OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL:FOTOS-JOSÉ RIBEIRO

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
DISSE JEOVÁ DEUS: "Estou para trazer sobre este lugar uma calamidade que fará tinir os ouvidos de quem ouvir falar dela. Farei isso porque eles me abandonaram e tornaram este lugar irreconhecível.Nele estão oferecendo sacrifícios a outros deuses, que nem eles, nem os seus antepassados, nem os reis de Judá conheciam, e encheram este lugar com o sangue dos inocentes. Eles construíram os altos sagrados de Baal para queimar no fogo seus filhos como ofertas a Baal, algo que eu não havia ordenado nem falado e que jamais havia ocorrido no meu coração". Jeremias 19:1-15

sábado, 25 de abril de 2020

42% avaliam Bolsonaro como "ruim ou péssimo", aponta pesquisa da XP Investimentos


O trabalho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é avaliado por 42% da população como ruim ou péssimo. É o que revela uma pesquisa realizada pela XP Investimentos com 800 entrevistados. O mesmo levantamento também aponta que outros 31% avaliam o presidente como ótimo ou bom.

Outros 24% avaliaram o governo como regular e 3% disseram não saber - ou não responderam. A pesquisa foi realizou entre as 18h da última quinta-feira (23) e as 18h de sexta-feira (24), período que cobre a crise provocada pela demissão do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e seus consequentes desdobramentos.

De acordo com a empresa, o levantamento foi realizado a partir da aplicação de um questionário mais curto que o usual, e possui uma margem de erro de 3,5 pontos percentuais. Em pesquisa realizada pela XP entre 13 e 15 de abril, a aprovação de Bolsonaro era de 30% e a reprovação de 40%.

Posteriormente, em levantamento promovido nos dias 20 e 22 de abril, a aprovação era de 31% e a reprovação, 42%. Estas duas pesquisas foram realizadas com mostras maiores que o levantamento divulgado neste sábado - mil entrevistos. A margem de erro destas pesquisas é de 3,2 pontos percentuais.

Demissão

Perguntados sobre o conhecimento da possibilidade de desembarque de Moro do governo - e depois da demissão efetivada -, 77% dos entrevistados disseram ter conhecimento da situação  enquanto, outros 22% disseram não saber, e 1% disse não responderam.

Outro questionamento disse respeito da aprovação ou desaprovação da decisão de Moro sobre sua saída caso o presidente fizesse mudanças na chefia da polícia federal. Um percentual de 44% disse aprovar a posição do ex-magistrado, 42% disse desaprovar e 14% não souberam opinar ou não responderam.

A XP também buscou aferir a opinião da população a respeito dos impactos da saída de Moro. 67% dos respondentes disseram que o impacto seria/será negativo, enquanto 10% que seria/será positivo e 16% que não terá impacto para o país. 8% disse não saber ou não responderam.

Por fim, os entrevistados foram questionados sobre a expectativa que tinham com o resto do mandato presidencial após a saída de Moro. Neste quesito, 49% afirmaram que o restante do mandato será ruim ou péssimo após a saída de Moro, enquanto 18% disseram que será bom e ótimo e 25% que será regular. 9% disseram não saber ou não responderam.