NOVA RÁDIO CLUBE SERRINHA 24 HORAS NO AR

RADIOS NET:MELHOR PLATAFORMA DE RÁDIOS

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Eles têm na boca uma língua falsa. Portanto, eu golpearei você e o ferirei, Deixando-o devastado por causa dos seus pecados. Você comerá, mas não ficará satisfeito; Haverá um vazio dentro de você. Você tentará colocar seus bens em lugar seguro, mas não conseguirá salvá-los; E o que você conseguir levar, eu entregarei à espada. Você semeará, mas não colherá. Pisará azeitonas, mas não usará o azeite; E pisará uvas, mas não beberá o vinho".Miqueias 6:1-16

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Ministro da Educação associa homossexualidade a "famílias desajustadas"

 

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que pretende reformular o currículo do ensino básico e promover mudanças em relação à educação sexual. Em entrevista ao Estado de S. Paulo, ele afirmou que a disciplina é usada muitas vezes para incentivar discussões de gênero.

“E não é normal. A opção que você tem como adulto de ser um homossexual, eu respeito, mas não concordo”, afirmou o ministro, que ainda atribuiu a homossexualidade de jovens a “famílias desajustadas”.

À frente do Ministério da Educação há dois meses, ele, que é pastor presbiteriano, reconheceu que a pandemia da Covid-19 acentuou a desigualdade educacional no país. “Não é um problema do MEC, mas um problema do Brasil”, disse. Ainda de acordo com ele, não é responsabilidade da pasta resolver questões ligadas ao baixo acesso à internet nem se envolver na reabertura das escolas.

“A lei é clara. Quem tem jurisdição sobre escolas é Estado e município. Não temos esse tipo de interferência. Se eu começo a falar demais, dizem que estou querendo interferir; se eu fico calado, dizem que se sentem abandonados”, declarou. O ministro também disse que vai divulgar, ainda nesta semana, um protocolo de biossegurança para a escola básica.

Apesar de se posicionar sobre a não interferência no MEC no retorno às aulas, Milton Ribeiro defendeu que, por ele, os alunos já estariam em sala desde a “semana passada”, já que, segundo o ministro.

Oposição
O ministro Milton Ribeiro também disse ao Estadão que o presidente Jair Bolsonaro procurou entender o porquê ele recebeu os deputados Tabata Amaram e Felipe Rigoni, que fazem parte da oposição.

“Eu recebi a Comissão Externa da Câmara (que os dois integram e acompanha o trabalho do MEC). Ele [Bolsonaro] queria entender porque a Tabata publicou uma foto. Eu falei ao presidente que recebi a comissão. É diferente isso. A mídia conservadora estranhou o fato de tê-los recebido, mas eu não vou mudar”, defendeu.