OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS:"O que seus antepassados viram de errado em mim para que se afastassem tanto de mim,e seguissem ídolos sem valor, e se tornassem eles mesmos sem valor? Os que lidam com a Lei não me conheceram,os pastores se rebelaram contra mim,os profetas profetizaram em nome de Baal e foram atrás daqueles que não podem ajudar ninguém. Por isso continuarei a fazer acusações contra vocês diz Jeová,E farei acusações contra os filhos dos seus filhos". Jeremias 2:1-37

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Bolsonaro descarta permanência de auxílio emergencial e volta a criticar defensores do lockdown


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) descartou, ontem (2), a possibilidade de uma permanência do auxílio emergencial por tempo indeterminado. De acordo com ele, continuar beneficiando famílias com os R$ 600 iria “arrebentar com a economia do Brasil”, já que, segundo ele, há um gasto mensal de R$ 50 bilhões.

“Alguns (governadores) estão defendendo o auxílio indefinido. Esses mesmos que quebraram os estados deles, esse mesmo governador que quebrou seu estado, tá defendendo agora o emergencial de forma permanente. Só que, por mês, são R$ 50 bilhões. Vou arrebentar com a economia do Brasil”, disse Bolsonaro, não revelando para quem a fala foi direcionada.

Saindo do Palácio da Alvorada, o presidente, enquanto revelava suas opiniões, dirigiu sua moto e foi a uma padaria, localizada no Largo Norte, bairro nobre de Brasília, onde voltou a criticar os defensores do lockdown e a comentar sobre a situação financeira dos comerciantes informais.

“Tem o dono da padaria aqui. A dificuldade que é contratar gente, nesse emaranhado de leis, direitos. Vocês da imprensa, que apoiaram o lockdown, como é que a economia vai voltar à normalidade agora? Eu sempre falei que era a vida e o emprego (…) Aqui por exemplo, alimentação, os danos foram pequenos, quase não existiram. Os informais, simplesmente, dizimados”, disse.

Após se dizer curado da Covid-19, Jair Bolsonaro retomou suas viagens. Na última semana, ele visitou o Nordeste e o Sul do país. Já sua mulher, Michelle Bolsonaro, confirmou estar infectada pelo novo coronavírus.