OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Você queimou aquele rolo e disse:Por que você escreveu nele: O rei de Babilônia certamente virá, destruirá esta terra e fará desaparecer dela os homens e os animais.Portanto, assim diz Jeová contra Jeoiaquim, rei de Judá: Ele não terá nenhum descendente para sentar no trono de Davi, e o seu cadáver ficará exposto ao calor do dia e à geada da noite.Vou ajustar contas com ele, com os seus descendentes e com os seus servos, por causa do erro deles. E vou trazer sobre eles, sobre os habitantes de Jerusalém e sobre os homens de Judá toda a calamidade que proferi contra eles, sem que eles me escutassem". Jeremias 36:1-32

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

'Prioridade dele é com a morte', diz Rui sobre Bolsonaro e decreto de liberação das armas

 

O governador Rui Costa (PT) teceu críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após ele assinar decretos que facilitam o acesso e aumentam o limite para aquisição de armas no Brasil. Em live na noite desta terça-feira (16), ele reclamou da decisão. “Arma não salva vidas, armas distribuídas em larga escala, em qualquer país, só trazem mortes. Infelizmente, o que nós vamos ter é um aumento de armas nas mãos de criminosos”, afirmou.

“Infelizmente, o presidente da República não se preocupa com vida humana, não se preocupa com UTI, com vacina. Ele só se preocupa com arma. A prioridade dele é com a morte, não é com a vida. Isso está claro, eu acho, para toda a sociedade brasileira. O presidente, a prioridade dele é com fuzil, com pistola, com arma, com bala. Eu não sei que país no mundo se desenvolveu dando prioridade a distribuição de arma, eu não conheço”, completou.

O decreto foi assinado na última sexta (12), véspera do que seria o feriado de Carnaval, caso a festa fosse ocorrer no Brasil, mas foi suspensa em virtude da pandemia do novo coronavírus. Defensor do armamento da população, Bolsonaro publicou quatro decretos. Além de facilitar trâmites para a aquisição, eles aumentam de quatro para seis o limite de armas de fogo de uso permitido que um cidadão pode comprar. (Com informações do site Bahia.Ba)