OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
"Ai dos filhos obstinados,a diz Jeová,Que executam planos que não procedem de mim,Que fazem alianças,mas não com a orientação do meu espírito,e assim acumulam pecado sobre pecado.Agora vá, escreva isso numa tábua, diante deles,e registre-o num livro,A fim de que sirva para um dia futuro,Como um testemunho permanente. Pois eles são um povo rebelde,filhos mentirosos,Filhos que não querem ouvir a lei de Jeová". Isaías 30:1-33

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Bolsonaro teria pedido para Aras receber Wassef em negociação da JBS, diz revista

Com o suposto envolvimento do advogado Frederick Wassef no acordo de colaboração premiada da JBS, a Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu instaurar, nessa quinta-feira (20), um procedimento para apurar os pagamentos feitos pela empresa ao ex-advogado da família Bolsonaro.


De acordo com reportagem da revista Crusoé, Wassef teria recebido R$ 9 milhões da JBS, entre 2015 e 2020, tendo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pedido diretamente ao procurador-geral Augusto Aras para receber o advogado com o objetivo de discutir o tema. No entanto, não há registro oficial de que o escritório de Wassef tenha atuado no caso.

Diante disso, segundo informações do G1, a PGR informou que vai solicitar informações ao Ministério Público do Rio de Janeiro, responsável por identificar os pagamentos por meio do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). "Eventual irregularidade poderá reforçar os indícios de omissão nos acordos de colaboração premiada dos executivos da companhia", disse a PGR. De acordo com o portal Metrópoles, o MP-RJ recebeu o relatório no âmbito da investigação que apura por que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi encontrado em um imóvel de Wassef, em Atibaia.

Mas, de antemão, a PGR nega o fato e diz que "não participou de nenhum dos contatos que trataram de eventual proposta de repactuação do acordo de colaboração premiada da JBS com envolvimento do advogado Frederick Wassef". Da mesma forma, a JBS disse em nota que "o escritório mencionado não representa nem se manifesta em nome da companhia junto à PGR". Wassef repetiu essa versão, dizendo que não tratou de qualquer tema relacionado à empresa com Augusto Aras.