OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"E continua profanando essa terra com a sua prostituição e a sua maldade.Por isso as chuvas abundantes estão retidas,e não tem chovido na primavera. Você tem o olhar descarado de uma esposa que se prostitui;Você se recusa a sentir vergonha.Agora você clama a mim, dizendo:Meu Pai, tu és meu companheiro desde que eu era jovem!Devias tu ficar ressentido eternamente,ou guardar rancor para sempre? Isso é o que você diz,Mas continua a fazer maldades até não poder mais". Jeremias 3:1-25

sábado, 7 de setembro de 2019

Aspra se reúne nesta segunda com MP-BA, MPF e TJ para discutir pauta dos policiais


A Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) se reúne nesta segunda-feira (9) com os ministérios públicos estadual (MP-BA) e Federal (MPF) e com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para discutir a pauta de reivindicação da categoria. O objetivo é solicitar a intermediação destes órgãos no diálogo com o governo do estado.

A pauta dos policiais tem essencialmente 11 pontos. Entre eles estão melhorias no Planserv, solução para os problemas do novo sistema RH, o plano de carreira da categoria, o reajuste da CET (benefício da Condição Especial de Trabalho) e a regulamentação da lei periculosidade, aprovada há 18 anos.

De acordo com o coordenador-geral das Aspra, o deputado estadual Soldado Prisco, as reuniões visam estreitar o diálogo com estes órgãos para avançar na negociação. “Com o governo, por enquanto, não há diálogo. Queremos apenas sentar e conversar sobre as nossas reivindicações. Acreditamos que o diálogo é o melhor caminho”, defende.

Na próxima quarta-feira (11), a categoria vai realizar uma assembleia para debater a pauta de reivindicações e deliberar sobre os próximos passos. Uma greve não é descartada, mas, segundo Prisco, é uma medida extrema. “Ninguém quer greve. Queremos apenas que o governo abra diálogo e escute nossa pauta”, frisa Prisco.Fonte:Classe Politica