OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Defendam a justiça e a retidão. Livrem das mãos dos exploradores os que estão sendo roubados. Não maltratem nenhum residente estrangeiro, nem prejudiquem nenhum órfão ou viúva". Jeremias 22:1-30

domingo, 31 de julho de 2011

Geisa marca quatro gols e dispara na artilharia da Copa Mulher



Por Jorge Luiz da Silva

Geisa, a camisa 11, do União do Campo Redondo aproveitou os minutos de inspiração para se isolar no topo da lista das goleadoras da quarta edição da Copa Mulher. Marcou três gols em cima da guarda metas improvisada, Sil, no primeiro tempo e um, na etapa complementar, diante da goleira China, também improvisada.
A Lagoa de Fora estreou com alguns desfalques e não conseguiu segurar Marleide e suas companheiras.
A ausência da goleira titular e de algumas outras atletas consideradas titulares foi fundamental para deixar a equipe do Kelezão completamente desnorteada.
O União do Campo Redondo jogou fácil e com muita categoria.
No Malhadão, as guerreiras de Zome foram surpreendidas pelas jogadoras do Alto da Bandeira e não conseguiram conquistar os três pontos.
Alana marcou aos 63´, mas Niní empatou quando faltava um minuto para o término do confronto, para delírio da sua comunidade esportiva.


O RESUMO DAS SÚMULAS (2ª RODADA) 31/07/2011 * A FICHA TÉCNICA DOS JOGOS

Guerreiras de Zome tropeçam no Malhadão.

Jogo, N° 03 * Malhada do Alto 1x1 Alto da Bandeira
Local: Malhadão.
Público: 700 espectadores.
Árbitro Central: Adenilso Leite
Assistentes: Rosivaldo de Araújo Oliveira e Genivaldo Carvalho dos Santos.
Mesária: Rosinéia da Silva Mota.

Malhada do Alto: Néa; Aiale (Jezabel), Polly, Karol e Tonha; Kelly, Alana e Ane Selinho; Guêu, Ilma e Ludy.
Técnico: Joaquim Muniz dos Santos Filho.
Diretor: Joaquim de Néri.
C.A.: Guêu
Gol: Alana, 28´, do 2º tempo.

Alto da Bandeira: Dil (Helen); Juli, Poli, Nil e Tereza (Naiá Galega); Bia, Marron e Bruna; Kiki (Kêu), Izza (Izza) e Niní.
Técnico: Alcides Brito Pereira.
Diretores: Rubilene Gonçalves de Oliveira e Givaldo de Jesus.
C.A.: Nenhum Cartão registrado.
Gol: Niní, aos 34´, do 2º tempo

Atual vice-campeã sofre goleada impiedosa no Redondão

Jogo, N° 04 * União do Campo Redondo 5x0 Lagoa de Fora
Local: Bandeirão.
Público: 500 espectadores.
Árbitro Central: José Sidnei Ferreira de Jesus.
Assistentes: Josevaldo Carvalho dos Santos e Josué dos Santos de Jesus.
Mesária: Kátia Pinheiro dos Santos.

União do Campo Redondo: Motorzinho; Luba, Cássia, Roze e Dette (Tatti); Netinha, Vanderlí (Kley) e Bí; Perla, Sol (Lai) e Geisa.
Técnico: Jadilson Rodrigues Souza.
Diretor: Edmundo Faustino dos Santos.
C.A.: Geisa e Lai.
Gols: Geisa (20´, 22´, 33´ e 57´) e Sol (41´)

Lagoa de Fora: Sil (China); China (Sil), Nanda, Edna (Joi) e Suzi (Barbinha); Valdira, Delma e Edenilza; Angélica, Kel (Márcia) e Karol.
Técnico: Edvaldo Leite de Souza.
Diretor: Edvaldo Leite de Souza.
C.A.: China e Delma.

Folgou: Sucam



RESULTADOS DOS CONFRONTOS DA 2ª RODADA (24/07) 08h30

1ª Fase (Preliminar) Domingo, 31/07 (08h30) 2ª rodada
03- Malhada do Alto 1x1 Alto da Bandeira (Local:Malhadão)
04- União do Campo Redondo 5x0 Lagoa de Fora (Local: Redondão)
*** Folgou: Sucam

PRÓXIMOS JOGOS * Domingo, 07/08 (08h30) 3ª rodada
05- Alto da Bandeira x Sucam (Local:Bandeirão)
06- Lagoa de Fora x Malhada do Alto (Local: Kelezão)
*** Folga: União do Campo Redondo

Raio X
Jogos Realizados: 04
Gols Marcados: 12
Média de Gols: 3
Gols Mandantes: 7
Gols Visitantes: 5
Vitória da Casa: 1
Vitórias Visitantes: 2
Empates: 1
Cartões Amarelos: 10
Cartões Vermelhos: 0
Atos de Indisciplina: 0
Público Total: 1.800
Média de Público: 450
Maior Público: 700
Menor Público: 200

Artilheiras:
Com 5 Gols:
Geisa (União do Campo Redondo)

Com 1 Gol:
Niní e Juli (Alto da Bandeira)
Alana e Ludy (Malhada do Alto)
Bi, Luba e Sol (União do Campo Redondo)

Goleiras:
Helenice (Alto da Bandeira) e Néia Lima (Sucam), 0 gol sofrido
Dil (Alto da Bandeira), Nea (Malhada do Alto), Motorzinho (União do Campo Redondo) e Vivia (Sucam), 1 gol sofrido
China (Lagoa de Fora, 2 gols sofridos
Aia (Alto da Bandeira) e Sil (Lagoa de Fora), 3 gols sofridos.

Árbitros que atuaram nas duas rodadas (04 jogos):
Adenilso Leite, Edmário Trabuco, José Sidnei Ferreira de Jesus e William Ferraz Lima.

Classificação Geral:
1- União do Campo Redondo, 6 Pontos Ganhos
2- Malhada do Alto, 4 PG
3- Alto da Bandeira, 1 PG
4- Sucam, 0 PG e saldo negativo de 1 gol
5- Lagoa de Fora, 0 PG e saldo negativo de 5 gols


Saudações Esportivas!
Jorge Luiz da Silva
Visite o nosso site:
www.esportecomunitario.com

sábado, 30 de julho de 2011

Espanha e França se enfrentam, e Itália cai em grupo difícil; veja os confrontos


França e Espanha formarão o temido grupo da morte das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Em sorteio realizado na tarde deste sábado, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, a seleção campeã de 1998 caiu na mesma chave que a atual campeã, no grupo I. Na Europa, apenas os vencedores dos grupos se classificam automaticamente. Os oito melhores segundos colocados disputam uma repescagem para definir mais quatro classificados.
Além das eliminatórias da Europa, África, Ásia, América do Norte e Central e Oceania também conheceram suas chaves. O Brasil, por sediar a competição, já está classificado automaticamente. A América do Sul não participa do sorteio, pois a disputa acontece em grupo único, em turno e returno.
O duelo da repescagem também foi definido. O quinto colocado da América do Sul enfrentará a quinta seleção na eliminatória da Ásia. Na outra chave, a seleção vencedora da Oceania irá enfrentar o quarto colocado da América do Norte e Central.
A primeira eliminatória sorteada foi do continente africano. Destaque para o grupo C, com Costa do Marfim e Marrocos, que já disputaram Copas do Mundo, e Gâmbia, além do vencedor de Chade e Tanzânia. O grupo J, com Senegal, Uganda, Angola e o vencedor de São Tomé e Príncipe x Congo também pode apresentar uma disputa mais acirrada.

EUROPA
São 13 vagas para a Copa 2014, portanto os campeões de cada chave se classificam automaticamente e os oito melhores segundos classificados jogam um playoff, em dois jogos, para definir os quatro últimos classificados. Veja como ficaram as chaves:

Grupo A
Croácia
Sérvia
Bélgica
Escócia
Macedônia
País de Gales

Grupo B
Itália
Dinamarca
República Tcheca
Bulgária
Armênia
Malta

Grupo C
Alemanha
Suécia
Irlanda
Áustria
Ilhas Fároe
Cazaquistão

Grupo D
Holanda
Turquia
Hungria
Romênia
Estônia
Andorra

Grupo E
Noruega
Eslovênia
Suíça
Albânia
Chipre
Islândia

Grupo F
Portugal
Rússia
Israel
Irlanda do Norte
Azerbaijão
Luxemburgo

Grupo G
Grécia
Eslováquia
Bósnia Herzegovina
Lituânia
Letônia
Liechtenstein

Grupo H
Inglaterra
Montenegro
Ucrânia
Polônia
Moldávia
San Marino

Grupo I
Espanha
França
Bielorússia
Geórgia
Finlândia

Torcedores pediram a saída de Ricardo Teixeira da CBF antes do sorteio
ÁFRICA
As 24 seleções em pior posição no ranking da Confederação Africana de Futebol jogarão entre si para definir 12 classificados que avançam para a segunda fase das eliminatórias.

Fase 1
Seychelles x Quênia – jogo 1
Guinea Bissau x Togo – jogo 2
Djibuti x Namíbia – jogo 3
Ilhas Maurício x Libéria – jogo 4
Comores x Moçambique – jogo 5
Guiné Equatorial x Madagascar – jogo 6
Somalia x Etiópia – jogo 7
Lesoto x Burundi – jogo 8
Eritréia x Ruanda – jogo 9
Suazilândia x República Democrática do Congo – jogo 10
São Tome e Príncipe x Congo – jogo 11
Chade x Tanzânia – jogo 12

Os 12 vencedores da etapa acima se juntam as outras 28 seleções. Os campeões de cada chave disputam cinco mata-matas para definir aqueles que irão ao Mundial. Destaque para o grupo C, com Costa do Marfim e Marrocos, que já disputaram Copas do Mundo, e Gâmbia, além do vencedor de Chade e Tanzânia.

Fase 2
Grupo A
África do Sul
Botsuana
República Centro Africana
Vencedor do jogo 6

Grupo B
Tunísia
Cabo Verde
Serra Leoa
Vencedor do jogo 7

Grupo C
Costa do Marfim
Marrocos
Gâmbia
Vencedor do jogo 12

Grupo D
Gana
Zâmbia
Sudão
Vencedor do jogo 8

Grupo E
Burkina Fasso
Gabão
Níger
Vencedor do jogo 11

Grupo F
Nigéria
Malauí
Vencedor do jogo 1
Vencedor do jogo 3

Grupo G
Egito
Guiné
Zimbábue
Vencedor do jogo 5

Grupo H
Argélia
Mali
Benin
Vencedor do jogo 9

Grupo I
Camarões
Líbia
Vencedor do jogo 2
Vencedor do jogo 10

Grupo J
Senegal
Uganda
Angola
Vencedor do jogo 4

Dilma Rousseff agradeceu Pelé, símbolo do futebol brasileiro, durante seu discurso
ÁSIA
Os campeões e vices de cada chave formam outros dois grupos, com os dois primeiros de cada um se classificando para a Copa do Mundo. Os terceiros se enfrentam em um playoff para saber qual seleção irá à repescagem.

Grupo A
China
Jordânia
Iraque
Cingapura

Grupo B
Coréia do Sul
Kuwait
Emirados Árabes Unidos
Líbano

Grupo C
Japão
Uzbequistão
Síria
Coréia do Norte

Grupo D
Austrália
Arábia Saudita
Omã
Tailândia

Grupo E
Irã
Catar
Bahrein
Indonésia

AMÉRICA DO NORTE E CENTRAL
As 24 seleções em posições mais baixas do ranking foram sorteadas e se enfrentam para definir os confrontos da próxima fase. Os vencedores dos grupos se juntarão depois às seis seleções top (EUA, México, Honduras, Costa Rica, Jamaica e Cuba), em três grupos de quatro – os campeões de cada chave vão para a o Mundial e há um jogo playoff entre os dois melhores segundos para definir a seleção que vão à repescagem.

Fase 1
Grupo A
El Salvador
Suriname
Ilhas Cayman
República Dominicana

Grupo B
Trinindad e Tobago
Guiana
Barbados
Bermudas

Grupo C
Panamá
Dominica
Nicarágua
Bahamas

Grupo D
Canadá
São Cristóvão e Névis
Porto Rico
Santa Lúcia

Grupo E
Canadá
Guatemala
São Vicente e Granadinas
Belize

Grupo F
Haiti
Antígua e Barbuda
Curacao
Ilhas Virgens

Fase 2
Grupo A
Estados Unidos
Jamaica
Vencedor do Grupo F
Vencedor do Grupo E

Grupo B
México
Costa Rica
Vencedor do Grupo A
Vencedor do Grupo B

Grupo C
Honduras
Cuba
Vencedor do Grupo D
Vencedor do Grupo C

OCEANIA
Na Oceania, os quatro piores do ranking (Ilhas Cook, Samoa Americana, Tonga e Samoa) disputam uma vaga em um quadrangular para se juntar ao grupo A. Os dois primeiros de cada chave formam um novo grupo de quatro, do qual sairá o campeão que jogará a repescagem.

Grupo A
Vanuatu
Nova Caledônia
Taiti
Vencedor da 1ª rodada

Grupo B
Fiji
Nova Zelândia
Ilhas Salomão
Papa Nova Guiné

Presidente constrange Jobim e cogita substituição


A presidente Dilma Rousseff constrangeu ontem o ministro da Defesa, Nelson Jobim, ao tratá-lo de forma protocolar durante evento oficial no Palácio do Planalto.
Ela avalia a possibilidade de demiti-lo da pasta após Jobim declarar publicamente à Folha e ao UOL ter votado no tucano José Serra na eleição presidencial de 2010.
Dilma ficou irritada com a declaração. Cogitou demitir Jobim, mas preferiu não fazer isso já. No governo avalia-se que, se o ministro tivesse pedido demissão, ela teria aceito na hora.
Ontem, em um evento no Planalto, Dilma tratou o auxiliar com frieza ostensiva. Não o citou no discurso, como é praxe. O cumprimento entre ambos foi protocolar.
Dilma já sabia da opção eleitoral do ministro por Serra desde o ano passado. Ainda assim, decidiu reconduzi-lo ao cargo por influência de Lula. Pesou a favor de Jobim seu reconhecimento no meio militar e seu trabalho para institucionalizar o Ministério da Defesa, criado há 12 anos.
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, concede entrevista para a TV Folha e para o UOL
Ministro de Lula e Fernando Henrique, Jobim perdeu espaço sob Dilma. Deixou de ser mediador em negociações com o mundo jurídico e não conseguiu concluir a compra dos caças Rafale.
O próprio Jobim confidenciou a amigos que não ficará por muito tempo no posto. A recente polêmica, porém, pode precipitar sua saída.
Além de revelar o voto em Serra, o ministro afirmou que o tucano teria tomado as mesmas atitudes de Dilma se tivesse vencido a eleição.
Essa foi a segunda controvérsia a incomodar o Planalto. Em junho, numa homenagem a FHC, o ministro havia dado declaração ambígua: "Os idiotas perderam a modéstia". Isso foi interpretado como uma referência à atual gestão. Ele negou.
O Planalto registrou que Jobim revelou o voto em Serra na terça de manhã mas não antecipou a declaração, que seria publicada no dia seguinte, na reunião que teve com Dilma naquele dia. Ontem, integrantes do alto escalão tratavam da demissão sem cerimônia. Dilma chegou a ouvir de diversos interlocutores que o melhor seria demiti-lo de imediato.
Na segunda, o ministro dará entrevista ao programa "Roda Viva", da TV Cultura.

No Rio, astros sorteiam eliminatórias da Copa, e França enfrentará Espanha


Numa reunião de astros de futebol do passado e do presente, artistas, políticos e autoridades internacionais, a Marina da Glória foi palco, na tarde deste sábado, no Rio, do primeiro sorteio de seleções para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Desta vez, para as disputas continentais das eliminatórias.
Num dia que começou agitado com protesto pequeno contra o presidente da CBF e do COL, Ricardo Teixeira, que cresceu e se tornou manifestação política contra o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o prefeito Eduardo Paes, nem tudo correu às mil maravilhas. Teve apresentadora chamando Neymar de Nilmar, apresentador chamando Ronaldo de Romário, presidente da Federação Argentina e diretor executivo da Fifa dormindo... E a maior expectativa causou frisson: nas chaves da Europa, a França de Platini e Zidane - esse último o grande craque do título de 1998 -, excluída pela Fifa do grupo dos cabeças de chave, terá missão nada fácil: caiu no grupo I, o da Espanha, atual campeã mundial.
A proeza de colocar dois países campeões do mundo frente a frente já nas eliminatórias foi de Ronaldo e Paulo Henrique Ganso, que sortearam os grupos europeus. As duas seleções brigarão por apenas uma vaga na chave. Além das duas potências, o Grupo I conta ainda com Bielorrúsia, Geórgia e Finlândia.
Antes de sortear as bolinhas, o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo, com 15 gols, foi chamado de "Romá..." pelo apresentador Tadeu Schimidt, que percebeu a gafe antes de terminá-la. No mais, as 53 seleções europeias foram divididas em oito grupos de seis equipes, e um de sete. As partidas vão acontecer entre os dias 7 de setembro de 2012 e 15 de outubro de 2013. Os nove vencedores de cada grupo garantem vaga na Copa do Mundo de 2014. Os oito melhores segundos colocados se enfrentam em mata-mata de ida e volta entre os dias 15 e 19 de novembro de 2013. Os quatro ganhadores dos duelos também carimbam passaporte para a competição no Brasil.
O único pedido da Uefa feito à Fifa em relação ao sorteio foi em relação às tensões políticas envolvendo a Albânia e Geórgia. A solicitação foi aceita pela entidade máxima do futebol. As duas equipes ficaram no pote seis durante as escolhas na Marina da Glória.
A seleção de Portugal, do astro do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, ficou no Grupo F. Os lusos terão como adversários Rússia, Israel, Irlanda do Norte, Azerbaijão e Luxemburgo. .

África

Comandados pelo secretário-geral da Fifa, Jeróme Valcke, o pentacampeão Cafu e o santista Neymar sortearam os jogos da primeira fase e da etapa de grupos das eliminatórias africanas para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. A África do Sul, última anfitriã, está no Grupo A, com Botsuana, República Centro-Africana e o vencedor de Somália x Etiópia. Já Gana, que chegou às quartas de final do último Mundial, caiu no Grupo D, com Zâmbia, Sudão e a seleção que sair vencedora do confronto entre Lesoto x Burundi.

Ásia

Nos grupos da Ásia, coube a Zico definir o caminho do Japão antes do Mundial. Ídolo do Flamengo e principal responsável pelo desenvolvimento do futebol no país asiático após passagem pelo Kashima Antlers-JAP, o Galinho comandou a divisão. E colocou a "Terra do Sol Nascente" no grupo C, ao lado de Uzbequistão, Síria e Coreia do Norte, esta última adversária do Brasil na primeira fase da Copa de 2010.
Concacaf (América do Norte, América Central e Caribe)
O tetracampeão mundial Bebeto ficou com os grupos da Concacaf. Os cinco vencedores da primeira fase das eliminatórias (Belize, República Dominicana, Ilhas Virgens Americanas, Santa Lúcia e Bahamas) juntaram-se às 19 seleções mais bem posicionadas da região para a segunda fase. Essas equipes foram sorteadas em seis grupos de quatro equipes, sendo que o vencedor de cada grupo se classifica para a etapa seguinte.

Oceania

Uma das maiores estrelas do sorteio das eliminatórias, o tetracampeão Zagallo, perto de completar 80 anos, ficou, ao lado do jovem vascaíno Felipe Bastos, responsável pelo sorteio da Oceania. As eliminatórias no continente funcionam da seguinte maneira: as quatro seleções da região mais mal posicionadas no Ranking Mundial da Fifa (e com base também em critérios esportivos) disputarão a primeira fase, que será um torneio no formato todos contra todos que acontecerá entre os dias 21 e 26 de novembro.
O vencedor se junta a outras sete seleções - Nova Zelândia, Fiji, Nova Caledônia, Vanuatu, Ilhas Salomão, Taiti e Papua-Nova Guiné - para participar da Copa das Nações da OFC 2012, válida como a segunda fase do torneio classificatório da Oceania, que também será disputado em formato todos contra todos, entre os dias 1º e 12 de junho de 2012. As informações são do Globo Esporte.

No sorteio das Eliminatórias, Wagner diz que Salvador tem condições de abrir Copa das Confederações


O governador Jaques Wagner participou do sorteio preliminar para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, que acontece nesta sábado (30), no Rio de Janeiro. Salvador será uma das cidades-sede da Copa do Brasil.
No Rio, Wagner garantiu que Salvador está pronta para receber as seleções que disputarão a Copa - e o governador disse ainda que a capital baiana está pronta para abrir a Copa das Confederações, em junho de 2013. A Arena Fonte Nova é um dos estádios com obras mais avançadas no país.
Rio de Janeiro (Maracanã), Belo Horizonte (Mineirão), Porto Alegre (Beira-Rio), Brasília (Estádio Nacional) e Salvador (Fonte Nova) devem receber os jogos da Copa das Confederações - a confirmação deve sair em outubro. O evento será realizado de 15 a 30 de junho de 2013

Bahia no sorteio

O governador distribuiu "berimbolas" aos visitantes do estande que representava a Bahia no evento - entre eles o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes.
O estande mostrava as ações da Bahia para a Copa 2014.

Zagallo prevê o hexa da Seleção Brasileira durante sorteio das Eliminatórias


Zagallo foi a grande estrela do sorteio dos grupos das Eliminatórias da Copa do Mundo da Oceania. O Velho Lobo sorteou os grupos ao lado do vascaíno Fellipe Bastos e fez questão de dizer que a Seleção Brasileira será hexacampeã no próximo Mundial. Antecipou-se e pediu até desculpas aos representantes dos demais países envolvidos na competição.
"Primeiro quero parabenizar a Fifa pela organizaçao e o brilhante show. Agora temos de esquecer a derrota de 1950 (para o Uruguai, em final no Maracanã). Estamos na hora de mostrar o nosso valor. Vamos vencer e vamos vencer mesmo! Desculpem-me os demais que não são brasileiros, mas o Brasil vai ganhar mais uma", disse Zagallo, seguido de uma salva de palmas.
Entenda, então, como funcionam as eliminatórias na Oceania: as quatro seleções da região mais mal posicionadas no Ranking Mundial da FIFA (e com base também em critérios esportivos) disputarão a primeira fase, que será um torneio no formato todos contra todos que acontecerá entre os dias 21 e 26 de novembro.
O vencedor do torneio se junta a outras sete seleções para participar da Copa das Nações da OFC 2012, válida como a segunda fase do torneio classificatório da Oceania. O torneio também será disputado em formato todos contra todos, entre os dias 1º e 12 de junho de 2012.
As quatro primeiras colocadas da Copa das Nações avançam para a terceira fase. A data, o local e o procedimento do sorteio desta fase serão confirmados ao término da segunda fase pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.
A Oceania tem a Nova Zelândia, Fiji, Nova Caledônia, Vanuatu, Ilhas Salomão, Taiti e Papua Nova Guiné diretamente classificadas para a fase de grupos. As informações são do Globo Esporte.

Congresso propõe Dia do Orgulho Hetero


Instituição de datas comemorativas, homenagens aos heróis da pátria, regulamentação de profissões poucos comuns, batismo de rodovias com nomes próprios estão entre os mais de 2,2 mil projetos apresentados por deputados e senadores neste primeiro semestre de 2011. Alguns desses projtos que marcam o início da nova legislatura, além de pitorescos, podem até ser considerados polêmicos.
É o caso do projeto do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que propõe a instituição do Dia do Orgulho Heterossexual, a ser comemorado no terceiro domingo do mês de dezembro de cada ano. No texto, o deputado alega querer garantir o direito dos heterossexuais de manifestarem o orgulho por sua opção sexual. “Daqui a pouco, os heterossexuais se transformarão, pela propaganda midiática, em reacionários e nós queremos ter nossa opção pela família sendo alardeada com orgulho”, afirma o deputado, no trecho de justificativa do projeto.
As propostas relacionadas a datas comemorativas seguem com projetos que sugerem a criação do Dia Nacional Sem Carro, do Dia do Brasil Sustentável, do Dia Nacional do Empregado Sindical, entre outras. Há ainda as propostas de regulamentação de profissões. O projeto que regulamenta a profissão de quiropraxista, do senador Paulo Paim (PT-RS), exige que a prática passe a ser exercida por profissionais com curso superior. A exceção é para quem exerce a atividade há mais de cinco anos.
De acordo com o projeto, “é atividade privativa do quiropraxista habilitado executar métodos e técnicas para realizar a análise diagnóstica dos distúrbios biomecânicos do sistema neuromusculoesquelético e corrigir alterações articulares, com técnicas de ajustamento ou manipulação, principalmente da coluna vertebral”.
Também há propostas curiosas de mudanças no Estatuto do Desarmamento. O deputado Washington Reis (PMDB-RJ) tem um projeto de lei para obrigar a gravação, em arma de fogo, do número da identidade do adquirente. E o deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC) apresentou projeto que autoriza os advogados a portarem arma de fogo para defesa pessoal.
Já a deputada Flávia Morais (PDT-GO) quer alterar a legislação eleitoral para estabelecer que o eleitor votará em dois candidatos de gêneros diferentes, para as vagas de deputado federal, estadual e de vereador. Na justificativa, a deputada alega que “o referido projeto de lei visa a corrigir lacuna legal quanto à carência de representação feminina nos poderes legislativos”.
As homenagens são tema de boa parte das matérias apresentadas. Algumas delas fazem menção a ilustres desconhecidos da maioria dos brasileiros. É o caso do projeto da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), que quer reverenciar uma conterrânea solicitando a inclusão da sóror Joana Angelica de Jesus, no livro dos Heróis da Pátria, que fica no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília. A freira homenageada defendeu um convento religioso em Salvador contra os soldados portugueses no século 19.
Há também projetos que se referem a personalidades conhecidas, mas, provavelmente, a homenagem não terá aprovação unânime de todos os setores da sociedade. O deputado Emiliano José (PT-BA) quer inscrever os nomes de Carlos Marighella e Luiz Carlos Prestes no mesmo livro de heróis. Os dois comunistas lideraram movimentos rebeldes durante o governo de Getúlio Vargas e a ditadura militar no Brasil.
Prestes liderou a chamada Coluna Prestes na década de 1930 e foi eleito senador após o fim do Estado Novo. Marighella, que foi deputado entre 1946 e 1948, atuou na luta armada contra o regime militar na década de 1960. Foi morto a tiros em 1969 por agentes do Departamento de Ordem Política e Social (Dops).
Para o cientista político e professor da Universidade de Brasília Paulo Kramer, boa parte desses projetos visa apenas a “melhorar a contabilidade da produção do parlamentar” e nunca deve chegar a ser transformada em lei. “Os parlamentares também são motivados pelas suas bases e pelos seus financiadores de campanha a apresentarem projetos. Uma grande quantidade deles não vai virar lei. Um projeto só tramita pela força dos interesses que estiverem por trás dele”, explica o professor.
Kramer explica ainda que a vontade de mostrar produtividade por meio da apresentação de projetos de lei leva alguns congressistas novos a copiar projetos arquivados de outros parlamentares que não foram reeleitos. “A primeira coisa que fazem [os parlamentares novos] é ir ao arquivo e ver o que está arquivado. [Eles] Veem se bate com os interesses deles e, aí, copiam e apresentam como seus. Isso acontece quando o autor do projeto não se reelegeu”, afirma Kramer.
O cientista político lembra ainda que os deputados e senadores sonham em ter seu nome como autor de uma lei. Poucos, no entanto, segundo ele, conseguem produzir projetos que se tornam leis relevantes.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

LULA CRITICA SERRA E DIZ QUE NÃO CONCORRE EM 2014


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) respondeu, nesta sexta-feira (29), às declarações do ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), ao jornal espanhol El País. O tucano havia dito que é muito alta a probabilidade de o ex-presidente disputar as eleições de 2014. De acordo com o Estadão e o Valor, Lula negou a afirmativa do ex-adversário eleitoral e aproveitou para criticar os peessedebistas. “Só há uma hipótese de Dilma não ser candidata: ela não querer. O Serra está preocupado é com a candidatura dele próprio e não consegue nem resolver os problemas internos do PSDB (...) Ele não tem conseguido resolver o problema dele com o Aécio e vem querer resolver o problema no PT", acusou. O petista também afirmou que a oposição torce contra o governo. “Quando você ouvir o cara de oposição falar ‘estou torcendo para dar certo’, não acredita, não. É o inverso. Eles estão torcendo para a inflação voltar, para o desemprego aumentar”, argumentou.

DATENA: SAÍDA DA RECORD PODERÁ CUSTAR R$ 25 MI


A TV Record exigirá o pagamento de R$ 15 milhões referente à primeira rescisão de José Luiz Datena, de 53 anos, com a emissora, em 2002, e dará início a outro processo para o pagamento de indenização pelo novo cancelamento de contrato que, no total, os dois processos podem chegar a 25 milhões. O apresentador decidiu romper com a emissora e voltar para a TV Band, de onde saiu 60 dias atrás. De acordo com o UOL, pessoas próximas a Datena, que pedem sigilo de identidade, informaram que o comunicador deixará a Record sem necessidade de pagar a multa de R$ 15 milhões. Ele e a Record, informam essas fontes, assinaram o perdão dessa dívida dias atrás, e o documento, garantem, não prevê a revalidação da dívida caso o jornalista deixe a TV cujo principal acionista é Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). Datena passou os últimos dias a ameaçar a Record com a rescisão, caso a emissora continuasse a proibi-lo de dar entrevistas. Ele teria sido censurado pela direção da casa, por críticas à estrutura do "Cidade Alerta", e às condições com que foi recebido -- como um camarim adaptado e não personalizado. Para voltar à Band, o apresentador também terá perdoada sua dívida por ter rescindido contrato com a TV 60 dias atrás. A Band também deverá ajudá-lo a pagar outro processo por rescisão, dessa vez contra a RedeTV!, estimado em R$ 5 milhões.

IBGE abre 4.250 vagas temporárias para agente de pesquisa em todo o país


O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicou, no Diário Oficial da União desta sexta (29), edital de processo seletivo para contratação temporária de 4.250 agentes de pesquisa e mapeamento em todo o país. Haverá reserva de 235 vagas para candidatos deficientes.
Os agentes serão contratados por, no máximo, dois anos e serão responsáveis por visitar domicílios e estabelecimentos para a coleta de dados de pesquisas de natureza estatística, entre outras atribuições listadas no item 1.2 do edital.
Para participar do processo seletivo é preciso ter o nível médio completo.
Os contratados receberão salário de R$ 850, além de auxílio-alimentação, auxílio-transporte, férias e 13º salário. A jornada de trabalho é 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

Inscrição

Os interessados devem se inscrever, entre 0h do dia 29 de agosto e 23h59 do dia 19 de setembro, no site da Consulplan, organizadora da seleção. O valor da taxa é de R$ 20.

Prova

O processo seletivo será composto por prova objetiva contendo 60 questões de língua portuguesa (15), geografia (15), raciocínio lógico (10), conhecimentos gerais (10) e noções de informática (10). O exame será aplicado no 30 de outubro às 13h.

"Foi um namoro por interesse", assume ex de Ronaldo Fenômeno ao "TV Fama"


A ex-Ronaldinha Viviane Brunieri recebeu a repórter do "TV Fama", Mônica Apor em sua casa, no litoral de São Paulo, para uma entrevista exclusiva. A loira, que foi alçada ao posto de celebridade depois de namorar o jogador Ronaldo Nazário, o Fenômeno, revelou que nunca amou o craque de verdade: "Foi um namoro por interesse. Eu sonhava em entrar no mundo televisivo, ser famosa, queria ter dinheiro. Eu optei pelo mundo da fama e paguei um preço bem alto".
Em 2008, Viviane entrou para a indústria pornográfica e virou garota de programa. "Eu estava morando no Japão, aí veio a proposta através de um agente aqui do Brasil pelo Orkut. A proposta, na época, resolveria todos os meus problemas e de outras pessoas. Mas todo dinheiro que vem fácil, vai fácil. Gastei tudo. Depois dos filmes comecei a receber muitas propostas para fazer programas. Sei do risco que corri de pegar HIV dormindo com empresários, gente conhecida, desconhecidos, não tenho vergonha de falar porque já me arrependi".

quinta-feira, 28 de julho de 2011

COMENTÁRIO DE Dra.ÍVANA SILVA SOBRE INSEGURANÇA NO PAIS


O Brasil é um estado paternalista, com planos de esmolas que alcançam a maioria da população brasileira, tendo como conseqüência a imposição do trabalho desqualificado, o assalariado da miséria. O não trabalho é um ato político que demonstra à necessidade de se recorrer a autoridade, gerando assim a submissão, a miséria, a delinqüência, no uso direto da coação política, incapacitando a igualdade econômica, incentivando, portanto, a dependência, a incapacidade de trabalhar, de estudar por incompetência social e empírica moral, e diante da falência e ausência do Estado, temos o crescimento da criminalidade, do preconceito social, a construção do medo e da intolerância, levando a corpos de seres humanos caídos nas valas, nas esquinas, nos becos crivados de balas, tudo em nome da segurança, e tais fatos são desconsiderados pelas autoridades tendo em vista que não existe a apuração, e em alguns casos é intitulado a lavratura do fato com auto de resistência.
A mais degradante experiência de um ser humano, principalmente de uma família, é ver um parente crivado de bala, devido à incompetência do Estado na gestão social, embasada nas falhas e nos fossos da paisagem econômica e essa realidade vem acontecendo em Serrinha.
Quando se fala em prevenção à criminalidade urbana, principalmente pelo da disputa de pontos e de dividas de drogas, só se pode falar em sucesso por intermédio de uma inclusão humana social, econômica e política. A exclusão social, por pobreza do Estado ou por razões raciais ou religiosas, induz ao crescimento da criminalidade urbana. Esse fenômeno, danoso, gera a exclusão econômica, a má repartição da riqueza, fonte de insatisfação social, germe da criminalidade.
Inexiste a cartola mágica com um coelho. E não se reduz a delinqüência a níveis razoáveis unicamente por meio da lei ou do aumento de pena, definindo novos fatos típicos, agravando a resposta penal e excluindo benefícios aos delinqüentes. É uma verdade que o Brasil experimenta, com grande prejuízo para a segurança pública.
A repressão à violência urbana não se exerce pela força, como se, mantendo na prisão os criminosos, iniciássemos a viver em uma comunidade pacífica (direito penal do inimigo). Faz-se, em primeiro lugar, pela educação, ensinando as comunidades a respeitar voluntariamente a lei e esperando resultados positivos futuros. Essa conquista de consegue em longo prazo, vez que a educação faz nascer empregos, e o melhor preparo dos jovens dão-lhes esperança de uma vida profissional socialmente útil, isso é previnir.
A política governamental tem grande importância. Assim, a política criminal e penitenciária, que somente atende aos anseios de lei e ordem, quando voltada de forma seria para programas eficientes de prevenção à delinqüência, e em especial a juvenil, contribui para a diminuição da criminalidade.
Portanto, o aumento da violência e em conseqüência da sociedade carcerária, sob o argumento do estado penal, incide no desencadeamento da insegurança social e mental, gerada pela difusão do trabalho assalariado dessocializado e pelas esmolas legais.
É hora, portanto, de refletir. Com a evasão dos jovens para a criminalidade, em conseqüência a fragilização da memória de uma sociedade falida em seu sistema institucional.

Afinal, qual o modelo de sociedade que pretendemos implementar em nosso país? Em Serrinha?

FONTE:E-MAIL ENVIADO PELA ADVOGADA IVANA SILVA(TEXTO)

Como o Direito Penal resolve o roubo de um boné

DR.GERIVALDO NEIVA-JUIZ(FOTO)
Há mais de dois anos, em 25 de março de 2009, publiquei aqui no blog um post com o título de “Surrealismo”, reproduzindo notícia da imprensa:“Quatro torcedores estão presos há treze dias por roubo de boné em SP”. No final do post, comentei: “...só falta condenar os rapazes ao regime fechado em penitenciária e aí eles vão se tornar bandidos de verdade...” Clique aqui para ler novamente.
Pois bem, o flagrante se converteu em Inquérito Policial, Denúncia e Ação Penal, ou seja, por conta do roubo de um boné, a máquina policial e judiciária foi movimentada e demonstrou sua eficácia, desmistificando a falácia da impunidade, pelo menos com relação aos pequenos delitos praticados por pessoas comuns. Em consequência, os rapazes foram julgados e condenados em primeira instância, sendo um deles condenado a 06 (seis) anos de reclusão em regime inicial semi-aberto e os outros três a 05 (cinco) anos e 04 (quatro) meses de reclusão no mesmo regime.
A defesa recorreu e o Tribunal de Justiça de São Paulo, há poucos dias, (30.06.2011), negou provimento ao recurso, mantendo a sentença condenatória e determinando a expedição dos mandados de prisão.
O caso, em síntese, segundo consta do acórdão, deu-se nestas circunstâncias:
Consta dos autos que, na data dos fatos, logo após o término do jogo de futebol entre os times São Paulo Futebol Clube e Mirassol, os seis roubadores abordaram a vítima, que estava acompanhada de seu amigo Reginaldo Ribeiro dos Santos. Os apelantes e seus dois comparsas cercaram o ofendido e seu amigo, intimidando-os. Em seguida, Felipe retirou um boné, com o símbolo do São Paulo, da cabeça de Roberto, advertindo-o em tom ameaçador: “sou membro da Torcida Camisa 12 do Corinthians e se quiser seu boné de volta, vai buscar na sede da torcida”. Foi-lhe exibido, durante a subtração, um soco inglês, para sua intimidação.
Ao negar provimento ao recurso do Ministério Público, que pretendia o regime inicial fechado, o Relator manteve o regime inicial semi-aberto e reconheceu que os acusados são primários e de bons antecedentes:
Apesar de entender que o regime fechado é o mais adequado à gravidade do crime de roubo, verifico que os acusados são primários e de bons antecedentes, justificando a fixação do regime intermediário. Inviável, porém, o estabelecimento de regime menos gravoso, que seria insuficiente para a prevenção e repressão do delito em questão, no qual os recorrentes cercaram torcedores de outro time e subtraíram o objeto de um deles, o que demonstra periculosidade e ousadia acentuadas.
Por fim, consta do Acórdão que a vítima não foi ouvida em juízo e apresentou declaração escrita, com firma reconhecida, com nova versão dos fatos, que não foi considerada no julgamento e mantida a versão do flagrante:
Pese a vítima Roberto não tenha sido ouvida em Juízo, é certo que nos autos deflagrante confirmou os fatos tais quais descritos na denúncia (fl. 07). Algum tempo depois, apresentou nova versão, por meio de documento escrito e com firma reconhecida, cujo original foi juntado pela defesa no apenso de comunicação de flagrante, em fls. 120/121, confirmando a autoria delitiva pelos acusados, mas tentando narrar os fatos de forma que isentasse os apelantes do delito de roubo; referida declaração, porém, não tem o condão de infirmar toda a prova oral colhida, que conduz à condenação.
Não quero adentrar ao mérito da ação policial, da denúncia oferecida pelo representante do Ministério Público, da sentença de primeiro grau ou da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. Resta observar, contudo, que para o positivismo dogmático-punitivo-inquisidor dominante está tudo de acordo com a lei. É assim mesmo. Cada um cumpriu seu papel legal e pronto. O Delegado, o Promotor, o Juiz e os Desembargadores são todos “operadores” do Direito, fundamentaram suas ações na mesma Lei e, sendo assim, infelizmente, “dura lex, sede lex.”
O que me deixa intrigado, de outro lado, é o fato do roubo de um simples boné com o escudo de time de futebol, sem danos físicos à vítima, mesmo reconhecendo a gravidade do fato de ter sido tomado de outra pessoa, ser tão importante assim para o Direito Penal e resultar em uma pena de 06 (seis) anos de reclusão. Além disso, também me deixa intrigado o fato do Direito Penal, em crimes contra o patrimônio, não considerar a vontade da vítima, considerando que o objeto lhe pertencia, e de nada valer sua manifestação com relação ao julgamento pelo Poder Judiciário.
Mais do que dúvidas filosóficas acerca do Direito, também estou ficando sem respostas para tantas outras indagações das ruas:
- Há mesmo necessidade de se movimentar toda a máquina estatal (delegado, promotor, juiz, desembargador e, provavelmente, ministros de tribunal superior) por causa do roubo de um boné?
- Quanto tudo isto já custou e ainda custará ao contribuinte?
- Quanto custará para o contribuinte manter quatro jovens cumprindo pena em regime semi-aberto?
- Quanto custa um boné?
- Qual o sentido dessa pena para jovens primários e de bons antecedentes?
- Qual a consequência do convívio desses jovens com presos que cometeram delitos bem mais graves?
- Como será a vida deles como egressos do sistema prisional brasileiro?
- Por que o Judiciário não é tão eficaz assim com os que roubam milhões dos cofres públicos?
- Será que existe um “privilégio do poder” nos tribunais brasileiros?
- Será que existe uma escolha clara para punir os crimes de pouca repercussão econômica, mas cometidos por pobres e excluídos?
- Por que não se dá um papel relevante à vontade da vítima (justiça restaurativa?) em crimes contra o patrimônio, vez que que se trata de bem disponível?
- Por que se pune com tanto rigor os crimes contra o patrimônio?
- Por que parte da sociedade, incluindo pobres e excluídos, detestam tanto os ladrões? Será porque estavam ao lado da cruz de Jesus?
Este meu desengano com o Direito Penal e a falta de resposta para tantas dúvidas estão me mostrando, cada vez mais, que existe uma distância enorme entre Lei e Justiça e como é insignificante o Direito diante da suposta “vontade da lei”, da “intenção do legislador” e do mito da “imparcialidade” dos julgadores e demais “operadores” do Direito. Mais do que isso, meu desengano toma contornos irremediáveis quando imagino que muitos desses “operadores”, encastelados e cegos para a realidade nua das ruas, crentes que são destinatários do poder divino de julgar, apregoam que julgam com fundamento na lei, na sua consciência, senso de justiça e, por fim, com a certeza de que isto que estão fazendo é o Direito.
Eis o acórdão:

FONTE:WWW.GERIVALDONEIVA.BLOGSPOT.COM

Grupo Especial da Defensoria Pública do Estado da Bahia de políticas sobre drogas

DR.GIL BRAGA(FOTO)
Em 16 de junho de 2011, eu, a Defensora Pública Ariana de Sousa Silva e a Defensora Pública Tatiane Frannklin Ferraz apresentamos o nosso trabalho de equipe do curso de substâncias psicoativas para Defensores Públicos.

Referido curso foi fruto de uma parceria entre a Defensoria da Bahia e o CETAD. Após a apresentação do trabalho, eu pedi as colegas para divulgar o trabalho no meu blog.

Acredito que ele dever ser socializado com as pessoas interessadas na temática, bem como com Defensores Públicos de outros Estados.

Vale destacar que o trabalho abaixo foi construído num trabalho de equipe harmonioso, de forma democrática, com o objetivo de nortear a atuação da nossa instituição naquela seara. Também quero registrar a minha admiração pelas minhas parceiras de equipe que são Defensoras Públicas engajadas e comprometidas com o trabalho da nossa instituição.

1. APRESENTAÇÃO

A missão da Defensoria Pública é prestar assistência jurídica integral e gratuita aos cidadãos e cidadãs que não possuem condições financeiras de custear advogado particular e, segundo dados do Ministério da Justiça, o público alvo da Defensoria Pública atinge o quantitativo de 80% (oitenta por cento) da população brasileira (III Diagnóstico da Defensoria Pública, 2009).

Esta missão implica na constante construção da democracia nacional, tendo em vista que propicia a inclusão social, e permite que os cidadãos baianos carentes participem efetivamente do processo democrático, em igualdade com os cidadãos de maior capacidade econômica, respeitando o princípio da isonomia.

Segundo levantamento realizado pelo Ministério da Justiça, colhido para o III Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil, o público alvo em potencial da instituição no Estado da Bahia atinge o montante de 11.364.000 (onze milhões, trezentos e sessenta e quatro mil) cidadãos e cidadãs, considerando o percentual apontando pelo referido diagnóstico.

Por sua vez, a proposta de atuação da Defensoria Pública transcende a defesa e o ajuizamento de ações individuais e coletivas que compõem a prestação da assistência judiciária, para educação em direitos e a participação ativa na promoção de políticas públicas.

De mais a mais, a presença do Defensor Público nos espaços que irão primar pela inclusão social e pela questão da segurança pública trará tranqüilidade ao cidadão e a certeza de que seus interesses e direitos serão juridicamente protegidos, logo, reforçando no cidadão a confiança no Estado e a adesão ao projeto que será executado.

Em que pese o pequeno número de Defensores Públicos em atuação no Estado da Bahia e que este fato traz enormes prejuízos aos assistidos em geral, propõe-se a criação de um grupo de estudos e atuação específica em prol dos usuários de substâncias psicoativas.

2. JUSTIFICATIVA

Inicialmente, cumpre destacar que o último relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), lançado no ano de 2010, indicou estabilização do número de usuários nos países desenvolvidos, bem como mostra que o consumo das substâncias psicoativas está se deslocando em direção a novas tendências e a novos mercados nos países em desenvolvimento.

Consoante o referido relatório, constatam-se sinais visíveis de aumento no consumo de substâncias psicoativas, em especial, o uso de substâncias do tipo anfetamina e medicamentos sob prescrição em todo o mundo.

O relatório acima mencionado expõe ainda uma falta de serviços de tratamento para usuários de substâncias psicoativas em todo o mundo. Frisa-se que nos países ricos as pessoas podem custear seu próprio tratamento, enquanto nos países pobres elas enfrentam dificuldades de acesso a esses tratamentos, o que indica urgente necessidade de promoção do acesso universal a saúde pública para os usuários de substâncias psicoativas, conforme dispositivo constitucional previsto no artigo 196 da Constituição Federal.

Em toda a história da humanidade, o uso de substâncias psicoativas foi constante em diversas sociedades, entretanto, devemos tratá-lo de forma adequada, respeitando as peculiaridades e necessidades de sua época.

Assim, deslocar a discussão do usuário de substância psicoativa para o campo da saúde pública é a peça chave no controle do uso abusivo de drogas, devendo o tratamento da dependência fazer parte do serviço de saúde em geral.

Em consulta ao site governamental Observatório Brasileiro de Informações sobre drogas, da Secretaria Nacional de Políticas sobre drogas, verifica-se dados estatísticos no levantamento do ano de 2003 no uso de substâncias psicoativas entre crianças e adolescentes em situação de rua nas capitais brasileiras, indicando o uso de maior intensidade para as seguintes substâncias: o tabaco, os solventes e a maconha.

Nesse levantamento foram observadas negligências sérias de várias questões de saúde e cidadania, por exemplo, apesar de 44,3% dos entrevistados relatarem que desejam parar ou reduzir o consumo de substância psicoativa, apenas 0,7% tiveram acesso a rede pública de saúde, o que mostra a evidente fragilidade da rede de assistência.

Para ilustrar, vale a transcrição dos dados coletados pelo Defensor Público da 8ª Vara Crime da Comarca de Cuibá, Dr. Munir Arfox, que apontou 69% (sessenta e nove por cento) dos delitos em apuração naquela vara crime foram cometidos por usuários de substâncias psicoativas, ao passo em que o citado defensor concluiu que 40% (quarenta por cento) dos delitos são de roubo, 37% (trinta e sete por cento) de furto e 10% (dez por cento) de porte ou posse de arma.

Os índices de violência na Bahia indicam que o número de assassinato subiu 50,72% entre o ano de 2006 e 2010. Neste sentido, foram registrados 4.856 homicídios no Estado, segundo o Centro de Documentação e Estatística policial da Secretária de Segurança Pública (www.atardeonline.com.br, acesso em 24.05.2011).

O Estado da Bahia está na contramão de Estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, tendo em vista que estes diminuíram os índices de violência numa média de 25% no mesmo período. Considerando estes números, nota-se que na Bahia, em 2010, ocorreram mais homicídios do que países que estão em guerra civil, a exemplo do Iraque, no qual aconteceram 3.976 óbitos (www.atardeonline.com.br, acesso em 24.05.2011).

O combate a violência e ao tráfico de drogas foram assuntos de destaque do discurso do Governador Jaques Wagner na abertura dos trabalhos legislativos do ano de 2011, haja vista ter sido apontada a criação da Superintendência de Acolhimento aos Usuários de Drogas no âmbito da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos visando formular políticas públicas na área de abuso de substâncias psicoativas (www.jornalitabunanews.com.br, acesso em 24.05.2011).

A nova estrutura vai trabalhar em conjunto com comunidades terapêuticas que atendem usuários de substâncias psicoativas na Bahia.

A experiência na assistência jurídica a população necessitada vem mostrando aos Defensores Públicos a influência do uso abusivo das substâncias psicoativas nas relações familiares e o significativo número de assistidos respondendo a processo criminal que revelam durante o atendimento serem usuários de substâncias psicoativas.

Para ilustrar, no cotidiano da atuação defensorial, percebe-se que muitos relacionamentos se desfazem pela não aceitação do uso de substâncias psicoativas por um dos companheiros, bem como vários assistidos envolvidos em delitos asseveram terem a substância psicoativa como motivação para a prática delituosa, já que precisam alimentar o uso abusivo da substância.

Deve-se registrar a demanda por internamento compulsório dos usuários e dependentes de substâncias psicoativas, através dos seus familiares, que procuram desesperadamente a Defensoria Pública, solicitando a adoção de medida judicial cabível em face do Estado.

A criação de um grupo de estudos para definir uma atuação institucional na Defensoria Pública irá subsidiar a atuação dos Defensores Públicos nesta seara, difundir o conhecimento sobre a questão dos usuários e dependentes visando um olhar mais humanizado, definir a posição institucional da Defensoria Pública nos espaços coletivos de discussão, ajudar na divulgação e fortalecimento da rede de atenção aos usuários e dependentes de substâncias psicoativas e criar um banco de dados que será obtido durante a atuação dos Defensores Públicos.

3. OBJETIVOS

3.1. OBJETIVO GERAL

O presente projeto tem por objetivo propor a implantação de um grupo de estudos para definir uma linha de atuação da Defensoria Pública do Estado da Bahia em relação aos usuários de substâncias psicoativas, de modo a definir de forma permanente a atuação da Defensoria Pública do Estado da Bahia nesta questão.

3.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- manter um grupo de estudos na Defensoria Pública sobre os usuários de substâncias psicoativas a fim de dar continuidade aos conhecimentos adquiridos durante o curso de capacitação ministrado pelo CETAD;

- aproveitar os espaços públicos de discussão sobre o tema para debater com outros atores as dificuldades enfrentadas pela Defensoria Pública na questão dos usuários de substâncias psicoativas, especialmente nas ações penais nas quais os assistidos são réus;

- despertar nesses espaços públicos uma visão mais humanizada para os usuários de substâncias psicoativas;

- promover audiências públicas na Capital e no interior com o objetivo para discutir o tema;
- provocar na sociedade a necessidade de transferência da discussão dos usuários de substâncias psicoativas da seara penal para a saúde pública;

- formar banco de dados acerca dos assistidos da Defensoria Pública que são usuários de substâncias psicoativas;

- participar ativamente da rede de atenção aos usuários de substâncias psicoativas.

4. PÚBLICO-ALVO

Os Defensores Públicos que participaram do curso de substâncias psicoativas.

5. METODOLOGIA

5.1. Discussão no Conselho Superior da Defensoria Pública sobre a criação do grupo de atuação da Defensoria Pública;

5.2. Publicação da Resolução do Conselho Superior da Defensoria Pública criando o grupo de atuação da Defensoria Pública;

5.2. Convocar através de edital os Defensores Públicos interessados em participar do grupo;

5.3. Instalação do grupo de atuação da Defensoria Pública e a realização da sua primeira reunião;

5.4. Definição dos espaços públicos de intervenção do grupo de atuação da Defensoria Pública;

5.5 Estabelecer parcerias com instituições da área da saúde para assegurar tecnicamente as discussões.

6. RECURSOS

6.1. Recursos humanos

- Defensores Públicos;

- Servidores administrativos;

- Estagiários de nível médio;

- Estagiários de direito.

6.2. Recursos materiais

- Sala para reunião do grupo de atuação da Defensoria Pública;

- Notebook.

7. AVALIAÇÃO

Constante discussão no grupo de atuação dos resultados obtidos e redefinição dos rumos visando obter efetivamente resultados na ampliação da discussão.

FONTE:www.twitter.com/gilbragacastro

www.defensorcidadao.blogspot.com

Confirmado: Tarcízio se filia ao PDT nesta sexta, às 18h, com presença de Luppi


O prefeito Tarcízio Pimenta, que deixou o Democratas do ex-prefeito José Ronaldo, vai se filiar ao PDT nesta sexta-feira (29). O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão provisória pedetista em Feira de Santana, o advogado Euclides Artur – secretário de Cultura, Esporte e Lazer do governo Tarcízio. O ato de filiação está previsto para as 18h no auditório de um restaurante da cidade.
Estará presente ao ato de filiação de Tarcízio o presidente nacional do PDT, o ministro do Trabalho Carlos Luppi. Mesmo antes da confirmação da data de filiação, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, disse ao repórter Luiz Santos, do programa “Linha Direta” da Rádio Sociedade, que todos os deputados estaduais e federais do PDT estarão presentes.
Quem não vai prestigiar o evento é o senador João Durval Carneiro. Insatisfeito pelo fato de que Tarcízio assumiu o controle do PDT local, ele já declarou que não pretende marchar com o prefeito dentro da legenda. O presidente da comissão do PDT feirense era o empresário Zé Chico, segundo suplente de senador de Durval.
Mesmo distantes no plano local, Tarcízio e João Durval estarão próximos no âmbito estadual. Afinal, o PDT é partido da base do governador Jaques Wagner. A filiação do prefeito à legenda marca o ingresso oficial dele no grupo do governador.

FONTE:WWW.TRIBUNAFEIRENSE.COM.BR
JORNALISTA:VALDOMIRO SILVA(FOTO)

Samu: 30% das ligações são alarmes falsos


Um trote telefônico pode causar estragos irreparáveis. Que o diga o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Era uma quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011. Às 22h30, Salvador estava no escuro devido a um apagão elétrico. O telefone toca na central de atendimento, no Pau Miúdo: um acidente entre uma van e um ônibus lotados na cidade de Lauro de Freitas deixa dezenas de feridos.
O chefe de plantão, o médico José Serra, autoriza o envio de 11 ambulâncias ao local (quase um terço do total de 41 disponíveis) e entra em contato com o Hospital Geral do Estado (HGE), solicitando a preparação da sala de emergência da unidade para receber dezenas de vítimas. Cerca de 15 minutos depois, as equipes chegam ao local do suposto acidente e constatam: alarme falso.
Por dia, a central de regulação do Samu recebe cerca de 270 solicitações de socorro. Delas, uma média de 80 (30%) são trotes, e cerca de quatro (5%) deles provocam o envio de ambulâncias. Isso significa que, em um ano, as equipes médicas fazem algo em torno de 1.465 deslocamentos desnecessários.
Para um serviço emergencial, em que minutos são literalmente vitais, trotes, em qualquer dimensão estatística, são desastrosos. Segundo o médico intervencionista Oswaldo Bastos, subcoordenador das equipes especiais do Samu, o tempo médio de atendimento em Salvador, com as dificuldades de mobilidade devido ao trânsito caótico, é de 10 minutos.
Apenas como noção numérica, os trotes sofisticados – aqueles que conseguem furar os filtros da central de urgência e mobilizar ambulâncias – representam um tempo perdido, por ano, de pelo menos 14.650 minutos, ou cerca de 244 horas, ou ainda mais ou menos dez dias.
O atual coordenador interino do Samu, Jorge Serra, explica não haver um cruzamento de dados preciso para traçar uma relação entre número de trotes e mortes, devido a um atraso no atendimento. “Mas, com certeza, alguém está deixando de ser atendido”, afirmou.
Há 10 anos atuando em atendimento de emergência pré-hospitalar, o médico Oswaldo Bastos afirmou que, apesar de não ter essa informação consistente, “nossa percepção é que há situações em que a gente tem uma grande suspeita que perdemos um paciente por causa do trote”.
Minutos podem selar o destino de pessoas com dificuldade respiratória, infarto ou traumatismo grave. “Em uma parada cardiorrespiratória, o ideal é que em quatro minutos alguém treinado esteja ao lado do paciente”, afirmou o médico Oswaldo.

'Agora posso tirar foto sem camisa', brinca Ronaldo no Twitter


Aposentado dos gramados desde 14 de fevereiro, o ex-atacante Ronaldo utilizou a sua conta no Twitter com mais de 2 milhões de seguidores, na tarde desta quarta-feira, para brincar com as fotos divulgadas na véspera em que aparece na praia ao lado da mulher Bia Antony, em Ibiza, na Espanha.
"Galera, descobri que a vida de aposentado tem uma coisa muito boa!!!! Agora eu posso tirar foto sem camisa nas férias sem ser detonado na imprensa!!!!", ironizou o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, com 15 gols, aos 34 anos.
E concluiu: "Antes, a manchete seria: Acima do peso, Ronaldo.... Agora é: Ronaldo curte praia com a família #melhoroudemais".
No sábado, ele vai participar do evento que marcará o sorteio das eliminatórias do Mundial de 2014, no Brasil. A festa acontecerá na Marina da Glória, no Rio, com transmissão ao vivo para 208 países, e também terá nomes como Neymar e Zico.
O Fenômeno será o responsável por tirar as bolinhas para o qualificatório da Europa ao lado da revelação Adryan, atleta do Flamengo e da seleção brasileira sub-17.

Anvisa aprova registro de novo medicamento contra hepatite C


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um novo medicamento mais eficaz contra a hepatite C. O remédio, chamado Boceprevir, aumenta de 40% para 60% a chance de cura da hepatite C tipo 1.
É indicado para quem tem o tipo 1 e nunca foi tratado ou não respondeu bem à terapia convencional. De acordo com a Anvisa, o novo medicamento deve ser administrado com o Interferon e a Ribavirina, remédios usados atualmente no tratamento da doença.
O novo antiviral age para impedir a multiplicação do vírus. A hepatite C pode ser causada também pelos genótipos 2 e 3 do vírus. O novo remédio é produzido pela empresa farmacêutica internacional MSD.

Mais da metade dos brasileiros são contra união gay, diz Ibope


Uma pesquisa do Ibope Inteligência divulgada nesta quinta-feira mostra que 55% dos brasileiros são contrários à decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que reconheceu a união de casais do mesmo sexo.
O estudo, realizado entre os dias 14 e 18 de julho, identifica que as pessoas menos incomodadas com o tema são as mulheres, os mais jovens, os mais escolarizados e as classes mais altas.
Sobre a decisão do STF, 63% dos homens e 48% das mulheres são contra. Entre os jovens de 16 a 24 anos, 60% são favoráveis, enquanto 73% dos maiores de 50 anos são contrários.
Considerando a escolaridade, 68% das pessoas com a quarta série do fundamental são contra a decisão, enquanto apenas 40% da população com nível superior compartilha a opinião.
Nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, 60% são contra. Já no Sul a proporção cai para 54% e, no Sudeste, 51%.
"Os dados mostram que, de uma maneira geral, o brasileiro não tem restrições em lidar com homossexuais no seu dia a dia, tais como profissionais ou amigos que se assumam homossexuais. Mas ainda se mostra resistente a medidas que possam denotar algum tipo de apoio da sociedade a essa questão, como o caso da institucionalização da união estável ou o direto à adoção de crianças", afirma Laure Castelnau, diretora do Ibope Inteligência.
Questionados se aprovam a adoção de crianças por casais do mesmo sexo, a proporção de pessoas contrárias é a mesma dos que não querem a união gay: 55%.
A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 142 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com 95% de intervalo de confiança.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

OSNY ESTÁ PAVIMENTANDO A RUA DO CANO


Olá meus amigos,saúde e paz a todos!Aproveito também para abraçar meus colegas de Rádio,que tanto nos incentiva,desejo a todos um bom dia de trabalho.Aliás,fiquei sabendo que meu caro colega TONY BRASÍLIA arrepiou pra cima de mim no programa da Continetal AM,apresentado pelos meus queridos amigos,CLÉRISTON SILVA,MAURÍLIO,REINALDO,
CLODOALDO E ETC.Alguém me falou,não ouví;Por acaso sou intocável?BRASÍLIA tem todo direito de discordar das minha opiniões,e até distorcer o que eu disse,como parece ter acontecido,Da minha parte está tudo ok,valeu Tony?.Bem,quero
aproveitar antes que eu esqueça, PARABENIZAR o prefeito de Serrinha, OSNY CARDOSO,
que está pavimentando a RUA DO CANO-BAIRRO DO CRUZEIRO.Osny foi o único prefeito desta cidade a realmente resolver o problema.Outra situação que merece registro é o trabalho que a prefeitura vem realizando na ESTAÇÃO,alí,no córrego.por isso,Osny também sai na frente de todos os ex- prefeitos que passaram por esta cidade,O esgôto que corria a céu aberto desapareceu.Então meus amigos,o importante é fazer,não importa quanto tempo leve,se OSNY correr atrás e trazer benefícios para o município,eu serei o primeiro a parabeniza-lo,Até porque, não faço parte de grupos polítícos e quero o melhor para Serrinha.

VEREADORA ALOÍSÍA:"Minha Casa Minha Vida" não é obra do Governo Municipal .


Falar do "Minha Casa Minha Vida" como obra do Governo Municipal é no mínimo brincar com nossa capacidade de leitura.Em todas as falas do Prefeito e de sua equipe,esse Programa é citado como um feito da atual gestão.´
Chega!!!!
Chega de mentiras,chega de manipulação!!!

O QUE É O PROGRAMA
O Programa Minha Casa Minha Vida destinado a famílias com renda bruta de até R$1.395,00 – Recursos FAR é um programa do Governo Federal, gerido pelo Ministério das Cidades e operacionalizado pela CAIXA.Consiste na aquisição de terreno e construção de unidades habitacionais, que depois de concluídas são VENDIDAS.

É prevista a construção e venda de 400.000 unidades habitacionais,municípios com população igual ou superior a 50 mil habitantes, no triênio 2009/2011.A execução das obras é realizada por Construtora contratada pela CAIXA, que se responsabiliza pela entrega dos imóveis concluídos e legalizados.

A QUEM SE DESTINA
As famílias a serem beneficiadas pelo Programa são indicadas pelo município ou Governo do Estado/Distrito Federal e a seleção é realizada pela CAIXA.
Os imóveis são adquiridos pelas famílias beneficiadas por VENDA COM PARCELAMENTO.

COMO FUNCIONA
O governo estadual ou municipal assina o Termo de Adesão com a CAIXA e a partir desse momento a CAIXA passa a receber propostas de aquisição de terreno.Após análise, a CAIXA contrata a operação, acompanha a execução das obras pela Construtora.

ORIGEM DOS RECURSOS
Para viabilizar a construção das unidades habitacionais foram aportados ao FAR - Fundo de Arrendamento Residencial, recursos no valor de R$ 14 bilhões.

ORÇAMENTO
A distribuição orçamentária é feita nas 27 Unidades Federativas do Brasil, tendo como base o estudo do déficit habitacional dos municípios que compõem às respectivas unidades.

PARTICIPANTES DO PROGRAMA

Caixa Econômica Federal - Agente executor do Programa, responsável pela alocação dos recursos, definição dos critérios e expedição dos atos necessários à operacionalização do Programa.
Ministério das Cidades - Agente gestor do Programa,compete estabelecer diretrizes, fixar regras e condições, definir a distribuição de recursos,acompanhar e avaliar o desempenho do Programa.
Ministério da Fazenda - Em conjunto com o Ministério das Cidades, fixa a remuneração da CAIXA.
Poder Público Estadual e Municipal - Tem sua participação estabelecida por meio de assinatura de Convênio com a CAIXA.
Construtoras e Órgãos Assemelhados - Execução dos projetos aprovados para aquisição de unidades habitacionais.
Executor do Trabalho Técnico Social - Pessoa Jurídica,para elaborar e executar o programa de trabalho técnico social nos empreendimentos.

FONTE: http://www1.caixa.gov.br - WWW.VEREADORAALOISIA.BLOGSPOT.COM

Embora absurda, ideia de transferência de PMs de Feira para Salvador não está descartada


A reação de alguns segmentos na cidade contra a transferência de um grupo de policiais militares de Feira de Santana para Salvador – o vereador Sargento Joel, que embora afastado da corporação se mantém vinculado politicamente as entidades de defesa dos militares disse que o desfalque poderia chegar a até 70 homens e não apenas 40, como divulgado – levou o comando geral da PM a desistir da idéia. Oficialmente, a cúpula da PM não admite que a transferência seria efetuada. Mas nos bastidores da Polícia Militar a imprensa obteve a garantia de que a medida estava em curso, sim. Os homens seriam utilizados em bases comunitárias da Polícia Pacificadora na Região Metropolitana de Salvador.
Em sua breve passagem pela cidade esta semana, para participar de uma solenidade de conclusão de curso para sargentos, o subcomandante da PM na Bahia, coronel Carlos Eleutério Filho – respeitado oficial que teve uma honrosa gestão no extinto 1º Batalhão de Polícia Militar em Feira – disse ao www.reporterneysilva.com.br que “aqueles (policiais) que passarem pelo curso de qualificação para atuar nas bases comunitárias na capital poderão no futuro serem levados”.
“Segundo Eleutério, alguns militares sabendo dessa previsão legal participam do treinamento e depois não querem se integrar ao trabalho”, informa ainda o blog do radialista Ney Silva. Diz o subcomandante: “isso não é justo. É preciso cumprir nossa palavra”.
Nas entrelinhas, nenhuma dúvida: militares feirenses foram convocados para o curso, seriam transferidos, mas reagiram à mudança. O sargento Joel já havia alertado que policiais estabelecidos em Feira estariam indignados em ter que trabalhar na capital.
Os PMs ainda não estão completamente livres da transferência. Questionado pelo repórter se haverá remoção, ele disse “no momento não”. Mas afirmou: “Cada um que se qualificou sabe que está passando por uma programação que tem destino". O curso na área de direitos humanos é “para que o militar possa ter uma convivência melhor com o cidadão”.
O coronel Eleutério Filho é um policial querido em Feira de Santana. Ele tem razão, quando diz que os militares que se submeteram ao curso podem ter que servir na capital. A nenhum servidor público é dado o direito de recusar-se a cumprir seu mister, desde que no âmbito de sua competência.
Mas bem sabe o coronel que Feira de Santana não pode ser desfalcada de policiais, salvo em ocorrência emergencial. Se PMs lotados aqui devem ser transferidos para Salvador, que cheguem outros em igual quantidade e capacidade.
Na realidade, o ideal é que os policiais desta cidade sejam submetidos a curso preparatório para que possam ser aproveitados na cidade, não para que sejam removidos para a capital. Não seria justo com os feirenses, tão ou até mais necessitados de segurança que os soteropolitanos. Nos defenda, coronel. O senhor é Cidadão Feirense!

FONTE:www.tribunafeirense.com.br

JORNALISTA:VALDOMIRO SILVA(FOTO)

Serrinha – Vinte e seis vagas de trabalho


O SINEBAHIA/ Serrinha, informa que com a chegada de uma nova empresa ao município, está disponibilizando vagas de emprego para os seguintes cargos:

- MOTORISTA (01 VAGA)
- VENDEDOR EXTERNO (06 VAGAS)
- AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (02 VAGAS)
- ATENDENTE DE FARMÁCIA (07 VAGAS)
- OPERADOR DE CAIXA PARA FARMÁCIA (07 VAGAS)
- FARMACÊUTICO (02 VAGAS)
- EMPREGADA DOMÉSTICA (01 VAGA)

Os interessados deverão procurar a unidade do Sine das 07:00h às12:00h até sexta-feira (01/08), munidos de documentos pessoais e currículo.

O SINE está localizado no Ponto Cidadão do município de Serrinha, mais precisamente no Centro Social Urbano, Situado á Avenida Carlos Ferreira Mota, n° 377, Ginásio.

AMIGOS HOMENAGEIAM SAMUEL COM JANTAR


O grupo de amigos mais próximos do jornalista Samuel Celestino, que o conheceram quando a sua alcunha ainda era “Muzinho” (e alguns assim ainda o chamam), organizou um jantar para homenageá-lo, em celebração à sua passagem à frente da presidência da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), cargo que ocupou por 30 anos. A festa foi realizada na noite desta terça-feira (26), no Yacht Clube da Bahia, na Barra, e reuniu cerca de 200 pessoas. Em discurso, o seu amigo Geraldo Machado recordou detalhes da trajetória de Samuel desde os longínquos tempos em que morava em Itabuna, onde nasceu, até as suas viagens pelo mundo, já jornalista. “Ele é uma pessoa tão correta que tem apoio de todos seus amigos em sua defesa da seriedade e da moralidade”, destaca José Henriques, empresário. O presidente da ABI, Walter Pinheiro, ressalta que Samuel, agora na função de presidente da Assembleia-Geral da ABI, continuará a representar a entidade: “Marcou uma posição e continuará marcando”. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Bahia (OAB-BA), Saul Quadros, rememorou a época em que estudou Direito com Samuel na Universidade Federal: “Ele resgatou a autenticidade da imprensa livre em nossa terra. Nos regozijamos com a homenagem que ele está recebendo”, disse. O secretário de Turismo do Estado, Domingos Leonelli, foi mais longe: “Nossa amizade vem desde a Rua do Sodré, do Colégio Ypiranga. Ele era um conhecido brigão da região, um porradeiro”, disse, às gargalhadas.

Mulher que encontrou camisinha em extrato de tomate deve ser indenizada


A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul decidiu conceder indenização por danos morais de R$ 10 mil a uma consumidora de Lajeado que achou uma camisinha dentro de uma lata de extrato de tomate, após o preparo da refeição da família. A empresa pode recorrer.
Segundo informações do tribunal, a mulher alegou que percebeu a presença de mofo dentro de uma lata de extrato da marca Elefante, da Unilever. Ela disse que já tinha usado parte do molho para fazer almôndegas quando encontrou a camisinha enrolada no fundo da lata. A descoberta teria causado enjoo e vômitos em toda a família.
A consumidora argumentou também que procurou a fabricante e que a empresa informou que iria substituir a lata por outra. Para o juiz João Gilberto Marroni Vitola, que julgou a causa na primeira instância, mesmo que a empresa afirme que o processo é inteiramente automatizado, pode haver a intervenção humana.
A empresa recorreu. Ao julgar o recurso, a desembargadora relatora Marilene Bonzanini afirmou que o consumidor sempre espera que um alimento que compra esteja apto ao consumo. “Pelo mero conhecimento da cultura de nosso povo, não se acredita que qualquer pessoa não se sinta repugnada ao encontrar um preservativo, supostamente usado, em produto alimentício utilizado no preparo de refeição para a família”, escreveu na decisão.
Em nota, a Unilever afirmou que seus produtos estão totalmente de acordo com as normas sanitárias vigentes e seguem rigorosos processos de qualidade no processo de fabricação. A empresa diz também que a marca Elefante não faz mais parte de seus produtos e que o caso ainda está em análise pelos órgãos competentes. As informações são do G1.

RONALDO NAZÁRIO E SUA BIA ANTONY CURTEM FÉRIAS EM FAMÍLIA


Eterno Fênomeno, Ronaldo Nazário (34) chegou a uma fase da vida em que não precisa provar mais nada a nenhum clube, seleção ou torcedor. Aposentado oficialmente dos gramados desde fevereiro deste ano, ele mostrou que pode se dar ao luxo de não estar em forma e, durante férias com o clã na ilha espanhola de Ibiza, não fez questão de esconder a barriga saliente. “Minha carreira foi linda, maravilhosa, emocionante. Tive muitas derrotas, infinitas vitórias. Fiz muitos amigos, não me lembro de ter feito nenhum inimigo”, diz o ex-jogador de futebol, que vestiu a camisa verde-amarela pela última vez no dia 7 de junho, na vitória por 1 X 0 contra a Rômenia em amistoso no Pacaembu, em São Paulo.
Na companhia da mãe, Sônia Nazário (60), e da amada, Bia Antony (27), com quem tem Maria Sophia (2) e Maria Alice (1 ano e 3 meses), ele aproveitou o calor do verão setentrional para tomar sol à beira-mar. Pai também de Ronald (11), da relação com a comentarista esportiva Milene Domingues (32), além de Alexander (6), do affaire com Michele Umezu (28), ele optou por óculos escuros e short amarelo levantado até as coxas para uniformizar o bronzeado. Por sua vez, Bia desfilou a boa forma em biquíni roxo e chapéu. Em sua conta no microblog Twitter, ela postou sobre a viagem: “De férias com a família inteira! Está tão gostoso isso aqui. Isso justifica a minha ausência, não é turma? E vocês o que andam fazendo?”
Três vezes eleito Melhor Jogador do Mundo pela Fifa e bicampeão mundial com a Seleção Brasileira, o carioca, que vive atualmente na capital paulista, se dedica à sua agência de marketing esportivo, a 9ine. “Gerenciamos a carreira de alguns atletas com relação ao marketing e publicidade. Hoje nós trabalhamos com Neymar, Ganso, Anderson Silva, além de algumas marcas”, explica o maior artilheiro de todas as edições da Copa do Mundo, que antecipou o fim da carreira no futebol por conta de lesões e de hipotireoidismo.

PT e PMDB avaliam que Lula será candidato em 2014


Algumas das principais lideranças do PT e do PMDB, os dois sócios majoritários da aliança governista, avaliam que Lula tentará voltar à Presidência em 2014.
Nos últimos cinco dias, o blog conversou reservadamente com cinco políticos de expressão –três pemedebês e dois petês.
Manifestaram em privado opiniões que não ousam verbalizar em público. Ressalvadas sibilinas diferenças quanto à enfase, todos enxergam em Lula um candidato.
Apenas um dos entrevistados, integrante da direção do PT federal, condicionou a re-re-recandidatura de Lula ao desempenho de Dilma.
Os demais disseram crer que o patrono de Dilma irá às urnas em qualquer cenário. Escoraram a aposta na movimentação de Lula.
“Típica de candidato”, disse um ex-ministro, filiado ao PMDB. “Voltou à cena mais cedo do que todos previam”, ecoou um senador do mesmo partido.
Um petista que priva da intimidade de Lula contou que, mesmo nas conversas mais íntimas, o amigo não se declara candidato.
Ao contrário, Lula repisa a tese segundo a qual não faz sentido sonegar a Dilma o “direito” de disputar a reeleição. O problema é que ninguém –ou “pouca gente”— o leva a sério.
Um governador do PT mencionou ao repórter o que chama de “efeito etário”. Lembrou que Lula fará aniversário de 66 anos em outubro.
“Em 2014, terá 69. E não parece razoável que ele se disponha a esperar até 2018, quando fará 73 anos”.
Outro entrevistado disse que a volta de Lula começa a ser desejada também pelos partidos que o apoiaram e que agora dão suporte a Dilma.
Por quê? Diferentemente de Lula, um “animal politico”, Dilma trata seus aliados “na base da ameaça”. Algo que, imagina, “não vai acabar bem”.
Entre todas as legendas, avalia o autor do raciocínio, a que mais deseja a volta de Lula é o próprio PT.
Disseminou-se no condomínio governista a avaliação de que Dilma exagerou na faxina do Ministério dos Transportes. Sobretudo no método.
Como que receosos de receberem da presidente um tratamento à moda do PR, os aliados acham que ela portou-se de modo precipitado e injusto.
De acordo com a visão majoritária, Dilma teria afastado pessoas contra as quais pesavam fundadas suspeitas e também servidores cuja culpa não está provada.
Menciona-se, de resto, o fato de Dilma ter sido a gerente da Casa Civil de Lula, sob cuja gestão já vicejavam os malfeitos dos Transportes.
“Ela joga pra platéia”, disse o ex-ministro pemedebê de Lula. “Pode ficar bem nas pesquisas, mas gera uma instabilidade política desnecessária no início do governo.”
Dito de outro modo: ao saciar a fome ética da opinião pública, Dilma ateou pânico entre os aliados, que passaram a ter saudades inauditas do estilo acomodatício de Lula.

Dilma Rousseff usa Pelé para se afastar de Ricardo Teixeira na organização de 2014


Às vésperas de sua primeira aparição num evento oficial relativo à Copa do Mundo de 2014, a presidente Dilma Rousseff impôs uma derrota política a Ricardo Teixeira ao nomear Pelé embaixador do Mundial no Brasil.

PELÉ OFUSCA TEIXEIRA EM PROPAGANDA

Desde a era Lula, o governo federal queria o ex-jogador na presidência do COL (Comitê Organizador Local). Mas o dirigente não abriu mão do cargo. E driblou o desejo governamental anunciando que o ex-atleta faria parte do comitê. Mas Pelé foi deixado de lado.
Agora, o ex-craque ganhou o cargo por decreto assinado pela presidente, o que dá força à sua nomeação. Ele irá representar o governo em ações ligadas ao Mundial. O poder de Teixeira em nada mudará. Mas Dilma deixa claro que preferia Pelé no lugar do dirigente.
Segundo um integrante do Governo Federal, que pediu para não ser identificado, a presidente avalia que o Brasil está ajudando a promover a Copa do Mundo, beneficiando a Fifa. Com Pelé na linha de frente, ela espera fazer o contrário. Quer usar o Mundial para promover o país.
Além disso, Dilma aproveita para associar o evento no Brasil a um personagem identificado com o país. E com uma imagem simpática aqui e no exterior. O mesmo não se pode dizer sobre Teixeira.
O desgaste sofrido pelo cartola com seguidas denúncias, acompanhadas pela desastrosa entrevista para a revista Piauí, incomodaram a presidente. E ela demonstrou isso publicamente se aproximando de Pelé, com quem o dirigente tem um histórico de rusgas.
Assim, Dilma se distancia mais do cartola, que já teve pelo menos dois pedidos de audiência negados. Ela irá prestigiar a festa de Teixeira no sábado, mas depois de mandar seu recado.

Ministro de Dilma, Jobim diz que votou em Serra em 2010


O ministro da Defesa, Nelson Jobim (PMDB), disse nesta terça-feira (26) ter votado em José Serra (PSDB) na eleição de 2010. Segundo ele, a então candidata Dilma Rousseff (PT) sabia de sua preferência pelo tucano. Depois de se eleger e de convidá-lo para o ministério, a petista não teria mais tocado no assunto.
O ministro participou da estreia do programa "Poder e Política - Entrevista", conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O
Além de revelar o voto em Serra, Jobim disse que o tucano teria tomado as mesmas atitudes de Dilma se tivesse vencido a eleição e fosse confrontado com escândalos como os que derrubaram os ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Alfredo Nascimento (Transportes).
Na entrevista, Jobim respondeu a perguntas sobre vários temas. Falou, por exemplo, sobre sigilo eterno de dados públicos, documentos da ditadura militar que foram destruídos, relação de dissidentes do PMDB com o governo Dilma e a perda de poder do Ministério da Defesa sobre a Aviação Civil.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Igreja Católica celebra a Festa de Senhora Sant'Ana, padroeira da cidade de Serrinha - Bahia


No dia 26 de julho, a Igreja Católica celebra a Festa de Senhora Sant’Ana, padroeira da cidade de Serrinha - Bahia, da nossa Paróquia da Catedral da Diocese de Serrinha. São muitos cristãos e devotos que em uníssono cantam: “Mãe da Mãe de Jesus, ó Sant’Ana, lá do alto da glória onde estais, derramai sobre nós, soberana vossas bênçãos de amor maternais”.

Senhora Sant’Ana viveu em uma época crucial da história da salvação, no momento em que Deus preparava a humanidade para que se cumprisse a promessa que Ele tinha feito a Abraão, e que os justos da Antiga Aliança aguardavam ansiosamente. Com certeza, a Mãe de Maria, mulher justa e piedosa, pertencia ao movimento dos que aguardavam a “consolação de Israel” e, de forma particular, a ela Deus confiou uma missão especial na história da salvação. O fato é que Deus a escolheu entre todas as mulheres, para ser a mãe da Mãe de Jesus Cristo, o libertador de Israel. Assim, aproximamo-nos da plenitude dos tempos, ponto alto da Revelação de Deus, que começa sua gestação em Sant’Ana, mulher justa e temente a Deus.

É importante ter em vista que os dados biográficos que conhecemos sobre a Mãe de Maria de Nazaré foram legados pelo Proto- Evangelho de Tiago, obra citada em diversos tratados dos Padres da Igreja Oriental. “Sant’Ana, cujo nome em hebraico significa graça, pertencia à família do sacerdote Aarão”. De fato, o seu nome transmite tudo o que Deus realizou em sua vida, levando em consideração que, ao conceber a Virgem Maria, ela já estava idosa e era estéril. Nota-se que a “paciência e a resignação com que sofria a esterilidade levou-a ao prêmio de ter por filha aquela que havia de ser Mãe de Jesus”.

Ficamos, portanto, a pensar no relacionamento de Sant’Ana com sua filha, a jovem Maria, como Sant’Ana Mestra cumpriu a sua missão de educadora e o quanto essa Mãe aprendeu com sua filha. A imagem de Sant’Ana que se encontra no altar-mor da nossa Igreja , de uma beleza sem igual, leva-nos a sentir algo daquilo que pode ter sido o relacionamento entre mãe e filha. A belíssima imagem de Sant’Ana com sua mão direita aponta para o céus, ao tempo em que segura a mão da sua filha que fita o seu olhar no semblante de sua mãe e, simultaneamente, para o alto, e traz na sua mão esquerda a Palavra de Deus, gesto que manifesta o compromisso na transmissão dos ensinamentos e decretos divinos. Portanto, “mãe e filha estavam unidas não apenas por laços familiares, mas também pela comum expectativa do cumprimento das promessas, pela recitação multiforme dos Salmos e pela evocação de uma vida entregue a Deus”.

Por Sant’Ana ser a Avó de Jesus, o dia 26 de julho torna-se ainda mais especial, porque celebramos nessa mesma data o dia de todas as Avós. A Avó é mãe duas vezes, ela é agraciada com dupla maternidade e, além de todo o legado construído, comunica a experiência adquirida na vida; são transmissoras de valores que os mais jovens correm o risco de abandonar; são canais de amor, dedicação e solicitude pelos seus. Por vezes é na figura das Avós que se encontra o calor do regaço materno. Assim sendo, rogamos a Senhora Sant’Ana que nos abençoe e proteja com o seu carinho de Avó, uma vez que Jesus Cristo deu-nos Maria, sua filha como Mãe adotiva.

Os passos de Sant’Ana são iluminadores para a nossa caminhada de fé. Ela nos ajuda a compreender que é preciso colocar-se nas mãos de Deus com mais generosidade, que é necessário participar mais ativamente no Projeto de Deus e que a vida ganha um sentido mais pleno quando a transformamos em “sacramento de amor” e quando “a esperança que não decepciona” move os nossos corações e as nossas atitudes. Certos de que todos somos alunos da Escola de Sant’Ana Mestra, a saudamos com esse hino tão bonito e tão bem cantado por nosso povo:

“Sant’Ana, Mestra e doce Mãe, de Serrinha augusta Padroeira. Guiai Zelosa os seus destinos, no estrelato imenso da bandeira. Abençoai os filhos que se orgulham de vosso nome bendizer e sede sempre protetora os que procuram vencer. Vinde, ó Mãe de Maria sacrossanta avó de Jesus conservai a fé cristã, que a vossos pés nos conduz”.

Salve Sant’Ana, nossa augusta padroeira!

Por Carlos Miranda Lima Filho.
Repórter DR 1422 e Sindicalista

POR UMA DEFENSORIA PÚBLICA CADA VEZ MELHOR


O texto abaixo foi enviado pelos aprovados no concurso da Defensoria Pública do Estado da Bahia, para fins de divulgação nos meios de comunicação e na internet. Peço a todos uma leitura minuciosa e uma reflexão sobre o texto abaixo, pois os candidatos relatam estatísticas interessantes a todos os cidadãos.
No dia 23/09/2010 o Governo do Estado da Bahia e a
Defensoria Pública, por meio do Centro de Seleção e Eventos
da Universidade de Brasília (CESPE/UNB), publicaram edital
de abertura para preenchimento de 50 vagas de Defensor
Público. As provas objetivas e discursivas foram realizadas
em dezembro de 2010 e janeiro de 2011, respectivamente. O
certame foi homologado no dia 17 de junho de 2011, sendo
160 candidatos aprovados, que aguardam as nomeações.
Contudo, mesmo diante da importância da realização desse
concurso, é fundamental ressaltar que apenas 50 novos
defensores, consoante se verá, é um número extremamente
reduzido diante da preocupante realidade vigente no Estado
de Bahia.
Atualmente, os defensores públicos baianos se desdobram
para atender a uma demanda cada vez mais crescente e
insustentável, não obstante o seu reconhecido empenho.
Existem hoje menos de 200 defensores públicos em um
Estado cuja população é de 14.080.654 (catorze milhões,
oitenta mil, quatrocentos e seiscentos e cinquenta e quatro)
habitantes, conforme dados divulgados pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ano 2010.
Outrossim, a Bahia foi indicada pelo último senso do
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como o
Estado em que há o maior contingente de miséria no país,
17,7% da população da Bahia (sobre)vive com uma renda per
capita de R$ 70,00 (setenta reais) mensais, portanto são
considerados, em termos menos eufemistas, “miseráveis”.
A Defensoria Pública, conforme determina a Constituição
Federal e a Lei Complementar Federal nº 80/94, possui a
nobre incumbência de representar os necessitados, em juízo
ou fora dele, de maneira que estes tenham “voz” na atuação
social. A Defensoria Pública é, portanto, promotora da
dignidade humana em sua acepção mais nobre, pois, visa ao
ingresso efetivo na sociedade daqueles que mais precisam de
amparo e que mais são vilipendiados em seus direitos: os
necessitados.
O III Diagnóstico das Defensorias Públicas, realizado pela
Secretaria da Reforma do Judiciário, do Ministério da Justiça
(disponível em www.anadep.org.br/wtksite/IIIdiag_DefensoriaP.pdf),
demonstrou dados alarmantes acerca da situação da
Defensoria Pública no Estado de Bahia. Considerando-se o
público alvo da instituição (pessoas maiores de 10 anos com
renda de até três salários mínimos), a unidade da federação
possui a terceira maior proporção na relação
Defensor/Público alvo. Ou seja, consoante à tabela nº 11 do
mencionado estudo, para cada defensor público atuante no
Estado da Bahia, no ano de 2008, havia uma população alvo
de 56.537 (cinqüenta e seis mil, quinhentos e trinta e sete).
Era, naquele ano, o segundo pior índice do Brasil. Estima-se
que nos anos seguintes (2009 e 2010) a situação tenha piorado
ainda mais.
A propósito, o mesmo Diagnóstico asseverava que a
instituição, na Bahia, possuía somente 65% dos cargos vagos,
portanto, existiam pelo menos outros 386 cargos não
ocupados. Tal situação é deveras preocupante, porquanto
menos da metade dos cargos disponíveis estavam ocupados.
Diante dos dados divulgados pelos respeitados institutos,
nota-se que o número de defensores públicos atuantes no
Estado da Bahia está muito aquém do mínimo necessário,
tampouco do ideal. Esses verdadeiros heróis têm se
sacrificado pelo bem da sociedade baiana, mas tal situação não
poderá perdurar por muito tempo, pois, é totalmente
desumano exigir que menos de 200 defensores públicos
promovam a justiça social e a defesa jurídica de mais de
catorze milhões de baianos, conforme demonstrou o estudo
publicado no já mencionado III Diagnóstico da Defensoria
Pública no País.
Nesse tocante, vale lembrar que, a nomeação dos 160
(cento e sessenta) novos defensores públicos vai significar
uma quantidade mais expressiva para atender à demanda do
Estado, pois, conforme verificado acima, os “advogados dos
pobres”, como são conhecidos por alguns, terão de atender a
uma clientela de aproximadamente catorze milhões de
pessoas. Nem se alegue que essa população não
necessariamente procurará os serviços da Defensoria,
porquanto o simples fato de essas pessoas estarem abaixo da
linha de pobreza já demonstra a necessidade de atuação desta
instituição, seja por meio da tutela coletiva, individual,
administrativa ou mesmo medidas de caráter social, tais como
a realização de atividades itinerantes.
Assim, nota-se a imprescindibilidade de serem chamados
todos os novos defensores públicos aprovados, ainda que por
meio da prorrogação do prazo de validade do concurso, pois,
somente assim, o Estado da Bahia estará se encaminhando em
direção ao ideário constitucional de efetivação do princípio da
dignidade humana. Aliás, saliente-se que, ainda que sejam
nomeados todos os aprovados no concurso, a proporção entre
a população da Bahia e seus defensores permanecerá aquém
da ideal. A nomeação de todos os aprovados no certame
atingiria, pelo menos, o mínimo necessário para o exercício
digno da profissão, sem sacrifícios inexigíveis e inalcançáveis.
Apenas para ilustrar a desproporção existente entre a
Defensoria Pública, a Magistratura e o Ministério Público
desse Estado, é importante ressaltar que na Bahia existem
aproximadamente 536 (quinhentos e trinta seis) juízes de
direito e cerca de 568 (quinhentos e sessenta e oito)
promotores de justiça. Lembrando: existem menos de 200
Defensores Públicos atuando em todo o Estado. Ou seja, para
cada 26,6 mil baianos há 1 (um) juiz. Para cada 24,7 mil
baianos há 1 (um)promotor de justiça. Já na Defensoria são
71,4 mil baianos para cada defensor. Portanto, a Defensoria
Pública da Bahia está em total desproporção se comparados os
números de membros do MP e da Magistratura.
Somente algo em torno de 32 das comarcas (e não
municípios, que são 417 – conforme senso IBGE 2010) da
Unidade Federativa conta com os serviços da Defensoria, o
que significa que a maioria das comarcas não são abrangidas
pelas atividades da entidade.
Enfim, diante de todo o exposto, solicitamos, para o bem
dos baianos, notadamente em nome de sua população mais
carente, a ajuda na defesa da nomeação de todos os aprovados
no IV CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DE DEFENSOR PÚBLICO.

*Em nome de todos os aprovados no VI Concurso de Ingresso na Carreira de
Defensor Público do Estado da Bahia.

Gil Braga(foto)
Salvador, Bahia, Brasil
Defensor Público do Estado da Bahia