NOVA RÁDIO CLUBE SERRINHA 24 HORAS NO AR

RADIOS NET:MELHOR PLATAFORMA DE RÁDIOS

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Eles têm na boca uma língua falsa. Portanto, eu golpearei você e o ferirei, Deixando-o devastado por causa dos seus pecados. Você comerá, mas não ficará satisfeito; Haverá um vazio dentro de você. Você tentará colocar seus bens em lugar seguro, mas não conseguirá salvá-los; E o que você conseguir levar, eu entregarei à espada. Você semeará, mas não colherá. Pisará azeitonas, mas não usará o azeite; E pisará uvas, mas não beberá o vinho".Miqueias 6:1-16

domingo, 28 de março de 2021

'Se o jogo tornou-se fácil, foi por mérito do Bahia', afirma Dado após goleada

 

O técnico Dado Cavalcanti, do Bahia, fez uma avaliação positiva da goleada de 5 a 0 sobre o Altos neste domingo (28), em Pituaçu, pela Copa do Nordeste. Ao falar sobre a facilidade para chegar aos gols, o treinador destacou o mérito do Esquadrão de Aço e lembrou que o adversário tinha sofrido apenas três gols nas cinco rodadas anteriores.

"Necessário se falar que o Altos, antes dessa goleada, havia tomado só três gols no campeonato. Se o jogo tornou-se fácil, foi por méritos do Bahia. Foi pela forma que os jogadores encararam o jogo, pelo comprometimento, pelas nossas jogadas que surtiram efeito, pela nossa qualidade individual, pela nossa defesa marcando alto... Esse jogo tinha um desenho diferente do que foi o placar elástico. Fico muito satisfeito. Depois que o jogo termina, é fácil fazer as avaliações, mas antes do jogo começar o Altos tinha uma das melhores defesas da Copa do Nordeste", explicou.

As atuações do lateral-direito Nino Paraíba e do atacante Rossi foram elogiadas pelo treinador.

"Os dois jogadores pelo lado direito conseguiram uma ocupação de espaços importante. O Rossi atrai a atenção do lateral adversário vindo por dentro e abre o corredor para o Nino fazer as ultrapassagens. Isso tem se repetido em vários jogos. Em algumas oportunidades o Nino também consegue receber essa bola e abre o fundo do campo para o Rossi atacar a profundidade. Aconteceu no Brasileiro e o gol do Rodriguinho foi um exemplo", destacou.

Questionado sobre não usar o recém-chegado Luiz Otávio não ter sido utilizado na defesa mesmo com superioridade técnica e numérica, o treinador justificou que buscou dar mais ofensividade para marcar mais gols.

"Era uma das opções, inclusive foi pensado. O Conti fazia tempo que não jogava e a saída que eu pensei era a saída do Lucas e a entrada do Luiz Otávio. Mesmo com um homem a mais, pensando em dar um lastro ao Conti, o Lucas é experiente, mais habituado, dei preferência ao Conti e fiz uma troca ofensiva. Eu gostaria de ter marcado o sexto gol. Preferi tirar o Rossi e por o Alesson para ganhar agressividade e arriscar o sexto gol", relatou.

Com dez pontos, o Bahia assume a liderança do Grupo A e volta a jogar pelo regional no próximo sábado (3) contra o Fortaleza, na Arena Castelão.