NOVA RÁDIO CLUBE SERRINHA 24 HORAS NO AR

RADIOS NET:MELHOR PLATAFORMA DE RÁDIOS

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Jeová disse então a Moisés e a Arão: “Se Faraó lhes disser: ‘Façam um milagre’, diga a Arão: ‘Pegue o seu bastão e jogue-o no chão diante de Faraó.’ O bastão se transformará numa cobra grande.”De modo que Moisés e Arão se apresentaram a Faraó e fizeram exatamente como Jeová havia ordenado. Arão jogou seu bastão no chão diante de Faraó e dos servos dele, e o bastão se transformou numa cobra grande. No entanto, Faraó convocou os sábios e os feiticeiros; e os sacerdotes-magos do Egito fizeram a mesma coisa com a sua magia. Cada um deles jogou seu bastão no chão, e eles se transformaram em cobras grandes; mas o bastão de Arão engoliu os bastões deles. Ainda assim, o coração de Faraó ficou endurecido, e ele não os escutou, assim como Jeová havia falado".Êxodo 7:1-25

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Bolsonaro quer revogar mais de mil atos normativos editados desde 1850

 

Entre as medidas publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encaminhou ao Congresso um projeto de lei que propõe a revogação, seja total ou parcial, "da Lei Complementar nº 95, de 26 de fevereiro de 1998, de leis e dispositivos". A medida abrange 1.220 atos normativos, editados entre os anos de 1850 e 2018.

Segundo a CNN Brasil, a Secretaria-Geral da Presidência informou que o total inclui 613 leis ordinárias, três leis complementares, uma lei delegada, 570 decretos-leis e 33 decretos legislativos, todos "considerados sem serventia no mundo jurídico".

Alguns exemplos são leis sobre o Imposto do Selo, matérias trabalhistas, órgãos já extintos e alteradores de leis já revogadas, como a Lei de Falências.

De acordo com a publicação, a pasta explicou que são atos ultrapassados que, ao menos formalmente, permanecem vigentes. "Trata-se de importante iniciativa do governo federal para facilitar o acesso desburocratizado, transparente e coerente aos operadores do Direito e cidadãos de forma geral do arcabouço legal brasileiro", disse a Secretária-Geral da Presidência em nota. O governo acrescenta que a medida é decorrente da constatação de que há 14 mil leis e 11 mil decretos-leis de caráter normativo sem declaração de revogação expressa.