OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Estou para trazer sobre este lugar uma calamidade que fará tinir os ouvidos de quem ouvir falar dela. Farei isso porque eles me abandonaram e tornaram este lugar irreconhecível.Nele estão oferecendo sacrifícios a outros deuses, que nem eles, nem os seus antepassados, nem os reis de Judá conheciam, e encheram este lugar com o sangue dos inocentes. Eles construíram os altos sagrados de Baal para queimar no fogo seus filhos como ofertas a Baal, algo que eu não havia ordenado nem falado e que jamais havia ocorrido no meu coração". Jeremias 19:1-15

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Amazonas já registra mais mortes por Covid em 2021 do que em 2020

Em apenas 54 dias de 2021 ou de 1º de janeiro a 23 de fevereiro, o Amazonas registrou 5.288 mortes por Covid-19. O número é maior do que o registro de todo o ano de 2020, quando 5.285 óbitos foram contabilizados em decorrência da doença.

É fato que parte dos casos notificados em 2021 ocorreram no ano passado, mas eles só entraram no registro agora porque estavam sob investigação.

Segundo o G1 AM, os dados são da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), responsável por monitorar diariamente o número de mortes por Covid que ocorreram nas últimas 24 horas e aquelas diagnosticadas após o óbito. No total, do começo da pandemia até aqui, 10.573 vidas já foram perdidas para o coronavírus no Amazonas. O número de pessoas já diagnosticadas com a doença passa de 309 mil.

Com uma nova cepa do vírus descoberta na capital Manaus, o estado enfrentou um colapso em seu sistema de saúde, com a falta de leitos e oxigênio nos hospitais. Diversos pacientes precisaram ser transferidos para outros locais para receber atendimento.