OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Você apenas verá com os seus olhos,será testemunha da punição dos maus. Visto que você disse: “Jeová é o meu refúgio”, Fez do Altíssimo a sua morada; Nenhum desastre virá sobre você, E nenhuma praga se aproximará da sua tenda. Pois ele dará aos Seus anjos uma ordem referente a você,para protegê-lo em todos os seus caminhos". Salmos 91:1-16

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Doria responde a Bolsonaro: 'Saia desse seu mundinho de ódio'



O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), respondeu ao presidente Jair Bolsonaro, que nesta quarta (29) questionou o motivo de continuar "morrendo gente" em São Paulo mesmo com as medidas de isolamento tomadas pelo governador tucano (leia aqui).

Doria pediu que Bolsonaro parasse de fazer política em meio à pandemia do coronavírus que atinge o país.

“Pare, presidente, com essa política da perversidade. Pare de atrapalhar quem está lutando para salvar vidas. Pare de fazer política em meio a um país que chora mortos e infectados”, disse o governador paulista em coletiva de imprensa.

"Saia da sua bolha, presidente Bolsonaro. Saia dessa sua fábula. Saia desse seu mundinho de ódio. Percorra hospitais. Seja solidário com a realidade do seu país, com os brasileiros que já perderam suas vidas", acrescentou.

Doria também convidou Bolsonaro a ir a São Paulo visitar os hospitais que tratam pacientes com Covid-19.

“Eu convido o senhor: venha a São Paulo. Saia dessa sua redoma de Brasília e venha visitar comigo o Hospital das Clínicas, os hospitais de campanha, e venha ver a gripezinha, o resfriadozinho. Venha ver as pessoas agonizando nos leitos. Se não quiser visitar São Paulo, presidente, por medo ou outra razão, vá a Manaus.”