NOVA RÁDIO CLUBE SERRINHA 24 HORAS NO AR

RADIOS NET:MELHOR PLATAFORMA DE RÁDIOS

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Jeová disse então a Moisés e a Arão: “Se Faraó lhes disser: ‘Façam um milagre’, diga a Arão: ‘Pegue o seu bastão e jogue-o no chão diante de Faraó.’ O bastão se transformará numa cobra grande.”De modo que Moisés e Arão se apresentaram a Faraó e fizeram exatamente como Jeová havia ordenado. Arão jogou seu bastão no chão diante de Faraó e dos servos dele, e o bastão se transformou numa cobra grande. No entanto, Faraó convocou os sábios e os feiticeiros; e os sacerdotes-magos do Egito fizeram a mesma coisa com a sua magia. Cada um deles jogou seu bastão no chão, e eles se transformaram em cobras grandes; mas o bastão de Arão engoliu os bastões deles. Ainda assim, o coração de Faraó ficou endurecido, e ele não os escutou, assim como Jeová havia falado".Êxodo 7:1-25

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

ACM Neto adia debate sobre 2022, não descarta apoiar Bolsonaro e diz evitar 'extremos'

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, acredita que o momento de discutir a eleição de 2022 será no segundo semestre deste ano. A posição assumida pelo presidente nacional do DEM atualmente é cautelosa e de evitar se comprometer com qualquer um dos nomes cogitados para a disputa presidencial, “seja Doria, Bolsonaro, Huck, Ciro [Gomes], [Luiz Henrique] Mandetta, qualquer um dos nomes”.

“Vamos saber com o passar do tempo se vai ter mais ou menos chance”, avaliou em entrevista à Folha de S. Paulo.

A única certeza de ACM Neto é de que “não estará com os extremos”. Ainda assim, ele diz não descartar inteiramente a possibilidade de estar com Bolsonaro. “Neste momento não posso fazer isso. Qual Bolsonaro vai ser? Os dos dois últimos anos que passaram? Não queremos. Agora, haverá um reposicionamento? Para a construção de algo mais amplo, que não fique limitado à direita? Não sei. Então, não posso responder agora”, justificou o ex-prefeito da capital baiana.

Ainda sobre a relação com o presidente da República, Neto sinalizou que o DEM não é oposição, mas que não tem intenção de aderir à base do governo.

Na segunda-feira (1º) surgiram especulações sobre o presidente nacional do DEM estar negociando cargos no governo federal em contrapartida com o anúncio de neutralidade do partido na eleição da Câmara nos Deputados (lembre aqui). ACM Neto negou qualquer possibilidade (leia aqui).

Como o tema movimentou a política nacional nesta semana, a eleição na Câmara também foi tema discutido na entrevista. Para o democrata, “esse assunto de eleição do Congresso será página virada em pouco tempo”.