OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

OS ENCANTOS DA ZONA RURAL

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

RÁDIO CLUBE SERRINHA .NET  MUSICA DE QUALIDADE 24 HORAS

Você está ouvindo:Rádio Clube Serrinha.NET

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE

ARENA SHOPPING SERRINHA.: O MAIS MODERNO CAMPO SOCIETY DA CIDADE
ARENA SHOPPING SERRINHA. Muito boa a iniciativa de trazer mais uma opção de lazer para a nossa cidade, além de valorizar mais o local onde se encontra o referido empreendimento!!!!

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE

BEIJO FRIO:A MELHOR SORVETERIA DA BAHIA E O MELHOR SORVETE
Endereço: Av. Dep. Manoel Novaes, 670 - Centro, Serrinha - BA, 48700-000 Telefone: (75) 3261-1889

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.

A BIBLIA É A PALAVRA DO DEUS VIVO JEOVÁ.
"Ai dos filhos obstinados,a diz Jeová,Que executam planos que não procedem de mim,Que fazem alianças,mas não com a orientação do meu espírito,e assim acumulam pecado sobre pecado.Agora vá, escreva isso numa tábua, diante deles,e registre-o num livro,A fim de que sirva para um dia futuro,Como um testemunho permanente. Pois eles são um povo rebelde,filhos mentirosos,Filhos que não querem ouvir a lei de Jeová". Isaías 30:1-33

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Mais de 62 milhões de brasileiros encerraram 2018 com o nome sujo, diz SPC

O número de pessoas com dívidas em atraso subiu 4,41% em 2018 e atingiu 62,6 milhões, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (15) Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Isso significa que, no encerramento do ano passado, cerca de 40% da população adulta estava com o nome sujo, segundo a pesquisa.

Entre os consumidores que terminaram o ano com o nome sujo, mais da metade (51%) tinham dívidas com bancos. No entanto, o setor que teve o maior crescimento no número de dívidas atrasadas na comparação com 2017 foi o de água e luz, com 14% de aumento no número de consumidores que deixaram de pagar alguma conta no prazo.

Principais credores das dívidas em atraso em 2018
em % do total de pendências
bancos: 51,57
comércio: 16,88
comunicações: 13,83
água e luz: 9,4
outros: 8,32
Fonte: SPC e CNDL

Segundo o SPC e a CNDL, o aumento da inadimplência é reflexo do processo ainda lento de recuperação da economia, mesmo com a redução do desemprego. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego caiu para 11,6% em novembro de 2018, mas a queda, além de ser lenta, vem sendo puxada pelo aumento do número de trabalhadores informais ou por conta própria.

Outro fator apontado pelas entidades é o aumento da concessão de crédito em 2018. “Ampliando-se a base de crédito, amplia-se também, em termos absolutos, o número de inadimplentes”, disseram em relatório.

O aumento da inadimplência em 2018 foi puxado pelos consumidores com mais de 30 anos. Isso porque, entre os mais jovens, a quantidade de pessoas com o nome sujo caiu na comparação com o ano anterior.

Segundo a pesquisa, a maior queda foi entre as pessoas com idade entre 18 e 24 anos. Nessa faixa etária, o número de inadimplentes recuou 22%. Já o maior aumento, de 11%, foi registrado entre os consumidores com mais de 65 anos.

Já na divisão por regiões, o Sudeste foi o que teve o maior aumento no número de inadimplentes, com 8,44%. Na outra ponta, o Centro-Oeste registrou queda de 1,79% na quantidade de pessoas com dívidas pendentes.Fonte:G1