OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"Não ore pelo bem desse povo.Quando eles jejuam, não escuto as suas súplicas;E, quando fazem ofertas queimadas e ofertas de cereais, não me agrado delas,pois vou acabar com eles por meio da espada, da fome e da peste". Jeremias 14:1-22

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Decididos a jogar, atletas da Seleção criticam realização da Copa América

 

Conforme prometido, os jogadores da Seleção Brasileira enfim se pronunciaram. Na noite desta terça-feira (8), após a vitória sobre o Paraguai por 2 a 0, nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, os atletas publicaram um texto no Instagram criticando a Conmebol pela realização da Copa América em meio a pandemia do novo coronavírus.

"Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil. Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização", diz um trecho.

No entanto, o jogadores confirmaram que vão disputar a Copa América. A estreia do Brasil será no próximo domingo (13), às 18h, contra a Venezuela, no Mané Garrincha, jogo que abre o torneio.

"Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira", finalizou.

Após a vitória sobre o Paraguai, o zagueiro Marquinhos reforçou que os jogadores não se recusaram a servir à Seleção Brasileira.

"A gente sabe todo contexto da Copa América. Creio que foi muito discutido nesses últimos dias internamente e externamente. A gente vê tudo que as pessoas falam sem mesmo saber da verdade dos fatos. Deixamos claro que em momento algum os jogadores negaram de vestir essa camisa. Isso aqui é o nosso sonho de criança, onde víamos todos na televisão e sonhávamos em um dia estar aqui e o hoje a gente está. É o maior orgulho para a gente vestir essa camisa da Seleção Brasileira. A partir de agora a gente fez o que a gente tinha de fazer nesses dois jogos que era o nosso foco no momento. A partir de agora vamos ver o que será decidido. Como todos vem falando, a gente sabe que existe uma hierarquia. Somos jogadores e cientes do nosso papel, que é importante. Mas deixar bem claro que em nenhum momento a gente negou de vestir essa camisa", disse.

O Brasil está no Grupo B da Copa América. Depois de encarar a Venezuela, os brasileiros enfrentam o Peru no dia 17 de junho. Na sequência, o desafio será diante da Colômbia, no dia 23. O último jogo da primeira fase será dia 27, diante do Equador.