OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Você apenas verá com os seus olhos,será testemunha da punição dos maus. Visto que você disse: “Jeová é o meu refúgio”, Fez do Altíssimo a sua morada; Nenhum desastre virá sobre você, E nenhuma praga se aproximará da sua tenda. Pois ele dará aos Seus anjos uma ordem referente a você,para protegê-lo em todos os seus caminhos". Salmos 91:1-16

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Para Haddad, movimentação de Roma não vai aumentar popularidade de Bolsonaro na BA

A movimentação do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), para intensificar a agenda de Jair Bolsonaro na Bahia é vista como uma tentativa vã de aumentar a popularidade do presidente na avaliação do ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). O petista foi o entrevistado desta quarta-feira (23) no programa Bahia Notícias no Ar, da rário Salvador FM 92,3

Roma é deputado federal pela Bahia licenciado e desde que assumiu a chefia da pasta da Cidadania tem se esforçado para intensificar a presença e o palco para o presidente no estado

Na visão do ex-prefeito de São Paulo, mesmo com essa estratégia, a história e ligação de Lula com o Nordeste e com a Bahia falarão mais alto em 2022

Fernando Haddad ressaltou que nas eleições de 2018, em que disputou a presidência da República contra Jair Bolsonaro, obteve 70% dos votos no Nordeste e vê como uma possibilidade ínfima que o bolsonarismo vire o jogo e que Lula tenha menos votos do que ele

Desde que o STF anulou as condenações do ex-presidente e ele se tornou novamente elegível, o nome de Lula vem sendo apontado como o grande opositor à reeleição do presidente Jair Bolsonaro. O petista admitiu, em uma entrevista a um veículo de comunicação internacional no mês passado, que será candidato à presidência do Brasil em 2022