OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
"Eu sou Jeová. Esse é o meu nome;Não dou a minha glória a nenhum outro,nem o meu louvor a imagens esculpidas. Vejam, as primeiras coisas já aconteceram;Agora estou anunciando coisas novas. Antes que ocorram, eu as revelo a vocês". Isaías 42:1-25

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Privação de sono aumenta sensação de dor, segundo pesquisa

Algumas pesquisas já apontaram que a privação de sono aumenta a sensibilidade à dor. Um experimento recente tentou descobrir as razões desse fenômeno.

De acordo com os resultados, o limiar de dor pode reduzir em mais de 15% depois de uma única noite sem dormir. Outro experimento mostrou, segundo o jornal O Globo, que pequenos desvios na quantidade média de sono já são capazes de ajudar a prever o nível de dor.

"O que é interessante nestes achados é que eles vão estimular, e justificar, mais pesquisas para compreender este sistema", afirmou Michael J. Twery, diretor da divisão de desordens do sono do Instituto Nacional para o Coração, Pulmões e Sangue dos EUA, que não participou do estudo. "Uma vez que entendamos como a privação de sono muda a forma como estas vias (neurais) funcionam, devemos ser capazes de controlar a dor de maneira mais eficaz".

O estudo analisou 25 adultos em duas ocasiões, com o objetivo de medir o limiar de dor para o calor. No primeiro dia, eles tiveram uma boa noite de sono. Na semana seguinte, eles passaram a noite acordados antes do teste. Os participantes passaram também por exames de imagem no cérebro.

Passar a noite acordado elevou a sensibilidade para o calor de todos na manhã seguinte entre 15% a 30% na escala de dor. "Há uma sensação de dor aumentada, e a perda da reação analgésica natural. O fato de ambas ocorrerem foi surpreendente", avaliou Matthew P. Walker, diretor do Centro para Ciência do Sono Humano na Universidade da Califórnia em Berkeley.

Os pesquisadores, no entanto, ponderaram a necessidade de um estudo maior.