OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Se eu disser àquele que é mau: Você certamente morrerá, mas você não o avisar — se não falar com aquele que é mau a fim de avisá-lo para que ele abandone seu mau proceder e continue vivo —, ele morrerá por causa do erro dele, por ser alguém mau,mas o sangue dele exigirei de você.No entanto, se você avisar aquele que é mau, e ele não recuar da sua maldade e do seu mau proceder, ele morrerá por causa do erro dele, mas você certamente salvará a sua própria vida".Ezequiel 3:1-27

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Vitória é condenado a pagar quase R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel

 

O Vitória sofreu um revés na Justiça na última quarta-feira (25). O clube foi condenado a pagar cerca de R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel. A decisão é da juíza Vivianne Tanure Mateus, da 2ª Vara do Trabalho de Salvador, do TRT-BA.

Na decisão que o Bahia Notícias teve acesso, o Vitória deixou de pagar os salários do jogador por 16 meses, a partir de junho de 2019, além de não recolhimento de FGTS e corte do auxílio moradia.

Em maio, João Gabriel havia conseguido sua rescisão contratual com o Vitória por meio de uma liminar na Justiça (relembre aqui).

O Vitória perdeu o prazo para se manifestar o sobre o pedido de tutela antecipada, conforme aponta trecho da sentença.  "Registre-se, nesse passo, que este Juízo assegurou ao acionado, antecipadamente, o direito ao contraditório, tendo o Esporte Clube Vitoria deixado transcorrer in albis o prazo concedido para se manifestar sobre a tutela de urgência ora requerida. Não há, portanto, alegação, tampouco prova da quitação das verbas trabalhistas elencadas pelo reclamante, fato a traduzir a verossimilhança das assertivas autorais acerca da justa causa patronal”, diz a magistrada.

A decisão cabe recurso e a tendência é que o Vitória recorra.

Cria do Vitória, João Gabriel estava em sua segunda passagem no clube rubro-negro. Na primeira, ele deixou a Toca do Leão em 2011 rumo ao Volta Redonda. O arqueiro retornou em 2018, na gestão do presidente Ricardo David, emprestado pelo Cianorte. Na temporada seguinte, o atleta foi contratado em definitivo.

No ano passado, João Gabriel defendeu o Sampaio Corrêa por empréstimo. Ele retornou no começo de 2021, mas estava fora dos planos da diretoria do Vitória e acabou se desvinculado por liminar.