Serrinha:Jean,ex-presidente da câmara volta para a PM.

Serrinha:Jean,ex-presidente da câmara volta  para a PM.
De volta a Polícia Militar os Vereador e maior Presidente que já existiu,parabens meu nobre por serr esse ser maravilhoso e um e um grande Parlamentar,Serrinha precisa de politicos como você.FonteFacebook(Silvinho Cachoeira)

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
"Eu sou Jeová. Esse é o meu nome;Não dou a minha glória a nenhum outro,nem o meu louvor a imagens esculpidas. Vejam, as primeiras coisas já aconteceram;Agora estou anunciando coisas novas. Antes que ocorram, eu as revelo a vocês". Isaías 42:1-25

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Deputado diz que Eduardo Bolsonaro encaminhou dossiê contra antifascistas aos EUA


Um dos principais aliados da família Bolsonaro, o deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP) disse à Justiça que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) entregou para a Embaixada dos Estados Unidos um dossiê sobre militantes antifascistas.

Segundo informações do Uol, o depoimento foi dado no âmbito do processo em que Garcia foi condenado a indenizar uma mulher que teve seu nome incluído na listagem de pessoas que, segundo o parlamentar, seriam terroristas. O dossiê, no entanto, é diferente daquele feito pelo Ministério da Justiça, no qual 579 servidores e professores são apontados como antifascistas.

Ainda de acordo com a publicação, o documento não é resultado de investigação oficial, assim como no caso do Ministério da Justiça, e foi montado a partir de denúncias encaminhadas ao deputado via redes sociais, a pedido dele. 

O documento tem 56 laudas e dados pessoais, inclusive fotografias, de quase mil pessoas. O deputado negou à Justiça que tivesse participado da elaboração e da divulgação do dossiê, mas admitiu que o encaminhou para autoridades.