NOVA RÁDIO CLUBE SERRINHA 24 HORAS NO AR

RADIOS NET:MELHOR PLATAFORMA DE RÁDIOS

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Jeová disse então a Moisés e a Arão: “Se Faraó lhes disser: ‘Façam um milagre’, diga a Arão: ‘Pegue o seu bastão e jogue-o no chão diante de Faraó.’ O bastão se transformará numa cobra grande.”De modo que Moisés e Arão se apresentaram a Faraó e fizeram exatamente como Jeová havia ordenado. Arão jogou seu bastão no chão diante de Faraó e dos servos dele, e o bastão se transformou numa cobra grande. No entanto, Faraó convocou os sábios e os feiticeiros; e os sacerdotes-magos do Egito fizeram a mesma coisa com a sua magia. Cada um deles jogou seu bastão no chão, e eles se transformaram em cobras grandes; mas o bastão de Arão engoliu os bastões deles. Ainda assim, o coração de Faraó ficou endurecido, e ele não os escutou, assim como Jeová havia falado".Êxodo 7:1-25

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Vitória é condenado a pagar quase R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel

 

O Vitória sofreu um revés na Justiça na última quarta-feira (25). O clube foi condenado a pagar cerca de R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel. A decisão é da juíza Vivianne Tanure Mateus, da 2ª Vara do Trabalho de Salvador, do TRT-BA.

Na decisão que o Bahia Notícias teve acesso, o Vitória deixou de pagar os salários do jogador por 16 meses, a partir de junho de 2019, além de não recolhimento de FGTS e corte do auxílio moradia.

Em maio, João Gabriel havia conseguido sua rescisão contratual com o Vitória por meio de uma liminar na Justiça (relembre aqui).

O Vitória perdeu o prazo para se manifestar o sobre o pedido de tutela antecipada, conforme aponta trecho da sentença.  "Registre-se, nesse passo, que este Juízo assegurou ao acionado, antecipadamente, o direito ao contraditório, tendo o Esporte Clube Vitoria deixado transcorrer in albis o prazo concedido para se manifestar sobre a tutela de urgência ora requerida. Não há, portanto, alegação, tampouco prova da quitação das verbas trabalhistas elencadas pelo reclamante, fato a traduzir a verossimilhança das assertivas autorais acerca da justa causa patronal”, diz a magistrada.

A decisão cabe recurso e a tendência é que o Vitória recorra.

Cria do Vitória, João Gabriel estava em sua segunda passagem no clube rubro-negro. Na primeira, ele deixou a Toca do Leão em 2011 rumo ao Volta Redonda. O arqueiro retornou em 2018, na gestão do presidente Ricardo David, emprestado pelo Cianorte. Na temporada seguinte, o atleta foi contratado em definitivo.

No ano passado, João Gabriel defendeu o Sampaio Corrêa por empréstimo. Ele retornou no começo de 2021, mas estava fora dos planos da diretoria do Vitória e acabou se desvinculado por liminar.