OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Foi em vão que golpeei os seus filhos.Eles não aceitaram a disciplina.A própria espada de vocês devorou os seus profetas,Como um leão destruidor. Vocês desta geração, prestem atenção à palavra de Jeová. Será que eu me tornei para Israel como um deserto ? Ou uma terra de densa escuridão? Por que eles, o meu povo, disseram: ‘Estamos andando livremente. Não voltaremos mais para ti.Será que a moça se esquece dos seus enfeites,Ou a noiva das suas faixas? No entanto, não é possível contar os dias em que o meu próprio povo se esqueceu de mim". Jeremias 2:1-37

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Vereadores de Serrinha dificilmente escaparão do "Purgatório"

Estamos vivenciando em Serrinha,e em nossa região,uma onda lamentável e absurda de uma quantidade nunca vista antes de políticos incompetentes no Legislativo com algumas raras exceções.Estamos na verdade amargando uma fase obscura,onde os vereadores se comportam levianamente e demonstram vergonhosamente uma lastimável incapacidade para com o exercício das suas respectivas funções.

Existem na nossa cidade vereadores CAVERNOSOS,que não jogam limpo,se escondem do povo.Temos,infelizmente,também,um número muito grande de vereadores submissos e incompetentes,que irão naturalmente SUCUMBIR.São Pessoas,quase que na totalidade,incapazes e mergulhados em uma futura derrota eleitoral.A população promete castiga-los nas urnas.
A vanglória impede a própria inteligência e a percepção positiva dessa TURMA.Vangloriar-se ou tranquilizar-se por ter obtido casualmente o êxito político, impede o real desenvolvimento e o progresso.Eles são os responsáveis por muito de ruim que atormentam a vida dos Serrinhenses,legislam em causa própria.E o pior:"São pidões" pelo menos foi o que disse o prefeito Osni Cardoso.

 A saudável percepção de fazer o correto,ser digno, se consegue com  humildade e sentimento de justiça social.Vejo essas qualidades em quatro ou cinco aqui em Serrinha,os outros(são 15) edis não merece qualquer apreciação.No momento do exercício do soberano voto,será feita justiça,com às devidas punições.haverá de obter êxito quem realmente for merecedor,o povo está pronto para o julgamento final.O Purgatório eleitoral os aguarda.

Nunca antes em Serrinha, se investiu tanto em abastecimento de água no campo.

A limpeza de aguadas (mais de 800 em 2014), a conclusão da construção de 7 barragens e mais 7 que estão em fase de avaliação e construção, além do investimento de R$ 11 milhões na aquisição de Máquinas e equipamentos para o município melhorar a infraestrutura e recuperar estradas vicinais para escoamento da produção e circulação de bens no município são importantes ações que contribuem com o desenvolvimento de uma importante atividade econômica do nosso município que é a agricultura familiar.

As barragens das Comunidades do Tamburi, Lagoa do Cabo/Alto de Fora, Mombaça de Valentina, Mombaça de Leão, Oiteiro, Mato Grosso e a do Saco do Moura que já está operando com 80% da capacidade que no total é de 2 bilhões de litros de água, são fruto  de um investimento realizado pela Prefeitura de Serrinha através do Governos Federal e do Governo Estadual, contando com forte articulação do gestor municipal, Osni Cardoso, que oriundo da zona rural compreende a importância da água para os agricultores.

As barragens do Saco do Moura e Recanto estão em processo de conclusão, mas devido as chuvas receberam uma boa quantidade de água que está servindo para consumo animal. Em breve as estruturas do Cajueiro Grande, Mandacaru, Maravilha, Salgado, Barra do Vento estarão prontas obtendo a elevação do nível de água ou criar um reservatório de acumulação, seja para regulação de vazões, abastecimento, geração de energia, recreação ou outro fim.Ascom/PMS

Banho quente pode destruir os cabelos e deixá-los ressecados e com caspa

Banho quente é uma delícia, não dá para negar, Ainda mais nos dias frios, que estão cada vez mais constantes com a chegada do outono. Todavia, quando o assunto é a saúde e beleza dos cabelos, a aguá "pelando" é uma vilã.

“Sei que o banho quentinho nos dias frios é uma delícia, mas para os cabelos ele é um dos maiores vilões. Resseca, aumenta o frizz e retira os nutrientes do fio, aumentando a caspa, queda  e fragilidade. Evite ao máximo”, afirma a  hairstylist Sonia Nesi.

Para não precisar tomar banho gelado, a especialista dá uma dica que ajuda a deixar os fios lindos e sedosos, sem correr o risco deles ressecarem com o frio.

"Uma dica é tomar banho com água morna e finalizar com um jato de vento frio. Isso ajuda a deixar o cabelo com mais brilho porque fecha a cutícula do cabelo".Fonte:Caras

A Indonésia não tem um governo sério. Ele é apenas populista e homicida

Oponho-me à pena de morte. Trata-se de um fundamento humanista. Não acho que a eliminação física do vicioso elimine o vício. Eu apoio, isto sim, a lei da vida. Assim seria ainda que eu fosse agnóstico ou ateu. Mas não sou. E também me repugna a pena capital por um princípio religioso.

Não faculto a nenhum homem, por mais certo que esteja, o direito de tirar a vida de outro, por mais errado que esteja se isso pode ser evitado, se ele não é colhido, como nas guerras, por circunstâncias que não são de sua escolha, o que inclui a legítima defesa ou o afastamento de um mal maior. Acho detestável, ademais, que um estado se organize também com o propósito deliberado de matar. Assim, por convicções humanistas, políticas e religiosas, lamento a execução ocorrida ontem, na Indonésia, do brasileiro Rodrigo Goularte e de outras sete pessoas.

E, por favor, não me venham com a estultice de que, afinal, há Lá um governo sério, que segue as leis à risca. Não, senhores! Uma das coisas que faltam à Indonésia é justamente seriedade. Quando, em janeiro deste ano, aquele país executou o também brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, diante dos protestos havidos mundo afora, Muhammad Prasetyo, procurador-geral, pediu respeito às leis. Afirmou o sujeito:  “Podemos entender a reação do mundo e dos países que têm cidadãos que foram executados. No entanto, devem-se respeitar as leis que se aplicam em nosso país”.

Indaguei, então, o que significava “respeitar”. Se isso compreendia não poder fazer nada a respeito além de protestar, ok. Se era concordância que ele buscava, não! Como respeitar um governo que solta 800 terroristas nativos em dez anos e que executa forasteiros, ignorando pedidos de clemência? Então as tais leis do país permitem pôr nas ruas celerados que mataram 202 pessoas num único atentado em Bali, em 2002 — a maioria não era da Indonésia —, mas condenam à morte, de maneira inapelável, traficantes estrangeiros? É uma mistura de irresponsabilidade, com autoritarismo e populismo homicida.

O governo brasileiro, por meio do Itamaraty, lamentou a ocorrência: “A execução de um segundo cidadão brasileiro na Indonésia, após o fuzilamento de Marco Archer Cardoso Moreira, em 18 de janeiro deste ano, constitui fato grave no âmbito das relações entre os dois países e fortalece a disposição brasileira de levar adiante, nos organismos internacionais de direitos humanos, os esforços pela abolição da pena capital”.

“Vale a pena se atritar com um outro pais por causa de um traficante?”, poderia indagar alguém. A pergunta é boçal e incivilizada. Um país tem de prestar a assistência devida a seus nacionais, não importa a sua condição, e põe seu prestígio político à prova quando apela à clemência de um governo estrangeiro. Se não é atendido, isso pede alguma reação.

O senhor Joko Widodo, presidente indonésio, não é um homem sério. É apenas um populista homicida.

Por Reinaldo Azevedo(Veja)

Marcelo Sant'Ana lamenta derrota e fala em buscar explicações

O presidente Marcelo Sant'Ana, após o vice da equipe do Bahia na Copa do Nordeste, desceu para o gramado da Arena Castelão, abraçou os jogadores e passou palavras de confortos aos atletas mais emocionados. Ele, também como representante do time tricolor, teve que dar explicações quanto os dois resultados negativos diante do Ceará nas finais do regional. Marcelo admitiu que, juntamente com a comissão técnica e atletas, vai buscar justificativas para queda de produção. "Temos que entender o que aconteceu com a gente nos últimos 10 dias. Foram placares fora da nossa expectaitiva. Refletir e olhar o que errou", ressaltou. Marcelo Sant'Ana, que descarta qualquer alteração no comando da equipe, que no domingo tem uma nova decisão, mas pelo Campeonato Baiano, pediu mais paciência ao torcedor quanto às críticas ao time e direção que, de acordo com ele, está apenas no começo do trabalho. "É o início de um longo trabalho. Estamos reconstruindo um clube, trilhando um novo caminho, que até aqui vem me agradando", concluiu.

Diante de equipe desolada, Sérgio Soares mira as atenções para a final do Baianão

Diante de um grupo desolado pela perda da Copa do Nordeste nesta quarta-feira (29), o técnico Sérgio Soares já mirava as atenções para a segunda partida da final do Campeonato Baiano no próximo domingo (3), contra o Vitória da Conquista, na Arena Fonte Nova.

 "O grupo tem condições de levantar a cabeça neste momento difícil para que nós tenhamos condifções de reverter e conquistar o título estadual no domingo", afirmou. "É lógico que uma não conquista de um título é muito sentida. Era uma situação que nós queríamos muito. Mas temos três dias para trabalhar.

Teremos que ter a cabeça no lugar para conquistar esse título". Sobre a derrota por 2 a 1 contra o Ceará, o treinador afirmou que o grupo do Bahia ainda precisa amadurecer e usou o Ceará, seu ex-clube, como exemplo."É difícil falar se o lado emocional atrapalhou, mas isso é normal, não vejo nada de anormal. É um grupo que tem que se acostumar com jogos decisivos. O Ceará, por exemplo, já vem de jogos decisivos nos anos anteriores e hoje foi campeão", finalizou.

Homem morre atropelado depois de apostar que passaria debaixo de carreta

Um homem morreu atropelado por uma carreta em um trecho da BR-116 em Santa Bárbara, Portal do Sertão. Testemunhas informaram que Gilvan Bastos dos Santos, de 34 anos, teria apostado com amigos que passaria por baixo do carro em movimento. O acidente ocorreu por volta das 9h desta quarta-feira (29).

Ainda segundo testemunhas, Gilvan estava na companhia de amigos quando pararam para tomar café em um estabelecimento comercial. Quando iam entrar em um ônibus, Gilvan resolveu passar por baixo de uma carreta, mas não conseguiu.

Ele bateu a cabeça, foi atropelado e morreu na hora. "Ele estava bebendo e falou que ia passar debaixo da carreta", disse José Bastos, irmão de Gilvan, ao G1. Os mais de 11 amigos que estavam com a vítima confirmaram que o rapaz estava bêbado, mas negaram que foi feita uma aposta para passar embaixo da carreta.

 Não teve nada de conversa, de aposta, nem nada. Quando a gente saiu da lanchonete, a gente falou: ‘Bora, neguinho, bora para casa'. Aí a gente passou pelo fundo do carro e ele passou no meio da carreta", disse Marlan Almeida, amigo de Gilvan. Ainda de acordo com o G1, o veículo saiu de Cabo Santo Agostinho, na Região Metropolitana de Recife (PE), para entregar uma peça de usina eólica em Campo Formoso, na região do Piemonte Norte do Itapicuru.

Samuel Celestino:"É ainda uma incógnita. "

É de supor que a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que terá sob o seu comando o julgamento dos envolvidos na Operação Lava Jato, tenha gerado uma nova fase do processo ao decidir o habeas corpus que favoreceu a não somente um réu que entrou com o pedido, o baiano Ricardo Pessôa, que comanda a UTC, mas a nove empresários que estavam presos, boa parte desde novembro do ano passado. Se a decisão virá, ou não, prejudicar o andamento dos trabalhos do juiz Sérgio Moro é muito cedo para se afirmar. É ainda uma incógnita. Melhor, uma suposição levantada pelos advogados de defesa dos réus, que continuarão sob prisão, agora domiciliar,  com a obrigação de usar tornozeleiras eletrônicas que os monitorarão.

Trata-se, assim posto, de um jogo dos advogados de defesa para concluir que a decisão do STF, dando liberdade aos nove réus que continuarão presos nas suas residências seria uma derrota para Moro. Pode ser que seja, pode ser que não. Mas o fato é que agora eles terão as regalias das suas belas moradias e já não ficarão sujeitos a se alimentarem à base de quentinhas, como acontecia em celas pequenas, sem o menor conforto. O jogo da defesa passou a ser, pelo que se pode concluir, o de aluir a autoridade do juiz paranaense dando o troco em nome dos seus constituídos.

É fato, porém, que o habeas corpus chegou ao Supremo para que, como óbvio, ser apreciado pelos ministros que decidiram conforme as suas consciências. De certo modo, os réus não poderiam ficar indefinidamente presos na medida em que foram por mais de uma vez, interrogados. O que fica como uma interrogação são as delações premiadas que alguns estavam inclinados a adotar, como o autor do habeas corpus, Ricardo Pessôa e, segundo a revista Veja, o também baiano Leo Pinheiro que estava também recluso desde novembro do ano passado. É bem possível que se pretendiam delatar, podem agora recuar da decisão. A delação tem a vantagem (para os réus) de diminuir sensivelmente as penas que possam vir a ser condenados.

Mas, também, é fato a dúvida que paira sobre o julgamento que será feito pela Segunda Turma do STF. Basta apenas lembrar que os mensaleiros estão praticamente todos soltos, e uns poucos envolvidos neste escândalo que abalou a República como jamais havia ocorrido, com a dilapidação da Petrobras a partir de deslavada corrupção e cartel de empresas que assaltou a maior estatal brasileira, pelo menos antes da corrupção. Dentre eles, também mergulhados no Lava Jato, está o incorrigível José Dirceu, ex-figura chave do petismo.

Como se dizia em outros tempos mais sadios, nunca se sabe o que se passa na cabeça de um juiz. Assim será até que as sentenças dos envolvidos sejam prolatadas. Há um fator determinante no julgamento, quando vier acontecer: o Brasil inteiro ficou estupefato com as informações sobre a roubalheira. Na verdade, não foi só a desmontagem feita pela Operação Lava Jato, que nasceu no Paraná e projetou o excelente juiz Sérgio Moro, mas, de outro lado, o desconhecimento de que as grandes empreiteiras brasileiras estavam envolvidas em fatos até então impensáveis e inadmissíveis. Os brasileiros estavam, consequentemente, sendo roubados exatamente pelos grandes sócios dos até então respeitáveis aglomerados, que perderam o respeito generalizado e o sentimento de que ladrão está em toda parte.

Esta descoberta levou a uma depreciação da já depreciada imagem do Brasil no exterior, o que vale dizer, a imagem do país despencou; a Petrobras perdeu a respeitabilidade de que gozava, e a estatal passou a compor o quadro da maior ladroagem já vista nestes trópicos, com diretores presos e os demais integrantes do comando da estatal sobre suspeição total.

Enfim, o que aconteceu na decisão do Supremo ao conceder liberdade para que os prisioneiros continuem recolhidos, agora em suas residências usando tornozeleiras eletrônicas, faz parte do processo.Fonte:Bahia Noticias

Secretário alerta para pessoas não saírem à tarde por conta da possibilidade de chuva

O secretário municipal de Infraestrutura e Defesa Civil de Salvador, Paulo Fontana, recomenda que a população da capital baiana não saia de casa na tarde desta quinta-feira (30), por conta da previsão meteorológica de chuvas na cidade. "Recomendo a população a não sair à tarde. Vai ter muita chuva. Acho que no final da tarde o 'pau come'", afirmou o gestor em entrevista à Rádio Vida FM. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de “Perigo Potencial” para a Bahia por “acumulado de chuva significativo” ao longo do dia. “Estou com dado oficial que vem chuva forte. É claro que não é um radar meteorológico que pode prever 100%. Mas é melhor precaver-se”, declarou Fontana.

Salvador é alvo de operação conjunta de combate a fraudes ao imposto de renda

Uma operação conjunta que envolve Receita Federal, Polícia Federal e Ministério Público Federal combate fraudes ao imposto de renda em Salvador nesta quinta-feira (30). No decorrer das investigações iniciadas pela Receita Federal, foram identificados diversos indícios de fraudes nas declarações enviadas por esse grupo. As fraudes consistiam no aumento irregular de despesas passíveis de abatimento da base de cálculo do imposto de renda. A Receita Federal estima que mais de 2 milhões de reais podem ter sido indevidamente deduzidos nestas declarações suspeitas. Mandado de busca e apreensão da Operação Olhos de Lince é cumprido na capital baiana, diante dos indícios da prática de crime contra a ordem tributária, em que respondem tanto o profissional responsável pelo preenchimento e transmissão das declarações, como os contribuintes que se valeram desse artifício fraudulento; todos poderão ter seus nomes encaminhados pela Receita Federal ao Ministério Público Federal para que respondam a ações penais. As operações que a Receita Federal realiza em conjunto com o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, identificam, além dos mentores das fraudes, os beneficiários do esquema que apresentaram suas declarações com deduções fictícias de despesas como previdência complementar, pensão alimentícia judicial, despesas médicas e com instrução, e relações de dependentes inconsistentes. Os contribuintes que utilizaram tais artifícios fraudulentos e que ainda não foram intimados pela Receita poderão retificar suas declarações. Após intimação, poderão ser autuados e obrigados a pagar multa de 150% do valor irregularmente deduzido, além de sofrerem representação criminal.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Serrinha:Compromisso e Atitude com a Lei Maria da Penha


A 5ª Promotoria de Justiça de Serrinha CONVIDA para o Lançamento do Ciclo de Oficinas do Projeto “Compromisso e Atitude com a Lei Maria da Penha”, realizado pelo Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher – GEDEM, que acontecerá no dia 12 de maio de 2015, das 8:30h às 17:30h, no Salão do Júri - Fórum Luiz Viana Filho, Rua Macário Ferreira, nº 517, Centro, Serrinha/BA.
As inscrições deverão ser realizadas no site www.mp.ba.gov.br, ou no local do evento.

Ministério Público do Estado da Bahia
  Escritório Regional de Serrinha/Ba
           Tel (75) 3261-2758
           Fax (75) 3261-3198

Campeão baiano pelo Vitória em 1989, Valmir Louruz morre aos 71 anos

Morreu no início da tarde desta quarta-feira (29) o ex-técnico Valmir Louruz. A informação foi confirmada por meio do Facebook, por seu filho Valmir Louruz Júnior. Segundo a assessoria da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Louruz sofreu um mal súbito às 12h50. "Meus amigos e amigos dele, é com profunda tristeza que perdi meu pai neste momento. Quando souber do velório aviso por aqui", escreveu Louruz Jr. Valmir Louruz foi jogador nas décadas de 60 e 70. A partir da década de 80, se tornou treinador. Entre os grandes feitos, estão o título baiano de 1989 pelo Vitória, além de ter conquistado a Copa do Brasil com o Juventude em 1999 e ter chegado ao terceiro lugar do Campeonato Brasileiro com o Brasil de Pelotas, em 1985.

Em noite de final do Nordestão, cardiologista mostra como proteger o coração das emoções

Na noite desta quinta-feira (29), a partir das 22h, acontece a final entre Bahia e Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza, em disputa pelo título de campeão da Copa do Nordeste. Nestas partidas decisivas, o coração do torcedor precisa estar preparado para agüentar a alta carga de adrenalina e ansiedade durante cada lance do jogo. Quem tem coração saudável, nada a temer. Entretanto, hipertensos, diabéticos e portadores de outras disfunções cardíacas precisam estar atentos para não deixar que a ansiedade provoque problemas no coração, alerta o cardiologista Rogério Moreno. “Felicidade faz bem. Mas é preciso saber lidar, também, com a frustração de uma derrota e com aquela angústia que causa a sensação de aperto no peito. Lembrar que é apenas um jogo e que não está ali para comprometer a vida de ninguém” , ressalta. Ainda segundo o especialista, a emoção do jogo em si não causa problemas. No entanto, o excesso de bebida alcoólica e a má alimentação, seguidos das discussões e fatores psicológicos, como a ansiedade e o estresse são os principais causadores de riscos cardíacos durante os jogos.  O consumo de bebida alcoólica combinada ao uso de medicamentos é motivo de dúvida para 90% dos pacientes que chegam ao consultório neste período.  A recomendação para estes pacientes, assim como para todas as pessoas diagnosticadas com patologias cardíacas, hipertensas ou diabéticas, é que façam o uso habitual dos seus remédios e sigam as orientações prévias de cuidado com a sua saúde”, aconselha o médico. Para que o jogo seja apenas um momento de alegrias, o cardiologista ressalta a importância das pessoas não exagerarem na ingestão de bebida alcoólica e de alimentos gordurosos ou com alto teor de sal. Em caso de decisão nos pênaltis, o médico deixa uma dica: “desligar a TV e assistir, depois, os melhores momentos”.Fonte:Bahia Noticias

Jean é convocado por Alexandre Gallo para o Mundial Sub-20

O goleiro do Bahia Jean está entre os convocados do técnico da seleção brasileira sub-20 Alexandre Gallo para a disputa do Mundial da categoria, que será disputado na Nova Zelândia entre os dias 20 de maio e 30 de junho. O anúncio foi feito pelo treinador na tarde desta quarta-feira (29). Titular nas vezes em que esteve na seleção neste ano, Jean e os outros 25 convocados iniciam a preparação no dia 11 de maio, em Atibaia, em São Paulo. No dia 16, a Seleção Sub-20 embarca para a Austrália com 21 jogadores, onde realizará a etapa final de treinamentos antes de embarcar para a Nova Zelândia. No Mundial Sub-20, o Brasil está no Grupo E, juntamente com Nigéria, Hungria e Coreia do Norte. O primeiro adversário da Seleção nesta caminhada serão os nigerianos, às 13 horas(22 horas de Brasília do dia 31 de maio), em New Plymouth.

Pesquisadores baianos descobrem vírus causador de 'doença misteriosa'

O vírus causador da doença misteriosa que já atingiu 3.500 pessoas na Bahia, segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), foi descoberto pelos pesquisadores Gúbio Soares e Sílvia Sardi, do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O zika vírus foi identificado esta semana em amostras de sangue de pacientes de Camaçari, por meio de uma técnica chamada RT-PCR. A pesquisa teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). Segundo Soares, o zika vírus, transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti e outros da mesma espécie, provoca um quadro semelhante ao da dengue, já que os pacientes podem apresentar sintomas como febre, diarreia, dores e manchas no corpo. Entretanto, de acordo com o pesquisador, este novo vírus é mais fracos e os sintomas mais brandos. "Zika Vírus não é tão grave quanto Dengue ou Chikungunya, não leva o paciente à morte. O quadro parece alérgico, é mais tranquilo e o tratamento é o mesmo", explica Gúbio. O zika vírus nunca foi detectado no Brasil ou na América Latina. Gúbio Soares falou sobre a importância da detecção e comemorou a descoberta inédita. “Quando você dá um diagnóstico, o paciente já vai mais tranquilo para o hospital. É muito importante para nosso grupo ter descoberto este vírus”, comemorou. Em nota, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), informou que amostras da doença foram enviadas para o Laboratório Central do Estado (Lacen), em Salvador, a FioCruz, no Rio de Janeiro, e para o Centers for Disease Control and Prevention (CD), nos Estados Unidos. Entretanto, a Sesab afirma que ainda não possui os relatórios laboratoriais.Fonte:Bahia Noticias

Assembleia do Fórum funda Federação dos Consórcios Públicos da Bahia

Os presidentes e vices dos Consórcios Públicos do Estado da Bahia se reuniram, em Assembleia Geral, nesta terça-feira, dia 28 de abril, na sede da UPB, para a fundação da Federação dos Consórcios Públicos da Bahia (FECBAHIA). E, por unanimidade, escolheram como presidente da federação, Osni Cardoso de Araújo (presidente do Consisal), vice presidente institucional, Joaquim Mendes de Sousa Junior (presidente CDS Médio Sudoeste), vice presidente administrativo, Railton de Oliveira Ramos (presidente do Cimurc), tesoureiro, Lenildo de Oliveira Ramos (presidente CDS Litoral Sul), 1º suplente, Charles Fernandes Silveira Santana (CDS do Alto Sertão) e 2º suplente, Jonival Lucas Junior (CDS território do Recôncavo).Fonte:Jornalista- Lais Oliveira

O que Edir Macedo não falou na entrevista ao SBT

Uma das perguntas que Roberto Cabrini não fez para Edir Macedo na entrevista de uma hora e meia exibida domingo pelo SBT diz respeito à compra da Record. Justiça seja feita, nem Cabrini nem qualquer autoridade do Ministério das Comunicações e da Anatel, responsável pela regulação do setor no Brasil, questionaram até hoje Macedo sobre o tema depois da publicação de Nada a Perder, seu livro de memórias.

Na obra escrita por Douglas Tavolaro, vice-presidente de Jornalismo da Record, Macedo conta que o pastor (e posteriormente deputado federal) Laprovita Vieira é quem o representava na elaboração da proposta para Silvio Santos e a família Machado de Carvalho, detentores da emissora na ocasião. Relatou Macedo no livro:

- Eu sabia que, se aparecesse logo de imediato, a negociação seria superfaturada ou desfeita possivelmente por preconceito. (…) Por isso, seu Vieira comparecia em todas as reuniões com um maço de cigarro à mostra no bolso da camisa. Ninguém desconfiou que era eu quem estava por trás de uma compra tão importante.

Só no pagamento da segunda parcela do primeiro sinal do pagamento, quando tudo já estava fechado, é que o bispo da igreja Universal admitiu suas intenções para os vendedores do canal:

- Eu sou o bispo Macedo. Sou eu quem estou à frente da compra da Record

Ou seja, sem qualquer preocupação, Macedo admitiu em Nada a Perder que usou um testa-de-ferro para negociar a compra da Record – ou seja, um ato completamente irregular na área das concessões públicas. O negócio foi fechado em 1989 por 45 milhões de dólares.

Por Lauro Jardim(Veja)

Brasil reavalia relações com Indonésia após execução de Gularte

A Indonésia executou na meia-noite desta quarta-feira (14h00 de terça-feira em Brasília) oito condenados à morte por tráfico de drogas, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte, e o governo brasileiro está estudando como prosseguirá sua relação com o país asiático depois do cumprimento da sentença. Segundo o ministro interino das Relações Exteriores, Sérgio França Danese, Brasília está "avaliando" como prosseguirá sua relação com a Indonésia após a morte de Gularte, o segundo cidadão brasileiro executado por narcotráfico na nação asiática.

Em coletiva de imprensa, em Brasília, Danese disse que o Brasil pôs em análise seus vínculos com a Indonésia e que, depois de tantas apelações infrutíferas de clemência, está "justamente procedendo a esta avaliação de qual será a atitude com relação a este país". Desde o fuzilamento, em janeiro, de outro brasileiro, Marco Archer Moreira Cardoso, também condenado por tráfico de drogas, as relações diplomáticas entre os dois países se mantêm em nível de encarregados de negócios - sem o diálogo entre diplomatas graduados ou entre chanceleres.


Após a morte de Cardoso, a presidente Dilma advertiu que haveria consequências nas relações bilaterais. Pouco depois da aplicação da sentença, a chefe de Estado, que ainda não nomeou um novo embaixador em Jacarta, rechaçou as credenciais do diplomata proposto por Jacarta. Danese disse que não há previsão de "mudanças nas embaixadas". Em nota publicada nesta terça-feira, a Presidência da República anunciou ter recebido "com profunda consternação a notícia da execução" de Gularte, de 42 anos.

Mesmo com boletins médicos demonstrando que ele sofria de esquizofrenia e não poderia ser executado, a promotoria declarou não haver impedimentos para avançar no processo e o brasileiro foi morto junto com um cidadão indonésio e outros seis estrangeiros - dois australianos e quatro africanos -, todos condenados por tráfico de drogas.

Depois da morte de seus cidadãos, Myuran Sukumaran e Andrew Chan, a Austrália anunciou que chamará para consultas seu embaixador em Jacarta. "Respeitamos a soberania da Indonésia, mas condenamos o que aconteceu", disse o premiê australiano, Tony Abbott, que anunciou a medida como um gesto às famílias dos executados.

Sem clemência - O procurador-geral da Indonésia, Muhammad Prasetyo, defendeu as execuções afirmando que a medida faz parte da "guerra" do país contra as drogas. "Estamos em guerra contra os horríveis crimes vinculados às drogas, que ameaçam a sobrevivência da nossa Nação", declarou Prasetyo à imprensa em Cilacap, cidade portuária que dá acesso à ilha de Nusakambangan, onde aconteceram as execuções.

Prasetyo minimizou a decisão da Austrália de convocar seu embaixador para consultas, porque segundo ele esta é uma decisão "temporária". O ministro indonésio das Relações Exteriores, Retno Marsudi, afirmou que o país deseja manter as "boas relações" com o país, um de seus principais sócios comerciais.

Apesar das pressões internacionais e dos pedidos de clemência de familiares, apenas uma cidadã filipina acabou sendo poupada na última hora. "Os milagres se tornam realidade!" - declarou à rádio DZMM Celia Veloso, mãe da condenada Mary Jane Veloso, que acabou sendo poupada. "Estamos tão felizes. Não posso nem acreditar. Minha filha continua viva". Também condenado à morte por tráfico de drogas, o francês Serge Atlaoui, de 51 anos, foi retirado no fim de semana da lista de execuções iminentes em consequência de um recurso judicial. Mas o porta-voz do procurador-geral indonésio, Tony Spontana, reafirmou nesta terça-feira que se o recurso for rejeitado, Atlaoui será executado sozinho.

O presidente indonésio, Joko Widodo, intransigente sobre a aplicação da pena de morte por tráfico de drogas, ignora os apelos de clemência e as pressões diplomáticas internacionais para evitar as execuções. Widodo alega que o país enfrenta uma situação de emergência ante o problema das drogas e precisa de uma "terapia de choque". A pena capital por narcotráfico ou até mesmo pela posse de pequenas quantidades de droga também é aplicada em outros países do sudeste da Ásia, como Malásia, Vietnã, Tailândia e Cingapura.Fonte:Veja

IBGE aponta Salvador com maior taxa de desemprego entre capitais pesquisadas


Pesquisa mensal realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada nesta terça-feira (28) revela que, em março, Salvador e Região Metropolitana (RMS) registraram alta de 35,4% na taxa de desemprego. Conforme o estudo, a quantidade de pessoas desempregadas sobre a população economicamente ativa subiu de 9,2% para 12%. No acumulado de seis regiões metropolitanas brasileiras, a desocupação aumentou para 6,2% no terceiro mês do ano. O índice é o mesmo registrado em março de 2012 e o maior desde maio de 2011, quando chegou a 6,4%. No mês anterior, o indicador havia chegado a 5,9%, maior para fevereiro desde 2011. Os dados constam na Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. O rendimento médio real habitual dos trabalhadores (descontada a inflação) foi estimado em R$ 2.134,60. Este resultado foi 2,8% menor que o registrado em fevereiro (R$ 2.196,76) e 3% inferior ao registrado em março de 2014 (R$ 2.200,85). O rendimento real do trabalhador caiu, de fevereiro para março, em todas as regiões pesquisadas: em Salvador (-6,8%); Porto Alegre (-4,4%); Belo Horizonte (-3,1%); São Paulo (-2,3%); Rio de Janeiro (-2,6%); e em Recife (-1,4%). Frente a março de 2014, o rendimento caiu em Salvador (-6,9%); Porto Alegre (-3,5%); São Paulo (-3,4%); Belo Horizonte (-2,8%); Rio de Janeiro (-2,2%). A única região a apresentar variação positiva na comparação anual foi Recife (+2,2%). Na classificação por atividade, a maior queda no rendimento médio real habitualmente recebido em relação a fevereiro de 2015 foi na área da construção (-5,6%).

Viana promete reforços para a Série B: 'O Vitória não está parado na beira da estrada'

No comando do Vitória há quase um mês, Raimundo Viana anunciou apenas uma contratação até o momento: o lateral Diego Renan. No entanto, o presidente do Rubro-negro garante que o clube está atento ao mercado e a procura de mais reforços. “O Vitória não está parado na beira da estrada. Estamos atentos ao mercado e vamos trazer jogador que chegue ao aeroporto e vá direto para a Toca do Leão reforçar o time”, disse o cartola, em entrevista ao Bahia Notícias. Sem citar nomes, o mandatário Rubro-negro revelou interesse em um lateral, um atacante e um zagueiro. “Existem vários nomes em minha mesa, mas não vou citar nenhum. Muitos estão disputando em decisões nos estaduais. Temos uma lista com laterais-direito, atacantes, zagueiros... Mas vamos anunciar nos próximos dias. É possível que essa semana apareça alguma novidade. Mas teremos reforços para a Série B”, completou.

Em nota, DPU-BA esclarece que ações do FGTS estão suspensas e sem decisão

A Defensoria Pública da União na Bahia (DPU-BA), diante do grande número de pessoas que procuram informações sobre ações referentes ao reajuste das contas de FGTS, emitiu uma nota pública de esclarecimento. No comunicado, a DPU afirma que no dia 3 de fevereiro do ano passado, os defensores federais Átila Ribeiro Dias (DPU-BA) e Fernanda Hahn (DPU-RS) ajuizaram uma ação civil pública para que a correção monetária do FGTS passe a ser realizada por índice que melhor reflita a inflação a partir de janeiro de 1999. O processo tramita na 4ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A Defensoria destaca que todas as ações que pedem a correção do saldo do FGTS foram suspensas ainda em fevereiro do ano passado, por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em virtude de julgamento de um recurso especial. Entre as ações, está a ação civil pública ajuizada pela DPU, assim como todas as individuais. Paralelamente ao recurso, uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) foi ajuizada pelo partido Solidariedade no Supremo Tribunal Federal (STF) que questiona o artigo 13 da Lei nº 8.036/1990 e o artigo 17 da lei nº 8.177/1991, os quais impõem a correção pela Taxa Referencial (TR) dos depósitos realizados nas contas do FGTS. A DPU esclarece que, “diversamente do que vem sendo veiculado na mídia, até o presente momento, não há qualquer decisão em relação ao Recurso Especial nº 1381683/PE - o qual suspendeu a ação coletiva proposta pela Defensoria-, bem como em relação à ADI que tramita no STF”. “Nesse sentido, informamos que, por ora, quaisquer ações individuais ou coletivas ajuizadas tendem a ser suspensas, sendo necessário aguardar entendimento dos Tribunais Superiores”, diz o comunicado. Diante disso, o órgão recomenda a todos atendidos que aguardem as decisões do STJ ou do Supremo, “as quais nortearão o entendimento de todos os juízos e tribunais do país”. A instituição diz que continuará atuando para buscar os direitos e medidas capazes de melhorar o bem-estar social da camada menos favorecida da população.Fonte:Bahia Noticias

Nave russa descontrolada começa a cair em direção à Terra, diz agência

A nave-cargueiro russa Progress M-27M começa a cair em direção à Terra, de acordo com informações de operadores de voo à agência France Press. O foguete foi lançado na última terça-feira (28) e estava sendo considerado como perdido. Segundo um funcionário que não quis se identficar, a Progress tem "reações totalmente incontroláveis" e a localização da queda ainda não foi indicada. O próximo passo dos controladores de voo russos é tentar restabelecer duas vezes a conexão com a nave de carga, mas as possibilidades de sucesso são poucas. "É impossível saber quando cairá exatamente na Terra, depende de muitos fatores. Mas a queda acontecerá em condições incontroláveis", explicou. O Centro de Controle de Voos Especiais (CCVE) da Rússia perdeu o controle da nave, lançada a partir da base de Baikonur, no Cazaquistão, às 3h10 (horário de Brasília), após ela se situar em uma órbita equivocada e deixar de enviar à Terra dados de sua telemetria. Após tentativas frustradas de recuperar a Progress, os técnicos russos observaram que a nave-cargueiro girava em grande velocidade sobre seu próprio eixo, algo que impossibilita qualquer tentativa de manobra de aproximação e acomplamento à Estação Espacial. O foguete transporta 2,5 toneladas de suprimentos e deveria chegar à plataforma internacional seis horas depois de sua decolagem, de acordo com o G1. A Progress carrega combustível, oxigênio, alimentos e equipamentos científicos para os astronautas. Após a perda, cujo custo é estimado em até US$ 90 milhões, o próximo cargueiro em direção à Estação poderá sair da Terra antes de 8 de agosto, data inicialmente prevista pela agência espacial russa. A tripulação que está no espaço não será prejudicada com o incidente.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Sono e cansaço no meio de um dia de trabalho: é normal?

Nada fácil sair da cama de manhã com a sensação de ainda ter muito sono para dormir. Um banho até ajuda a acordar. Café preto também. Mas basta sentar-se no trabalho ou iniciar as atividades do dia que em pouco segundos vem aquela sensação de exaustão e cansaço. Os olhos não se aguentam abertos. Focar a atenção vai ficando cada vez mais difícil e executar uma tarefa simples muitas vezes requer um esforço gigantesco. Fora o peso do corpo, que de repente parece ter uma tonelada. Quais as causas para tanto sono e cansaço?
Vamos entender e, dentro do possível, tentar resolver.

Primeiro passo: avalie suas horas de sono. Se você tem tempo suficiente para dormir uma média de 8 horas por noite e mesmo assim se sente extremamente cansado no dia seguinte, sugiro uma avaliação médica; pois há muitas causas orgânicas para a fadiga crônica. Se este não é o seu caso, passe para o segundo passo.

Segundo passo: faça uma lista de todas as atividades, e seus respectivos horários, para as quais você se impôs dar conta todos os dias. Não se surpreenda ao perceber que há mais tarefas para cumprir em 24 horas do que sua capacidade humana aguenta. Resultado: repare como você necessariamente teve que optar por tirar das horas do seu sono o tempo para estar desperto fazendo uma coisa qualquer.

Não pense que essa conta não chega mais tarde. Retirar 1 hora do seu  sono por noite significa retirar quase uma noite inteira do seu sono por semana. Faça mais contas: retirar 2 horas do seu sono por noite significa suprimir da sua vida 7 noites de sono por mês, ou seja, uma semana de sono a menos a cada mês!!! Já pensou nisso?

O resultado a médio prazo você já sabe qual é: sono constante, cansaço crônico e incapacidade física e mental para suportar um dia normal de trabalho.

Muitas pessoas, no entanto, podem contra-argumentar dizendo que a rotina é extenuante, pois precisam estudar e trabalhar ou ter dois empregos para viver. Pode ser. Mas dentro destes cenários, há que se priorizar também os momentos de sono, pois sua falta implicará, necessariamente, no baixo rendimento de todas as outras atividades, sem falar no comprometimento à própria saúde.

Como fazer? Organize-se.

Faça um planejamento de suas atividades, onde as horas de sono necessariamente devem ser entendidas como essenciais e não como um tempo descartável. Planeje dormir o tempo que precisar. Pelo menos duas  vezes na semana não tenha hora para acordar. Seria possível dormir por uma hora, mais ou menos, depois do almoço? Avaliar estas possibilidades com clareza e determinação fará surgir soluções não antes sonhadas.

O sono é uma poupança que você faz para uma vida saudável. Não economize seu tempo de sono. Dormir é sua garantia de saúde a curto, médio e longo prazos.

Sonhe. De preferência dormindo.Fonte:G1(Dra.Ana responde)

Desemprego no país sobe 23% em um ano

O número de desempregados no Brasil subiu 23,1% em março deste ano em relação ao mesmo mês de 2014, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira. O porcentual corresponde a 280.000 pessoas que perderam o emprego ou estão a procura de trabalho no período. A taxa de desocupação ficou em 6,2%. É o mesmo índice de março de 2012 e o maior desde maio de 2011, quando chegou a 6,4%. Desde junho de 2013 a taxa não ultrapassava a marca dos 6%.

A Pesquisa Mensal de Emprego leva em conta os moradores das regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Porto Alegre. Segundo o estudo, há cerca de 1,5 milhão de desocupados ante 22,8 milhões de empregados nas seis regiões avaliadas. Em relação a fevereiro, não houve grande oscilação no índice do desemprego - de 5,9% para 6,2%. Já o rendimento médio dos trabalhadores caiu 2,8% - de 2.196,76 reais em fevereiro para 2.134,60 reais em março. Em relação a 2014, a queda foi de 3%.

O Rio de Janeiro registrou o maior acréscimo na taxa de desemprego de fevereiro para março, de 4,2% para 4,8%. Na comparação com março do ano passado, Porto Alegre é o detentor do maior aumento, de 67,9%, seguido por Recife (51,8%) e Rio de Janeiro (38,6%). Já Salvador registrou o maior índice de desocupação, de 12%.

O estudo também mostra que a população empregada diminuiu 0,9% em março ante igual mês em 2014, o que representa a extinção de 197.000 postos de trabalho. Além disso, 83.000 pessoas entraram na idade economicamente ativa no período, o que corresponde a um alta de 0,3%. Já o contingente de inativos aumentou 1,5%, chegando a 291.000 pessoas.

WESLEY SAFADÃO É ATRAÇÃO CONFIRMADA DA VAQUEJADA EM SERRINHA

A Vaquejada Parque Maria do Carmo acaba de confirmar a presença de Wesley Safadão, um dos maiores representantes do forró eletrônico do país, para animar o evento. A festa popularmente conhecida como Vaquejada em Serrinha acontece de 3 a 6 de setembro e mescla shows e competições esportivas. Wesley Safadão e a banda Garota Safada prometem animar a galera ao som de hits como ‘Camarote’ e ‘Vai Quicando’.

Além de Safadão, a programação oficial da festa já conta com shows de Luan Santana, Henrique & Juliano, Fernando & Sorocaba, Aviões do Forró, Léo Santana, Torres da Lapa, Harmonia, Saulo, Tayrone Cigano, Chicabana, Cavaleiros do Forró e Areio de Ouro. Ao todo, 19 atrações vão se apresentar na Vaquejada durante as festas Bezerro Manhoso, Vaca Atolada e Boi Malandro.

A dupla Henrique & Juliano e Wesley Safadão tocam no dia 6 de setembro, um domingo, a partir das 13h, durante a Boi Malandro. A data das apresentações dos outros artistas ainda não foi divulgada.

Toda semana, novas atrações serão anunciadas para compor a grade do evento. O passaporte para os três dias de shows  já está  sendo vendido no site oficial da Vaquejada. Os preços variam de R$170 reais a R$740 reais. O acesso à arquibancada da arena esportiva é gratuito. Acesse: http://vendas.parquemariadocarmo.com.br .

Atento às ‘transformações da sociedade’, Isidório quer cemitérios para animais na Bahia

Natural de Caetité, Waldick Soriano canta: “Eu não sou cachorro, não, para ser tão desprezado”. Mas, no que depender de parte dos políticos da Bahia, os animais estão longe de serem desprezados como Waldick canta no seu hino brega. Ligado a polêmicas que envolvem a sexualidade (a própria e a de outras pessoas), o deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PSC) quer que todos os municípios da Bahia tenham um cemitério para “animais de estimação”. “Hoje, a gente sabe que toda família tem um animal de estimação. Nem todo mundo quer jogar seu cachorro, seu gato, sua cobra – sim, tem gente que cria e até faz sexo com cobra – no lixo quando morre. A sociedade se transforma, né?”, justificou Isidório, que quase sempre tem posições que ignoram as transformações da sociedade. Outra justificativa usada pelo parlamentar é que “ganha cada vez mais espaço na mídia e no coração do povo o amor aos animais e bichinhos de estimação, de pequeno e médio portes, em especial cães e gatos”, além da não proliferação de “germes” pelos corpos abandonados no meio das ruas. Apesar de não querer disputar o lugar de “protetor de animais” com outros parlamentares, Isidório diz se ver na obrigação de legislar em favor deles, pois está “antenado com as mudanças”. “Os baianos sabem bem que dedico meu mandato para tirar e cuidar dos vitimados das drogas. Continuarei a dedicar especial atenção para este público, carente de tudo, em especial da presença de Jesus em suas vidas. No entanto, como cada vez mais pessoas tem se importado também com os bichinhos de estimação, é meu dever atender esta parcela significativa da sociedade, que na condição de pagadora de impostos merece ser atendida e respeitada”, afirmou.Fonte:Bahia Noticias

Votações na AL-BA incluem auxílio-moradia de juízes, remarcação de territórios e urgências

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) deve apreciar nesta terça-feira (27) o projeto de lei que oficializa o pagamento de auxílio-moradia para juízes do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a remarcação de territórios de quatro municípios e dois pedidos de urgência do Poder Executivo. De acordo com o presidente da AL-BA, deputado Marcelo Nilo (PDT), a previsão inicial é que os quatro projetos sejam apreciados, porém não há como garantir a votação – ainda que tenha havido uma promessa ao presidente do TJ-BA, desembargador Eserval Rocha, de que o auxílio-moradia seria votado. “A gente nunca garante porque casa política é complicado. Eu vou levar para votar. A não ser que lá na hora tenha algum empecilho, o líder do governo ou da oposição retirarem a bancada, por exemplo”, ponderou Nilo. Segundo ele, na condição de presidente do legislativo e não de “chefe dos deputados”, cabe ao dirigente colocar os assuntos na ordem do dia, porém o plenário da Assembleia pode decidir adiar a votação. “Tem uma divisão territorial de quatro municípios no nordeste, Cícero Dantas, Banzaê, Quijingue e Euclides da Cunha, que os quatro prefeitos concordaram e eu vou botar para votar; tem dois pedidos de urgência do deputado Zé Neto, a desapropriação da antiga fábrica da Antárctica e o reajuste dos servidores; e o auxílio-moradia do TJ”, relatou Nilo.Fonte;Bahia Noticias

Pela primeira vez, Dilma decide não fazer pronunciamento na TV no Dia do Trabalho

Pela primeira vez desde que assumiu a Presidência da República, em 2011, a presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu que não fará pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão em 1º de maio, Dia do Trabalhador. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (27) pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva. Segundo ele, Dilma se manifestará por meio das redes sociais. “Nós optamos, por meio de uma decisão coletiva, de toda a coordenação política – coletiva e unânime –, que ela [Dilma] deveria valorizar as redes sociais e dialogar com a sociedade brasileira por meio das redes sociais”, disse Edinho Silva. No entanto, o chefe da Comunicação Social, negou que o objetivo da decisão seja evitar um novo panelaço, como o registrado em 8 de março, quando Dilma fez na TV pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher. Na ocasião, o panelaço foi ouvido durante a fala da presidente em bairros de algumas das maiores cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília.

Brasileiro preso na Indonésia pode ser fuzilado nesta terça-fera

O brasileiro Rodrigo Gularte e mais sete estrangeiros – dois australianos, uma filipina e quatro nigerianos -, além de um indonésio, todos condenados por tráfico de drogas, poderão ser fuzilados entre a noite desta terça-feira (28) e a quarta-feira (29), no horário de Jacarta, capital da Indonésia. As famílias dos condenados à morte fizeram a última visita antes da execução dos nove presos, que ocorrerá nas próximas horas, apesar da intensificação das pressões internacionais contra a pena capital. No sábado (25), os condenados receberam a notificação da execução, que ocorrem normalmente pouco depois da meia-noite (14h no horário de Brasília). Os meios de comunicação australianos publicaram fotos de cruzes mortuárias destinadas aos caixões dos condenados, com a data de quarta-feira. O presidente indonésio, Joko Widodo, está implementando uma linha dura contra os traficantes de drogas no país e se recusa a desistir das execuções, apesar da pressão externa. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon pediu, no domingo (26), para o governo indonésio não executar as nove pessoas, reiterando a tradicional oposição da instituição à pena capital. Já o governo do Brasil continua com os esforços diplomáticos para tentar evitar a execução do brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte, embora as autoridades indonésias já tenham confirmado que ele também será fuzilado.

Ator e diretor Antônio Abujamra morre aos 82 anos em São Paulo

O ator, diretor de teatro e apresentador Antônio Abujamra, de 82 anos, foi encontrado morto pelo filho na manhã desta terça-feira (28), na casa em que morava, em São Paulo. A informação foi confirmada ao portal Glamurama pela assessoria de imprensa da TV Cultura, emissora onde o artista apresentava o programa “Provocações”. De acordo com o jornal Estado de São Paulo, uma fonte próxima da família revelou que ele estava bem na noite de segunda-feira (27), mas que teria falecido enquanto dormia. Abujamra foi um dos principais diretores da extinta TV Tupi, onde também fez seu primeiro trabalho na televisão, em 1968, com “O Estranho Mundo de Zé do Caixão”. Um de seus personagens mais emblemáticos foi o bruxo Ravengar, em “Que Rei Sou Eu” (Globo), e sua última atuação em novelas foi no ano de 2011, em “Corações Feridos”, do SBT. No cinema, sua obra mais recente foi “Brichos 2 – A Floresta é Nossa”, em 2012. Abujamra deixa três filhos, o músico André e as atrizes Clarisse e Iara.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Edir Macedo diz que foi consultado sobre contratação de Xuxa e não se opôs

O SBT exibiu na noite deste domingo um “Conexão Repórter” especial, ao longo do qual Roberto Cabrini apresentou, por 90 minutos, uma longa entrevista com Edir Macedo, fundador da Igreja Universal e dono da concorrente Record.

Silvio Santos encerrou o seu programa mais cedo, fazendo elogios ao trabalho religioso de Macedo e classificou o programa como “uma homenagem'' a ele, que “levou tanta gente que estava no mau caminho para o bom caminho''.

A entrevista com o dono da Record, exibida no horário nobre do SBT, curiosamente, foi ao ar justamente no dia em que a Globo comemorava os seus 50 anos.

Cabrini fez questão de fazer uma advertência logo no início: “Tudo, ou quase, foi abordado”, disse, deixando no ar uma dúvida importante. Segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, Silvio Santos não gostou de uma pergunta do repórter, sobre lavagem de dinheiro, e a eliminou da edição final do programa.

Segundo Cabrini, esta foi a primeira entrevista de Macedo a um jornalista que não trabalha para a Record. O repórter, de fato, fez inúmeras perguntas interessantes e provocadoras. Em suas respostas, porém, o bispo respondeu basicamente as mesmas coisas que já disse em seus livros de memórias ou de religião.

Educado, o repórter não interrompeu o entrevistado, mesmo quando ele discorreu além do necessário, evitando responder a algumas perguntas e fazendo propaganda da Igreja Universal.

Cabrini questionou Macedo sobre a sua prisão, acusado de charlatanismo, em 1992. Foi a oportunidade para o líder da Universal mais uma vez dizer que os culpados foram a Igreja Católica e a Rede Globo. “Acredito que eu seja o inimigo número um da Igreja Católica”. Sobre as muitas acusações que recebe, fez piada: “A Igreja Universal é que nem omelete. Quanto mais se bate, mais ela cresce''.

O repórter quis saber como o religioso lida com a acusação de que a sua igreja privilegia a arrecadação de dinheiro: “Só os estúpidos pensam em teologia da miséria”, respondeu, defendendo a “teologia da prosperidade''.

macedochutenasantaCabrini ouviu Macedo sobre o famoso episódio do “chute na santa”, protagonizado por um pastor da Universal, em 1995: “Foi um chute no estômago, para não dizer num lugar mais baixo. Foi a pior coisa que aconteceu dentro do trabalho da Igreja Universal. Porque não é o nosso estilo agredir a religião dos outros. Se exigimos respeito à nossa crença, temos que respeitar as outras crenças.”

Cabrini perdeu a oportunidade, neste momento, de questioná-lo sobre as muitas brigas com pastores de outras igrejas, bem como a hostilidade da Universal com religiões afro-brasileiras. O repórter também evitou perguntas sobre política, em especial sobre o PRB, partido comandado por um bispo licenciado da Universal, e a relação do seu entrevistado com o poder.

A conversa também abordou questões pessoais, como o bullying que sofreu na infância por ter nascido com uma deficiência nas mãos. “Fui todo mal fabricado. A gente sempre fica inferior aos perfeitos fisicamente''. Contou que na escola era chamado de “Dedinho'' por causa do problema.

Questionado pelo repórter, Macedo também falou de sua iniciação sexual, aos 16 anos, no Rio. “Foi num bordel, ali na zona”, disse. “E nós fomos lá aprender o que era o sexo''. Foi bom?, questionou o repórter. “Eu não transferiria essa experiência para os meus filhos. Naquela época, foi bom.''

Muitas namoradas?, quis saber Cabrini. “Sim, tivemos muitos casos amorosos'', disse rindo. “O defeito físico não impediu que a gente tivesse os nossos sucessos'', disse, recorrendo ao plural majestático.

Outro tema inconveniente que mereceu questionamento foi o famoso vídeo, exibido até pela Globo, em 1992, no qual ensina como os pastores da Universal devem convencer os fieis a dar dinheiro para a igreja. “Ou dá ou desce”, ensina Macedo, no vídeo.

“Não me arrependo”, disse. “Eu falei aquilo que pensava e penso. E vou continuar pensando'', disse. “Se você dá, você recebe. Se você não dá, você não recebe'', acrescentou. “Sou uma máquina de ganhar almas”, repetiu algumas vezes.

xuxarecordCabrini quis saber se Macedo interfere muito na gestão da Record e se foi consultado sobre a contratação de Xuxa: “A Record tem vida própria'', disse. Em seguida, pensou um pouco antes de responder e disse: “Fui perguntado se havia alguma objeção (à contratação da Xuxa). Eu disse 'não'. Se é bom para a Record, é bom pra mim. Nossa filosofia é dar liberdade às pessoas em quem nós confiamos”.

Também falou sobre a exibição, de madrugada, na Record, de programas da Igreja Universal. Justificou o horário assim: “Porque as pessoas não tem tempo, de dia, para ver as nossas prédicas. Você sabe que as pessoas que estão sofrendo, sofrem à noite, especialmente pela madrugada.”

A compra da Record, ocorrida em 1989, depois de difícil negociação com a família Machado de Carvalho e Silvio Santos, serviu para Macedo fazer discurso. Primeiro disse: “Eu fui visado, muito visado. Logo eu, uma pessoa tão frágil. Por esse lado, a compra foi cruel”.

Em seguida, observou, talvez sem se dar conta que estava fazendo uma crítica implícita ao SBT: “Depois da Record, o Brasil teve outro rumo. Até então tínhamos a Rede Globo como informação única neste país. Com a Record tivemos a oportunidade de deixar o povo brasileiro ciente do outro lado dos fatos. Isso fez o Brasil despertar. Hoje temos um Brasil democrático, eu diria, em grande parte por causa da Record.”

Ao final, Cabrini perguntou como Macedo se comparava a Silvio Santos — “dois grandes comunicadores'', segundo o repórter: “Não tenho o sorriso, a gargalhada, o jeito do Silvio Santos. Ele é um excelente comunicador”, disse o bispo. “E eu tenho a minha fé. Só sei passar fé.''Fonte:Uol

MP denuncia Vaccari e Duque por lavagem de R$ 2,4 milhões

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta segunda-feira denúncia contra o ex-tesoureiro nacional do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque - indicado pelo partido - e o executivo Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, do grupo Toyo Setal, por lavagem de dinheiro no total de 2,4 milhões de reais. O crime foi revelado na 12ª fase da Operação Lava Jato, que prendeu Vaccari preventivamente e identificou pagamento de recursos desviados da Petrobras a uma gráfica condenada por fazer propaganda eleitoral irregular para a presidente Dilma Rousseff, em 2010.

De acordo com a denúncia, o crime de lavagem de dinheiro foi cometido 24 vezes pelos acusados entre abril de 2010 e dezembro de 2013. Vaccari foi denunciado como organizador do esquema - um agravante que pode elevar a pena do petista, caso condenado. O MPF pede ainda que os acusados paguem à Petrobras como indenização, no mínimo, o dobro do valor lavado: 4,8 milhões de reais.

Segundo a força-tarefa da Lava Jato, uma parte da propina que seria paga a Renato Duque no esquema do petrolão foi direcionada por empresas do grupo Setal Óleo e Gás (SOG), ao qual pertence Mendonça Neto, para a Editora Gráfica Atitude. Com aval de Duque, o pagamento foi solicitado por Vaccari em um encontro pessoal com Mendonça Neto.

 Por meio da Setec Tecnologia e da SOG, ele fechou dois contratos falsos de compra de anúncios com a Editora Gráfica Atitude e usou duas outras empresas - Tipuana e Projetec - para realizar os pagamentos. Vaccari pediu os pagamentos duas vezes, em 2010 e 2013, sendo celebrados dois contratos de 1,2 milhão de reais cada. Ficou comprovado o repasse de ao menos ao menos 2,4 milhões de reais, sem que o serviço, a veiculação da propaganda, tenha sido prestado. Mendonça Neto disse que "não possuía qualquer interesse comercial em publicar anúncios na revista".

As empresas de Mendonça Neto realizaram vinte e duas transferências bancárias que somam 2,25 milhões de reais (valor líquido, descontados impostos) para a Editora Gráfica Atitude. Em contrapartida, a gráfica emitiu dezoito notas fiscais frias para justificar os pagamentos. O MPF apreendeu e-mail de uma funcionária da gráfica com cópia das notas. Os valores que abasteceram os cofres da Editora Gráfica Atitude foram desviados de contratos da SOG com a Petrobras nas refinarias de Araucária (PR), a Repar, e de Paulínia (SP), a Replan, segundo os investigadores.

Em 2010, os pagamentos à gráfica ocorreram meses antes e depois das eleições, quando a empresa veiculou uma edição da Revista do Brasil, com tiragem de 360.000 exemplares, de conteúdo favorável à presidente Dilma Rousseff e ofensivo ao senador José Serra (PSDB), então adversários na disputa da Presidência da República. O Tribunal Superior Eleitoral considerou a revista uma propaganda irregular e multou a gráfica em 15.000 reais.

Para os procuradores da República, há indícios de que os pagamentos de propina pela Setec e SOG, dissimulados como compra de anúncios, financiaram a edição de número 52 da Revista do Brasil, de outubro de 2010, justamente a multada pela Justiça Eleitoral por propaganda pró-Dilma. O MPF indicou que parcelas do contrato fictício foram pagas naquele mês, bem como antes e depois das eleições.

Segundo delação de Augusto Ribeiro Mendonça, Vaccari pediu que ele fizesse transferências de dinheiro à Gráfica Atitude em vez de pagar propina ao partido em forma de doações eleitorais registradas, outro método de pagamento de propinas que rendeu ao partido ao menos 4,2 milhões de reais entre 2008 e 2012.

A Gráfica Atitude é uma sociedade mantida por dois sindicatos umbilicalmente ligados ao PT: o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. Os sindicatos são sócios e indicam os diretores da gráfica - quase todos filiados ao PT e sempre dirigentes dos sindicatos. Um deles, Teonílio Barba (Metalúrgicos do ABC), elegeu-se deputado estadual na Assembleia Legislativa de São Paulo, no ano passado. Outra diretora, Ivone Maria da Silva (Bancários), foi uma defensora de Vaccari durante a gestão do ex-tesoureiro petista na Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) - pela qual ele responde criminalmente na Justiça paulista.

Os procuradores da Lava Jato também indicaram na denúncia que o endereço do diretório estadual do PT em São Paulo consta em listas telefônicas na internet também como sede da Editora Gráfica Atitude. Por ora, o MPF decidiu não denunciar funcionários da gráfica. Isso porque, segundo os procuradores, a responsabilidade deles ainda será apurada em inquérito separado. Os atuais diretores da gráfica Atitude, no entanto, foram arrolados para depor como testemunhas.Fonte:Veja

Primeiro teste caseiro de HIV começa a ser comercializado no Reino Unido

O primeiro teste caseiro que permite saber em 15 minutos se uma pessoa foi infectada com o vírus HIV começou a ser vendido nesta segunda-feira (27) no Reino Unido. O teste, da companhia Bio Sure UK, pode ser comprado pela internet. Ele funciona de maneira similar ao de gravidez, ao medir os níveis de anticorpos no sangue. Entretanto, os especialistas advertem que, se o exame der positivo, o teste precisa ser confirmado por médicos. Mas eles ressaltam que o exame ajudará as pessoas a obter um tratamento rápido, caso tenham sido infectadas com o vírus. O dispositivo permite analisar uma pequena gota de sangue extraída pela pessoa e, após 15 minutos, aparecerão duas linhas de cor roxa se o teste der positivo. Nesse caso, o fabricante recomenda comparecer a uma clínica especializada em doenças sexualmente transmissíveis. Os especialistas afirmam, no entanto, que embora o resultado seja negativo, não quer dizer que a pessoa esteja livre do vírus já que os anticorpos são gerados três meses depois da infecção. A responsável da entidade benéfica Terrence Higgins Truste, Rosemary Gillespie, que apoia pessoas com Aids, expressou sua satisfação pelo acesso da população a este teste. "Fizemos campanha durante muito tempo para conseguir uma legislação que permita contar com testes caseiros de HIV, algo que foi conquistado em abril de 2014, portanto é fantástico ver estes primeiros exames", afirmou Gillespie.

Após vencer o Bahia, Viáfara afirma: 'A gente está a 90 minutos de fazer história'

O Vitória da Conquista dominou completamente o Bahia e venceu por 3 a 0 no estádio Lomanto Júnior. A grande façanha na tarde deste domingo (26) deixou a torcida alviverde animada, e também não foi diferente com os jogadores da equipe. Viáfara, membro experiente do time, exaltou a equipe após a partida e reafirmou o desejo de dar um título inédito aos conquistenses.

"A gente está a 90 minutos de fazer história nesse clube. Pra mim tanto faz jogar contra Vitória, Ypiranga, Juazeirense, Bahia. O objetivo é ser campeão", disse.

O Vitória da Conquista voltará a encontrar o Bahia no próximo domingo (03), na Arena Fonte Nova, às 16h.

Em coletiva, Sérgio Soares lamenta derrota para o Vitória da Conquista
O técnico do Bahia Sérgio Soares lamentou o desempenho do Bahia na derrota por 3 a 0 para o Vitória da Conquista, na tarde deste domingo (26), no estádio Lomanto Júnior. Durante entrevista coletiva, o treinador reconheceu a superioridade do time do interior, mas deixou claro que o Bahia tem condições para reverter o placar na partida da volta, no próximo domingo (03), na Arena Fonte Nova.

"Acho que o adversário (Vitória da Conquista) teve um volume maior na partida e saiu com o resultado que mostrou essa superioridade", disse. "A gente tem força para reverter essa situação. Sabemos que não está tudo errado, nao é a toa que estamos em duas finais", completou.

O Bahia agora irá se preparar para enfrentar o Ceará, na próxima quarta-feira (29), às 22h, na Arena Castelão, pela segunda partida da final da Copa do Nordeste.

Paulo Bernardo e Gleisi negam na PF terem recebido R$ 1 milhão de Yousseff

Citados nas delações premiadas do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef como beneficiários do esquema de corrupção na estatal, o ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo e a senadora Gleisi Hoffmann negaram que tenha havido irregularidades na arrecadação de campanha de Gleisi ao Senado, em 2010.

Em depoimentos feitos nos dias 2 e 14 deste mês à Polícia Federal, Bernardo e Gleisi disseram que nada foi solicitado ao empresário Ernesto Kugler, amigo do casal, para que intermediasse o repasse de dinheiro para financiar a campanha de Gleisi. Em delação, o doleiro Alberto Yousseff disse ter repassado recursos de propina em contratos da Petrobras a Paulo Bernardo, por intermédio de Kugler. No depoimento, Paulo Bernardo declarou que, quando ocupava o cargo de secretário da Fazenda no Mato Grosso do Sul, em 1990, conheceu Paulo Roberto Costa, pivô das delações da Lava Jato, em 1990.

À época, eles trataram da entrada em operação do gasoduto Brasil-Bolívia. Bernardo disse que não fez qualquer pedido financeiro a Costa para a campanha de Gleisi em 2010. Sobre as anotações "PB" e "1,0", feitas na agenda de Paulo Roberto apreendida pela PF, disse não ter conhecimento. Paulo Roberto Costa dissera à PF que as anotações aludiam ao valor de R$ 1 milhão repassados a Paulo Bernardo para a campanha de Gleisi ao Senado.

 O ex-ministro reforçou que não pediu nenhum valor, nem ao diretor da Petrobras nem a Alberto Youssef. O doleiro, também em delação premiada, relatou que o pedido de R$ 1 milhão feito para bancar a campanha de Gleisi teria partido de Paulo Bernardo, com a orientação de que o repasse fosse feito por meio de um empresário de Curitiba, Ernesto Kugler. Gleisi negou qualquer tipo de pedido ou de intermediação feita por Kugler.

 A senadora disse que não conhece Youssef nem Paulo Roberto. Em suas declarações, Paulo Bernardo e Gleisi disseram que Ernesto Kugler é amigo pessoal da família, simpatizante do PT e muito próximo do deputado federal Angelo Vanhoni (PT-PR), do qual é amigo de infância. Kugler, segundo eles, chegou a atuar na mobilização do empresariado para participar de reuniões e jantares no período eleitoral quando da apresentação de projetos de candidata, bem como para fins de arrecadação à sua campanha. Gleisi e Paulo Bernardo garantiram, porém, que o empresário não teve participação direta na arrecadação da campanha eleitoral da senadora em 2010.

 Bernardo destacou ainda que, em nenhum momento, solicitou a Kugler que entrasse em contato com empresários, ou quem quer que seja, para pedir recursos para a campanha. Em declaração à PF, Kugler disse que não teve nenhuma atuação relacionada à captação de recursos para a campanha de Gleisi em 2010.

Chuvas alagam hospital Irmã Dulce no Largo de Roma; equipamentos foram danificados

O Hospital Irmã Dulce, localizado no Largo de Roma, na Cidade Baixa, em Salvador, também sofre os transtornos causados pelas fortes chuvas que atingem a capital baiana nesta segunda-feira (27). Algumas dependências da unidade de saúde foram invadidas pela água da chuva. Freiras, funcionários e acompanhantes de pacientes ajudam na limpeza do local. Alguns equipamentos foram danificados. Fonte:Bahia Noticias

‘Prioridade é preservar vidas’, diz ACM Neto sobre chuvas em Salvador

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou, nesta segunda-feira (27), em entrevista à rádio Metrópole, que a prefeitura de Salvador concentra esforços para atender a todas as vítimas da chuva na cidade.  O chefe do executivo municipal destacou que equipes ajudam em operações de emergência nos bairros de Bom Juá e San Martin, onde ocorreram deslizamentos de terra seguidos de desabamento de alguns imóveis. “Estamos concentrados na questão emergencial para garantir que as vidas sejam preservadas, com uma prioridade em concentrar esforços onde o houve deslizamento”, afirmou o prefeito. “A prioridade nesse momento é a preservação de vidas”, completou.  Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil e Superintendência de Transito e Transporte de Salvador (Transalvador) estão mobilizadas por toda a cidade, segundo ACM Neto. Às 10h30, o prefeito deve realizar uma reunião com secretários do município para “iniciar um conjunto de outras medidas emergenciais”.

domingo, 26 de abril de 2015

Aécio diz que impeachment deve ser tratado com cautela por Ricardo Brito | Est

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), divulgou há pouco uma nota em que diz que a definição do partido sobre um eventual pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff será tomada com "cautela e responsabilidade que têm pautado nossa posição até aqui". "Continuaremos ouvindo juristas que se debruçam sobre as denúncias que vêm surgindo e, principalmente, tomaremos a decisão, conforme definido em reunião recente, de forma conjunta com os partidos de oposição", destacou o tucano. Aécio Neves aproveitou o comunicado para elogiar o líder do partido na Câmara, Carlos Sampaio (SP). Segundo Aécio, Sampaio "cumpre corretamente seu papel ao externar a já conhecida posição da bancada da Câmara sobre impeachment". Nesta sexta, Sampaio gerou um mal estar na cúpula do PSDB a respeito do momento certo de apresentar o pedido de afastamento de Dilma. Pela manhã, ele disse que, se dependesse da bancada do PSDB, o pedido seria protocolado até a próxima quarta-feira. A declaração repercutiu mal no comando do partido, que ainda aguarda a avaliação de juristas para se posicionar oficialmente sobre o assunto. O presidente do PSDB telefonou para Sampaio e exigiu dele um esclarecimento. À noite, o líder do partido na Câmara relativizou o que havia dito. "Talvez tenha me expressado mal. Vou na terça pela manhã tomar um café com o Aécio para levar a posição da bancada, para ouvi-lo. Ouvi-lo mesmo, porque a decisão tem que ser conjunta. Não faria sentido eu falar: 'Eu vou na terça ouvir o Aécio' e na quarta eu entro (com o pedido se houver concordância do partido)", disse o líder. "Vou levar a posição da bancada. Para a bancada, não tem mais o que aguardar. Já temos os elementos e daí vamos decidir conjuntamente."

Bahia é recebido com festa no Aeroporto de Vitória da Conquista

O Bahia saiu de campo derrotado na última partida, quando enfrentou o Ceará no primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, na Arena Fonte Nova. O resultado negativo, entretanto, não foi motivo suficiente para diminuir a empolgação da torcida com a presença do time na final do Campeonato Baiano, no qual o primeiro confronto acontece neste domingo (26), às 16h, no Estádio Lomanto Júnior. Após uma rápida viagem, o elenco do Bahia foi recepcionado com muita festa no Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo, em Vitória da Conquista. Os tricolores que moram no sudoeste do estado surpreenderam a delegação, principalmente o goleiro Jean.
Com faixas e gritos, os torcedores procuraram passar confiança ao jovem arqueiro que falhou contra o Ceará. Um dos textos, por exemplo, dizia: "Fortes são aqueles que nunca desistem. Garra Jean! Retroceder? Nunca! Render-se? Jamais!". A delegação do Bahia, depois da pequena festa, foi para o hotel da concentração.

ONU apela à Indonésia que cancele execuções

O secretário-geral das Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, apelou à Indonésia que cancele as execuções programadas de nove estrangeiros e um indonésio que foram condenados por crimes de tráfico de drogas. Entre os estrangeiros, está o brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte. Um comunicado do gabinete de Ban Ki-moon diz que as Nações Unidas se opõem à pena de morte "em todas as circunstâncias". As execuções causaram clamor generalizado e ameaças de retaliações diplomáticas. Ban pediu ao presidente da Indonésia, Joko Widodo, que "avalie urgentemente declarar uma moratória sobre a pena de morte na Indonésia, com vistas à abolição". Autoridades indonésias não disseram quando as execuções ocorrerão, mas prometeram realizá-las. Widodo disse que a Indonésia está sofrendo um "emergência de drogas". Os estrangeiros são três homens nigerianos, dois homens australianos, uma mulher filipina, e um homem do Brasil, um de Gana e um da França. O brasileiro condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42 anos, recebeu notificação no início da tarde de sábado (horário da Indonésia, madrugada no Brasil) de que será executado por fuzilamento a partir da próxima terça-feira (28). Gularte foi preso em julho de 2004 ao entrar no país com seis quilos de cocaína camuflados em pranchas de surfe. No ano seguinte, foi condenado à morte. A informação sobre a notificação foi fornecida pelo Itamaraty, acrescentando que as autoridades brasileiras seguem em negociação na tentativa de reverter a pena. Fonte: Associated Press.

Em greve, caminhoneiros já bloqueiam sete pontos em estradas neste domingo

Caminhoneiros já iniciaram novos bloqueios em estradas na manhã deste domingo (26), quando completam quatro dias de manifestações para pressionar a delimitação de um preço mínimo de frete. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, já são sete pontos bloqueados pela categoria desde as 6h40: na BR-163, em Mato Grosso, as interdições ocorrem no km 688, na altura da cidade de Lucas do Rio Verde; no km 748, na cidade de Sorriso; e no km 590, em Mutum. Já na BR-364, também em Mato Grosso, os caminhoneiros interromperam o tráfego nos km 200 e 206 na altura de Rondonópolis; no km 57, em Alto das Graças; e no km 615, próximo ao município de Diamantino. O movimento grevista começou na última quinta-feira, após uma reunião com a Secretaria Geral da Presidência, na qual o ministro, Miguel Rossetto, afirmou que o tabelamento do frete é “impraticável”. As paralisações serão mantidas até a segunda-feira (27), quando ocorre nova rodada de negociação com o governo federal.

Samuel Celestino:Tudo passou então a ter o seu aval, excluindo Dilma que desabou .

A fulminante ascensão do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB), ao primeiro plano da política brasileira seguramente despertou nuvens de inveja, ou coisa parecida, no Congresso Nacional. Nuvens de inveja com direito a fortes chuvas. Os trovões partiram do Senado e do gabinete do presidente, Renan Calheiros, que de há muito é tido como flor que não convém cheirar. Como Eduardo Cunha apareceu no cenário como um trator, derrubando os adversários porventura à sua frente, inclusive impondo uma derrota estonteante à presidente Dilma Rousseff e ao seu PT (ela ainda não vivia nas trevas), os sinais de inveja surgiram a princípio tênues. Renan sabia que ele passara a ser menor e menos influente do que Cunha no Congresso. O novo presidente da Câmara, para chegar ao cargo, desmantelou um agrupamento que tinha primazia na Casa e formou o seu próprio grupo.

Tudo passou então a ter o seu aval, excluindo Dilma que desabou a partir das manifestações das ruas. Calheiros ficou na espreita aguardado o melhor momento para atacar. Entre ele, velho e curtido parlamentar com manchas decorrentes de variados “malfeitos”, e o novo, para a política Cunha passou a ser mais interessante como ocorre acontecer com o novo. Assim ganhou a dianteira deixando Renan Calheiros para trás. Pelo menos algo há na República anunciando mudanças que passaram a ocorrer com as seguidas derrotas do governo na Câmara. O confronto entre os dois políticos era apenas uma questão de tempo, o que veio a ocorrer a partir do rolo compressor que esmagou o PT e outros parlamentares de partidos diversificados, com a aprovação da regulamentação da lei da Terceirização. Uma vitória de Cunha por ampla margem de votos imposta pelos deputados sob o seu comando.

Deve ter sido exatamente por aí que o presidente do Senado, Renan Calheiros, entendeu que era hora de dar o bote para se impor e virar o jogo diante do presidente da Câmara dos Deputados. Ladino desde menino, o alagoano construiu sua armadilha: primeiro, alterar o projeto de Terceirização aprovado; segundo, segurar a votação no Senado da regulamentação da lei, indesejada pelos petistas. Do Palácio do Planalto, Dilma já sem voz silenciou e se tornou pata rouca. Acompanha o que há na política, se é que ainda tem gás pelo menos para isso.

Calheiros, que é do PMDB, partido também de Cunha, juntou-se aos petistas contrários à Terceirização e, se prepara para uma guerra entre as duas casas congressuais. Declarou-se favorável a algumas mudanças da nova lei, como a atividade fim, por exemplo, e declarou que da forma como saiu da Câmara a matéria não passará no Senado. Ou muda substancialmente ou nada feito. Calheiros sairá do cargo que ocupa em janeiro do próximo ano. Assim, armou-se com armadura, escudo e espada para deixar o tempo rolar. Recebeu de Cunha um recado tipo xeque-mate: a prerrogativa de dar a palavra final caberá à Câmara, porque a lei de Terceirização nasceu lá.

Alega, em contraponto Renan, que se a matéria passou 11 anos engavetada na Câmara, poderá também pelo menos mais cinco anos engavetada no Senado. Foi a sua declaração de guerra. Como ele deve deixar a presidência no início do próximo ano, talvez esteja fazendo contas erradas. De qualquer maneira, imagina ele que há outras formas de segurar o crescimento de Eduardo Cunha. Esqueceu que macaco velho não mete a mão em cumbuca. No Senado, a Terceirização deverá passar por quatro comissões técnicas e aí será o tempo o dono e o mediador da razão. Em cada comissão a matéria poderá ficar engavetada por meses, talvez anos.

Do seu plano, o presidente Eduardo Cunha alertou, como um aviso também guerreiro: se houver mudanças no que foi aprovado, a Terceirização terá que retornar à Câmara e, como a iniciativa do projeto partiu da Casa, nenhuma mudança será aceita porque a prerrogativa é da Casa. A Câmara corrigirá as mudanças realizadas pelo Senado e não necessitará mais que o projeto retorne ao Senado porque se assim fosse viraria um jogo de ping-pong. O recurso disponível para Calheiros, como se vê, será mesmo se aliar com o tempo. Se os dois não chegarem a um acordo.

O problema se torna maior porque Cunha está no mesmo diapasão de Renan. A provocação partiu do Senado, mas o presidente da Câmara segurou o pião e mandou, em declaração que concedeu à Folha, uma resposta irônica no mesmo tom. Disse ele que “a convalidação pela Câmara de projetos aprovados no Senado vai andar no mesmo ritmo da Terceirização". E se não bastasse, matou a cobra e colocou suas cartas visíveis para Calheiros entender bem o que ele, Cunha, fará: dará o troco na mesma medida. Disse: “O pau que dá em Chico dá em Francisco. Engavete lá no Senado que eu engaveto as matérias oriundas do Senado aqui.”

Vê-se, desta forma, que parece haver no Congresso, entre os presidentes das duas Casas, um jogo de inveja que parte do velho para o novo. A inveja é um dos pecados capitais. Mas, como se sabe, não existe pecado capital quando se trata de política. Então fica acertado assim. Algum terá que ceder, ou as duas casas congressuais se engalfinham. Era tudo o que faltava nestes trópicos verdes-amarelos abaixo do EA fulminante ascensão do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, ao primeiro plano da política brasileira seguramente despertou nuvens de inveja, ou coisa parecida, no Congresso Nacional. Nuvens de inveja com direito a fortes chuvas. Os trovões partiram do Senado e do gabinete do presidente, Renan Calheiros, que de há muito é tido como flor que não convém cheirar. Como Eduardo Cunha apareceu no cenário como um trator, derrubando os adversários porventura à sua frente, inclusive impondo uma derrota estonteante à presidente Dilma e ao seu PT (ela ainda não vivia nas trevas), os sinais de inveja surgiram a princípio tênues. Renan sabia que ele passara a ser menor e menos influente do que Cunha no Congresso. O novo presidente da Câmara, para chegar ao cargo, desmantelou um agrupamento que tinha primazia na Casa e formou o seu próprio grupo.
Tudo passou então a ter o seu aval, excluindo Dilma que desabou a partir das manifestações das ruas. Calheiros ficou na espreita aguardado o melhor momento para atacar. Entre ele, velho e curtido parlamentar com manchas decorrentes de variados “malfeitos”, e o novo, para a política Cunha passou a ser mais interessante como ocorre acontecer com o novo. Assim ganhou a dianteira deixando Renan Calheiros para trás. Pelo menos algo há na república anunciando mudanças que passaram a ocorrer com as seguidas derrotas do governo na Câmara. O confronto entre os dois políticos era apenas uma questão de tempo, o que veio a ocorrer a partir do rolo compressor que esmagou o PT e outros parlamentares de partidos diversificados, com a aprovação da regulamentação da lei da Terceirização. Uma vitória de Cunha por ampla margem de votos imposta pelos deputados sob o seu comando.
Deve ter sido exatamente por aí que o presidente do Senado, Renan Calheiros, entendeu que era hora de dar o bote para se impor e virar o jogo diante do presidente da Câmara dos Deputados. Ladino desde menino, o alagoano construiu sua armadilha: primeiro, alterar o projeto de Terceirização aprovado; segundo, segurar a votação no Senado da regulamentação da lei, indesejada pelos petistas. Do Palácio do Planalto, Dilma já sem voz silenciou e se tornou pata rouca. Acompanha o que há na política, se é que ainda tem gás pelo menos para isso.
Calheiros, que é do PMDB, partido também de Cunha, juntou-se aos petistas contrários à Terceirização e, se prepara para uma guerra entre as duas casas congressuais. Declarou-se favorável a algumas mudanças da nova lei, como a atividade fim, por exemplo, e declarou que da forma como saiu da Câmara a matéria não passará no Senado. Ou muda substancialmente ou nada feito. Calheiros sairá do cargo que ocupa em janeiro do próximo ano. Assim, armou-se com aradura, escudo e espada para deixar o tempo rolar. Recebeu de Cunha um recado tipo xeque-mate: a prerrogativa de dar a palavra final caberá à Câmara, porque a lei de Terceirização nasceu lá.
Alega, em contraponto Renan, que se a matéria passou 11 anos engavetada na Câmara, poderá também pelo menos mais cinco anos engavetada no Senado. Foi a sua declaração de guerra. Como ele deve deixar a presidência no início do próximo ano, talvez esteja fazendo contas erradas. De qualquer maneira, imagina ele que há outras formas de segurar o crescimento de Eduardo Cunha. Esqueceu que macaco velho não mete a mão em cumbuca. No Senado, a Terceirização deverá passar por quatro comissões técnicas e aí será o tempo o dono e o mediador da razão. Em cada comissão a matéria poderá ficar engavetada por meses, talvez anos.
Do seu plano, o presidente Eduardo Cunha alertou, como um aviso também guerreiro: se houver mudanças no que foi aprovado, a Terceirização terá que retornar à Câmara e, como a iniciativa do projeto partiu da Casa, nenhuma mudança será aceita porque a prerrogativa é da Casa. A Câmara corrigirá as mudanças realizadas pelo Senado e não necessitará mais que o projeto retorne ao Senado porque se assim fosse viraria um jogo de ping-pong. O recurso disponível para Calheiros, como se vê, será mesmo se aliar com o tempo. Se os dois não chegarem a um acordo.
O problema se torna maior porque Cunha está no mesmo diapasão de Renan. A provocação partiu do Senado, mas o presidente da Câmara segurou o pião e mandou, em declaração que concedeu à Folha, uma resposta irônica no mesmo tom. Disse ele que “a convalidação pela Câmara de projetos aprovados no Senado vai andar no mesmo ritmo da Terceirização.”  E se não bastasse, matou a cobra e colocou suas cartas visíveis para Calheiros entender bem o que ele, Cunha, fará: dará o troco na mesma medida:  Disse: “O pau que dá em Chico dá em Francisco. Engavete lá no Senado que eu engaveto as matérias oriundas do Senado aqui.”
Vê-se, desta forma, que parece haver no Congresso, entre os presidentes das duas Casas, um jogo de inveja que parte do velho para o novo. A inveja é um dos pecados capitais. Mas, como se sabe, não existe pecado capital quando se trata de política. Então fica acertado assim. Algum terá que ceder, ou as duas casas congressuais se engalfinham. Era tudo o que faltava nestes trópicos verdes-amarelos abaixo do equador.
quador.Fonte:Atarde