santo André, Mauá, Guarulhos, Jundiaí e João Pessoa. Todos eles lideraram a disputa no primeiro turno e confirmaram o favoritismo no segundo.

domingo, 28 de outubro de 2012

ACM Neto é eleito prefeito de Salvador

Com 54% dos votos válidos, o deputado federal ACM Neto (DEM-BA) é o novo prefeito de Salvador (BA). Ele derrotou o também deputado federal Nélson Pelegrino (PT-BA), que concorria pela quarta vez à prefeitura da cidade e obteve 46% dos votos válidos. ACM Neto em campanha: Salvador será única grande capital sob controle do DEM A vitória de ACM Neto é muito importante para o DEM porque Salvador será a única grande capital que ficará sob o controle do partido a partir de 2013. Outro aspecto importante da vitória de ACM Neto é ter derrotado um candidato do PT. Adversário histórico da família Magalhães e do DEM, o PT tem o atual governador da Bahia, Jaques Wagner, em seus quadros. Acordo com PMDB: ACM Neto havia ganhado o primeiro turno das eleições, mas com uma diferença de apenas cinco mil votos sobre Pelegrino. No segundo turno, o candidato do DEM buscou o apoio da seção baiana do PMDB, em acordo costurado pelos líderes do partido no Estado - os irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima. De acordo com ACM Neto, o PMDB será o caminho para sua interlocução com o governo federal. Com as próprias pernas: Durante sua campanha, ACM Neto insistiu na afirmação de que cidade "pode andar com as próprias pernas", ou seja, não é necessário que o prefeito seja aliado político do governador Jaques Wagner, do PT, ou da presidenta Dilma Rousseff, também petista. Ele diz possuir "bons projetos" para a capital baiana, que permitirão atrair recursos federais e estaduais. "Salvador não vai ser perseguida", diz ACM Neto.

"Silvio Santos só tem um amigo", diz Gugu Liberato sobre ex-patrão

Em entrevista ao colunista Léo Dias, Gugu Liberato afirmou que tinha uma mania esquisita quando era criança. Segundo o apresentador da Record, ele costumava andar em cemitérios: "Adorava andar nos cemitérios para desafiar meu próprio medo", revelou ele. Ainda na entrevista, Gugu falou sobre Silvio Santos: "Nós tivemos muito contato enquanto trabalhei no SBT. Depois que saí nos encontramos apenas no salão do Jassa e sempre fomos cordiais. Silvio só tem um amigo, que é o cabeleireiro Jassa. Os demais são colegas", afirmou ele.

Taxa de reeleição de prefeitos diminuiu nas grandes cidades

Há um fenômeno em curso nos grandes centros urbanos: os eleitores estão mais refratários a candidatos a prefeito que tentam a reeleição. Houve uma queda significativa na taxa de sucesso dos políticos que concorreram a mais um mandato neste ano na comparação com 2008. Para fazer esse cálculo foram consideradas as 85 cidades mais relevantes (G85): 27 capitais e 59 municípios do interior que têm mais de 200 mil eleitores e nos quais pode haver segundo turno. Esse universo abriga 50,8 milhões de eleitores, o equivalente a 37% dos brasileiros habilitados a votar neste ano. Em 2008, candidataram-se à reeleição 51 prefeitos no G85. Desses, 44 conseguiram vencer. Ou seja, uma taxa de sucesso alta, de 86,3%. Em 2012, o número de prefeitos candidatos à reeleição nesse grupo foi de 40. Quando se consideram os já reeleitos no primeiro turno e os que ainda tentam a sorte amanhã, o número pode chegar a 29 --taxa de sucesso de 72%. Mas o percentual deve ficar mais baixo, pois é improvável que todos os candidatos à reeleição vençam. Um sinal de que o eleitor está menos propenso a repetir o voto foi visto já no primeiro turno. A tendência pode ser percebida de maneira generalizada entre os partidos médios e grandes. No PT, em 2008 a sigla teve 100% de sucesso: nove prefeitos tentaram e os nove foram reeleitos dentro do G85. O PSDB teve desempenho semelhante: nove tentaram e oito foram reeleitos. Agora, os percentuais são menos favoráveis. Dos 12 candidatos a reeleição filiados ao PT, só 5 tiveram sucesso no primeiro turno. No máximo outros três podem ganhar. Até ontem, havia pesquisas disponíveis em 48 das 50 cidades nas quais haverá segundo turno neste domingo. As sondagens indicam que o PT deve continuar a liderar em número de prefeitos em grandes centros urbanos. Hoje, os petistas têm 21 prefeitos no G85. Considerados os candidatos competitivos (em primeiro lugar nas pesquisas, isolados ou não), pode ficar com 20 cidades. Abaixo do PT há chance de inversão de posições. O PMDB, hoje com 15 prefeitos pode perder o posto para o PSDB, que tem nove. Pesquisas mostram que o PMDB pode chegar a 11 prefeituras no G85, e o PSDB, a 17. As informações são do Folha.

Escolas não podem reter documentos de alunos inadimplentes

Com a proximidade do fim do ano letivo, é comum que as instituições de ensino particular iniciem o processo de renovação de matrícula dos estudantes. Pensando nisso, o Procon-BA, órgão da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, alerta os consumidores sobre práticas consideradas abusivas, como a retenção de documentos dos alunos inadimplentes e o aumento da mensalidade por mais de uma vez no ano. Segundo a Lei nº 9.870/99, que dispõe sobre as anuidades escolares, o aluno em débito com a escola não poderá ser desligado. O estudante, devidamente matriculado, tem o direito de continuar assistindo às aulas, fazer provas e terminar o período letivo, seja ele semestral ou anual. “As escolas também não podem excluir o estudante de qualquer atividade pedagógica ou reter documentos, caso o aluno queira ser transferido de colégio”, destaca a superintendente do Procon-BA, Gracieli Leal. É recomendável que, em casos de inadimplência, os estudantes ou responsáveis pelas mensalidades procurem a instituição de ensino para tentar negociar a dívida. Se não houver acordo, além de ficar sem estudar após o término do ano, o acadêmico inadimplente poderá ainda ser cobrado judicialmente. Prazo – A escola é obrigada a informar aos alunos, afixando nas suas dependências, em local de fácil acesso, de forma clara, os valores das mensalidades, com antecedência mínima de 45 dias, antes da data final para a matrícula – podendo rever os valores das mensalidades somente uma vez por ano. Se o aluno estiver com as mensalidades atrasadas, não poderá ser humilhado e nem ameaçado. Por outro lado, as escolas têm o direito de negar a rematrícula para o próximo semestre, no caso de escolas semestrais, ou para o próximo ano, no caso das anuais.

Deola diz que Vitória tem recebido "energia negativa" na reta final

O Vitória desperdiçou a chance de voltar à liderança da Série B do Campeonato Brasileiro ao ser derrotado por 1 a 0 pelo São Caetano, na última sexta-feira. Para o goleiro Deola, o motivo da queda de rendimento do Leão no segundo turno da competição está sendo por conta da quantidade de “energia negativa” que o time vem recebendo. “A situação está complicada. A gente tenta fazer o gol e em vez da bola entrar, o goleiro defende. Acho que isso ocorre por ter muita gente torcendo contra. Por isso as coisas acontecem dessa forma. É muita energia negativa”, lamentou o goleiro. Deola também falou sobre a pressão da torcida rubro-negra no estádio Barradão. Para o goleiro, as críticas vindas da arquibancada desestabilizaram o time e, além disso, lembrou da lesão do meia Pedro Ken, que deixou o gramado antes do jogo terminar. “Com dez minutos de jogo, a torcida já criticava um jogador nosso. Assim as coisas ficam ainda mais difíceis. Também perdemos um jogador muito cedo. Fizemos o que pudemos, mas não deu”, disse. Com a vitória, o São Caetano voltou ao G-4 da Série B e Deola não acredita que a posição do Leão entre os primeiros colocados ficará ameaçada. Entretanto, o goleiro assume que a disputa pelo título fica cada vez mais difícil se o time não conseguir voltar ao caminho dos resultados positivos. “Ainda continuamos vivos, com grande chance de classificação. A liderança é que fica um pouco distante”, avaliou. No próximo sábado, dia 3 de novembro, o Vitória volta a campo diante do Bragantino. A partida, válida pela 34ª rodada da Série B, será às 16h20, no estádio Nabi Abi Chedid.

Detento passa mal e morre a caminho do Pronto Socorro

Após passar mal na Cadeia Raimundo Vidal Pessoa, o detento Rafael Martins Guimarães, 22, morreu a caminho do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro Educandos, zona Sul de Manaus. Rafael que estava preso desde o dia 11 de março deste ano, acusado de Tráfico de Drogas, recebia a visita da esposa. De acordo com o secretário executivo adjunto da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), Coronel José Bernardo da Encarnação Neto, homens da Polícia Civil e peritos do Instituto Médico Legal (IML) já foram acionados e o caso será investigado.

Mega-Sena acumula e paga R$ 38 milhões na próxima quarta-feira

O concurso 1.437 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (27), em Vitória, no Espírito Santo, sorteou as seguintes dezenas 22 - 23 - 26 - 37 - 38 - 48. Ninguém acertou os números sorteados, então, na próxima quarta-feira (31), o prêmio estimado é de R$ 38 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal. s A quinta teve 107 acertadores, que levam R$ 33.311,44 cada um. Já a quadra premiou 8.856 apostadores com R$ 574,96 por pessoa. Já na quarta-feira passada (24), ninguém havia acertado os números do concurso. As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio. O valor mínimo é de R$ 2.

PT e DEM apostam em 2014 na eleição de Salvador

A disputa entre ACM Neto (DEM) e Nelson Pelegrino (PT) pela Prefeitura de Salvador, terceiro maior colégio eleitoral do país, com 1,8 milhão de votos, terá repercussão direta para seus partidos em 2014, quando estará em jogo uma eleição nacional para presidente e governador. Legenda que encolheu na última eleição, indo de 496 prefeituras em 2008 para 276 neste ano, o DEM aposta na gestão das grandes cidades que conquistou para se manter como força política importante no país. Na última pesquisa Ibope, Neto aparecia na frente, com 55% dos votos válidos, contra 45%, de Pelegrino. O presidente nacional do partido, José Agripinio Maia, afirmou que, caso Neto seja eleito, Salvador “será a grande vitrine que o partido vai expor para o Brasil”. Entre as maiores cidades conquistadas pelo DEM nestas eleições estão Aracaju, Mossoró (RN) e Feira de Santana (BA). O PT, que teve no desgaste da gestão do governador Jaques Wagner (PT) um dos obstáculos ao desempenho da candidatura de Pelegrino, teria com a prefeitura da capital uma chance de reconstruir a imagem do partido no Estado e lançar uma candidatura competitiva ao governo em 2014. Em seu segundo mandato, Wagner não poderá mais tentar a reeleição. Pesquisa Ibope realizada em Salvador entre 17 e 19 de outubro mostra o governador com 40% de avaliações “ruim” ou “péssima” à sua gestão, e outros 41% de “regular”. “O que está em jogo aqui é a disputa das eleições de 2014, seja na eleição presidencial, seja na eleição para governador. Então, para os dois partidos é fundamental conquistar a prefeitura e realizar boas administrações”, avalia o cientista político Cloves Oliveira, professor da Ufba (Universidade Federal da Bahia). A Bahia é o quarto colégio eleitoral entre os Estados, com 7,2% dos eleitores de todo o país. “Salvador poderá ser a maior vitória da oposição ao governo federal. A coligação de Neto reúne todos os partidos de oposição”, afirma o professor de ciência política da Ufba, Joviniano Carvalho Neto. Em caso de vitória de Pelegrino, o professor afirma que seria uma oportunidade para o PT resgatar a credibilidade do governo estadual com o eleitorado. “A eleição é mais importante para o DEM do que para o PT. A possível vitória de ACM Neto garante uma imagem de força que auxilia na sobrevivência do partido”, diz Carvalho Neto. O candidato do PT deixa clara a polarização da campanha, ao afirmar, repetidas vezes em debates, que o que está em jogo é a “disputa de dois projetos políticos”. Pelegrino adotou o mote de que pertence ao “time de Wagner, Lula e Dilma”. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi a comícios em Salvador no primeiro e segundo turno, e a presidente Dilma Rousseff (PT) apenas na segunda fase da disputa. Ambos foram presença constante no horário eleitoral do petista. O resultado do primeiro turno mostrou uma cidade dividida entre os bairros mais ricos e escolarizados da orla, onde ACM Neto venceu na maioria das zonas eleitorais, e os bairros do subúrbio, onde Pelegrino levou vantagem. De partido de oposição ao governo federal e estadual, Neto tem reforçado na campanha a ideia de que “Salvador pode andar com as próprias pernas”, e confia na imagem de eficiência administrativa que tem o grupo político do avô, o ex-senador Antonio Carlos Magalhães (1927-2007), prefeito na década de 1970 e governador do estado por três vezes. A eventual vitória de Neto tem sido interpretada como a volta do “carlismo”, substantivo que se refere ao estilo político e ao segundo nome do senador. O grupo de ACM governou o Estado desde 1991, saindo apenas com a derrota para o petista Jaques Wagner, em 2006. Também na prefeitura, candidatos apoiados por ACM governaram de 1996 a 2004. O rótulo tem sido rechaçado pelo DEM e pelo próprio Neto. “Esses rótulos que a imprensa dá são todos inadequados. Todo mundo sabe do orgulho enorme que tenho do senador Antonio Carlos. Agora, não há que se falar em reedição do que quer que seja”, afirmou o candidato, em entrevista à “Folha de S. Paulo”. “A situação é diferente de dez anos atrás, não se pode falar isso [em volta do carlismo]. Acho que o que está havendo é um envelhecimento precoce do PT”, afirma o ex-governador Paulo Souto (DEM), durante carreata da campanha de Neto, nesta sexta-feira (26).